publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Seleção

Tite resgata o Canarinho e cala Urubus
Comentários COMENTE

Milton Neves

tite cbffff

Foto: AP Photo/Ricardo Mazalan

Caramba, que vitória!

3 a 0 lá nas alturas?

E com gols na metade do segundo tempo “quando o Brasil não terá mais pulmões”?

Isso andei ouvindo por aí nesta semana do jogo e pensava igual.

Aliás, meu placar era 1 a 0 para os equatorianos.

Mas o milagre se deu com Gabriel Jesus arrebentando com o Equador porque, nas alturas de Quito, Jesus está sempre mais perto do céu.

Só que, vamos com calma.

Essa de que o bom não é o Neymar, e sim o Gabriel Jesus, é grande bobagem.

Recentemente o Lucas também não era melhor do que o Neymar?

Que o Gil do Corinthians era superior a Kaká?

E os de ontem?

O bom não é o Tostão, mas o Dirceu Lopes.

Sim, Dirceu também era craque, mas nem tanto.

E teve igualmente aquela que o Polozzi era mais completo que Oscar na Ponte Preta e até a que o genial Coutinho na área “goleava” o Pelé.

E calma também com Tite.

Mas recebemos belo sinal de que perdemos mesmo tempo demais com a volta de Dunga, principalmente com o retorno do superado Felipão-7 a 1 e com o mais ou menos Mano Menezes.

Meu Deus, estava na cara até antes da Copa de 2010 na África do Sul que Tite era o nome ideal para o cargo.

Se para jogador seleção é fase, para treinador o mesmo se aplica.

Quem ganha tudo ou quase tudo na vida tem mesmo que subir de patamar, merecidamente.

É assim em todo setor de atividade humana porque o talento é invencível em qualquer lugar.

E Tite nunca escondeu seu sonho de atingir o ápice da carreira que sempre foi o de dirigir a seleção brasileira.

Tanto que, ao final dos 3 a 0 de Quito, comemorou ligando às lágrimas para a esposa, a grande parceira e testemunha.

E quanta bobagem não se falou que Tite “jamais aceitaria trabalhar com gente como Del Nero”, hein?

Eu também adoraria ter Madre Teresa de Calcutá como “presidenta” da CBF, mas por impossível, fiquemos mesmo com o que está aí enquanto Fifa e FBI não enquadram o ainda mandatário titular da “Entidade Mater” de nosso futebol.

É que a gente não pode simplesmente suspender as atividades e desaparecer com a seleção brasileira só porque o presidente da CBF anda com o “pé na pêia”.

Afinal, qualquer treinador contratado para nosso “scratch” tem que ser convidado e se compor hoje com Del Nero, não tem outro jeito.

Assim também fizeram Zagallo, Parreira, Lazaroni, Luxemburgo, Scolari, Leão e Dunga com Ricardo Teixeira, bem como Mano Menezes e Felipão até com José Maria Marin.

Só que, é claro, todos foram para o campo deixando a secretaria para os cartolas.

Assim, com a palavra a urubuzada que usou a “tríplice recusa” de Tite, não para elogiá-lo, mas para usá-lo como bucha de canhão contra um presidente caído.

Do outro lado de minhas trincheiras, por conhecer bem o “Águia de Haia dos Pampas”, desde um “SuperTécnico” em 2000 na Band, sempre banquei que o ético Tite aceitaria na hora a seleção, com qualquer presidente da CBF de plantão, resguardada a sua autonomia, mas com a cadeira de treinador não ocupada por quem que fosse.

Gritei: “Del Nero, se você quer o Tite mesmo, pare de recadinhos e primeiro mande o Dunga embora que ele aceita”!

Não deu outra!

Foi na mosca!

E Tite já começou com grande vitória, calando urubus que garantiam que ele jamais trabalharia com Del Nero e desde já vai resgatando a Seleção Canarinho, como dizia Geraldo José de Almeida na Copa de 70.

Opine!


Para Neymar pai, Comitê Gestor do Santos agiu contra DIS
Comentários COMENTE

Milton Neves

Ontem fiquei no restaurante “Rancho Português” em São Paulo por nove horas, entre às quatro da tarde e uma da manhã desta sexta-feira.

