publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Rio 2016

Colômbia erra de modalidade, pratica judô, e Brasil elimina rival em noite de “Apito Amigo” olímpico!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Neymar-Tulio-Ippon-2

O Brasil parece ter enfim, acordado.

Quem diria que o nosso então, apagado capitão, pediria calma aos companheiros e chamaria a responsabilidade para si mais uma vez?

Prova disso, foi o golaço de falta.

Precisava levar uma “surra” de críticas da torcida brasileira, que nessa Olimpíada já garantiu a medalha de ouro?

A bem da verdade, nossa seleção entrou em campo para jogar futebol, enquanto que, os colombianos, judô.

Neymar por exemplo, levou um “ippon” atrás do outro.

Mas se alguém teve culpa em deixar a partida extremamente violenta, esse alguém foi o senhor Cuneyt Cakir.

Árbitro que detém o título de um dos melhores do mundo, não poderia apitar de maneira alguma esse disputado clássico sul-americano.

O homem teimou em tirar o cartão vermelho do bolso. Deve ter esquecido no vestiário…

Deixou também de assinalar pênalti claríssimo para o Brasil, em um toque absurdo de mão do jogador adversário evitando o arremate “canarinho” ao gol.

“Apito Amigo” olímpico!

Definitivamente, a Colômbia praticou todos os esportes, vôlei, salto em distância, boxe, entre outros, menos futebol!

A “catimba” perdurou até o último minuto, porém, foi incrível como o Brasil se comportou bem e conseguiu a classificação.

Porque ainda deu tempo de Luan ampliar o placar, para o delírio de quem compareceu ao Itaquerão.

E você torcedor brasileiro, gostou da Seleção?

Será que com essa boa vitória dá para voltar a sonhar com o inédito ouro?

OPINE!!!


Contra a Dinamarca, o Brasil não fez mais que sua obrigação! Mas, e agora, já podemos voltar a sonhar com o ouro olímpico?
Comentários COMENTE

Milton Neves

neymar jr

Brasil 4 x 0 Dinamarca

Gabriel Jesus “ressuscitou” no terceiro jogo e deixou a sua marca contra a Dinamarca.

Gabigol deu a volta por cima e balançou as redes duas vezes.

Douglas Santos, pouco badalado, colocou seus companheiros na cara do gol “milhares” de vezes.

Luan foi titular e mudou a cara da equipe.

Neymar acordou, foi líder, organizou o time, deu lindas assistências e dava para ver em seu semblante que o craque do Barça estava cheio de vontade no jogo.

E, claro, com tudo isso citado, o resultado não poderia ser diferente: goleada do Brasil sobre a Dinamarca e vaga garantida para a próxima fase das Olimpíadas.

E eu acertei o placar em meu palpite na Rádio Bandeirantes na manhã desta quarta-feira, para desespero de Boechat…

E, não é por nada não, mas a “bronca” que eu dei na molecada na segunda-feira também ajudou, não é mesmo?

Mas, honestamente, o escrete canarinho não fez mais do que a sua obrigação em Salvador.

E ainda está “devendo” ao torcedor brasileiro o bom futebol que economizou nas duas primeiras rodadas, contra a África do Sul e contra o Iraque.

Espero que eles tenham poupado essas boas atuações para a fase final do torneio.

Mas e agora, torcedor?

Tudo mudou?

Já dá para sonhar novamente com o ouro olímpico?

Ou ainda devemos ficar com o pé atrás pelo que aconteceu nos dois primeiros jogos?

Opine!


Neymar deveria copiar Messi em mais uma: seleção não é para mim e “tchau e bença”!
Comentários COMENTE

Milton Neves

neymar olimpiada

Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino – retirada do Portal UOL

Neymar, Neymar, Neymar…

Eu te faço um pedido.

Assista ao VT do jogo de ontem, entre a seleção do Iraque e a “seleção de araque”.

Não precisa procurar o seu futebol, porque você não vai encontrar.

Mas preste bem atenção no seu semblante, Neymar.

Sabe o que você está passando para os torcedores?

Que você está de saco cheio de jogar pela seleção brasileira!

Ora, e se você não quer jogar, vá embora!

Faça como seu ídolo Messi, que sacou que jogar pela seleção não é para ele.

Você foi sacaneado por Dunga em 2010, sim.

Mas de lá para cá, com a amarelinha, você não fez nada.

Pelo lado esquerdo, você está jogando muito menos que o Bozó jogava pelo Guarani nos anos 70.

E um outro apelo: entregue a braçadeira de capitão o quanto antes.

Falando baixo e sem nenhuma pinta de líder, você só está piorando a situação do escrete canarinho.

ASSISTA ABAIXO A MINHA OPINIÃO NO “DIÁRIO DOS JOGOS OLÍMPICOS”, DA BAND, E OPINE:


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>