Topo
Blog do Milton Neves

Blog do Milton Neves

Puxei da Memória SANDISK: Veja as incríveis fotos do Juventus na Mooca

Milton Neves

2028-05-20T12:11:49

28/05/2012 11h49

Estou intrigado. Comparando-se as duas fotos, porque "sumiu" uma torre das antigas fábricas da Mooca se Geraldo Scotto jogou no Juventus e depois do volante Lima, o curinga?

Ué… E creiam que a torre não sumiu por força da tecnologia em meu computador. Construção não houve, à época, no inicio dos anos 60. Já se fazia só destruir, tombar no mau sentido, detonar.

É o que hoje chamam também de implodir. De qualquer forma, as fotos do saudoso Sarkis são deliciosamente românticas. Pela Mooca, pela Rua Javari, pelas torres, pelas fábricas, pelos craques de verdade e pela saudade pura e simples.

Juventus na Rua Javari na Mooca - m pé: Carlos (o segundo da esquerda para a direita, que já morreu), Cabeção (o goleiro) e Geraldo Scotto (o último). Agachados: o primeiro é Antoninho Minhoca (está mal de saúde, perdeu um braço em uma prensa) e o penúltimo é sumido carioca Ferreirinha, ex-Corinthians.

Acima, você vê, em pé: Fernando, Carlos (o segundo da esquerda para a direita, que já morreu), Beneti, Cabeção (o goleiro), Chiquinho e Geraldo Scotto (o último). Agachados: o primeiro é Antoninho Minhoca ( perdeu um braço em uma prensa, entrou em depressão e morreu devido a um câncer ) , Gijo, Andes, o penúltimo é o sumido carioca Ferreirinha, ex-Corinthians, e  Valdir.

Juventus
Acima, o Juventus "só de duas torres", em um dos últimos jogos do mineiro Lima pelo Moleque Travesso. Logo, ele iria para a Vila Belmiro e entraria para a história. Em pé: Diógenes, Homero (ex-Corinthians), Lima, Pando, Clóvis, Morais e o massagista Luis. Agachados: mascote Pasquale Cipro Neto, Amaral, Zeola, Orlando, Cássio (mora na Bélgica), Torres e o outro mascote Afanasio Jasadji, ex-deputado estadual.

E como eu guardo tanta foto e tanta informação do passado? Usando minha memória, que seria um milhão de vezes melhor se eu tivesse uma memória de 128 GB da SANDISK na cabeça. Aí ninguém me segurava

Sobre o autor

Milton Neves é jornalista profissional diplomado, publicitário, empresário, apresentador esportivo de rádio e TV, pioneiro em site esportivo no Brasil, 1º âncora esportivo de mídia eletrônica do país, palestrante gratuito de Faculdades e Universidades, escrivão de polícia aposentado em classe especial, pecuarista, cafeicultor e é empresário também no ramo imobiliário.