publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Paulistão

São Paulo falha, deixa vitória escapar e perde a cabeça. Será que Ceni está pronto para ser técnico?
Comentários COMENTE

Milton Neves

Se tivesse corintiano no Morumbi, a chateação seria maior, pois o “Apito” favoreceu o São Paulo.

Mesmo com o domínio do Tricolor, o Timão merecia ter virado o duelo.

E o que parecia fácil, se complicou mais uma vez, na nova falha da zaga são-paulina.

Estava no “papo” a vitória, mas agora ficou evidente de que Rogério Ceni perdeu o tato sobre como posicionar uma defesa.

É difícil entender, como ele, por ter jogado anos observando de perto os zagueiros, não possa por fim nesta deficiência.

Demorou aceitar que para goleiro, o melhor seria preservar Denis e escalar o promissor Renan Ribeiro, já que Sidão chegou e não emplacou.

E se lá atrás as coisas foram mal, o ataque, que estava sendo tão elogiado, passou o clássico em branco.

Foi o suficiente para deixar insatisfeito o torcedor tricolor.

Já são cinco jogos sem vitória e o São Paulo não engrena! Isso prova que o time não tem um padrão, é frágil.

Será que Ceni está realmente preparado para o cargo de treinador?

OPINE!!!


Após saber que o Santos está praticamente classificado, Palmeiras treme e tropeça em casa
Comentários COMENTE

Milton Neves

Líder geral do Paulistão, o Palmeiras recebeu o virtualmente rebaixado Audax em sua arena.

O jogo teria tudo para ser fácil, mas foi só os jogadores do Verdão ficarem sabendo que o Santos bateu o Santo André e está praticamente classificado, que tremerem na base.

Mesmo com um time misto, o Palmeiras não poderia tropeçar frente ao fraco Audax.

Mas eu entendo, afinal não é fácil saber que vai ter que enfrentar o Santos em um futuro confronto.

Vão dizer que o Palmeiras venceu o Peixe na Vila e tudo mais, mas aquele jogo foi treino.

Quando é decisão, o freguês Palmeiras sempre perde para o Santos.

Com o placar de 2 x 2, o time de Osasco está com um pé e meio na Série A2 do ano que vem.

Já o Palmeiras, deve ficar mesmo com o primeiro lugar geral.

Mas abra o olho Verdão, o Peixe vem ai!

Santo André 0 x 1 Santos

O Santos sofreu, mas venceu.

E com a vitória, está 99% classificado.

Azar dos rivais, que sabem que no mata-mata o Peixe é imbatível.

Não é mesmo?

OBS: o Santos já está classificado, já que o Mirassol não pode mais alcança-lo!

Opine!


Mesmo com futebol modorrento e falha de Cássio, Corinthians se livra de derrota em Campinas
Comentários COMENTE

Milton Neves

Que futebol horrível esse do Corinthians, hein?

O Timão foi engolido pela Ponte Preta em Campinas.

A Macaca saiu na frente com uma falha amadora do grande goleiro Cássio.

Mandando no jogo, a Ponte vacilou e o Corinthians achou o gol de empate.

Quanta sorte, hein?

O placar de 1 x 1 é uma grande vitória do Timão!

Em um jogo que o Corinthians mostrou seu verdadeiro futebol, a Ponte foi muito superior.

Parabéns Macaca, vai brigar pelo título.

Mas não tem jeito, na hora da decisão esse “Timinho” não vai longe.

Com esse futebol modorrento,  que vive de sorte, o Corinthians vai lutar para não cair no Brasileirão.

São Bernardo 1 x 4 Santos

Pintou o campeão?

O Santos se recuperou e o não tem mais jeito, o campeão voltou!

Os tropeços até aqui serviram de lição, mas essa goleada sobre o time do ABC serve para mostrar que o Santos é o melhor time do Estado.

Nas fases finais já sabemos como vai ser, né?

Peixe campeão novamente!

Concordam?

Opinem!


