publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Paulistão

“Máquina Tricolor” goleia Ponte Preta e vira forte candidata ao título; Palmeiras vacila, perde e dá vexame em jogo de estreias!
Comentários COMENTE

Milton Neves

1 Ceni

A Ponte Preta quase estragou a festa são-paulina dentro do caloroso Morumbi.

E seria um belo presente de grego a Rogério Ceni, não é mesmo?

Após o vexame diante o Audax, perder em casa seria uma verdadeira tragédia.

Embora Sidão tenha falhado no primeiro gol, e feio, o Tricolor jogou demais!

E bem diferente do apático “São Paulo 2016”, este “São Paulo versão 2017” mostrou muito empenho, técnica e principalmente, muita raça.

Cueva, o novo maestro dono da “camisa 10”, acabou com o jogo!

Mas convenhamos, apesar de um ou dois erros, os comandados de Ceni foram ótimos.

Gilberto, que marcou três gols no 5 a 2, agora cai nas graças da torcida.

Pobre Macaca… Levou a virada ainda no primeiro tempo e no segundo, uma “senhora” goleada.

Agora eu lhe pergunto, querido torcedor:

Se sem Lucas Pratto e Jucilei o São Paulo jogou de forma arrasadora, quem é que vai encarar essa “Máquina Tricolor”?

Ituano 1 x 0 Palmeiras

O que é que aconteceu com Verdão, hein? Tremeram ou vacilaram?

Justo no jogo de estreia do badalado Guerra e da sensação Keno?

A bem da verdade, é que o Ituano tomou conta da partida e venceu o rival com propriedade.

Poderia ter sido muito mais, porém, o time de Itu abusou dos erros em chances de gol.

Já o Palmeiras, se mostrou nervoso e sem poder de reação.

Será que o elenco, devido as tantas contratações, ainda não entrosou?

Ou o bom Eduardo Batista não está sabendo lidar com o atual Campeão Brasileiro?

São Bernardo 2 x 1 São Bento

Mesmo dominado a maior parte do duelo, o São Bernardo resistiu a forte pressão e bateu o São Bento.

O Bernô contou com o experiente Edno, o “PelÉdno”, que marcou no finzinho do jogo.

OPINE!!!


O pênalti do André: culpa do Tite!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Andre-Foto-UOLFoto: UOL

Maracanã, dia 16 de novembro de 1963!

O jogo estava em 0 a 0 entre Santos e Milan.

Era a “negra” da maior decisão de todos os Mundiais de Clubes.

Maior, disparada!

Em Milão deu Milan 4 a 2 com o árbitro anulando um gol legal de Coutinho quando estava só 3 a 2 para o time italiano.

“Era 3 a 3 e anularam o gol mais bonito que fiz em minha vida. Foi de puxeta, quase uma bicicleta”, contou-me outro dia o maior 9 da história na Rádio Bandeirantes.

E completou: “Foi igualzinho aquele gol legal da Espanha em 1962 contra nós na Copa do Chile. O gol deles foi supernormal. Eu era do elenco e estava lá no Estádio Nacional e vi claramente. O Brasil teria sido eliminado”.

Estão vendo como foi sim o Santos o grande prejudicado naquela épica decisão de três jogos contra a seleção do Milan?

Pois no Maracanã, na terceira partida, só se fala que o árbitro Juan Brozzi ajudou o Santos e inventou aquele pênalti do saudoso Maldini no igualmente falecido Almir Pernambuquinho.

Ora, o líbero italiano, pai do grande Paolo Maldini, com a perna no alto, quase arrancou a cabeça de Almir na área e o pênalti escandaloso teve precisa marcação!

Mas o mais importante de tudo foi a cobrança da chamada penalidade máxima.

Foi algo emblemático que treinadores e batedores de pênalti de hoje ainda não sacaram.

No gol estava Barluzzi, o terceiro goleiro italiano.

O primeiro, Ghezzi, já falecido, foi sacado pelo técnico Luis Carniglia após os 4 a 2 de virada e os dois canhões de Pepe.

O segundo, Balzarini, Almir quebrou numa dividida e foi substituído.

O próprio Barluzzi, o terceiro, também foi “chargeado” pelo irrequieto Almir e jogou o resto da decisão com uma atadura branca amarrada na cabeça.

Mas vamos à cobrança do pênalti com “200 milhões” de torcedores no Maracanã e TV em branco e preto pela TV Tupi, Canal 4.

Leia e aprenda, André!

Leiam e aprendam, treinadores!

Leiam e aprendam, batedores de pênaltis!

Leiam e tenham remorso todos vocês que tanto bateram pênaltis no maior adiantador do mundo, o Rogério Ceni.