Foram reuniões em separado, com os advogados Sergei Cobra Arbex e Carlos Fernando Neves Amorim e com a diretoria do UOL.

Entre a segunda e terceira reunião recebi uma ligação de Neymar pai pedindo: “se possível preciso falar com você só por uns 30 minutos sobre um envelope-bomba que recebi envolvendo a vida de meu filho no Santos FC, você vai se surpreender”, garantiu.

Disse que era só subir a serra e ele chegou quase que ao mesmo tempo dos executivos Ricardo Dutra, Rodrigo Flores, André Vinícius e Régis Andaku da alta direção do UOL.

E Neymar pai chegou “empunhando” um envelope contendo entre 80 e 100 páginas, que você vê abaixo:

Vejam que o “remetente fictício”, de um anônimo bem informado do Peixe, é um misto de “Laor e OdÍlio”, ex-presidentes do Santos FC.

Juntamente com insistentes reclamações que ” eu e meu filho somos perseguidos por todos os lados”, Neymar pai foi abrindo o envelope e, emocionado, bradava que os documentos recebidos de um anônimo eram as provas de que “o Santos FC e seu Comitê Gestor é que articularam para levar meu filho para o Real Madrid e dar um chega pra lá na DIS”, falava, comovido.

Neymar pai exibiu para todos o documento do Dr. Gustavo C. Vieira de Oliveira, que foi no caso, apenas um parecerista profissional.

Mesmo pedindo umas 10 vezes para “xerocar” todo o conteúdo do que ele chama de “a vida íntima do Comitê Gestor do Santos articulando para levar meu filho para o Real Madrid (identificado também nos documentos pela sigla RM)”, Neymar pai só concordava, que as páginas que ele manuseava fossem fotografas por celular.

Assim, com permissão formal de Neymar pai e de seu assessor, o empresário André Cury, fotografei o possível pelo meu celular.

Do meio para o final, os diretores do UOL também participaram da “Mesa Redonda” de quatro horas que era para ter sido de “30 minutos”.

E lá se foi Neymar pai de volta para a Baixada feliz com o “programa” e com o envelope-revelação que, segundo ele, recebeu de alguém participante da vida íntima do Comitê Gestor do Santos “indignado com as injustiças que a família Neymar vem sofrendo”.

Mesmo insistindo várias vezes para falar com seu filho Neymar, com o pai ligando seguidamente, não consegui porque o craque não quis me atender. Disse-me o pai: “ele está ressentido com você e com outros”, e não pude falar com Neymar Jr. pelo seu número XXX XXXXX-7777.

Paciência, mas leiam acima o que deu para captar e sempre repito: “contou pra mim, eu conto mesmo”!

OPINE!!!


Colômbia erra de modalidade, pratica judô, e Brasil elimina rival em noite de “Apito Amigo” olímpico!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Neymar-Tulio-Ippon-2

O Brasil parece ter enfim, acordado.

Quem diria que o nosso então, apagado capitão, pediria calma aos companheiros e chamaria a responsabilidade para si mais uma vez?

Prova disso, foi o golaço de falta.

Precisava levar uma “surra” de críticas da torcida brasileira, que nessa Olimpíada já garantiu a medalha de ouro?

A bem da verdade, nossa seleção entrou em campo para jogar futebol, enquanto que, os colombianos, judô.

Neymar por exemplo, levou um “ippon” atrás do outro.

Mas se alguém teve culpa em deixar a partida extremamente violenta, esse alguém foi o senhor Cuneyt Cakir.

Árbitro que detém o título de um dos melhores do mundo, não poderia apitar de maneira alguma esse disputado clássico sul-americano.

O homem teimou em tirar o cartão vermelho do bolso. Deve ter esquecido no vestiário…

Deixou também de assinalar pênalti claríssimo para o Brasil, em um toque absurdo de mão do jogador adversário evitando o arremate “canarinho” ao gol.

“Apito Amigo” olímpico!

Definitivamente, a Colômbia praticou todos os esportes, vôlei, salto em distância, boxe, entre outros, menos futebol!

A “catimba” perdurou até o último minuto, porém, foi incrível como o Brasil se comportou bem e conseguiu a classificação.

Porque ainda deu tempo de Luan ampliar o placar, para o delírio de quem compareceu ao Itaquerão.

