publicidade

Blog do Milton Neves

Mais um belíssimo chapéu do Palmeiras para cima dos rivais!

Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

O Corinthians bem que tentou.

O São Paulo chegou a negociar diretamente com o Fluminense.

Mas, adivinha qual time vai contar com o futebol de Gustavo Scarpa em 2018?

O endinheirado e guloso Palmeiras, é claro!

Verdão que dá mais um belíssimo chapéu em seus rivais, assim como fez na contratação de Dudu, em 2015!

Pobres Timão e Tricolor…

Ficaram a ver navios mais uma vez!

Mas, agora, com essa seleção toda, o Palmeiras tem uma responsabilidade ainda maior do que a que tinha no ano passado.

Esse time aí TEM A OBRIGAÇÃO de ganhar o Paulista, a Copa do Brasil, o Brasileiro, a Libertadores e o tão sonhado Mundial.

Afinal, o torcedor não quer comemorar apenas contratações, não é mesmo?

Opine!

Compartilhe:

PSG de Neymar x Real de CR7: o eliminado deverá perder também o seu craque!

O duelo entre PSG e Real Madrid, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, que você acompanhará na tela da Band, vale muito mais do que apenas uma vaga na próxima fase do torneio de clubes mais importante do mundo.

Afinal, pelo andar da carruagem, é bem provável que a equipe eliminada acabará perdendo também o seu grande craque!

Ou vocês acham que Neymar topará seguir no PSG para disputar apenas a baba do Campeonato Francês, uma espécie de Jogos Abertos do Interior com grife?

Claro que não!

E parece que a Liga dos Campeões também é o único motivo que segura Cristiano Ronaldo no Real Madrid.

Além de a equipe merengue estar caindo pelas tabelas nesta temporada (são 19 pontos de diferença para o líder Barcelona no Espanhol) e dos desentendimentos com o presidente Florentino Pérez, CR7 também anda um pouco enciumado com essas recentes “contratações mais caras de todos os tempos”.

O português quer ocupar o primeiro lugar deste ranking e, segundo o jornal espanhol “AS”, o Manchester United é o grande favorito para levar o craque.

E podem ter certeza que os valores desta transação vão ultrapassar R$ 1 bilhão.

Seria esta a última cartada da vitoriosa carreira de Cristiano Ronaldo!

Portanto, meus amigos, motivos não faltam para acompanhar este grande duelo entre PSG e Real Madrid, não é verdade?

E você, já tem um palpite?

Aposta no PSG de Neymar?

Ou no Real de CR7?

Opine!

Compartilhe:

Há 18 anos, o Corinthians ganhava o seu primeiro “meio” Mundial de Clubes!

axel-witsel-esq-da-belgica-disputa-bola-com-joe-allen-do-pais-de-gales-em-partida-pelas-eliminatorias-da-eurocopa-nesta-sexta-feira-12-1434140743441_615x300

Hoje faz 18 anos que o Sport Club Corinthians Paulista conquistou o seu primeiro “meio” Mundial de Clubes da Fifa.

E digo isso, claro, porque o Timão não merecia minimamente ter participado daquela competição, realizada em 2000.

Em campo, ganhou na bola, é verdade!

Mas e a Libertadores da América, requisito para ingressar em todas as edições anteriores do Mundial?

O Timão foi convidado pela Fifa pela sua força de ibope e de torcida. E só!

Aquele papo de “a entidade chamou o atual campeão do país sede” é balela.

O Palmeiras, que conquistou a Libertadores de 1999, era quem merecia ter participado da competição ao lado do Vasco (campeão da Libertadores-98), do Real Madrid (campeão da Liga dos Campeões-97/98), do Manchester United (campeão da Liga dos Campeões-98/99), do Al-Nassr (campeão da Supercopa da Ásia-98), do Raja Casablanca (campeão da Liga dos Campeões da CAF-99), do Necaxa (campeão da Liga dos Campeões da CONCACAF-98/99) e do South Melbourne (campeão da Liga dos Campeões da OFC-98/99).

