publicidade

Blog do Milton Neves

Palmeiras já é 91% campeão brasileiro!

Foto: UOL

Palmeiras 2 x 0 Grêmio.

No Pacaembu, deu a lógica.

Deyverson (foto) marcou aos 7 minutos da primeira etapa, tocando de pé esquerdo após receber bola cruzada de Dudu e voltou a marcar na etapa final, aos 33 minutos, após “pixotada” de Bressan. O atacante está em alta mesmo!

É o novo Dinei! O Dinei do Palestra Itália, na aparência e no estilo. Decisivo, matador!

É verdade que este Brasileirão, dos modorrentos pontos corridos, está bem melhor do que os de anos anteriores, quando os campeões já estavam praticamente sacramentados no final do 1º turno.

Mas, e sempre tem um mas, quando o Verdão engrenou, graças a Felipão, o equilíbrio foi para o “beleléu”…

Está tão na cara que o Palmeiras será campeão brasileiro, mas tão na cara, que vai ser mesmo!

Inter, Flamengo, Grêmio e o “cavalo paraguaio” São Paulo farão cócegas aqui e ali, mas não nenhum deles têm panca para fazerem frente ao time esmeraldino.

Mauricio Galiotte já pode encomendar as faixas!

91% do título já é alviverde!

Ah, e o Grêmio já era nesse Brasileirão.

Internacional 3 x 1 São Paulo.

No Beira-Rio, um mar vermelho de 45 mil colorados viu a merecida virada do Inter.

Liziero abriu o placar para o São Paulo logo aos 2 minutos de bola rolando, após receber cruzamento de Reinaldo, tocando de esquerda, sem chance para Marcelo Lomba.

Aos 11 minutos, gol do Inter, anulado… Mal anulado, diga-se.

O lance foi confuso, Nico López, em posição de impedimento, finalizou, mas a bola foi tocada por Hudson antes de chegar no camisa 7 do Colorado. A bandeira não viu e o árbitro também não.

A pressão do Inter foi brutal. Um volume de jogo gigantesco que só poderia resultar no empate.

O São Paulo, por sua vez, se encolheu demais, deu todo o campo para o time gaúcho.

E Leandro Damião, que entrou no lugar do contundido William Potker, deixou tudo igual no final do 1º tempo, escorando de cabeça após bela jogada de Nico López pela direita.

Aí, começa o 2º tempo. E, adivinhem?

Mais pressão infernal do Inter, que só poderia resultar na virada.

E foi com Leandro Damião novamente, depois de um desvio de Victor Cuesta, aproveitando a bola que recebeu na cobrança de falta feita por D´Alessandro.

Nos acréscimos, Leandro Damião sofreu pênalti e o uruguaio Nico López, que joga muito e foi um dos destaques da partida ao lado do próprio Damião e de D´Alessandro, bateu e converteu.

O técnico colorado Odair Hellmann é uma das melhores revelações deste campeonato, talvez a melhor, mas vale um recado ao bom moço grisalho: Damião é muito mais centroavante do que William Pottker e não pode ficar no banco!

Pelos lados do Tricolor, o “cavalo paraguaio” deste campeonato, Diego Aguirre parece ter ficado “tristinho” por não ter ido para a seleção uruguaia e deixou seu time à deriva. “Largou mão”…

A defesa do São Paulo parece uma peneira. Furada!

Nem adiantou trocar o fraco Sidão por Jean, que também não enche os olhos da torcida.

Teve um lance no 1º tempo em que ele saiu catando “borboletas”, algo bizarro…

E outro, no segundo tempo, quando chutou errado, quase entregando o ouro…

Será que um dia o São Paulo terá um goleiro que chegue a uns 40% do que foi Rogério Ceni?

O Verdão conseguiu “desapegar” do Marcão, mas o São Paulo ainda não…

E até o Corinthians, com todas as suas limitações, conseguiu chegar à final da Copa do Brasil… O Tricolor, com um elenco bem mais forte, vai ficar mais um ano sem comemorar nada…

Bom, pelo menos comemora não estar lutando pelo rebaixamento, algo que assombrou o clube em 2017…

Vasco 2 x 0 Cruzeiro.