E você torcedor brasileiro, gostou da Seleção?

Será que com essa boa vitória dá para voltar a sonhar com o inédito ouro?

OPINE!!!


Ouro olímpico no futebol: agora ou nunca!
Comentários COMENTE

Milton Neves

MedalhaRio

Pelé nunca esteve em uma Olimpíada.

Não podia.

Jogador profissional era proibido, vetado, proscrito.

Só “atleta amador” podia ser escalado pelo “treinador” Pierre de Coubertin.

Uma hipocrisia protetora aos discípulos de Marx.

Ou uma grande bobagem.

Aí o Brasil só ia com a “molecada ainda amadora” e perdia.

Por isso, os jogadores do Leste Europeu, comunistas e ditos amadores, eram os mesmos que atuavam em suas seleções principais e viviam ganhando o ouro olímpico no futebol.

Ou seja, a seleção olímpica dos comunistas era a própria seleção principal do país!

Tanto que, por anos, com “velhos” enfrentando “garotos”, perguntava-se: “o que a Maria leva?”.

O Brasil só levava chumbo como outros países de futebol “não amador”.

Agora, a molecada joga normalmente, mesmo já “milionários” como Gabriel Jesus e Gabigol, ao lado de pelo menos três veteranos de idade livre e de outros profissionais quaisquer abaixo dos 23 anos.

Na verdade, antes e agora, o COI inventou ou teve que inventar essas restrições porque a Fifa sempre viu o futebol olímpico como concorrente das Copas do Mundo.

“Fosse diferente, teríamos Copa do Mundo de dois em dois anos e o Mundial viraria carne de vaca”, sempre defenderam João Havelange e outros cartolas anteriores ao brasileiro.

Mas tudo passou e agora é a hora de o Brasil ficar livre de seu “Complexo Olímpico de Vira-Lata”, diria Nelson Rodrigues.

De novo em casa, e reforçado pelas ausências de Felipão-7 a 1 e de Felipão-10 a 1, nossa seleção joga novamente no Brasil com os fatores campo e torcida e com um ótimo time “do goleiro ao ponta esquerda”, além já do dedo invisível da unanimidade Tite.

E mais: vamos pegar seleções fracas ou mais ou menos com alguns desfalques by zika.

Então “é impossível” não pintar o primeiro ouro olímpico do futebol com Prass, Marquinhos, o bom Zeca (inventado em 100% por Dorival Jr.), Renato Augusto, Rodrigo Caio, Gabigol, Gabriel “que todo mundo quer” Jesus e… Neymar!

O nosso Neymar que não tem mais o direito de “fracassar” vestindo amarelo.

Sacaneado burramente por Dunga em 2010, “aleijado” pelo cavalo Zúñiga em 2014, ausente da Copa América-2016 e derrotado em outras competições, Neymar precisa tanto do ouro olímpico-2016 quanto nossa própria seleção.

Afinal, seu horroroso e recente “péssimo nono lugar” no ranking dos melhores jogadores da última temporada europeia foi um oportuno puxão em suas ricas e nobres orelhas.

E tenho certeza que isso será para ele um belo “há males que vêm para o bem”.

O bem para ele e para nosso finalmente ouro olímpico do futebol.

Mas se não der agora, é melhor desistir.

OPINE!!!


“Macumba francesa” não funciona e Portugal, sem Cristiano Ronaldo, é campeão da Eurocopa!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Portugal

“La Marselleise” é uma coisa espetacular. Um dos hinos mais lindos do mundo, diferente do que foi parte da arbitragem do inglês Mark Clattenburg.

O jogo começou de maneira esplendida, lá e cá, mas com um perigo maior por parte dos franceses e com Rui Patrício fazendo boas defesas pelo lado lusitano.

Até que a entrada duríssima de Payet sobre Cristiano Ronaldo dividiu a partida em dois momentos. O craque não suportou a dor, foi substituído e nem sequer um “cartãozinho amarelo” o juiz deu ao “agressor”.

A França no coice fez hoje com Cristiano Ronaldo, o que os “cavalos” Morais e Batista de Portugal fizeram com Pelé em Liverpool na Copa de 66!