E outra, onde já se viu uma decisão de Mundial com… DOIS TIMES DO MESMO PAÍS???

Por essas e outras, corintianos, não continuem dizendo de peito aberto por aí que vocês são bi-mundiais.

O Timão é, no máximo, uma vez e meia campeão mundial de futebol.

Opine!

Foto: revista Placar

Compartilhe:

O olhar de Neymar

Há décadas, nos anos 90, em meio às ferrenhas disputas entre os rivais da época Grêmio e Palmeiras, reproduzi na íntegra nesta página “Terceiro Tempo”, então publicada no extinto “Diário Popular”, brilhante coluna do também saudoso jornalista gaúcho Paulo Sant´Ana (1939 – 2017).

Ela se intitulava “O olhar de Dinho”.

Foi logo depois de o Grêmio do volante Dinho ter eliminado o Palmeiras da Parmalat e de Djalminha do Campeonato Brasileiro de 1996.

Djalminha, hábil como Neymar hoje, no talento e nas firulas, quis intimidar o valente nordestino Dinho com jogadas de efeito e olhares irônicos e pretensiosamente desmoralizantes a cada disputa de bola.

Dinho não se intimidou, disputou e bateu forte no anulado Djalminha sem lhe dirigir uma única palavra durante todo o jogo.

Só o olhava fixo com o rosto fechado não emotivo típico de um cangaceiro de Alagoas ou de Sergipe, sua terra.

O jogo seguiu, Djalminha foi sumindo, o Grêmio ganhou e Dinho, eleito o melhor em campo, finalmente olhou com desdém o craque do Palmeiras que, cabisbaixo, quase chorava sentado no gramado.

Sant´Ana sentenciou: “Dinho acabou com Djalminha na bola e no olhar”.

O mesmo Paulo Sant´Ana que, no auge de nossos judocas e durante uma Olimpíada, escreveu: “As regras do judô me dão a mesma impressão das cordas do violão: jamais vou aprendê-las ou entendê-las”.

Eu também.

Mas, e daí?

Daí que nosso craque único Neymar precisa aprender e tirar urgentemente do rosto, em todo jogo, o seu pernóstico, mascarado, irritante e irônico olhar de pretensa superioridade em relação aos árbitros, auxiliares e zagueiros.

Recebeu um cartão, algo comum em seus jogos, sorri para “sua senhoria” como a medir sua estatura de Hércules para um pigmeu.

Sofreu uma falta qualquer, até depois de uma “piscinada”, olha para o zagueiro como a lhe dizer “você é um nada e eu sou tudo”.

Até quando?

Neymar, Neymar, o mundo te admira, mas você não é o dono dele.

E agora, no PSG, onde destruiu o vestiário, inventou a figura do “capitão só para ele”.

A quase toda falta que sofre, aciona Thiago Silva, melhor no francês do que na bola, para ir “avisar” o árbitro que “o Neymar, seo juiz, está apanhando muito, onde já se viu isso?”.

Ora…

É a “República Federativa do Neymar”, hoje baseada na França, mas já de olho em uma mansão qualquer em Madrid, terra do Real, seu próximo reinado.

Jogando com “colegas” que não o engolem, até por inveja, e contra timecos do futebol francês, hoje de segunda divisão, a Liga dos Campeões da Europa será o próximo norte de sua polêmica, brilhante e maravilhosa trajetória.

Se o PSG for eliminado pelo Real Madrid, algo provável em 73,27%, nada o segurará em Paris, penso eu.

Só que, indo para o Santiago Bernabéu, encontrará lá, por mais uns dois ou três anos, o Cristiano Ronaldo de estrelismo, gols e ego ainda mais expressivos que os seus.

Mas, por enquanto, esqueço o semblante deslumbrado de Neymar, o rosto de granito do sumido sergipano-gaúcho Dinho e me empolgo com o olhar de Bruna Marquezine.