Alívio para o Vasco…

Yago Pikachu marcou logo no começo da etapa final, após jogada pela esquerda de Fabrício e ótima deixada de Maxi López.

Alias, Maxi López foi quem marcou o segundo tento cruzmaltino, trazendo um pouco de paz para São Januário.

O Cruzeiro, que será campeão da Copa do Brasil, levou seu time reserva, para cumprir tabela…

Atlético-PR 4 x 0 Sport.

E o Furacão, que vitória maiúscula!

O time paranaense passeou contra o Sport na Arena da Baixada, com gols de Thiago Heleno, Bérgson (dois) e Rony.

Subiu duas posições, está em oitavo. E o time pernambucano segue na penúltima colocação, ameaçadíssimo…

Atlético-MG 0 x 0 América-MG.

O duelo entre dois dos três mineiros do campeonato foi o único 0 a 0 da rodada até agora. Amanhã tem Ceará x Botafogo.

O Galo perde a possibilidade de se aproximar do G-4 e vê pelo retrovisor as aproximações do Peixe e do Furacão.

O Coelho, em 15º, segue lutando para não cair.

Pela manhã…

Chapecoense 0 x 1 Vitória.

Depois de quatro derrotas consecutivas, o Vitória voltou a marcar três pontos, jogando contra a Chapecoense na Arena Condá, gol de Lucas Fernandes aos 37 minutos da etapa inicial.

Ambos lutam tenazmente para evitar o rebaixamento. Carpegiani, que fez o Bahia se livrar da queda em 2017 e se classificar para a Sul-Americana, tem a missão de salvar o outro time da Boa Terra!

E, então?

O Palmeiras terá adversário nesta reta final de Brasileirão?

Se tiver, quem poderá atrapalhar os planos de título do time de Felipão?

O Inter ou o Fla?

OPINE!

Compartilhe:

Corinthians quer tanto a Copa do Brasil que pode acabar na Série B

Foto: Marcello Zambrana/AGIF/Via UOL

Santos 1 x 0 Corinthians

Eu tô avisando e não é de hoje! O Corinthians anda muito concentrado em vencer a Copa do Brasil, mesmo sabendo que não tem muito o que fazer contra o bom Cruzeiro do Mano Menezes, que pode ficar sem a taça cobiçada e pior, ameaçadíssimo pelo rebaixamento.

Colocar uma equipe alternativa no jogo contra o Santos foi um risco que Jair Ventura quis correr. Sabia que não seria fácil nem se estivesse com os principais atletas em campo.

O bom Muricy Ramalho filosofou certa ocasião que “a bola pune”. Se continuar desse jeito, o Timão vai passar as últimas rodadas do Brasileirão fazendo força para permanecer na Série A.

Será que valeu a pena? Poupou pensando na final, mas chega para a decisão com três derrotas seguidas (duas no brasileiro e a primeira partida contra o Cruzeiro, em BH). É muito resultado negativo para quem quer ser campeão.

Para melhorar o astral marcaram treino aberto para terça-feira. Digo só uma coisa: a Fiel não vai fazer o time jogar mais do que vem jogando. Ah, vai tomar banho na soda, sô!

Já o Santos se ajeitou mesmo nas mãos do Cuca. Esse é bão! Gabriel fez o gol e comemorou lembrando do amigo Robinho. Imitar pedalada em clássico contra o Timão é pura provocação, viu moleque?!! Como se ele não soubesse.

E tem mais: na água quem sabe jogar é o Peixe. Debaixo de chuva é claro que daria Santos.

De candidato ao rebaixamento dois meses atrás, o Peixe agora luta por vaga na Libertadores do ano que vem.

 Flamengo 3 x 0 Fluminense

Segunda vitória seguida do Mengão com Dorival Júnior. Colou no Palmeiras e pressiona o alviverde por um resultado positivo neste domingo, no Pacaembu.

Vitinho parece que, finalmente, começa a justificar a milionária contratação. E o colombiano Uribe brilhou com dois gols e oportunismo.

Bahia 2 x 0 Paraná Clube

Resultado mais do que esperado. Paraná Clube já treina para a Série B do ano que vem. Bahêa minha… sobe para 34 pontos e cola no Corinthians.