As lágrimas que escorreram pelo rosto do “camisa 7” português, até pareciam litros de água, já que derramavam juntas com a da esperançosa torcida ali presente no Stade de France.

E assim como na primeira etapa, o árbitro insistiu em não amarelar os franceses na troca dos lados.

Ahhh se fosse nas competições sul-americanas…

Porém, mesmo sem seu ídolo máximo, que joga um pouco menos que o eterno Eusébio, Portugal não “afrouxou as rédeas” e se virou como pôde.

Lá atrás, Rui Patrício fez milagres, um gigante no gol contra o poderoso ataque francês que insistiu demais em abrir o marcador, não muito diferente do rival, que soube ser perigoso da mesma forma em doses menores.

Do início ao fim o duelo foi digno de uma final de Eurocopa.

E mais uma vez, tudo foi decidido nos detalhes. Por um capricho a bola de Gignac não entrou aos 46 minutos.

Na prorrogação, quando os pênaltis pareciam certo, Éder recebeu sozinho e sem saber o que fazer com bola, resolveu chutar e arriscou bem, fez o gol do título.

Nem a “macumba francesa” que liquidou os dois Ronaldos em duas decisões em Saint Denis funcionou: Ronaldo Fenômeno em 98 por convulsão e CR7 hoje na “porrada”.

Mas eu bem que avisei, cravei a vitória de Portugal. Mais uma pra conta do “Pai Milton”, que acertou o resultado em outra previsão (confira no vídeo abaixo).

Pelo Campeonato Brasileiro:

São Paulo 3 x 0 América-MG

Mesmo com os reservas, o Tricolor jogou bem e fez a lição de casa sob os olhares atentos da pouca torcida organizada que compareceu ao estádio.

Kardec marcou dois e foi decisivo no duelo, que teve outro grande personagem, o zagueiro Lyanco, dono de um golaço.

E se o São Paulo ganha confiança, falta ao Coelho, que amarga a última colocação e insiste em não deixá-la.

Santa Cruz 1 x 0 Internacional

Sem Grafite, o Santinha apostou na velocidade e usou a bola parada para superar o Colorado.

Nem mesmo a nova contratação, o argentino Ariel, conseguiu o empate para o Inter, que perde mais uma partida e seu técnico, demitido horas mais tarde.

E se houve falhas pelo lado gaúcho, sobrou sorte e superação ao Santa Cruz, que tenta se reabilitar no Brasileirão.

Vitória 0 x 0 Fluminense

A partida foi bastante movimentada e merecia pelo menos um “golzinho”, algo que não aconteceu.

Ambos ficaram devendo, mas não por causa de deficiência dos ataques. É que os goleiros fizeram a sua parte e foram muito bem.

Só que mesmo com um ponto para cada lado, a pressão não alivia para ninguém.

OPINE!!!


Nada supera a Seleção e o Corinthians
Comentários COMENTE

Milton Neves

a

Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Tite foi embora para a Seleção e você leu 200 mil vezes aqui que isso aconteceria.

“Basta demitir o Dunga que Tite assume. Ético, não aceita nem discutir o assunto existindo um treinador no cargo, mas morre de vontade de atingir o ápice de sua carreira”.

Foi o que me disse ao vivo na Band News FM no Mercado Municipal em 25 de janeiro de 2012.

Não deu outra e o resto é conversa mole.

Agora é torcer e apostar em seus conhecimentos, em seu raro tato para o trato com os jogadores, em sua estrela de ganhador e por seu poder de iluminar e higienizar ambientes.

Trata-se de um sujeito confiável, especial, vencedor e que apareceu em rede nacional pela primeira vez em agosto de 2000, no emblemático “SuperTécnico” da Band.

Se ele agora não der jeito é porque hoje somos mesmo de Série B.

Assim, já temos Neymar, um general em campo e recruta zero na internet, o melhor treinador, o Marcelo e o Thiago Silva, se deixar a soberba de lado.

Sim, ainda falta muito.

Mas com Dunga estava faltando tudo.

Ah, mas Tite assinou manifesto contra Del Nero, aliás, como todo mundo é!

Assinou sim, assim como a então grande estrela Osmar Santos aprovou e vistou aquele ousado, livre, mas triste e lamentável manifesto político pró-Maluf contra Suplicy na eleição pela prefeitura de São Paulo em 1992.