Vai cereja na “cobertura”, Ceni? Verdão dá show e vence o São Paulo!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Que Choque-Rei foi esse? O clássico foi fantástico, aconteceu de tudo!

Inclusive, para abrilhantar ainda mais os 3 a 0, Dudu fez questão de relembrar como é bom fazer gol de cobertura no São Paulo.

Que golaço do “camisa 7” palmeirense, não é mesmo?

E que sina é essa de Rogério Ceni, hein? Virou moda!

Além dos inesquecíveis gols de cobertura que levou do Palmeiras quando jogador, agora já tem um na conta um como treinador.

Coitado do são-paulino que imaginou sair vencedor desta partida e acabar enfim, com o incômodo tabu de oito anos sem vencer o rival no Paulistão.

O Alviverde é mil vezes mais time, só demorou engrenar. Creiam!

Já o Tricolor, precisa de muita “sustância”, pois não basta ter o melhor ataque e ser frágil defensivamente.

Falhas acontecem, mas em todas as partidas já é demais! Cadê o técnico?

Mas e você torcedor, o que achou do baile que o Verdão deu no São Paulo?

Audax Osasco 1 x 2 Red Bull Brasil – mesmo fora de casa, o time de Campinas foi superior. Construiu o resultado no primeiro tempo e apenas “cozinhou” o rival na etapa final.

Santo André 1 x 1 Botafogo-SP – o Ramalhão foi melhor no duelo e fazia bem a lição de casa, mas não contava com a bela acordada que o rival deu, sofrendo o empate após uma penalidade.

OPINE!!!


Mirassol coloca o Corinthians pra sambar, que na sorte vence e faz a festa!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Que fase, hein, corintiano?

Teria sido sorte a vitória sobre o Palmeiras?

E contra o Mirassol então?

Porque a equipe do interior jogou de igual pra igual e não merecia a derrota.

O Timão chegou a ser dominado, porém, contou com três falhas da defesa adversária para virar e vencer o duelo.

Injusto? Talvez, já que muitas vezes quem passou apertado foi a defesa alvinegra.

Mas no segundo tempo a forte chuva atrapalhou o Mirassol e dificultou o desempenho do time.

Sendo assim, cai o último invicto do Paulistão.

Essa foi por pouco, não é mesmo, torcedor?

Você acredita que esta vitória fora de casa foi convincente?

E o técnico Carille, agora merece a confiança e apoio da torcida?

Novorizontino 2 x 2 São Paulo

Que vacilada!

Outra vez, o São Paulo deixou a vitória certa escapar no “finzinho” do jogo.

Após fazer 2 a 0, o Tricolor não resistiu a pesada chuva e ao Novorizontino.

E o Denis, hein?

Deu um susto “daqueles” na torcida, mas apesar de sofrer dois gols, fez defesas importantes.

Com mais um péssimo resultado, quanto será que dura a paciência do são-paulino?

Se Rogério Ceni não arrumar essa defesa de uma vez por todas, o prazo de validade de amor com o torcedor pode estar em xeque!

Ponte Preta 1 x 0 São Bernardo – a Macaca fez um primeiro tempo arrasador, mas caiu de produção. É que o Bernô acordou e equilibrou o duelo, mas não evitou a derrota.

OPINE!!!


Borja estreia e Palmeiras goleia. Será que o colombiano vai vingar?
Comentários COMENTE

Milton Neves

Fazia tempo que o Palmeiras não jogava leve e bonito, hein?

Talvez o torcedor não se dê conta, mas a derrota para o Corinthians fez bem ao elenco.

Porque o “conturbado” revés no clássico, serviu para dar ânimos ao Verdão.

Eduardo Baptista, bom treinador, já dava indícios de que balançaria no cargo.

No entanto, diante a Ferroviária, ele provou que é questão de tempo colocar o time nos eixos.

Com certeza os gols de Keno, Michel Bastos e Roger Guedes tiveram o dedo do técnico.

Ainda houve outras tantas oportunidades perdidas, não é mesmo, William?

E o que dizer da penalidade desperdiçada por Alan Mineiro?

