publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Uncategorized


Real muito superior e barreira de bundões afundaram o Grêmio

Imagem: Reprodução da Internet

Real Madrid 1 x 0 Grêmio

E deu o  esperado – o Real Madrid é hexacampeão Mundial! Foi o que eu disse, para ganhar, o Grêmio teria que achar um gol, mas não achou.

E digo mais, era para ser, no mínimo, 2 x 0. O espanhol foi garfado pela arbitragem em Abu Dhabi. Se tivesse inspirado, daí seria um placar elástico, na verdade. CR7 jogou menos do que pode e o Real puxou o freio de mão quando se deparou com um adversário apático e frágil.

Apesar de histórico e emblemático no futebol nacional, Renato Gaúcho poderia ter mexido mais no time. Apenas Geromel e Grohe jogaram. E aí vai um adendo: inócuo Lucas Barrios e lento Luan, se vocês morrem de medo de bolada no saco, então que se virem de bunda!  Mas NÃO ABRAM A BARREIRA!  Pipocaram. Aí é dose! E foi por essas e outras que o Imortal que mais morre no mundo, dessa vez morreu do outro lado do mundo.

O que você achou da partida?

Quais jogadores saíram devendo?

O Grêmio pipocou diante do gigante espanhol?

OPINE!


Será o melhor Natal da vida do Grêmio?

Foto: UOL/Montagem: Kennedy Andrés

Muito difícil, mas…

“O jogo é jogado e o lambari é pescado” e “campeão mesmo a gente só sabe depois do último apito do árbitro”, crava ousadamente o jornalista verde Mauro Beting.

Sim, Mauro Alexandre Zioni Beting nunca fica no muro e enquanto isso o Grêmio está atrás de uma parede defensiva com todos os seus tijolos, chuteiras e camisas imortais.

Medo, respeito, esperança, nervosismo e expectativa estão se alternando na cabeça de todo gremista.

Para mim dará Real porque o time de Zidane não fará duas partidas pífias em Abu Dhabi.

Só que o futebol tem de vez em quando o seu herói improvável.

A zebra é o oxigênio da bola!

O Romarinho, por exemplo, que nasceu com a nuca virada para a Lua, quase deu uma de Mineiro e de Adriano Gabiru.

Fez isso em La Bombonera pelo Corinthians .

E jogou muito pelo Al Jazira e fazendo um gol no Real Madrid que o mundo aplaudiu.

Tanto que o time árabe teve 99,39% de torcida a seu favor.

Sim, o Al Jazira bateu um recorde mundial.

Nunca um time, de clube ou seleção, teve tanto torcedor.

E quem do Grêmio poderá ser o Mineiro-2005 ou o Adriano Gabiru-2006?

Aposto no rodado Jael, o Cruel.

Por ser um errante e veterano sem grife, tem “todas as características” dos milagrosos Mineiro e Gabiru, dois não artilheiros que fizeram dois “golzinhos” que valem e sempre valerão por dois milhões de bolas na rede.

Pena que não vai dar.

É que eles lá do outro lado têm Cristiano Ronaldo, o top 14 do mundo.

Sim, senhor CR7, você “até que não é ruim”, mas na história temos mais de uma dezena de craques que o superam, alguns folgadamente.

Você joga 9,37% de Pelé, 16,21% de Maradona e 79,74% de Messi.

Isso para ficarmos só em três e não em 20.

Ah, o gol cruel do Jael sairá aos 23 minutos do segundo tempo!

OPINE!


Palmeiras e Flamengo, muito badalados e pífios em 2017. Qual foi pior?

Fotos: Ronny Santos/Folhapress e Luciano Belford/AGIF/via UOL

Transcrevo uma frase de “Dublê de Corpo”, música do grupo Heróis da Resistência:

“Foi tanta força que eu fiz por nada…”

Talvez seja a melhor forma para descrever as pífias campanhas de Palmeiras e Flamengo em 2017.

Para se encaixar melhor com ambos, talvez ficasse melhor ainda se fosse:

“Foi tanta grana que eu gastei por nada…”

O Palmeiras, com dinheiro saindo pelo ladrão, gastou mal demais (não é mesmo, Alexandre Mattos?), arrebanhou “trocentos” jogadores para cada posição e não conseguiu formar um time coeso para repetir o título do ano anterior.

Trouxe Cuca de volta — que não emplacou —, e ainda conviveu com problemas internos não solucionados, o mais gritante deles estrelado por Felipe Melo, que apesar dos pesares, teria sido útil nos momentos de decisão, teria “virado a chave” do time para os 220 volts…

A torcida alviverde não comemorou nada. Não conseguiu gritar “É campeão!” nem no enfraquecido Paulistão (ou Paulistinha, como queiram).