“Assinei sem ler, fui manipulado”, afirmou Osmar mil vezes, à época “avoado” e envolvido em “trocentas” atividades jornalísticas, esportivas, publicitárias e políticas.

Trabalhei por muitos anos com Osmar Santos, a quem hoje muito encontro no Shopping Frei Caneca.

Tite não foi manipulado, mas entrou na onda, creio, porque tinha e tem mesmo esta opinião e deve ter sacado que aquilo poderia ser mais um degrau para que ele chegasse até seu sonho, a seleção.

Oswaldo de Oliveira, ainda neste campo dos “manifestos”, oportunistas ou não, entrou de gaiato indo visitar Lula, logo após sua primeira eleição para presidente.

Ao lado de ditos notáveis, Oswaldo integrou a bem-intencionada comitiva esportiva até o Planalto quando se pretendia entregar ao novo presidente o que seria a salvação de nosso futebol.

O encontro, óbvio, saiu na TV, Ricardo Teixeira viu e descartou para sempre Oswaldo de Oliveira que, à época, era o Felipão-2001 e o Tite-2016.

Tonto também foi Muricy Ramalho, que seria o técnico da Copa de 2014.

Já “empossado”, refugou, mesmo com a ESPN flagrando o “acerto” dele com o Ricardo Teixeira no Jóquei Clube do Rio.

“Ricardo Teixeira falou tudo para Muricy, menos quanto ´nós vamos` ganhar por mês”, ouvi de um simplório assessor do atualmente afastado treinador.

Ora, ponderei a ele ao telefone, como no ar, que salário (de R$700 mil!!!) era o de menos diante do que o cargo agregaria de valor à marca internacional de Muricy, além de dezenas e dezenas de contratos publicitários pré-Copa e durante o Mundial.

Ficou no Fluminense, foi mais tarde demitido e perdeu o bonde da história.

Resultado: Mano ganhou o cargo, mas Felipão ficou com tudo: o “contratão”, Copa “fácil” de ganhar em casa, garoto-propaganda de mil marcas, gorda indenização e o “fantástico” e histórico 7 a 1 da Alemanha como doído “troco” que apagou 2002 de seu currículo.

Moral da história: convite da Seleção Brasileira não se recusa, para treinador e jogador.

Seja quem for o presidente de plantão na CBF!

Enquanto ela existir – e já deveria ter acabado – e enquanto Del Nero for presidente – e já deveria ter saído -, não haverá outro caminho ou jeito para um treinador atingir o topo de sua carreira.

E o contrato de Tite, que andou demorando um pouquinho, foi só para que salvaguardas fossem devidamente “datilografadas”.

Nem precisava, ninguém manda no gaúcho Tite, como ninguém manda na baiana Tia Eron.

Força, Tite, e que o Corinthians inove em sua substituição, evitando medalhões e apostando em novidades boas como Fernando Diniz, Argel, Sylvinho ou Eduardo Baptista.

Se chamado mesmo, como Tite, o novato aceitará porque o Corinthians é a Seleção Brasileira dos times, queiram ou não.

OPINE!!!


Tite na seleção: ganhamos um grande treinador e ganhamos ética no futebol brasileiro!
Comentários COMENTE

Milton Neves

titeee

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Fim da novela: Tite aceitou o convite da CBF e é o novo técnico da Seleção Brasileira.

Em entrevista coletiva concedida na tarde desta quarta-feira, Roberto de Andrade, presidente do Corinthians, confirmou a decisão do treinador.

E Tite chega ao posto (teoricamente) mais cobiçado pelos técnicos brasileiros com anos de atraso.

Afinal, ele é o melhor treinador do país há muito tempo!

E além de um profissional muito competente, nós ganhamos também ética no nosso futebol.

Ninguém mais vai empurrar jogador mais ou menos de empresário, ou coisa parecida.

Adenor Leonardo Bacchi jamais aceitaria isso!

Vida longa a Tite no comando técnico da nossa tão maltratada Seleção Brasileira!

E quem se deu mal nessa história toda foi o Corinthians.

Quem será que vai assumir o cargo deixado pelo agora técnico do escrete canarinho?

Oswaldo de Oliveira, Abel Braga e Eduardo Baptista são os nomes mais cotados.