É que fizeram uma pesquisa e constatou-se que Neymar faz muito mais gols nos períodos em que o casal “Brumar” está em campo, de bem e se amando.

Assim, Tite, por favor, leve só seus 22 preferidos, mas convoque também a Bruna Marquezine, nosso “23º jogador”.

Afinal, em 58 e em 62 o Marechal da Vitória Paulo Machado de Carvalho não levou a dona Guiomar, esposa do Folha Seca Didi para a Suécia e para o Chile?

“Sem ela por perto, ele não joga”, alegou.

Faça isso, Tite, já que com Bruna Marquezine “em campo” o hexa estará garantido, porque o moleque-estrela joga demais.

Ainda mais de coração cheio!

Opine!

Compartilhe:

Não será surpresa se Neymar der um “pé na bunda” do PSG!

Neymar, como já escrevi aqui no ano passado, segue destilando o seu insuportável “sorriso irônico” aos esforçados ou violentos beques do futebol francês.

E ele continua achando que todo árbitro que lhe dá merecido (ou não) cartão amarelo e vermelho tem que receber um olhar de desprezo, de deboche e de superioridade inexistente.

Neymar pratica em todo jogo uma espécie de “Bullying Futebolístico pelo Rosto”, diminuindo a “sua senhoria”.

Isso faz com que, em dúvida, decidam contra ele naquele ou nos próximos jogos.

E, agora, parece que a imprensa francesa também percebeu isso.

Na análise do jornal L’Équipe, Neymar não esconde a irritação após faltas sofridas (algo que venho falando faz tempo!).

E salientou que os lances, acompanhados das vaias vindas das arquibancadas, levam o brasileiro a tentar cada vez mais jogadas de efeito, humilhando desnecessariamente os zagueiros adversários.

Ainda de acordo com a publicação francesa, após cada infração, Neymar passa a esnobar o árbitro e também o beque envolvido no lance.

Como se fosse proibido fazer falta nele…

O jornal francês encerrou sua análise afirmando que a arbitragem vai precisar encontrar um equilíbrio entre proteger a integridade de Neymar e a necessidade de se permitir ou não que faltas aconteçam contra ele.

Caso contrário, esse irritante e zombador Neymar, já visto diversas vezes no Barcelona, vai ficar cada vez pior.

Bom, e o jornal espanhol Sport também atacou o brasileiro nesta semana.

“Bem-vindo à República Independente de Neymar, em que faz o que quer, quando quer e não se importa com quem seja”.

A publicação afirmou que, em cinco meses, os franceses estão vendo o melhor e o pior do ex-jogador do Barcelona.

Até quando ele suportará todas essas críticas?

Bom, e já no mês que vem, na tela da Band, acompanharemos o eletrizante duelo entre o favorito Real Madrid e o PSG, válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Se der Real Madrid, eu não me surpreenderei se Neymar largar a mão da França para voltar para a Espanha, desta vez para defender o time merengue.

E isso em uma transferência na casa de R$ 1,5 bilhão, hein?

O que você acha?

Opine!

Compartilhe:

Animador o início de temporada do Timão!

Foto: Gregg Newton/AFP Photo (VIA UOL)

CORINTHIANS 1 x 1 PSV

Mesmo ainda “frio” na temporada, foi muito bem o Corinthians em sua estreia na Florida Cup.

E isso diante do bom PSV, atual líder do Campeonato Holandês.

No primeiro tempo, com os titulares, o Timão dominou as ações ofensivas e abriu o placar com o ótimo Rodriguinho.

E, além do meio-campista, destaco também a atuação do recém-chegado Juninho Capixaba, que foi muito bem substituindo Guilherme Arana.

No segundo tempo, os reservas entraram em campo e o nível, claro, caiu demais.

Aí, o PSV foi para cima, mas sempre esbarrando no iluminado Caíque França, que pegou quase tudo.