A “certeza” da Libertadores parou no Barcelona de Guayaquil…

Na Copa do Brasil, caiu diante do Cruzeiro, que acabou ficando com o título.

E, como prêmio de consolação, o vice do Brasileiro…

Ser vice-campeão é tão emocionante quanto dançar de rosto colado… Com a irmã…

No caso do Flamengo, medalhões que derraparam e a “joia” Vinícius Júnior ficou enclausurada, tal qual a Rapunzel na torre, sem portas e escadas para escapar…

O “Neymar da Gávea” que esteve mais para Negueba, descansou no banco de reservas para não se machucar e talvez melar o negócio milionário já concretizado com o Real Madrid…

A última esperança rubro-negra, para salvar 2017, era vencer a Sul-Americana, o torneio Série B das Américas.

E, mesmo com o Maracanã lotado (lotado para os padrões de hoje, vazio para o que foi o Maracanã um dia), não conseguiu superar o robusto Independiente, time argentino de baixinhos aguerridos, só com os beques e o atacante Gigliotti grandões, que venceu lá e empatou cá. Merecidamente, diga-se.

O Mengo na Libertadores foi eliminado na fase de grupos, foi vice na Copa do Brasil e obteve um desanimador 6º lugar no Brasileiro.

Reinaldo Rueda não é unanimidade por lá.

Ah, mas teve a conquista do Campeonato Carioca…

AGORA, 2018…

O que esperar de Palmeiras e Flamengo na próxima temporada?

OPINE!


Ficou no cheirinho, de novo… Segue o jejum do Mengo, 18 anos sem um título internacional!

Flamengo 1 x 1 Independiente.

O que você estava fazendo em 1999?

O Flamengo estava comemorando seu último título internacional, a Copa Mercosul daquele ano.

O time rubro-negro, entre outros tinha, Caio Ribeiro, Clemer e Athirson, passou pelo Palmeiras de Marcos, César Sampaio e Paulo Nunes.

Hoje, no Maracanã lotado, o grito de é campeão da Sul- Americana ficou só no “cheirinho”.

Depois de perder na Argentina por 2 a 1 para o Independiente, empate em 1 a 1, resultado que garantiu o título para o adversário. Lucas Paquetá abriu o placar para o Mengo e Ezequiel Barco deixou tudo igual, de pênalti, gols marcados na primeira etapa.

No balanço final de 2017, apenas o título carioca, muito pouco para um elenco que se acha mais do que é de fato.

Na Libertadores, eliminado na fase de grupos.

Na Copa do Brasil, o vice, perdendo a final para o Cruzeiro.

E, no Brasileiro, um modestíssimo 6º lugar…

Medalhões que estão jogando com o nome, enquanto Vinicius Júnior, apontado por muitos como o “Neymar da Gávea”, assistindo do banco de reservas até os 10 minutos do 2º tempo…

Insisto nisso. Por que não colocam esse rapaz para jogar os 90 minutos?

A explicação: ele já está vendido para o Real Madrid por R$ 164 milhões, por isso o colocam em uma redoma de vidro, com medo de uma contusão que “mele” o negócio.

Bom, mas hoje ele atuou por mais de 35 minutos e esteve mais para Negueba do que para Neymar…

E, ainda por cima, esnobou a medalha de vice. Mascarado!

Parabéns ao valente Independiente, time “encardido”, de meninos baixinhos e muito bons de bola, que mereceu o título!

“De quebra”, prejuízo para o Vasco (que disputará a pré-Libertadores ao invés de entrar na fase de grupos) e enorme prejuízo ao Galo, que não disputará o torneio…

E, ao Flamengo, agora é virar a página, com Rueda ou sem Rueda…

Estamos chegando ao final do ano.

No ar, já dá para sentir o cheirinho de 2018…

Será que a nação rubro-negra se contentará apenas com outro Campeonato Carioca na próxima temporada?

OPINE!


Grêmio, comece a tremer! Não é sempre que Davi ganha do Golias!

Foto: Amr Abdallah Dalsh/Reuters

Al-Jazira 1 x 2 Real Madrid

Estava tão na cara que o Real Madrid ganharia do Al-Jazira, mas tão na cara, que ganhou mesmo…

Mas não foi fácil como todos imaginavam.

O Real, a exemplo do Grêmio, também precisou pelear para passar à final do Mundial.

Martelou, martelou, mas foi o Al-Jazira que abriu o placar, com Romarinho. Ele mesmo!