Mas por que não Fernando Diniz, técnico-revelação desta temporada?

BRASILEIRÃO

21h45

Coritiba 2 x 2 Palmeiras

O Palmeiras vencia, até com certa tranquilidade, a equipe do Coritiba no Couto Pereira pelo placar de 2 a 1.

Aí, nos minutos finais, alguns palmeirenses tiveram a “brilhante” ideia de acender sinalizadores nas arquibancadas.

Resultado: a arbitragem paralisou a partida por conta disso, acrescentou seis minutos ao tempo regulamentar e, aos 49 da etapa final… o Coxa empatou!

Como pode, não é mesmo?

Mais um gol contra da torcida do Palmeiras, que já brigou com a do Flamengo em Brasília e acabou encrencando o clube nos tribunais.

Enfim, mesmo somando apenas um ponto, o Verdão se tornou líder do Brasileirão.

Agora só resta secar o Inter, que joga contra o Atlético-MG em Porto Alegre amanha.

Cruzeiro 0 x 1 Flamengo

Xiiiii, Paulo Bento…

Pelo visto, o técnico português não terá vida longa no Cruzeiro, hein?

Afinal, o segundo time de Minas perdeu mais uma, desta vez para o Flamengo, e isso jogando em casa.

E será que a Raposa cai neste ano?

Está perigando, hein?

E o Fla, vai conseguir embalar?

21h

Santos 2 x 0 Sport

O Santos segue muito bem no Brasileirão.

Nesta noite, mais uma vitória do Peixe, desta vez sobre o Sport, no jogo que marcou a volta de Gabgol e de Lucas Lima, que estavam na seleção.

Inclusive, o primeiro gol saiu em uma jogada entre os dois: passe do meia e finalização do atacante.

Já o segundo saiu novamente dos pés de Gabgol, que deu assistência para Vitor Bueno marcar.

Será que a equipe da Baixada vai surpreender neste ano?

Santa Cruz 1 x 0 Figueirense

Após três derrotas seguidas, o Santa Cruz voltou a vencer no Brasileirão.

1 a 0 para cima do Figueirense, jogando em casa.

Será que o Santinha voltará a subir na tabela?

Botafogo 3 x 1 América-MG

E quem disse que o Botafogo está morto?

Nesta rodada, o Fogão conseguiu uma belíssima vitória sobre o América-MG, por 3 a 1, com três gols do jovem Sassá.

Será que o Glorioso vai conseguir escapar da degola?

19h30

São Paulo 2 x 0 Vitória

Às 19h30, em jogo que teve de ser paralisado por conta de um apagão no Morumbi (vergonhoso, hein?), o São Paulo, que está usando o Brasileirão para treinar para a reta final da Libertadores, venceu – e muito bem – o Vitória: 2 a 0.

Gols dos gringos Calleri e Lugano.

Mas, convenhamos, o adversário não era dos mais difíceis, não é mesmo?

Será que o Tricolor está preparado para enfrentar a “pedreira” que é o Atlético Nacional-COL?

Ou o time de Bauza anda meio sem embalo?

Chapecoense 3 x 3 Grêmio

Na Arena Condá, um belíssimo jogo entre Chapecoense e Grêmio.

No final, três gols para cada lado e a igualdade no placar.

O resultado tirou a chance de o Tricolor gaúcho liderar o campeonato.

Aguardemos…

Ponte Preta 3 x 2 Atlético-PR

E a Ponte Preta, que tem seu técnico especulado no Corinthians, conseguiu uma belíssima vitória sobre o Atlético-PR: 3 a 2!

Agora, será que o Timão vai levar Eduardo Baptista para o Itaquerão e atrapalhar a boa campanha da Macaca?

Opine!


Ulisses Costa crava: Tite, com anos de atraso, vai assumir a seleção! E “El Fofón” ainda garante que o Timão vai atrás de Abel Braga. Uma boa?
Comentários COMENTE

Milton Neves

SUBSTIUCAO COPIA

É, meus amigos, a situação de Dunga, que já era difícil, ficou insustentável após a vexatória eliminação da Copa América.

Em reunião marcada para esta terça, os cartolas da CBF, ultimamente tão escondidos – deve ser o frio, né? -, provavelmente colocarão um ponto final na segunda passagem do técnico pela seleção.