E você, o que achou dos jogos?

Corinthians acertou ao poupar jogadores?

E o Dorival Júnior, acertou de vez o Flamengo?

OPINE!

Compartilhe:

Política e futebol, a coisa ferve!

Assim que é bom.

O novo inquilino do Palácio do Planalto, que não vai precisar pagar aluguel, não está definido.

Mas o Cruzeiro já ganhou a Copa do Brasil.

Tem 75,27% de chances.

Não estamos atualmente vivendo um tsunami de percentuais para todo lado na mídia política?

Então, cravei o meu aí em cima.

Tenho o direito.

Todos temos.

E não cravo Cruzeiro 100% porque o time mineiro não soube “matar” o comum Corinthians na quarta-feira.

     O Cruzeiro de Thiago Neves está com uma mão e meia na taça

Foi econômico, como todos os times de Mano Menezes.

Aquele que foi sacaneado na Copa de 2014 e que jamais perderia de 10 a 1 da Alemanha e da Holanda.

E neste domingo teremos dois grandes jogos: Palmeiras x Grêmio e Internacional x São Paulo.

Ganharão Verdão e Colorado e o Palmeiras será campeão brasileiro.

O Palmeiras de Deyverson levará o Brasileiro “com um pé nas costas”

Aí o ano acaba e depois seguiremos tocando a nossa bolinha neste mundinho do futebol.

Nosso futebol maravilhoso que tem e teve tanta gente boa e muitas figuras horrorosas também.

Mas nenhuma que possa ser definida como um “nazista”.

Ou “um câncer”.

Sim, minha gente, temos e tivemos alguns cartolas ordinários, torcidas “organizadas” amantes do errado, desvios em clubes, roubos de bilheterias, incompetência crônica e até “Máfia do Apito”.

Nota zero para todo mundo.

Mas, curioso e surreal, perto das diabruras e maldades da política, “nossas” figuras perversas da bola parecem anjos diante dos caçadores de votos, custe o que custar, no mundo tão cobiçado e sujo da urna.

Fernando Collor, em 1989, ao exibir na TV a Miriam Cordeiro, mãe de uma filha de Lula, e a edição do debate dos dois no “Jornal Nacional” deixaram o capeta orgulhoso lá na sua “Fogueira Central” no fundo do inferno.

Miriam Cordeiro, usada na campanha de Collor em 1989

Mais tarde inventou-se Dilma, a pior da história, e agora em 2018 Bolsonaro levou uma facada e fala-se ainda à boca pequena que “foi o Lula que mandou”.

Ora, aquilo foi coisa íntima de um lunático paranoico aparecido que vai apodrecer na cadeia por anos e anos.

Bem feito!

E agora pintaram as “Fraudes nas Urnas Eletrônicas”.

Mentira!

E mais do que outra mentira é a maluquice pavorosa e cafajeste de se chamar Bolsonaro de “fascista” e de “nazista”, o que é muito pior.

Primeiro que o povão nem sabe direito o que é “fascismo” e, por outro lado, ninguém no mundo merece ser chamado de “nazista”, em qualquer situação.

Chamar alguém de “nazista”, exceção ao maldito Hitler e todo o seu time, é tão absurdo e injusto quanto imbecil e “jumentístico” você definir qualquer pessoa que o desagrade como “um câncer”.

E ouve-se para todo lado que fulano é “um câncer” disso ou daquilo no dia a dia do planeta.

Gente, o câncer é uma doença maldita, cruel e resistente que semeia tristeza e desespero no mundo inteiro dizimando famílias e esperanças.

Ora, se você não gosta de quem quer que seja, chame-a, talvez, de “incompetente”, “chata”, “puxa-saco”, “maquiavélica”, “lobista crônica”, “burra”, “mala”, “preguiçosa”, “igrejeira”, e até de “péssimo exemplo”, mas nunca de um “câncer”.

E igual ou pior ainda é ser chamado de “nazista”.

O nazismo foi o suprassumo da maldade desumana perpetrado pelo maior demônio não abstrato, mas de carne, osso e bigode, que foi Adolf Hitler, o pior homem que pisou na Terra.

