publicidade

Blog do Milton Neves

Palmeiras já é 91% campeão brasileiro!

Milton Neves

Foto: UOL

Palmeiras 2 x 0 Grêmio.

No Pacaembu, deu a lógica.

Deyverson (foto) marcou aos 7 minutos da primeira etapa, tocando de pé esquerdo após receber bola cruzada de Dudu e voltou a marcar na etapa final, aos 33 minutos, após “pixotada” de Bressan. O atacante está em alta mesmo!

É o novo Dinei! O Dinei do Palestra Itália, na aparência e no estilo. Decisivo, matador!

É verdade que este Brasileirão, dos modorrentos pontos corridos, está bem melhor do que os de anos anteriores, quando os campeões já estavam praticamente sacramentados no final do 1º turno.

Mas, e sempre tem um mas, quando o Verdão engrenou, graças a Felipão, o equilíbrio foi para o “beleléu”…

Está tão na cara que o Palmeiras será campeão brasileiro, mas tão na cara, que vai ser mesmo!

Inter, Flamengo, Grêmio e o “cavalo paraguaio” São Paulo farão cócegas aqui e ali, mas não nenhum deles têm panca para fazerem frente ao time esmeraldino.

Mauricio Galiotte já pode encomendar as faixas!

91% do título já é alviverde!

Ah, e o Grêmio já era nesse Brasileirão.

Internacional 3 x 1 São Paulo.

No Beira-Rio, um mar vermelho de 45 mil colorados viu a merecida virada do Inter.

Liziero abriu o placar para o São Paulo logo aos 2 minutos de bola rolando, após receber cruzamento de Reinaldo, tocando de esquerda, sem chance para Marcelo Lomba.

Aos 11 minutos, gol do Inter, anulado… Mal anulado, diga-se.

O lance foi confuso, Nico López, em posição de impedimento, finalizou, mas a bola foi tocada por Hudson antes de chegar no camisa 7 do Colorado. A bandeira não viu e o árbitro também não.

A pressão do Inter foi brutal. Um volume de jogo gigantesco que só poderia resultar no empate.

O São Paulo, por sua vez, se encolheu demais, deu todo o campo para o time gaúcho.

E Leandro Damião, que entrou no lugar do contundido William Potker, deixou tudo igual no final do 1º tempo, escorando de cabeça após bela jogada de Nico López pela direita.

Aí, começa o 2º tempo. E, adivinhem?

Mais pressão infernal do Inter, que só poderia resultar na virada.

E foi com Leandro Damião novamente, depois de um desvio de Victor Cuesta, aproveitando a bola que recebeu na cobrança de falta feita por D´Alessandro.

Nos acréscimos, Leandro Damião sofreu pênalti e o uruguaio Nico López, que joga muito e foi um dos destaques da partida ao lado do próprio Damião e de D´Alessandro, bateu e converteu.

O técnico colorado Odair Hellmann é uma das melhores revelações deste campeonato, talvez a melhor, mas vale um recado ao bom moço grisalho: Damião é muito mais centroavante do que William Pottker e não pode ficar no banco!

Pelos lados do Tricolor, o “cavalo paraguaio” deste campeonato, Diego Aguirre parece ter ficado “tristinho” por não ter ido para a seleção uruguaia e deixou seu time à deriva. “Largou mão”…

A defesa do São Paulo parece uma peneira. Furada!

Nem adiantou trocar o fraco Sidão por Jean, que também não enche os olhos da torcida.

Teve um lance no 1º tempo em que ele saiu catando “borboletas”, algo bizarro…

E outro, no segundo tempo, quando chutou errado, quase entregando o ouro…

Será que um dia o São Paulo terá um goleiro que chegue a uns 40% do que foi Rogério Ceni?

O Verdão conseguiu “desapegar” do Marcão, mas o São Paulo ainda não…

E até o Corinthians, com todas as suas limitações, conseguiu chegar à final da Copa do Brasil… O Tricolor, com um elenco bem mais forte, vai ficar mais um ano sem comemorar nada…

Bom, pelo menos comemora não estar lutando pelo rebaixamento, algo que assombrou o clube em 2017…

Vasco 2 x 0 Cruzeiro.

Alívio para o Vasco…

Yago Pikachu marcou logo no começo da etapa final, após jogada pela esquerda de Fabrício e ótima deixada de Maxi López.

Alias, Maxi López foi quem marcou o segundo tento cruzmaltino, trazendo um pouco de paz para São Januário.

O Cruzeiro, que será campeão da Copa do Brasil, levou seu time reserva, para cumprir tabela…

Atlético-PR 4 x 0 Sport.

E o Furacão, que vitória maiúscula!

O time paranaense passeou contra o Sport na Arena da Baixada, com gols de Thiago Heleno, Bérgson (dois) e Rony.

Subiu duas posições, está em oitavo. E o time pernambucano segue na penúltima colocação, ameaçadíssimo…

Atlético-MG 0 x 0 América-MG.

O duelo entre dois dos três mineiros do campeonato foi o único 0 a 0 da rodada até agora. Amanhã tem Ceará x Botafogo.

O Galo perde a possibilidade de se aproximar do G-4 e vê pelo retrovisor as aproximações do Peixe e do Furacão.

O Coelho, em 15º, segue lutando para não cair.

Pela manhã…

Chapecoense 0 x 1 Vitória.

Depois de quatro derrotas consecutivas, o Vitória voltou a marcar três pontos, jogando contra a Chapecoense na Arena Condá, gol de Lucas Fernandes aos 37 minutos da etapa inicial.

Ambos lutam tenazmente para evitar o rebaixamento. Carpegiani, que fez o Bahia se livrar da queda em 2017 e se classificar para a Sul-Americana, tem a missão de salvar o outro time da Boa Terra!

E, então?

O Palmeiras terá adversário nesta reta final de Brasileirão?

Se tiver, quem poderá atrapalhar os planos de título do time de Felipão?

O Inter ou o Fla?

OPINE!