E o substituto?

Bom, de acordo com o narrador Ulisses Costa, tudo está certo para que, com anos de atraso, Tite assuma o cargo.

Ainda de acordo com “El Fofón”, o Timão, que é quem vai sair no prejuízo nesta história toda, correrá atrás de… Abel Braga!

Uma boa?

Enfim, mesmo ainda com os cartolas sumidos no comando da CBF, com essa mudança no comando técnico, já dá para começar a enxergar uma luz no fim do túnel para a seleção, não é mesmo?

Opine!


O clássico, a Eurocopa e o Dunga
Comentários COMENTE

Milton Neves

pdt_img_131121

Não comemoremos mesmo os enganosos 7 a 1.

Péssimo resultado porque o placar nos remeteu ao tenebroso Felipão-7 a 1 do Mineirão.

Durante o segundo tempo, diante do coitado do Haiti, logo após o gol deles, implorei três vezes no ar, em quatro rádios Band, ao locutor Dirceu Maravilha que parasse de narrar bola na rede do Brasil com medo do horroroso placar de 7 a 1 que já era forte ameaça.

Dirceu “não me ouviu”, Cláudio Zaidan apoiou “minha tese”, tão copiada no outro dia por aí, e não deu outra.

Foi um o único 7 a 1 a favor sem comemoração e com forte decepção.

Além de tanta óbvia gozação mundial.

No “jogo”, uma moleza para o Brasil.

Tanto que acabei por me lembrar de uma Lei Internacional de Muzambinho-MG: “O facão quando pega moleza corta até com o cabo”.

E vai ter moleza na Eurocopa também.

Isso na primeira fase.

Depois, a partir das oitavas, a coisa fica emocionante porque o mata-mata entrará em campo.

O mata-mata que é o maior craque das competições de futebol.

Já Corinthians e Palmeiras é sempre um mata-mata pela força da rivalidade e da tradição.

E para mim vai dar Palmeiras: 3 a 1.

E o Dunga?

Está mais para mata-mata, morre-morre, sai-sai ou vive-vive?

Incrível, nunca vi Dunga tão calmo, educado, cordato e… desanimado.

Sim, é o que tenho sentido.

Esse novo Dunga virou uma Madre Teresa de Calcutá.

Nem de longe lembra aquele treinador bélico, armado até os dentes contra a imprensa, antes e durante a Copa da África.

À época ele xingava até depois de um bom dia do repórter.

O que houve na mudança do Dunga “nitroglicerínico” de ontem para este Dunga “paz e amor”?

Para mim, como impressão e não como informação, ele já sabe que sairá pós-Copa América.

Só pode ser, porque ele anda triste, desanimado, barba por fazer e respondendo burocraticamente a qualquer pergunta dos repórteres, também desconfortáveis em apertá-lo.

O ex-volante campeão do mundo anda sofrendo no comando da Seleção Brasileira.

Sei lá, mas Dunga hoje é o retrato do conformismo e do “já era” no comando de uma das mais tristes seleções que já tivemos.

Foto: UOL


Deu a lógica, Seleção Brasileira goleia o Haiti e demissão de Dunga é adiada. E viva o 7 a 1!
Comentários COMENTE

Milton Neves

img-dtq-273

Não teve jeito, o Brasil começou o jogo nervoso contra a fraca seleção do Haiti, mas naturalmente os gols surgiram.

Deu a lógica!

Philippe Coutinho (três vezes), Renato Augusto (duas vezes), Gabigol e Lucas Lima marcaram os gols do Brasil, enquanto Marcelin descontou para a fraca seleção do Haiti.

Mas não se engane com a vitória do Brasil, pois o jogo contra o Peru será o mais complicado do grupo, mesmo precisando de apenas um empate para garantir a classificação.

Essa vitória garante a tranquilidade de Dunga no cargo de técnico da seleção por mais alguns dias, mas não vai durar.

O capitão do Tetra foi um grande jogador, mas é fraco como treinador.

Repito, só o Tite pode montar um time a tempo de chegarmos bem para a Copa do Mundo da Rússia!

E não é que o Brasil se vingou do famoso “7 a 1”?

O Brasil é o Haiti da Alemanha!

Opine!