Sabem o que fez o lateral Dalmo ao correr para a bola e chutar contra a meta italiana?

Simplesmente correu e… refugou!

Isso mesmo, refugou, “pulando” a bola!

É que o goleiro Barluzzi deu escandalosa adiantada e Dalmo, malandro, inteligente e experiente, não encostou na bola e sinalizou a infração ao árbitro.

Nascia ali o “rogerioceniamento do pênalti”.

E depois da “admoestação” de Juan Brozzi, na segunda cobrança, Barluzzi ficou quietinho no gol pisando na risca, Dalmo correu, bateu e converteu, mas com o italiano quase pegando, encostando na bola.

Moral da história, senhores Tite, Dunga, Dorival, Fernando Diniz, Guardiola, Cuca, Mourinho e Simeone: treinem, sim, cobranças de pênaltis, mas instruam seus cobradores que, se o goleiro muito se adiantar, basta refugar.

E cobrar de novo com o goleiro já “veiaco” que não poderá mais uma vez “rogerioceniar”.

É o que deveria ter feito o assustado corintiano André na última quarta-feira contra o Nacional.

Ele deu uma ridícula “paradona”, o goleirão Conde se adiantou “um quilometro” e André atrasou a bola para o uruguaio no canto errado porque olhava para o chão.

Aí, o Timão fez a quina sendo eliminado pela quinta vez em seu belo estádio, a Arena de maior pé frio do mundo!

Alô, Dalmo, aí no céu, desça e venha ensinar a esses batedores inseguros que pênalti não é um bicho de 1.910 cabeças.

Basta treinar, ter tranquilidade e saber que o goleiro tem só 0,87% de chances de defender.

Sem se adiantar, viu Tite?

OPINE!!!


Santos arranca empate em Osasco e coloca uma mão na taça do Paulistão
Comentários COMENTE

Milton Neves

1

Essa história do clube pequeno surpreender é muito bonita e tudo mais, mas no fim a camisa do Gigante pesa e faz a diferença.

No primeiro jogo da final do Paulistão, o Santos arrancou um empate contra o modesto Audax e gora leva a decisão para a Vila mais famosa do mundo.

Na Vila, onde o Santos é imbatível, o Audax tem pouquíssimas chances de ficar com a taça.

O trabalho do técnico Fernando Diniz e seus comandados é maravilhoso, pois quando um time pequeno chega forte desta forma, chama a atenção dos amantes da bola.

O Audax jogou com coragem durante todo o torneio, mas pegou o Santos na final e não tem jeito.

A equipe de Osasco saiu na frente com Maike, mas Ronaldo Mendes empatou a partida.

Santos (quase campeão) e Audax (vice) estão de parabéns pelo futebol arte apresentado.

Precisamos de mais toque de bola desta forma, para deixarmos de ser a terra do 7 a 1.

Campeonatos pelo Brasil:

Mineiro: América  2 x 1 Atlético; o Galo Mais Lindo do Mundo tropeçou, mas vai dar a volta por cima no segundo jogo.

Carioca: Botafogo 0 x 1 Vasco; O Gigante da Colina mostra que time grande não tem divisão.

Gaúcho: Juventude 0 x 1 Internacional; Jogo apertado. A decisão fica para semana que vem.

Paranaense: Atlético 3 x 0 Coritiba; Zebra, mas semana que vem o Coxa vai reverter o placar.

Baiano: Vitória 2 x Bahia; Outra zebra. Mas o placar será revertido tranquilamente.

Catarinense: Chapecoense 1 x 0 Joinville; Com a vitória, o time da terra da linguiça deve ficar com o título.

Copa do Nordeste: Campinense 1 x 1 Santa Cruz; Após vencer o primeiro jogo, o Santinha segurou o empate e ficou com o título.

O Santa Cruz é maravilhoso e vai dar muito trabalho no Brasileirão.


Caiu em Itaquera, já era! Mas antes, avisem o “Audax de Munique”! Time de Osasco mostra quem é o verdadeiro grande e elimina o Corinthians!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Corinthians (1) 2 x 2 (4) Audax Osasco

Independente se seria ou não os reservas do Corinthians que estariam em campo contra o Audax, seria uma equipe fortíssima.

Ou você ainda discorda que o técnico Tite, tem apenas um time titular?

A verdade é que o Alvinegro estudou e muito o rival de Osasco, justamente porque o São Paulo não fez isso e caiu de quatro na terra de Ricardo Capriotti.

Aliás, vai ser difícil esquecer essa, hein, Tricolor?

E para quem esperou por esse embate, intitulado por especialistas como Mauro Beting, de o “duelo dos táticos”, assistiu o Timão pressionar e ser pressionado.

Porém, bastou apenas um ataque bem feito para o Audax estufar as redes do goleiro Cássio, que via apreensivo as “lambanças” do seu colega adversário.

Mas se por um lado Sidão passava apreensão em boa parte da torcida, mais apreensivo estava os corintianos que viram a bola insistir em não entrar.

Já o empate, só veio mesmo no segundo tempo com o artilheiro dos gols fáceis, André. Este, que se redimiu dos muitos erros que cometeu ainda na primeira etapa.

E precisou levar um gol pra acordar, não é mesmo, Audax?

A equipe do ótimo Fernando Diniz acabou se soltando e repetiu o tom gol, ou seja, outro golaço na Arena.

No entanto, André despertou de sono profundo, anotou mais um e levou a partida para as penalidades que o Audax persistiu em não disputar, muito diferente do Timão.

Que vergonha! Abdicou de jogar igual a time pequeno.

Aí meu amigo, fez quem estava mais bem preparado e classificou o melhor!

O Audax converteu todos os pênaltis e o Corinthians não.

Parabéns, “Audax de Munique”, e viva Osasco!

Outras decisões de estaduais:

Atlético-MG 2 x 0 URT (Camp. Mineiro)

São José 0 x 1 Internacional (Camp. Gaúcho)

OPINE!!!


Tite é o cara, Cielo já era e Denis também
Comentários COMENTE

Milton Neves

bFoto: Flavio Florido/UOL

Sabem aquela “novíssima” máxima segundo a qual fulano consertou o avião em pleno voo?

É o caso do comandante Tite que pilota Teco Teco, Pilatus, Boeing, Fokker ou Airbus.

Já consertou o avião do Corinthians mesmo sem as turbinas que foram voar na China.

E, exageros à parte ou não, entendo que o “Águia de Haia dos Pampas” já virou titular do “Quarteto de Ouro” dos treinadores do mundo.

Guardiola, Tite, Simeone e Mourinho.

Escolha você a ordem.

Só que o Guardiola, de quem se esperava mais no Bayern, vai para o Manchester City e já entregou a relação dos craques que ele pretende que o milionário clube inglês contrate.

Ele quer “só” jogadores tipo Banks; Carlos Alberto Torres, Figueroa, Roberto Dias e Marinho Chagas; Beckenbauer, Cruyff e Ademir da Guia; Garrincha, Pelé e Maradona (ou Messi).

Ora, Guardiola, com os jogadores dos seus sonhos, você torna-se dispensável.

No caso, aí, é só colocar como técnico do City Lula Pereira, Jair Picerni, Péricles Chamusca, Roberto Cavalo, Celso Roth, Joel Santana ou Lazaroni que o sucesso estaria garantido do mesmo jeito.

Jeito que Cielo não deu na piscina, na Olimpíada e em sua carreira, brilhante.

Eliminado de tudo, fez a alegria de Popov, o russo que é o maior crítico do brasileiro.

E faz tempo.

“Aquele doping comprovado deveria ter afastado o brasileiro por dois anos e cassado todos os seus recordes e medalhas”, diz, irado, o também ex-campeão Alexander Popov.

E acrescenta: “É o único caso de doping em que se encobriu a verdade. Foi pior para Cielo porque, sem ajuda extra, ele nunca mais foi o mesmo”.

Rivalidade à parte, não mentiu Popov.

Uma pena, para o nosso “Guga das Piscinas”.

Mas seu auge nos deu filhotes tão bons que acabaram por eliminar o moço de Santa Bárbara d´Oeste.

Ao contrário de outros fenômenos esportivos isolados do Brasil.

Eder Jofre, Maria Esther Bueno, a dupla Adhemar Ferreira da Silva e João Pulo e Guga não tiveram seguidores à altura.

Altura que não foi páreo para o São Paulo ser eliminado da Libertadores.

Jogando com dois pulmões contra 10 pulmões do The Strongest, o Tricolor de Maicon saiu classificado de La Paz, apesar do Denis.

Bom sujeito, panca de bom goleiro, altura de bom goleiro e sem carisma de bom goleiro, virou chacota e se tornou o único jogador inexperiente da história mesmo aos 28 anos.

“Culpa” de Rogério Ceni.

E parabéns ao Maicon, que virou herói pelas defesas fáceis, mas difíceis para um “jogador de linha”.

Foi assim tamém com Pelé em 1963 no Pacaembu contra o Grêmio na decisão da Taça Brasil.