Fernando Prass defendeu “à la Rogério Ceni” e assim não pode!

Acertou o árbitro em anular a cobrança! Prass adiantou tanto, que quase “beijou” o atacante rival.

Mas isso não interferiu no resultado e nem na estreia do badalado Borja.

A “sensação” colombiana deixou o dele e brilhou.

E você torcedor, gostou da estreia do melhor centroavante das Américas?

Santos 2 x 0 Botafogo-SP

Eu sabia… O Santos só teve uma “quedinha” de rendimento.

Ganhar sempre, às vezes cansa. E perder faz parte, você aprende com os erros.

Infelizmente, a vítima para a reabilitação foi o Botafogo-SP.

E mesmo com a estreia do bom Bruno Henrique, o Peixe não conseguiu ter o domínio do jogo.

A vitória foi construída com a aguçada tática de Dorival Júnior e os gols de bola parada salvaram o Alvinegro.

Osasco Audax 3 x 0 Ituano – o fator casa valeu para o Audax, que dominou o duelo e conseguiu furar a forte retranca do time de Itu.

São Bento 1 x 0 Red Bull Brasil – a partida sem graça e morna tinha tudo para terminar empatada, a não ser pelo gol salvador do São Bento nos acréscimos.

Santo André 0 x 2 Linense – o Ramalhão vacilou, desperdiçou algumas chances e o time de Lins aproveitou as falhas do rival para vencer fora de casa.

OPINE!!!


“Máquina Tricolor” goleia Ponte Preta e vira forte candidata ao título; Palmeiras vacila, perde e dá vexame em jogo de estreias!
Comentários COMENTE

Milton Neves

1 Ceni

A Ponte Preta quase estragou a festa são-paulina dentro do caloroso Morumbi.

E seria um belo presente de grego a Rogério Ceni, não é mesmo?

Após o vexame diante o Audax, perder em casa seria uma verdadeira tragédia.

Embora Sidão tenha falhado no primeiro gol, e feio, o Tricolor jogou demais!

E bem diferente do apático “São Paulo 2016”, este “São Paulo versão 2017” mostrou muito empenho, técnica e principalmente, muita raça.

Cueva, o novo maestro dono da “camisa 10”, acabou com o jogo!

Mas convenhamos, apesar de um ou dois erros, os comandados de Ceni foram ótimos.

Gilberto, que marcou três gols no 5 a 2, agora cai nas graças da torcida.

Pobre Macaca… Levou a virada ainda no primeiro tempo e no segundo, uma “senhora” goleada.

Agora eu lhe pergunto, querido torcedor:

Se sem Lucas Pratto e Jucilei o São Paulo jogou de forma arrasadora, quem é que vai encarar essa “Máquina Tricolor”?

Ituano 1 x 0 Palmeiras

O que é que aconteceu com Verdão, hein? Tremeram ou vacilaram?

Justo no jogo de estreia do badalado Guerra e da sensação Keno?

A bem da verdade, é que o Ituano tomou conta da partida e venceu o rival com propriedade.

Poderia ter sido muito mais, porém, o time de Itu abusou dos erros em chances de gol.

Já o Palmeiras, se mostrou nervoso e sem poder de reação.

Será que o elenco, devido as tantas contratações, ainda não entrosou?

Ou o bom Eduardo Batista não está sabendo lidar com o atual Campeão Brasileiro?

São Bernardo 2 x 1 São Bento

Mesmo dominado a maior parte do duelo, o São Bernardo resistiu a forte pressão e bateu o São Bento.

O Bernô contou com o experiente Edno, o “PelÉdno”, que marcou no finzinho do jogo.

OPINE!!!


O pênalti do André: culpa do Tite!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Andre-Foto-UOLFoto: UOL

Maracanã, dia 16 de novembro de 1963!

O jogo estava em 0 a 0 entre Santos e Milan.

Era a “negra” da maior decisão de todos os Mundiais de Clubes.

Maior, disparada!

Em Milão deu Milan 4 a 2 com o árbitro anulando um gol legal de Coutinho quando estava só 3 a 2 para o time italiano.

“Era 3 a 3 e anularam o gol mais bonito que fiz em minha vida. Foi de puxeta, quase uma bicicleta”, contou-me outro dia o maior 9 da história na Rádio Bandeirantes.

E completou: “Foi igualzinho aquele gol legal da Espanha em 1962 contra nós na Copa do Chile. O gol deles foi supernormal. Eu era do elenco e estava lá no Estádio Nacional e vi claramente. O Brasil teria sido eliminado”.

Estão vendo como foi sim o Santos o grande prejudicado naquela épica decisão de três jogos contra a seleção do Milan?

Pois no Maracanã, na terceira partida, só se fala que o árbitro Juan Brozzi ajudou o Santos e inventou aquele pênalti do saudoso Maldini no igualmente falecido Almir Pernambuquinho.

Ora, o líbero italiano, pai do grande Paolo Maldini, com a perna no alto, quase arrancou a cabeça de Almir na área e o pênalti escandaloso teve precisa marcação!

Mas o mais importante de tudo foi a cobrança da chamada penalidade máxima.

Foi algo emblemático que treinadores e batedores de pênalti de hoje ainda não sacaram.

No gol estava Barluzzi, o terceiro goleiro italiano.

O primeiro, Ghezzi, já falecido, foi sacado pelo técnico Luis Carniglia após os 4 a 2 de virada e os dois canhões de Pepe.

O segundo, Balzarini, Almir quebrou numa dividida e foi substituído.

O próprio Barluzzi, o terceiro, também foi “chargeado” pelo irrequieto Almir e jogou o resto da decisão com uma atadura branca amarrada na cabeça.

Mas vamos à cobrança do pênalti com “200 milhões” de torcedores no Maracanã e TV em branco e preto pela TV Tupi, Canal 4.

Leia e aprenda, André!

Leiam e aprendam, treinadores!

Leiam e aprendam, batedores de pênaltis!

Leiam e tenham remorso todos vocês que tanto bateram pênaltis no maior adiantador do mundo, o Rogério Ceni.

Sabem o que fez o lateral Dalmo ao correr para a bola e chutar contra a meta italiana?

Simplesmente correu e… refugou!

Isso mesmo, refugou, “pulando” a bola!

É que o goleiro Barluzzi deu escandalosa adiantada e Dalmo, malandro, inteligente e experiente, não encostou na bola e sinalizou a infração ao árbitro.

Nascia ali o “rogerioceniamento do pênalti”.

E depois da “admoestação” de Juan Brozzi, na segunda cobrança, Barluzzi ficou quietinho no gol pisando na risca, Dalmo correu, bateu e converteu, mas com o italiano quase pegando, encostando na bola.

Moral da história, senhores Tite, Dunga, Dorival, Fernando Diniz, Guardiola, Cuca, Mourinho e Simeone: treinem, sim, cobranças de pênaltis, mas instruam seus cobradores que, se o goleiro muito se adiantar, basta refugar.

E cobrar de novo com o goleiro já “veiaco” que não poderá mais uma vez “rogerioceniar”.

É o que deveria ter feito o assustado corintiano André na última quarta-feira contra o Nacional.

Ele deu uma ridícula “paradona”, o goleirão Conde se adiantou “um quilometro” e André atrasou a bola para o uruguaio no canto errado porque olhava para o chão.

Aí, o Timão fez a quina sendo eliminado pela quinta vez em seu belo estádio, a Arena de maior pé frio do mundo!

Alô, Dalmo, aí no céu, desça e venha ensinar a esses batedores inseguros que pênalti não é um bicho de 1.910 cabeças.

Basta treinar, ter tranquilidade e saber que o goleiro tem só 0,87% de chances de defender.

Sem se adiantar, viu Tite?

OPINE!!!


Santos arranca empate em Osasco e coloca uma mão na taça do Paulistão
Comentários COMENTE

Milton Neves

1

Essa história do clube pequeno surpreender é muito bonita e tudo mais, mas no fim a camisa do Gigante pesa e faz a diferença.