Só não conseguiu segurar a última bola do jogo, que acabou garantindo o empate dos holandeses.

Mas, nas cobranças de pênaltis, mais uma vez brilhou a estrela de Caíque França, e o Timão faturou um pontinho extra.

Xiiii… Com esse menino Caíque voando, será que Cássio corre o risco de perder a sua vaga na equipe titular do Corinthians?

Pode acontecer, não é mesmo?

Mas, e aí, o que você achou do Timão neste primeiro teste de 2018?

Carille precisa mexer na equipe titular?

Opine!

Compartilhe:

Vale mesmo a pena apostar em técnicos estrangeiros?

Nos últimos tempos, com a decadência de nossos “supertécnicos”, os dirigentes brasileiros passaram a acreditar que a solução seria contratar famosos treinadores estrangeiros, especialmente dos países vizinhos aqui da América do Sul.

Vieram para os nossos clubes nomes como Daniel Passarella, Jorge Fossati, Ricardo Gareca, Diego Aguirre, Juan Carlos Osorio, Edgardo Bauza, mais recentemente Reinaldo Rueda, entre tantos outros.

Por aqui, eles não ganharam nenhum título relevante e não trouxeram nenhuma evolução tática.

Os “gringos” que não fracassaram logo de cara, acabaram simplesmente usando o futebol brasileiro como trampolim para seleções.

Dá até a impressão de que eles vêm ao Brasil para um período férias…

Não é verdade?

E então, mesmo com tudo isso, será que ainda vale a pena apostar em técnicos estrangeiros por aqui?

Opine!

Compartilhe:

Você aceitaria Robinho no seu time?

Foto: Bruno Cantini/Atlético MG

Bem, o assunto é muito delicado, como vocês já sabem.

Por conta disso, abro mão de opinar sobre o caso e quero apenas saber o que você pensa, amigo internauta.

Apesar de tudo que aconteceu nos últimos meses, você gostaria de ver Robinho com a camisa do seu time?

Opine!

Compartilhe:

Saiba por que Henrique Dourado seria a maior contratação da história do Timão

Foto: Nelson Perez / FluminenseFC

O mercado da bola segue agitado no futebol brasileiro.

Agora chegou a vez do Corinthians se mexer para buscar um substituto para o Jô, que se transferiu para o futebol japonês.

E, de acordo com os colegas jornalistas que acompanham o dia a dia do Timão, Henrique Dourado está muito perto de trocar as Laranjeiras pelo Parque São Jorge.

O Ceifador, como é conhecido, não teve uma passagem muito marcante pelo Palmeiras, é verdade.

Mas, no ano passado, brilhou com a camisa do Fluminense, sendo o artilheiro do futebol brasileiro na temporada, com 32 gols.

Ah, e saibam que, se for confirmada, essa será a maior contratação da história do Corinthians.

Afinal, no ano passado, Dourado simplesmente converteu as 11 penalidades que cobrou no Brasileirão.

Logo, imaginem quantos gols ele faria no “campeão mundial de pênaltis a favor”.

Opine!

Compartilhe:

O São Paulo se mexeu: Diego Souza é do Tricolor! Mas a torcida quer mais, hein?

Foto: Foto: CBF/Divulgação

Ufa!

O torcedor são-paulino, tão bombardeado com más notícias no início deste ano, enfim tem motivos para comemorar.

O Tricolor anunciou na tarde deste domingo a contratação de Diego Souza, que fica no clube do Morumbi pelo menos até o final de 2019.

Uma contratação de peso, de um jogador com grandes chances de disputar a Copa da Rússia.

Mas, será o suficiente?

Lembrando que o São Paulo não pode começar a temporada pensando apenas em não cair.

O torcedor sente falta de um título expressivo, que não vem desde… 2008!

É mole?

No mais, boa sorte ao grande Diego Souza, que tenha sucesso com a camisa tricolor e que se garanta no Mundial deste ano.

Opine!

Compartilhe: