publicidade

Blog do Milton Neves

Aleluia! Os apelidos estão voltando ao futebol! Qual o mais marcante?

Milton Neves

   Zé Gatinha, recém-contratado pelo Botafogo

“Lá vem Thiago, toca a bola para Felipe. Lindo drible de Felipe que lança Gabriel na área. Gabriel corre para a linha de fundo e cruza para Thiago… É goooooool!”.

Ah, quantos nomes anêmicos e comuns no nosso futebol ultimamente, não é mesmo?

O que tem de Thiago, Felipe, Gabriel, Rodrigo, Lucas, Matheus, Guilherme, Henrique, Pedro, Rafael, Daniel e Eduardo por aí…

E pensar que o nosso esporte bretão já contou com apelidos épicos, como Garrincha, Pelé, Feitiço, Mão de Onça, Maritaca, Aírton Pavilhão, Vampeta, Zico, Tostão, Careca, Valdemar Carabina, Cesar Maluco, entre tantos e tantos outros…

E no interior, então?

Só na minha Muzambinho nós tínhamos Ivan Surdão, Paulo Pingaiada, Cavadeira, Ruy Cabeludo, Paulinho do Hotel, Fominha, Mirtinho “Chupa Dedo”, Carlinho “Boca de Véia”, Zé Sprita, Zé Pequeno

Mas, ALELUIA, parece que o apelido, aos poucos, está voltando ao futebol brasileiro.

E principalmente no Botafogo, que já teve Garrincha, Didi, Tião Macalé, Manga, Ronald “Marreta” Alzuguir, Quarentinha

Hoje o Fogão conta em seu elenco com nomes para lá de curiosos, como Gatito, Pimpão, Lindoso, Bochecha e o recém-contratado… ZÉ GATINHA!

Zé Gatinha é realmente sensacional!

Que essa febre pegue nos clubes do Brasil inteiro novamente!

E que os “tapados” dos empresários parem com essa mania de tentar esconder os apelidos de seus clientes quando os mesmos estão subindo para o profissional ou acertando com um time grande.

O nome curioso só faz bem ao marketing pessoal do atleta.

E olha que disso eu entendo bem, hein?

Mas, e você, amigo internauta, também sente falta dos apelidos em nosso futebol?

Qual foi o mais marcante para você?

Opine!