No primeiro jogo da final do Paulistão, o Santos arrancou um empate contra o modesto Audax e gora leva a decisão para a Vila mais famosa do mundo.

Na Vila, onde o Santos é imbatível, o Audax tem pouquíssimas chances de ficar com a taça.

O trabalho do técnico Fernando Diniz e seus comandados é maravilhoso, pois quando um time pequeno chega forte desta forma, chama a atenção dos amantes da bola.

O Audax jogou com coragem durante todo o torneio, mas pegou o Santos na final e não tem jeito.

A equipe de Osasco saiu na frente com Maike, mas Ronaldo Mendes empatou a partida.

Santos (quase campeão) e Audax (vice) estão de parabéns pelo futebol arte apresentado.

Precisamos de mais toque de bola desta forma, para deixarmos de ser a terra do 7 a 1.

Campeonatos pelo Brasil:

Mineiro: América  2 x 1 Atlético; o Galo Mais Lindo do Mundo tropeçou, mas vai dar a volta por cima no segundo jogo.

Carioca: Botafogo 0 x 1 Vasco; O Gigante da Colina mostra que time grande não tem divisão.

Gaúcho: Juventude 0 x 1 Internacional; Jogo apertado. A decisão fica para semana que vem.

Paranaense: Atlético 3 x 0 Coritiba; Zebra, mas semana que vem o Coxa vai reverter o placar.

Baiano: Vitória 2 x Bahia; Outra zebra. Mas o placar será revertido tranquilamente.

Catarinense: Chapecoense 1 x 0 Joinville; Com a vitória, o time da terra da linguiça deve ficar com o título.

Copa do Nordeste: Campinense 1 x 1 Santa Cruz; Após vencer o primeiro jogo, o Santinha segurou o empate e ficou com o título.

O Santa Cruz é maravilhoso e vai dar muito trabalho no Brasileirão.


Caiu em Itaquera, já era! Mas antes, avisem o “Audax de Munique”! Time de Osasco mostra quem é o verdadeiro grande e elimina o Corinthians!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Corinthians (1) 2 x 2 (4) Audax Osasco

Independente se seria ou não os reservas do Corinthians que estariam em campo contra o Audax, seria uma equipe fortíssima.

Ou você ainda discorda que o técnico Tite, tem apenas um time titular?

A verdade é que o Alvinegro estudou e muito o rival de Osasco, justamente porque o São Paulo não fez isso e caiu de quatro na terra de Ricardo Capriotti.

Aliás, vai ser difícil esquecer essa, hein, Tricolor?

E para quem esperou por esse embate, intitulado por especialistas como Mauro Beting, de o “duelo dos táticos”, assistiu o Timão pressionar e ser pressionado.

Porém, bastou apenas um ataque bem feito para o Audax estufar as redes do goleiro Cássio, que via apreensivo as “lambanças” do seu colega adversário.

Mas se por um lado Sidão passava apreensão em boa parte da torcida, mais apreensivo estava os corintianos que viram a bola insistir em não entrar.

Já o empate, só veio mesmo no segundo tempo com o artilheiro dos gols fáceis, André. Este, que se redimiu dos muitos erros que cometeu ainda na primeira etapa.

E precisou levar um gol pra acordar, não é mesmo, Audax?

A equipe do ótimo Fernando Diniz acabou se soltando e repetiu o tom gol, ou seja, outro golaço na Arena.

No entanto, André despertou de sono profundo, anotou mais um e levou a partida para as penalidades que o Audax persistiu em não disputar, muito diferente do Timão.

Que vergonha! Abdicou de jogar igual a time pequeno.

Aí meu amigo, fez quem estava mais bem preparado e classificou o melhor!

O Audax converteu todos os pênaltis e o Corinthians não.

Parabéns, “Audax de Munique”, e viva Osasco!

Outras decisões de estaduais:

Atlético-MG 2 x 0 URT (Camp. Mineiro)

São José 0 x 1 Internacional (Camp. Gaúcho)

OPINE!!!