Sim, você já leu muito sobre isso e já viu fotos e vídeos das “Fábricas de Matar Judeus e Minorias” que Hitler montou nos anos 40 na Europa.

Aliás, ele queria “matar o mundo”, deixando “só os loirinhos”.

Mas uma coisa é ler e ver “de longe” a maldade nazista e outra é conhecer de perto o “Museu do Holocausto” de Jerusalém e de Nova York e o que restou dos campos de extermínio de Auschwitz, Birkenau e Monowitz, na Polônia.

Campo de concentração em Auschwitz: uma das fotos mais tristes da história

Mais uma foto de Auschwitz: revoltante!

Galpões no campo de concentração de Auschwitz, em foto mais recente

E mais pavoroso ainda, e de chorar, foi ouvir, em detalhes, por horas, e dias, em muitas sextas-feiras na top sauna de relaxamento de meu clube, A Hebraica, o relato de três sobreviventes de Auschwitz, dos quais me tornei amigo.

Todos “marcados” na pele como gado pelos seus “números de inscrição” para a “mensal contabilidade perversa” do demônio Adolf Hitler.

Foi ali por 1985, quando me tornei sócio de “A Hebraica” e os conheci.

E quando volto lá, como sócio há 33 anos, penso e sinto falta deles.

O jornalista Milton Neves no clube A Hebraica, em São Paulo, no dia 23 de maio de 2013

Hoje os três moram no céu, mas aqui na Terra, como outros sobreviventes do holocausto, ensinaram a muita gente, e a nós da “plateia” de nosso clube, a jamais chamar alguém de “nazista”.

“Porque só quem viveu de perto a ‘Era Hitler’, e esteve em um campo de concentração, tem a exata dimensão do tamanho da ofensa e injustiça ao ser chamado de ‘nazista’, o pior palavrão inventado na Terra e no inferno”.

E tudo isso não é, não foi e jamais será “fake news”.

Opine!

AMISTOSO DA SELEÇÃO BRASILEIRA…

Brasil 2 x 0 Arábia Saudita

Minha Nossa Senhora Aparecida, que jogo feio…

Em um amistoso esvaziado, mas com Neymar em campo, Gabriel Jesus encerrou seu jejum com a camisa brasileira…

Eu poderia até exagerar, dizendo que foi um milagre da Padroeira do Brasil (em seu dia), mas ela tem coisas mais importantes para fazer, como atender pedidos e receber os agradecimentos dos milhares de romeiros.

O bom menino do Manchester City, que passou em branco na Copa da Rússia, fez seu 11º tento pela seleção brasileira, fácil, após passe açucarado de Neymar, no final do primeiro tempo.

Pois é, Tite…

Você não colocou ele para marcar os beques árabes…

Afinal, centroavante precisa mesmo é se preocupar em marcar gols, não é mesmo, professor?

No último lance do jogo, novamente Neymar, desta vez cobrando escanteio, colocou a bola na cabeça de Alex Sandro, que fez o segundo gol brasileiro

E Lucas Moura retornou ao time brasileiro depois de longa ausência.

Será que o jogador nota 6,27 do Tottenham ainda tem gás para engrenar no time canarinho?

E projetando o outro amistoso da seleção, se não foi fácil ganhar da Arábia Saudita, o que esperar da partida diante dos argentinos na próxima terça-feira?

Compartilhe:

Bolão do Miltão: Verdão e Inter seguem brigando e São Paulo despencando…

Bolao-GIF-600

CAMPEONATO BRASILEIRO – SÉRIE A – 29ª RODADA

Flamengo 2 x 0 Fluminense. Fla-Flu, o nome de clássico mais lindo do mundo! E o Mengo ganha do Tricolor das Laranjeiras! Flamengo 3 x 0 Fluminense.

Santos 1 x 0 Corinthians. O Peixe, que neste Brasileirão já perambulou pelo Z-4, não apenas melhorou como já ultrapassou o Timão na tabela. O navio santista segue de velas enfunadas para subir ainda mais, enquanto o Timão, que ainda sonha em reverter as coisas na Copa do Brasil, cai ainda mais na tabela. Abra os olhos, cuidado! Santos 1 x 0 Corinthians.