E assim terminou o primeiro tempo.

Mas, como não é sempre que Davi ganha do Golias, Cristiano Ronaldo e Bale colocaram ordem na casa e deixaram o time merengue na frente.

Agora é a final: Real Madrid x Grêmio.

E final é final, claro!

Mas será uma surpresa enorme se o Grêmio conseguir superar o Real Madrid.

É verdade que a estrela de Renato Gaúcho é forte, Luan é bom e até pode surgir um “Adriano Gabiru” para salvar o Tricolor gaúcho.

Mas, cá entre nós, ainda que o Real não seja o bicho papão de outros anos, o favoritismo espanhol é brutal na decisão do Mundial de Clubes.

Ainda mais se o português estiver em um dia inspirado…

OPINE!


Grêmio sofre muito para conseguir o óbvio. Agora, missão quase impossível se vier o Real Madrid!

Foto: UOL

Grêmio 1 x 0 Pachuca

Não foi aquela moleza que muitos imaginavam. Pelo contrário.

O Grêmio sofreu muito para passar pelo modesto Pachuca para carimbar o passaporte à final do Mundial de Clubes.

Os mexicanos criaram ótimas chances de gol e estiveram muito próximos de “mazembar” a vida do Imortal.

Nervoso, e obviamente sentindo a falta do craque Arthur, tudo foi muito difícil para o time de Renato Gaúcho, que só marcou no começo da prorrogação, Everton, chutando no alto, claro, aproveitando a baixa estatura do veterano goleiro mexicano Óscar Pérez, de 44 anos.

Puxa, por que não tentaram antes?

Me lembrou o querido César, goleiro baixinho do Corinthians de 1981/1982…

Depois do gol, o Pachuca desanimou. E, cansado, por vir de outra disputa com prorrogação, ficou a mercê de levar o segundo, que acabou não acontecendo.

Agora é esperar pelo adversário que sai do embate entre Real Madrid e Al-Jazira, nesta quarta-feira (13).

Se não houver nenhuma surpresa, os espanhóis passam fácil, bem mais do que os gaúchos pelos mexicanos.

Mas, tomando-se por base o que aconteceu contra o Pachuca, é se contentar com o vice.

Só por milagre é que o Grêmio levanta esse caneco…

Mas não fiquem tristes, eu sobrevivi com os infortúnios do Peixe e do Galo…

Pela lógica, Real Madrid 5 x 0 Grêmio.

Ou será que o Tricolor tem um Adriano Gabiru no bolso do colete e vai repetir o feito antológico do rival Inter em 2006?

OPINE!


O Pachuca é perigoso por não ser galinha morta e pelo nome que pode virar piada pronta!

Foto: AP Photo/Hassan Ammar/via UOL

O Pachuca, fundado dois anos antes do Grêmio, não é galinha morta.

Tudo bem que não é um Monterrey ou Tigres, hoje os dois melhores do campeonato mexicano, mas o time gaúcho não pode jogar de salto alto como o Inter fez contra o Mazembe em 2010.

Se achar que já está ganho vai cair do cavalo, de bombacha, botas e poncho!

Bah, precisará adoçar o chimarrão, pois serão dias mais amargos que a erva-mate!

Outros brasileiros já provaram o gosto amargo da eliminação contra times de menor expressão, como o Corinthians diante do Tolima na Libertadores (2011) e o Galo, no Mundial, derrotado pelo Raja Casablanca (2013).

Ah, e essa do Galo eu vi de perto, que tristeza…

Bem, o Imortal é favorito, mas que fique esperto para não ser motivo de chacota eterna com o Pachuca, que pelo nome já é piada pronta!

OPINE!


Pablo vale tudo isso? E que Neymar faça uma boa viagem!

Foto: UOL

O Palmeiras se assustou bastante com os valores para contar com o ex-corintiano Pablo.

Fala-se em salário de R$ 500 mil, R$ 4 milhões de luvas e 10% de comissão para o agente do jogador.

E, se não bastasse esse montante, o clube esmeraldinho ainda precisaria arcar com o pagamento de 3 milhões de euros (algo em torno de R$ 11,6 milhões) ao Bordeaux, da França, a quem os direitos econômicos pertencem.

E, para o Verdão, que ultimamente vem “rasgando” dinheiro, se assustar com cifras é sinal de que a pedida é mesmo astronômica.

E tem um detalhe: o Galo, que também está interessado, teria sido avisado pelo estafe do atleta que o valor é ainda mais alto…

Ora, pede-se valor “x” para um clube e “y” para outro?

“Escanteado” pelo Timão, também por razões financeiras, Pablo, aos 26 anos, surgiu “pra valer” há pouco tempo.