Com Gylmar expulso, uma raridade, o Rei foi para o gol e o Santos ganhou por 4 a 3, virando lenda a sua “mágica atuação”.

Nada disso, foram defesinhas também, como em toda lenda, houve exagero.

“O goleiro Pelé pegou três pênaltis e fez oito milagres cara a cara com Alcindo, Joãozinho e Sérgio Lopes”, jura o repórter gaúcho Alexandre Praetzel.

O mesmo Praetzel que garante que o Audax será campeão paulista de 2016.

Nada disso, o campeão será o Santos em final com seu freguês Corinthians.

E como tem freguês na Espanha, hein?

O claudicante Barcelona vinha perdendo todas, mas teve o morto-vivo La Coruña pela frente, fez 8 a 0 e será o campeão espanhol 2015-2016 ganhando seus últimos quatro jogos contra quatro galinhas mortas.

Na Espanha é assim: temos dois timaços nota 9.17, dois bons nota 7.87 e 16 mortos-vivos.

Pelé, com 25 anos, jogasse lá, faria uns 700 gols por ano.

Certo, triste Neymar?

Se eu fosse você iria para a Inglaterra em contrato trilionário.

Para a alegria de seu pai.

Aproveite, Neymar, porque já tem gente dizendo que você é só um Robinho melhorado.

Eu não acho, não.

Mas, veremos!

Não é, Cielo?

Certo, Denis?

Correto, Tite?

E vá logo para a Seleção e pare de ensebar.

OPINE!!!


São Paulo passa vergonha em Osasco e está eliminado do Paulistão
Comentários COMENTE

Milton Neves

post

Com o time visivelmente cansado, o São Paulo encarou o Audax em Osasco e foi humilhado.

O Audax foi melhor o jogo inteiro, mesmo quando o Tricolor “achou” um gol e venceu por 4 x 1.

Como pode o time jogar tanto contra o River, atual campeão da América, e entrar em campo totalmente desanimado frente ao modesto Audax?

Cuidado Bauza, se não conseguir a classificação na Libertadores, a torcida vai pedir seu impeachment.

Calleri até deixou sua marca, mas a defesa foi fraca e o Tricolor não passou das quartas de final do Paulistão.

Denis não foi totalmente culpado pela derrota, mas poderia ser mais firme.

Infelizmente, o goleiro do Tricolor não tem panca para amedrontar seus adversários.

O São Paulo oscila muito de um jogo para outro.

Se perder para o fraco time do The Strongest, o clube paulista vai ter “férias” por quase um mês.


Corinthians inaugura o tão esperado mata-mata com goleada sobre o Toro Loko
Comentários COMENTE

Milton Neves

13014861_974003282677979_253298738_n

Corinthians 4 x 0 Red Bull Brasil

Corinthians e Red Bull abriram (enfim!), o mata-mata, que nada mais é do que o início, de fato, do Campeonato Paulista.

Sob olhares atentos do novo e competente reforço Marquinhos Gabriel, que prestigiou as arquibancadas do meu querido Itaquerão, o Corinthians não demorou para domar o Toro Loko.

Com um belíssimo voleio de Giovanni Augusto, os comandados de Tite abriram o placar.

Foi o primeiro gol do meia no estádio atuando pelo Corinthians, ele que há quase dois anos fez o tento inaugural da arena, pelo Figueirense.

Em falta cobrada pelo time campineiro, Anderson Marques chegou a empatar a partida, mas o árbitro Luiz Flávio de Oliveira acertou ao anular o gol.

Acerto que não foi repetido três minutos depois, quando o atacante André ampliou a conta para o Corinthians em um gol com duplo impedimento. Ou estou errado?

Daí para frente o jogo foi de um time só.

Dois gols na etapa final fecharam a conta para os donos da casa que, mesmo sem craques, voltam a mostrar o futebol que fez com que a equipe vencesse o último Brasileirão com sobras.

Pintou o campeão?

O time de Tite manterá o desempenho contra os rivais?

É favorito também ao título da Libertadores?

Santos 2 x 0 São Bento

Jogando contra o clube do interior com melhor campanha no Paulistão, o Santos não demorou para se impor e definir o jogo.

Com dois gols do ótimo Vitor Bueno, meu Peixe se classificou à oitava semifinal consecutiva no Paulistão.

O São Bento, mesmo eliminado, fez um bom segundo tempo e por pouco não deixou a Vila Belmiro com um golzinho no placar.

Será que o Santos chega de novo à final?

Terá chances de bater novamente o Corinthians de Tite?

Opine!


São Paulo passa sufoco, mas vence o Oeste. Trujillanos-VEN deve ser o próximo teste cardíaco para o Tricolor, que deve deixar a Libertadores!
Comentários COMENTE

Milton Neves

post-SP

Se algum torcedor do São Paulo disser que a má fase no clube poderia ser devido a ausência do Morumbi, ele tinha razão.

Na volta à casa tricolor, o time não encantou e esteve perto de decepcionar a pouca torcida que compareceu ao estádio.

Aliás, que vergonha vem dando o São Paulo neste Paulistão com o fraco público, hein?

Até a Esportiva de Guaxupé e o Muzambinho colocam mais torcida em seus estádios.

E contra o Oeste, time que lutava contra o rebaixamento, foi outro sufoco!

Apesar de permanecer mais com bola, o São Paulo não fazia questão de finalizar.

Era uma apatia só…

E o mais engraçado, é que Paulo Henrique Ganso resolveu jogar bola e vem fazendo ótimas partidas. Contra a equipe de Itápolis não foi diferente!

Essas atuações decisivas do “camisa 10”, seriam pelo fato da diretoria ter tido o interesse em antecipar a renovação do contrato?

A bem da verdade, não adianta só o Ganso mostrar futebol.

Após o tento sofrido, o São Paulo empatou meio que sem querer com Hudson. Pura sorte!

Mas o que dizer da penalidade perdida por Maicon?

“Ô, Maicon, vai tomar banho lá soda, sô”!

Zagueiro batedor de pênalti tem que enfiar o pé na bola e colocar até o goleiro para o fundo das redes.

Mas de tanto querer marcar seu primeiro gol pelo Tricolor, não é que o Maicon deixou dele? Com a virada, o Oeste acabou rebaixado e o São Paulo classificado.

Mas e você são-paulino, gostou dessa vitória suada do São Paulo?

O técnico Edgardo Bauza ainda merece estar no comando do time?

Ainda pelo Paulistão:

A Ponte Preta complicou a vida do Palmeiras, ao bater o Água Santa por 7 a 2.

Com o resultado, a Macaca assumiu a liderança do Grupo B. Já o Verdão, precisa vencer a todo custo o rival Corinthians.

E pela manhã, outro que se deu bem foi o Audax. O time de Osasco fez a lição de casa ao vencer o São Bento por 2 a 1 e garantir a classificação para a próxima fase do torneio.

Opine!!!


Empate sofrido diante do “poderoso” Linense comprova que o São Paulo não vai para frente com Bauza!
Comentários COMENTE

Milton Neves

ate em

Linense 1 x 1 São Paulo

A crise no Palmeiras está tão feia que a imprensa paulista tem reservado grande parte de seu tempo para informar sobre o que acontece nos bastidores do Verdão.

Mas, olha só, a coisa no São Paulo não está muito diferente, não!

E se alguém tinha dúvida, o jogo de hoje, diante do Linense, comprovou que o Tricolor não vai mesmo para frente com o argentino Edgardo Bauza.

O clube do Morumbi sofreu – e muito – para empatar com a equipe interiorana.

O gol que garantiu a igualdade só saiu no último lance do jogo, com Kelvin.

Um absurdo, não acham?

E Michel Bastos, tão perseguido pela torcida, ainda perdeu um pênalti no primeiro tempo do duelo.

Assim fica difícil a situação dele no Morumbi, não é mesmo?

Mas e então, você acha que Bauza deve permanecer no São Paulo?

Ou já passou da hora de ele arrumar as malas e voltar para a Argentina?

Opine!


Felipe marca e Corinthians vence o Ituano. Alô CBF, chamem o Tite para nos salvar!
Comentários COMENTE

Milton Neves

foto

Hoje o Corinthians venceu mais uma vez pelo elástico placar de 1 x 0 e mostrou sua regularidade.

Tite, o craque do time, construiu um Corinthians seguro e vitorioso.

Felipe, convocado para a seleção, marcou o único gol da partida.

Segurança é uma qualidade que falta ao time do técnico do Dunga.

Para chegar à Seleção Brasileira é preciso estar em um bom momento, ter sorte, habilidade e principalmente talento.

Essa tese vale para jogadores e treinadores de futebol.

O gaúcho Tite está em boa fase desde 2011 e merece uma chance no comando da seleção.

Nosso time pentacampeão está sem confiança e tática.

Corremos o risco de ficar fora da Copa de 2018.

Alô CBF, abram os olhos e chamem o Tite para nos salvar!

Volta Redonda 1 x 0 Flamengo:

O time carioca perdeu mais uma vez e a torcida está sem paciência.

Com a contratação de Muricy e de jogadores importantes, o Mengão está devendo futebol.

Foto: UOL