Bahia 2 x 0 Paraná. Aqui é tranquilo. Nenhuma chance do lanterna atrapalhar os planos de três pontos do Bahia! Bahia 2 x 0 Paraná.

Chapecoense 2 x 1 Vitória. De virada, vitória da Chape, que precisa mesmo ganhar! Chapecoense 0 x 1 Vitória.

Vasco 1 x 1 Cruzeiro. Nem enfrentando o time reserva do Cruzeiro o Vasco consegue mais do que um empate em casa… Vasco 2 x 0 Cruzeiro.

Palmeiras 2 x 1 Grêmio. E o Verdão segue líder neste duelo dos bons da rodada! Falando no confronto, um centroavante dos bons, religioso, fez o gol da partida final na decisão do primeiro título brasileiro conquistado pelo Grêmio, em 1981, e também jogou no Palmeiras. Clique aqui e veja sua página na seção “Que Fim Levou?”. Palmeiras 2 x 0 Grêmio.

Internacional 2 x 1 São Paulo. O Inter volta a ganhar e deixa o Tricolor mais distante da ponta do campeonato… Internacional 3 x 1 São Paulo.

Atlético-MG 2 x 0 América-MG. Galo forte para derrotar o Coelho! Atlético-MG 0 x 0 América-MG.

Atlético-PR 2 x 1 Sport. O Furacão está bem melhor e fatura. Atlético-PR 4 x 0 Sport.

Ceará 1 x 0 Botafogo. O Vozão deixará o Z-4! Ceará 0 x 0 Botafogo.

Os palpites postados serão válidos até às 17h00 deste sábado (13.10.2018).

ATENÇÃO: Apenas um prognóstico (com os respectivos placares completos) por participante, um único IP, ok?. Aqueles que enviarem mais de um prognóstico não serão considerados. Favor escrever os nomes dos times do jeito que eu fiz, pois fica fácil na hora de conferir. Portanto, não valerão palpites com abreviaturas, apelidos e sem acentos. Também só serão considerados palpites em uma única mensagem, ou seja, não valem palpites em duas mensagens (uma com alguns jogos e outra com outros). Vencerá aquele (a) que acertar mais jogos, mas em caso de empate, o ganhador será definido por sorteio. Valem os resultados com bola rolando (incluindo a prorrogação). Obrigatório enviar o seu e-mail na mensagem.

BRINDE

Neste “Bolão”, o felizardo (ou felizarda), vai ganhar uma camisa de time de futebol, de uma destas equipes mencionadas no post, da Série A do Brasileirão, que o próprio vencedor escolherá. O modelo da camisa e o tamanho da mesma depende da disponibilidade do nosso fornecedor, portanto não é necessariamente igual ao das imagens ilustrativas abaixo, ok?

Este é o Gustavo Lima da Silva, vencedor do “Bolão” da rodada de 09 e 10 de junho de 2018, com a camisa do Corinthians, que recebeu em casa, autografada por Milton Neves!

Compartilhe:

Itaquerão já pode se preparar para mais uma tragédia!

Foto: DOUGLAS MAGNO / AFP (via UOL)

Cruzeiro 1 x 0 Corinthians

Pessoal, pergunta séria aqui: será que o goleiro Fábio precisou tomar banho nos vestiários do Mineirão após o duelo diante do Corinthians?

Olha, é bem provável que o ótimo arqueiro celeste só tenha passado uma toalhinha no rosto e pronto!

Afinal, no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, o Timão simplesmente não deu trabalho algum para o goleiro do Cruzeiro.

A equipe paulista, inclusive, também foi MUITO mal defensivamente e merecia ter sido goleada pela Raposa do ótimo Thiago Neves, autor do único gol da partida.

Resultado magrinho…

Como é “largo” esse Timão, não é mesmo?

Mas o corintiano que não se iluda!

Em sua casa, terá que atacar, fortalecendo assim a principal arma do time de Mano Menezes: o contra-ataque.

Por essas e outras, já deixo avisado aqui: o Itaquerão já pode se preparar!

Na semana que vem teremos mais uma das incontáveis tragédias alvinegras na Zona Leste de São Paulo.