Não fosse o Corinthians em sua vida talvez continuasse como coadjuvante em algum time do segundo escalão da Europa ou mesmo do Brasil.

Aliás, muito esquisita a não participação dele na festa alvinegra pelo título no Brasileirão deste ano, não acham?

Então, duas perguntas ficam no ar:

1. Por que Pablo nunca foi convocado para a seleção brasileira, já que ele é tão bom e tão caro?

2. Será que ele pensa que é Gamarra?

Ah, e aproveitando, nessa onda de tanta boataria sobre Neymar, que precisou voltar às pressas ao Brasil, que tudo esteja bem com ele, que merece tudo de melhor!

OPINE!


Aerotrem da Vila para São Paulo: Levy Fidelix Peres ganhou a eleição!

URGENTE! Votos são apurados novamente e eleição do Santos tem novo vencedor!

Após a polêmica envolvendo a eleição do próximo comandante do Peixe, a diretoria do clube resolveu promover uma nova contagem nas urnas. E se você já estava achando estranho o aumento repentino de associados votantes e a fila com chineses interessados na presidência do Santos… Vem mais por aí!

Com a nova contagem, Levy Fidelix Peres, da chapa “Trem Para o Cardume”, ganhou a eleição do Santos FC e é o novo presidente clube. E agora, como promessa de campanha, nada de trazer Robinho de volta ou mesmo modernizar a Vila. Levy Fidelix Peres canuncia que vai construir um aerotrem ligando a Vila com São Paulo! Sensacional!

Obs: leia e comente com senso de humor, mas que o Peres é a cara do  Levy Fidelix é!

Mas e aí o que você achou da vitória de José Carlos Peres?

A oposição está certa em reclamar sobre a apuração das urnas?

O que você espera que mude no Santos FC?

OPINE!


Os mais votados na coluna “Personalidade” no jornal Agora São Paulo e Portal Terceiro Tempo

Quem participou da seção Personalidade em 2017

Como de costume, a página “Terceiro Tempo” destaca os mais votados das várias categorias da seção “Personalidade”. A seguir, a relação daqueles quer participaram em 2017: Evandro Daolio (engenheiro elétrico e escritor), Ciro Botelho (humorista do “Pânico”), Rico Villaça (radialista, narrador e apresentador), Mauricio Noriega (jornalista), Marco Aurélio Pasquini (ator e designer gráfico), Leonardo Gonzales Fontes (comentarista da 105 FM), Sylvio Micelli (jornalista, escritor e servidor público), Andre Henning (narrador dos canais Esporte Interativo), Sergio Amoroso (empresário e principal acionista do Grupo Jari), Mauro Cezar Pereira (jornalista), Cacá Bueno (piloto da Stock Car), Gustavo Villani (narrador do canal FoxSports), Bruno Monteiro (jornalista da Band), Jorge Nicola (jornalista), Rodolfo Rodrigues (jornalista), Mário de Queiroz Motta Júnior (ex-centroavante e advogado), Luiz Augusto Filizzola D´Urso (advogado Criminalista e auditor no TJD da Federação Paulista de Futebol), Fabio Rodrigues (diretor geral da Estrella Galicia do Brasil), Sílvio Barsetti (jornalista), Daniel Assis Fernandes (comediante), Guilherme Cimatti (jornalista e repórter da Rádio Bandeirantes), Mario Sabino (jornalista), Elidio Lopes Cavalcanti (o Lopes, “O Homem do Vinho”), Derico (músico, escritor e empresário), Dr. Fábio Romeu Canton Filho (advogado – vice-presidente da OAB-SP), Sílvio Lancellotti (jornalista), Estevam Soares (técnico de futebol profissional), Luiz Antônio Prósperi (jornalista), Marcelo Bonfá (jornalista, youtuber e entrevistador), Marcelo Bechler (correspondente do Esporte Interativo e da Rádio Itatiaia, colunista da Mix FM e blogueiro do Lance!), Caio Borelli Zeller (cirurgião dentista), Rogerio Assis (radialista), Jarbas Duarte (jornalista e apresentador), Marco Antonio Teixeira Duarte (bucomaxilofacial), André Natan Nussbacher (industrial, sócio da Tonbras Radex), Anderson Scardoelli (editor responsável pelo Portal Comunique-se), Leandro Massoni (jornalista e escritor), Helton Tavares (gerente de comunicação Latam na Netshoes), Florestan Fernandes Júnior (jornalista), Émerson Gáspari (escritor de livros esportivos), Guilherme Nascimento (professor e autor do almanaque “Santos – 1912-2012”), Marcelo do Ó (narrador da Rádio Globo/CBN e RedeTV!), Arnaldo Branco Filho (jornalista), Antonio Tuccilio (presidente da CNSP) e André Schiliró (fotógrafo de moda).

