publicidade

Blog do Milton Neves

Santos, heroico nos 90 minutos e vexatório nos pênaltis…

Milton Neves

Foto: UOL

Cruzeiro 1 x 2 Santos (3 x 0 nos pênaltis).

Foi a chamada “bola cantada”…

Mas não foi a moleza que os cruzeirenses poderiam imaginar…

O Cruzeiro saiu na frente com Thiago Neves e Gabriel empatou, tudo no primeiro tempo.

Bruno Henrique, no apagar das luzes, virou para o Santos, resultado que levou o jogo para a decisão nos pênaltis.

Aí, erros do Santos (Bruno Henrique e Rodrygo e Jean Mota) e Fábio se destacando para classificar a Raposa.

Que coisa horrorosa esses cobradores de pênaltis do Santos!

Ah, mas o juizão, hein? O Santos poderia ter virado em um lance capital no final se o acréscimo de um minuto tivesse sido cumprido, oras bolas!

Mas estava tão na cara que o Cruzeiro avançaria eliminando o Santos, mas tão na cara, que foi isso mesmo o que aconteceu no Mineirão…

Afinal, depois de ganhar na Vila, a Raposa só precisava “cozinhar o galo” (bom, isso não combina com o Cruzeiro), ou, digamos, jogar com a cabeça para seguir na Copa do Brasil. Nenhuma surpresa, é fato.

A questão mesmo é o lado do Peixe, já que o time de Mano Menezes está bem ajustado.

Fora da Copa do Brasil, agora é hora de foco total e absoluto para o Santos no Campeonato Brasileiro, uma vez que hoje o time está na zona da degola.

De qualquer forma, o Santos voltou a vencer depois de dois meses, algo a ser ressaltado.

Mas que treinem cobranças de pênaltis, por favor!

Há males que vem para o bem, dizem…

Talvez seja melhor para o Peixe, porque cair para a Série B é algo que o time da Vila não sabe o que é, não é mesmo?

Quanto ao Cruzeiro, pode sim sonhar com a Copa do Brasil (vai enfrentar o vencedor do duelo entre Palmeiras e Bahia) e também com a Libertadores, já que está distante dos ponteiros no Brasileirão!

OPINE!