Mas, é claro, o Corinthians terá uma pequena chance se Jair Ventura abrir os olhos e sacar que Pedrinho é simplesmente o melhor jogador de seu elenco.

Logo, o alagoano não pode ser reserva deste fraquíssimo time Alvinegro NUNCA!

Entendido, Jair?

Nunca!

Mas, e aí, amigo internauta, o título já está decidido?

Ou você acha que o Timão pode aprontar em Itaquera?

Opine!

Compartilhe:

Cruzeiro garantirá o título hoje no Mineirão!

Fotos: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro e Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Neste ano eu tive que dar o braço a torcer e acabei admitindo que o Brasileirão, mesmo com os horrorosos pontos corridos, está mesmo emocionante.

Mas, convenhamos, nada se compara a uma final de campeonato, não é mesmo?

E esta quarta-feira promete ser eletrizante no gramado do Mineirão, com o grande clássico do futebol brasileiro envolvendo Cruzeiro e Corinthians pela final da Copa do Brasil.

Mas, gente, cá entre nós, a missão da Raposa nesta decisão, após eliminar o poderosíssimo Palmeiras, é mais fácil que a tabuada do um!

O Timão realmente teve recentemente temporadas fantásticas, mas neste ano de 2018 o desmanchado elenco alvinegro está mais fraco do que choque de pilha palito.

A equipe comandada por Jair Ventura, que só se defende e briga contra o rebaixamento no Brasileiro, terá que lutar muito para não ser goleada em Belo Horizonte.

E acho mesmo que não será, mas perderá por 2 a 0 para o Cruzeiro, que, assim, colocará uma mão e meia na taça!

E olha que eu não costumo errar em meus palpites, hein?

E você, amigo internauta, o que espera para o jogão de logo mais?

Opine!

Compartilhe:

Números: só uma catástrofe tira o título do Palmeiras!

Falta pouco, pessoal.

Agora, só uma catástrofe tira o título brasileiro do Palmeiras.

E quem garante isso?

A matemática da bola!

De acordo com o levantamento realizado pelo site “Chance de Gol”, que toma como base as probabilidades de vitória, empate e derrota calculadas para cada um dos jogos ainda não realizados, o Verdão tem 69,1% de chance de ficar com a taça.

O Internacional, segundo colocado, tem 16,2%, seguido do Flamengo (6,5%) e do Grêmio (4,9%).

O São Paulo, coitado, agora só tem 3,3% de chances de título.

Veja abaixo os números:

Opine!

Compartilhe:

Eu voto no Garrincha

Garrincha .

Mais um domingo sem futebol.

E tem que ser assim mesmo.

Afinal, o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes e neste domingo o voto no gol da urna goleia de novo a bola na rede.

E em minha eleição para os presidentes, governadores, senadores, deputados e craques do mágico mês de outubro, eu voto no candidato Garrincha.

Afinal, Pelé não vale e já ganhou todas as eleições até o fim do mundo.

E nesses meus 46 anos de São Paulo, em que venho votando em todas as urnas de rádio, televisão, jornal, internet, revistas, ponto de venda, eventos, palestras e publicidade, só consegui ver de perto o meu candidato Garrincha uma única vez na vida.

Vi, conheci, senti, entrevistei, cumprimentei, observei mais em silêncio do que falando e me emocionei como os milhares de ouvintes da Rádio Jovem Pan naquele domingo de 1º de agosto de 1982.

Para emplacar o “bebezinho” Terceiro Tempo a emissora levava aos domingos sempre um nome top para emoldurar e fortalecer o principal dia do futebol.

Vieram do Rio até os então badalados árbitros Arnaldo Cezar Coelho e José Roberto Wright.

É que a Jovem Pan estava naturalmente assustada com a saída, em meio à Copa da Espanha, de Estevan Sangirardi e de seu então imbatível “Show de Rádio”.

Ele levou o programa e todo o seu time para a Rádio Bandeirantes.

O “cano” profissional do saudoso “Sanja” foi desastroso para sua carreira, sua autoestima, e para seus colegas de microfone.

É que, ao contrário da Pan, na Bandeirantes ele não entrava coladinho no final do jogo e o “Show de Rádio” definhou e Sangirardi morreu profissional e fisicamente tempos depois.