Os mais votados do ano

Qual o seu time?

1º Corinthians – 25%

2º Palmeiras – 20%

3º Santos – 12.5%

Qual o jogo mais marcante que você assistiu?

1º Brasil 1 x 7 Alemanha (2014) – 10%

1º Brasil 2 x 0 Alemanha (2002) – 10%

3º Corinthians 1 x 0 Ponte Preta (1977) 5%

Qual a sua seleção de todos os tempos?

1º Brasileira de 70 – 25%

2º Brasileira de 82 – 12.5%

3º Brasileira de 2002 – 5%

Qual a camisa mais bonita?

1º Corinthians – 10%

2º São Paulo – 7.5%

2% Cruzeiro – 7.5%

Qual o melhor e o pior esporte?

Melhor:

1º Futebol – 92.5%

2º Basquete – 2.5%

2º Automobilismo – 2.5%

Pior:

1º Lutas – 30%

2º Beisebol – 7.5%

3º Golfe – 7.5%

Em que rádio você ouve futebol?

1º Bandeirantes – 50%

2º Jovem Pan – 20%

3º Globo – 15%

Qual revista que você lê?

1º Veja – 30%

2º Carta Capital – 15%

3º Placar – 12.5

Qual o melhor e o pior presidente da história do Brasil?

Melhor:

1º Fernando Henrique Cardoso – 27.5%

1º Lula – 27.5%

2º Juscelino Kubitschek – 15%

Pior:

1º Michel Temer – 25%

2º Collor – 20%

3º Lula – 17.5%

A personalidade marcante em sua vida.

1º Pai – 32.5%

2º Mãe – 10%

3º Jesus – 7.5%

Narrador esportivo de TV e de rádio.

TV:

1º Galvão Bueno – 35%

2º Luciano do Valle – 25%

3º Milton Leite – 17.5%

Rádio:

1º José Silvério – 32.5%

2º Fiori Gigliotti – 15%

3º Osmar Santos – 12.5%

Comentarista esportivo de TV e de rádio.

TV:

1º Casagrande – 22.5%

2º Neto – 12.5%

3º Caio Ribeiro – 7.5%

Rádio:

1º Mauro Beting – 20%

2º Claudio Zaidan – 15%

3º Flávio Prado – 12.5%

Repórter esportivo de TV e de rádio.

TV:

1º Mauro Naves – 27.5%

2º Fernando Fernandes – 17%

3º Tino Marcos – 10%

Rádio:

1º Wanderley Nogueira – 27.5%

2º Ana Thaís Matos – 7.5%

2º Ligeirinho – 7.5%

Apresentador esportivo de TV e de rádio.

TV:

1º Milton Neves – 42.5%

2º Galvão Bueno – 10%

2º João Carlos Albuquerque – 10%

Rádio:

1º Milton Neves – 55%

2º Thomaz Rafael – 5%

2º Ricardo Capriotti – 5%

Apresentador de auditório de TV.

1º Silvio Santos – 60%

2º Faustão – 12.5%

3º Serginho Groisman – 7.5%

Melhor ator e melhor atriz no Brasil.

1º Wagner Moura – 22.5%

2º Tony Ramos – 20%

3º Antônio Fagundes – 12.5%

1ª Fernanda Montenegro – 37.5%

2ª Adriana Esteves – 10%

3ª Glória Pires – 7.5%

Jornalista de TV.

1º Ricardo Boechat – 27.5%

2º William Waack – 10%

3º William Bonner – 7.5%

Programa esportivo de TV.

1º Terceiro Tempo – 27.5%

2º Redação SporTV – 10%

3º Os Donos da Bola – 7.5%

Quem melhor escreve sobre esporte no Brasil?

1º Tostão – 27.5%

2º Mauro Beting – 17.5%

3º PVC – 7.5%

O melhor e o pior cartola.

Melhor:

1º Paulo Nobre – 12.5%

2º Vicente Matheus – 7.5%

3º Andrés Sanches – 5%

Pior:

1º Eurico Miranda – 27.5%

2º Ricardo Teixeira – 15%

3º Marco Polo Del Nero – 7.5%

O melhor e o pior técnico.

Melhor:

1º Tite – 62.5

2º Telê Santana – 15%

3º Guardiola – 7.5%

Pior:

1º Felipão – 15%

1º Dunga – 15%

2º Lazaroni – 10%