Foi um passo em falso.

É que a Rádio Bandeirantes, já à época, sacou que o jornalismo pós-jogo, já se consagrando sob o manto da marca “Terceiro Tempo”, era muito mais importante do que o “rádio esportivo humorístico”.

Mas, e aí, eu consegui ver Garrincha.

Vi, abracei, ri, quase chorei, mas a entrevista saiu.

E você pode ouvi-la no player abaixo:

Garrincha ganhou um cachê, em cheque, de cerca de 1000 reais em dinheiro de hoje.

Mas o cheque, entregue pelo diretor José Carlos Pereira da Silva, era de R$ 897,27, mais ou menos.

É que havia descontos de imposto de renda, ISS, INSS, PIS e etc, sei lá.

Mané reclamou, queria os 1000.

José Carlos completou com uma nota de 100 e pediu o RG e o CPF dele para a documentação.

“Mas o que é isso? Nem sei o que você tá pedindo e o que tenho tá aqui”, falou Mané, esvaziando seus bolsos e jogando o conteúdo na mesa.

Eram algumas moedas, poucas notas amassadas, uns papéis e uma carteira de identidade de séculos atrás toda sem plástico nas beiradas e emitida pelo “Estado da Guanabara”.

Era o chamado “bolso de gente do bar”.

Foi emocionante.

Fotos, aos milhares, imagens tão repetidas à exaustão na TV e falas tão curtinhas de Mané, todo mundo tem e já viu e ouviu.

Mas, aqui, no player acima, você ouve Mané Garrincha por quase 30 minutos.

Clique, ouça, acenda uma vela, olhe para o céu, reze ou ore, abra a janela e berre: obrigaaaaadooooo, Manéeeeeeeee…

E vote nele sempre em seus pensamentos.

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE A HISTÓRIA DE MANÉ GARRINCHA NA SEÇÃO “QUE FIM LEVOU?”

Compartilhe:

DataNeves: Palmeiras será eleito campeão! SP será o Cavalo Paraguaio-2018!

São Paulo 0 x 2 Palmeiras

O Choque-Rei do choque de realidade.

Afinal, o são-paulino chegou ao Morumbi sonhando em reassumir a liderança do campeonato, e acabou deixando o estádio questionando se a equipe de Diego Aguirre conseguirá terminar o Brasileiro pelo menos entre os cinco primeiros colocados.

Difícil…

Mas a verdade, minha gente, é que o Palmeiras é muito – mas muito mesmo – mais time que o Tricolor.

E o duelo de hoje deixou isso ainda mais claro.

O Verdão nem precisou fazer muito esforço no primeiro tempo para abrir 2 a 0 no placar.

Primeiro com Gustavo Gómez (um paraguaio derrubando o “cavalo paraguaio”?) e depois com o iluminado Deyverson.

Falando em Deyverson, muita gente nas redes sociais alegou que Sidão deveria ter sido expulso no polêmico lance com o atacante do Verdão.

Mas, honestamente, o arqueiro não teve culpa, já que realmente sofreu falta quando tentou repor a bola em jogo.

Aí, só no finzinho do jogo o São Paulo ameaçou o gol defendido por Weverton, quando já era tarde demais…

Por essas e outras, o “DataNeves” informa: o Palmeiras, que quebrou o tabu de 16 anos sem vitórias sobre o Tricolor no Morumbi, será “eleito” o campeão do Brasileiro com ampla vantagem!

Já o São Paulo será o “mais votado” para o prêmio “Cavalo Paraguaio-2018”!

Chapecoense 1 x 0 Atlético-MG

Que vergonha, Galo!

Ainda dava para buscar os líderes.

Mas, depois dessa, ficou impossível.

E viva a Chape, que não cairá!

Atlético-PR 4 x 0 América-MG

Que passeio do Furacão, hein?

Acho que ainda dá para buscar uma vaguinha na Liberta!

Grêmio 2 x 2 Bahia

Operado o EC Bahia em Porto Alegre!

Juizão expulsou burramente o zagueiro Jackson do BBMP e ainda inventou um pênalti para o Grêmio empatar.

Uma vergonha!

Opine!

Compartilhe: