publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : mercado da bola

“Espanholização” nas cotas de TV assusta futebol brasileiro!
Comentários COMENTE

Milton Neves

brasil-espanha-bandeiras-650x206
Por Ednilson Valia, fale com o Jornalista clicando  Aqui    ou não twitter:  
@ eddycalabres

 No dia 18 de abril de 2014, o diretor de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, mostrou-se indignado com as cotas que a Rede Globo pagará a partir de 2016 aos times com o maior número de torcedores no Brasil, respectivamente Flamengo e Corinthians, cerca de R$ 170 milhões por ano, enquanto o Tricolor do Morumbi receberá “apenas” R$ 110 mi, o terceiro maior valor.

“Vai ser um massacre, um domínio total. Se o Flamengo e o Corinthians forem bem dirigidos, não vai sobrar nada para os outros clubes”, afirmou o inconformado  dirigente Gil Guerreiro ao jornalista Luis Augusto Simon.

“Espanhanholização” é o termo cunhado pelo especialista em marketing  esportivo Amir Somoggi e que após a implosão do “Clubes dos 13” ganhou força entre os times nacionais que passaram a negociar os seus próprios contratos com a detentora dos direitos televisivos – “Rede Globo”- que segundo o site Futebol Business pagou pelo triênio 2012 -2015, R$ 2,7 bi pelas partidas da série A, no canal aberto e nos fechados, sem contar o pay-per-view.

Entre 2016 e 2019, a Globo pagará R$ 4,11 bi no total, e Timão e Fla passarão a receber R$ 60 milhões a mais que os são-paulinos por ano, não contando os recebimentos do “pague para ver”, uma diferença que pode significar os salários do departamento de futebol por 12 meses.

Abaixo, os valores pagos pela TV Globo aos times de futebol a partir de 2016

 

Times R$ milhões/ano
 Flamengo R$ 170
 Corinthians R$ 170
 São Paulo R$ 110
 Vasco R$ 100
 Palmeiras R$ 100
 Santos R$ 80
 Cruzeiro R$ 60
 Atlético MG R$ 60
 Botafogo R$ 60
 Fluminense R$ 60
 Grêmio R$ 60
 Internacional R$ 60
 Outros R$ 35

Em contrapartida, o equilíbrio tão alastrado como beneficente ao campeonato nacional pode se perder com os anos devido à diferença financeira. Algumas ligas européias adotaram um sistema diferente da divisão dos direitos televisivos.

Crédito da tabela para o site Futebol Business,  apurado por Fernando Martinho

A Premier League, a primeira divisão do futebol inglês, comercializou os seus jogos para a TV aberta e a cabo por € 1.250 bi ano, de 2013 a 2016. Eles dividem 70% do valor total em partes iguais aos 20 participantes, 15% pela classificação na competição e 15% pela audiência alcançada. A fórmula inglesa mantém a competitividade e deixam as agremiações cada vez mais ricas.

Outro sistema diferenciado é a da Bundesliga, a liga alemã, que negocia os direitos anualmente e reparte em partes iguais para todos que disputam a competição. Critério muito questionado pelo Bayern de Munique.

Já entre os italianos, o Ministério Público precisou intervir para que o modo desprorpocional da negociação individual entre os times fosse modificado. A partir de 1999, o pagamento da TV para as entidades esportivas baseou-se em três itens: 1. 40% do valor dividido em partes iguais a todos os times; 2. 30%: será repartido devido ao desempenho no Calcio; 3. 30% pelo tamanho da torcida no país.

Apesar dos valores terem aumentado consideravelmente ( em 1999, os clubes recebiam R$ 25 mi), o Campeonato Brasileiro, pentacampeão mundial, seria apenas o sexto no quesito valor comercial dos direitos televisivos ao lado do certame turco.

E aí, torcedor, como você acha que deveria ser a divisão das cotas de tv no futebol brasileiro?


Luxemburgo, o velho treinador ainda jovem
Comentários COMENTE

Milton Neves

Luxa

Exagerando, técnico de futebol é como dono de sauna: vive do suor alheio.

Não exagerando, jogador fica velho e treinador, não.

Tem pelo menos 121,67% da vida útil do atleta.

Só desaparece quando caduco.

Luxemburgo ainda é um menino.

Leão também.

Mas Leão, riquíssimo e consagrado no gol, nem precisa mais do banco de reservas e já está quase jogando no time de Rubens Minelli, Valdir Espinosa ou Paulo César Carpegiani.

Já Luxemburgo, não velho e muitíssimo longe de ser pobre, ainda tem muita lenha para queimar, penso.

Basta ser o que era, o que sempre devia ter feito e o que ainda sabe fazer e ser como poucos: treinador, treinador e treinador!

Mas sempre chegando no clube bem cedinho e saindo tarde da noite.

Nada de manager, filósofo, empresário, construtor de CT, dono ou não de instituto ou conselheiro de jogador.

Aí, creiam, se não tem para ninguém, tem para poucos.

Edmundo pensa assim.

O “Animal”, hoje excelente comentarista, desafeto pessoal e judicial do treinador e o melhor aplicador do que seus gols lhe proporcionaram, odeia Luxemburgo e vice-versa.

Mas Edmundo ressalva: “Luxemburgo é o melhor técnico que tive em minha carreira porque ele sabe tudo”.

Quando do “SuperTécnico” (1999-2001) da Band, os treinadores torciam o nariz para Luxemburgo.

Todos eles.

E todos eles, no entanto, sucumbiam nos bastidores: “Ele é muito bom”.

E então por que tanto fracasso ultimamente na vida do vencedor que explodiu no Bragantino em 1990?

Mais recentemente foi mal no Santos, no Galo, no Flamengo, no Grêmio e no Fluminense, em decepções em cascata.

No Palmeiras, da última vez, não.

O episódio superdimensionado de 2009 envolvendo Keirrison fez três vítimas: o jogador, então estrela e hoje esquecido, Luxemburgo e o Palmeiras, próximo do título.

Belluzzo errou feio ao demiti-lo fora de hora, tanto quanto Carlos Eugênio Simon prejudicou o quase campeão Palmeiras de Muricy anulando absurdamente aquele gol de Obina no Maracanã contra o… Fluminense!

Êta, Fluminense, hein?

Sempre se dando bem.

Agora, não sei se Luxemburgo vai se dar bem na próxima empreitada.

E nem sei aonde.

E o Palmeiras pode ser a grande chance de ele dar a chamada volta por cima.

O então mocinho Paulo Nobre, 20 anos atrás, o tinha como ídolo do tamanho de Evair, Edmundo, César Sampaio, Velloso e etc…

Assim, o hoje presidente do Palmeiras deve gostar de Luxemburgo como nós santistas gostamos de Lima, Clodoaldo, Dorval, Mengálvio e Zito.

Enfim, Luxemburgo e Palmeiras poderiam formar uma união perfeita e até desesperada: um precisando do outro, com extrema urgência.

E não teriam o direito de errar mais uma vez.

Seria a chamada e velha imagem da “união da fome com a vontade de comer”.

Só que no Palmeiras tudo é imprevisível.

E Paulo Nobre, o faz-tudo do Palmeiras, tiraria o foco de si da mesma forma que o velho Marin conseguiu na CBF jogando tudo nas costas largas de Felipão e deu muito certo.

Mas sucesso para o próximo treinador, para o Verdão e para Luxemburgo.

Torçamos a favor porque o mal reverte.

E isso é muito velho também desde os tempos em que o Palmeiras me deixava morrendo de medo mesmo tendo na Vila a “minha” seleção de Pelé.

Foi assim em 1959, 1963 e 1966.

E por que não agora em 2014?

COMENTE!


Novela Neymar apresenta mais um capítulo e parece não ter fim. Ao atacar fortemente LAOR e Odílio e defender o seu pai, o craque do Barça mostra sua insatisfação e preocupação, sinalizando que as coisas estão se complicando demais. Enquanto isso a Justiça espanhola fecha o cerco em torno do Barcelona. O que será o fim disso? Saca aí, Neymar: você está de saco cheio, seu pai de bolso abarrotado e o Santos, dos péssimos LAOR e Odílio, de cofres vazios!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Neymar post

A interminável “novela Neymar” segue dando pano para a manga.

O craque do Barcelona se irritou com a entrevista concedida na última segunda-feira por LAOR ao SporTV, quando o dirigente disse que Neymar pai deu uma “demonstração de falta de caráter”.

Confiram abaixo a resposta de Neymar, publicada em seu Instagram oficial:

“Mais uma vez estou tomando a liberdade de falar em um assunto que já passou dos limites… Hoje eu entendo o meu irmão PAULO HENRIQUE GANSO de não ter ficado no Santos, não foi porque ele não gostava mais do clube e nem queria jogar no Santos, foi sim por causa da diretoria !! Sempre respeitei todos eles e fui muito profissional.. Estou totalmente decepcionado com o ex presidente LAOR e o atual ODILIO .. Principalmente o LAOR que sempre o tratei com o maior carinho e admiração, hoje se foi tudo com o que ele disse a respeito do meu PAI .. To de saco cheio dessa balela, ta enchendo o saco tanta falação !! Se ele pensou que meu Pai era burro, se enganou muito !! Sou fã e continuo sendo do meu Pai por ter me colocado onde estou e se ele ganhou milhões, qual o problema ? .. Ele trabalhou e não ficou esperando nada cair do céu.. Agora deu né .. Desculpa torcida Santista, mas não vai ser por causa de “duas ou mais pessoas” que meu carinho pelo SANTOS FUTEBOL CLUBE vai mudar…”.

Pelo visto, essa novela ainda vai dar muito o que falar e derrubar muita gente.

Afinal, a Justiça espanhola já fechou o cerco em torno do Barcelona, que jura de pés juntos não ter feito nada de errado.

Mas, e então, para você que acompanha neste espaço todo o desenrolar desta história: quem tem razão?

Opine!


Corinthians perde para a Ponte Preta e vê seu técnico campeão mundial ser demitido; Galo visita o São Paulo e encerra arrancada tricolor; Santos surpreende o Grêmio no Sul; e o Botafogo vencerá o Cruzeiro na “final antecipada”!!!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Em campeonatos de pontos corridos, todas as rodadas são importantes.

Porém, a 22º rodada, que começa hoje, é especial.

O duelo bipolarizado entre Cruzeiro e Botafogo já tem clima de final antecipada.

Os céticos logo vão atestar para a precocidade, mas com uma combinação de resultados, a Raposa pode abrir 12 pontos de “gordura” para o terceiro colocado.

Se o Botafogo vencer, e vai vencer, a distância para os mineiros cai para um ponto e a briga fica acirrada novamente.

E tem mais: se o Corinthians perder para a cambaleante e remendada Ponte Preta, o técnico Tite correrá sério risco de deixar o Timão.

Após péssimos resultados, o professor campeão do mundo pode ver seu ciclo encerrado no Parque São Jorge.

Veja abaixo os palpites para a rodada e envie os seus também, valendo um cooler da Brahma para quem acertar mais!!!

Vasco 0 x 0 Vitória – jogo morno, o Cruzmaltino está enfraquecido e só empatará em casa.

Grêmio 1 x 2 Santos – o Peixe surpreenderá e volta para a Vila Belmiro com os três pontos.

Criciúma 2 x 0 Fluminense – Luxemburgo voltará a ficar na corda bamba com mais uma derrota.

Coritiba 3 x 1 Goiás – Apesar do Esmeraldino estar jogando bem, o Coxa é forte em casa.

São Paulo 1 x 3 Atlético-MG – o Galo vai frear a subida tricolor em pleno Morumbi.

Ponte Preta 2 x 1 Corinthians – com a derrota, Tite dá adeus ao Timão.

Cruzeiro 2 x 4 Botafogo – no melhor jogo da rodada, o Glorioso entra de vez na briga pelo título.

Flamengo 1 x 1 Atlético-PR – o Rubro-Negro continuará sua sina de poucas vitórias.

Bahia 2 x 1 Internacional – o Tricolor de Aço volta a vencer.

Portuguesa 3 x 0 Náutico – jogo fácil para a Lusa no Canindé.

Envie seus palpites!!!


Empatezinho suado diante do Ceará garante respiro de Kleina no comando técnico do Palmeiras; Santos afunda o Flu, que pagará aquela passagem pela Série B em 2014; Grêmio entra na briga pelo título; Galo segue sonolento; e Lusa e Furacão surpreendem!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Ufa! Quase que a batata de Gilson Kleina no comando técnico do Palmeiras assa de vez!

É que o Palmeiras por pouco não perdeu do Ceará nesta rodada da Série B.

O gol de Leandro (sempre ele) na metade do segundo tempo de partida garantiu o empate em 2 a 2 entre as equipes, que acabou dando certo respiro ao treinador do Alviverde.

Mas, afinal, as cobranças de Paulo Nobre no meio de semana, após a eliminação do Palestra da Copa do Brasil, não foram um tanto quanto desproporcionais?

Pegou pesado, Nobre!

Deixe o homem trabalhar!

E por falar em Série B…

Parece que do ano que vem não escapa: o Fluminense pagará a passagem pela segunda divisão que está devendo.

Neste sábado à noite, a equipe comandada por Luxemburgo perdeu do Santos, mesmo jogando em casa, pelo placar de 2 a 0.

Com o resultado, o Tricolor segue beirando a zona de rebaixamento, enquanto o Santos, do surpreendente Claudinei Oliveira, já começa até a sonhar com uma vaga no G-4.

E a situação do Luxa, hein?

No Canindé, uma maiúscula vitória da Portuguesa para cima do Bahia.

Placar de 4 a 2 para a equipe da casa, sendo que os três primeiros gols saíram antes dos dez minutos de partida.

Se seguir assim, a Lusinha, do competente Guto Ferreira, parece que até pode se livrar da Série B em 2014.

E o que será que está acontecendo com o Galo, hein?

Após a Libertadores, a equipe que encantou o mundo parece ter perdido o interesse em todo o resto.

Desta vez, o Atlético fez um jogo bem meia-boca com o Goiás, que terminou empatado em 0 a 0.

Espero, de coração, que Ronaldinho e companhia estejam guardando chumbo grosso para usar no final do ano contra o poderoso Bayern de Munique.

Já na Arena, o Grêmio deu mais uma prova de que agora, de fato, entrou na briga pelo título.

Em um jogo difícil contra a competitiva Ponte Preta, a equipe gaúcha conseguiu um gol chorado com Kleber, após falha do ex-corintiano Betão, que lhe garantiu os três pontos.

Com o resultado, o time de Renato Gaúcho empatou em pontos com o líder Cruzeiro, mas, no critério de desempate, perde no saldo de gols.

Mas a surpresa mesmo deste Brasileirão é a campanha do Atlético-PR, do respeitável artilheiro Éderson.

Nesta rodada, goleada sobre o Náutico, por 4 a 1, mesmo jogando em Recife, que garantiu o terceiro lugar na tabela para o Furacão.

Será que a pré-temporada da equipe paranaense, tão criticada por muitos, acabou dando tão certo assim?

Opine!


O maior filme de Pelé
Comentários COMENTE

Milton Neves

Aos quase 73 anos vem aí mais um filme sobre Pelé.

Só que será um filme-filme mesmo, o primeiro deste naipe.

Nada das esforçadas películas envolvendo a pessoa melhor dotada por Deus para uma especifica atividade profissional no mundo em todos os tempos.

Tudo já foi falado e mostrado sobre Pelé.

Nada disso.

E eu assim pensava até ser procurado por Álvaro de Lapuerta Montoya, advogado espanhol que está no Brasil documentando com ex-jogadores, dirigentes e suas famílias a competente autorização do uso de imagem daquele que contracenou na vida com Pelé até 1958, desde Três Corações-MG.

Sim, o filme acaba após a Copa da Suécia e não é documentário ou coisa parecida.

Produção de Hollywood, diretores de Los Angeles, locações no Rio, Santos, Bauru, Suécia, Três Corações e São Paulo e dinheiro americano, peruano e espanhol.

Trata-se de um longa dramatizado por atores que “serão” o Feola, Zagallo, Mauro, Bellini, Lula, Pepe, Zito, Garrincha, Waldemar de Brito, Athiê Jorge Cury, Mário Americo e etc…

Mesmo já com as filmagens marcadas para serem iniciadas dia 23 de setembro, a tarefa de Álvaro de Lapuerta Montoya, impressionado com o nosso “Que Fim Levou” do portal terceirotempo.com.br, não é das mais fáceis.

É que tem ex-jogador e viúva ou filho de personagem contemporânea do Rei que coloca mágoa recolhida de Pelé acima da remuneração a ser negociada e até mesmo da eternização de seu ente querido em produção hollywoodiana para a posterioridade.

Fico triste com isso quando tanto se luta para defender a memória esportiva do país e tanto se clama por ajuda financeira ao ex-jogador.

No sepultamento de Gylmar falei com José Maria Marin pela segunda vez em minha vida, pessoalmente.

A primeira foi em 1984 quando sua então Federação Paulista de Futebol homenageou um membro de cada equipe esportiva de rádio e TV de São Paulo.

Ponderei (a pedido de um célebre ex-jogador também presente), aquilo que defendo há anos em minhas tribunas.

Ou seja, um percentual de 1% ou 0,5% de cada milionário valor obtido pela CBF em amistosos da seleção para as fundações de auxílio aos que construíram a grandeza de nosso futebol.

E escalei até o “ministro” dessa sonhada nova pasta na CBF para gerenciar o dinheiro: o ex-craque e líder dos velhos, o Badeco.

Ele ficou de estudar “pois existem entraves jurídicos”.

Ora, é só destravar numa canetada, afinal a CBF não é “entidade privada”?

Mas, aí, na outra ponta da história, pinta essa grande chance, através do filme de hollywood “O Nascimento de Um Gênio”.

Oportunidade de ouro para que carentes do passado ou descendentes deles possam se eternizar e se remunerar e alguns dificultam crescendo os olhos ou demonstrando e reclamando que o “Pelé sempre pensou só nele”.

Uma pena, é a vida, mas o filme não apenas sairá, como já saiu, mesmo sem a “presença” deste ou daquele que se prejudica, à sua família e a imagem daquele que, do céu, não poderá mais voltar a jogar nas telas do mundo.

E ouçam abaixo o advogado Álvaro de Lapuerta Montoya falando do filme sobre Pelé


Corinthians espanta a zebra, elimina o Luverdense da Copa do Brasil e frustra seus secadores! Mas também não era mais do que a obrigação, né? Furacão devasta o Palmeiras; Bota sobrevive ao Horto; Fla supera o Cruzeiro; Grêmio afunda o Santos; e Flu cai diante do Goiás!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Corinthians 2 x 0 Luverdense

Pois é, amigos da maior torcida do Brasil, a dos secadores do Corinthians…

Não deu para o valente Luverdense!

No Pacaembu lotado, o Timão colocou a zebra para correr e venceu bem a equipe do Mato Grosso pelo placar de 2 a 0 (o primeiro jogo foi 1 a 0 para o Luverdense).

Os gols da partida foram marcados por Pato, de falta, e por Fábio Santos.

Mas, amigos secadores, não era mais do que a obrigação do atual campeão do mundo, não é mesmo?

Garanto para vocês que do Grêmio não passa, viu! Anotem!

Grêmio 2 x 0 Santos

E por falar no Tricolor gaúcho…

A equipe comandada por Renato Portaluppi conseguiu reverter vantagem santista, de 1 a 0, conquistada na Vila Belmiro, e também avançou na Copa do Brasil.

Os gols do time gaúcho foram marcados por Souza e Werley.

Quanto ao Santos, será que preciso comentar alguma coisa?

Que “nhaca”…

Atlético-PR 3 x 0 Palmeiras

E o Palmeiras, hein?

O time de Gilson Kleina também tinha uma vantagem de 1 a 0 conquistada em casa, mas foi verdadeiramente devastado pelo Furacão em Curitiba: 3 a 0.

Agora, palmeirense, paciência… Só sobrou a Série B, mesmo!

Flamengo 1 x 0 Cruzeiro

Já no Maracanã, Flamengo e Cruzeiro fizeram o duelo mais quente da noite.

Melhor para os Rubro-Negros, que contaram com o iluminado Elias, que anda carregando o piano da equipe nas costas, para avançar na competição.

Atlético-MG 2 x 2 Botafogo

E não é que um time incrivelmente conseguiu sobreviver ao Horto.

Foi o Botafogo, que empatou com o Atlético no estádio Independência por 2 a 2 e garantiu a sua classificação graças ao 4 a 2 aplicado na semana passada.

A verdade é que o excelente time do Galo segue ainda anestesiado pelo título da Libertadores.

Mas olha que o Mundial já está chegando, hein, Cuca?

Goiás 2 x 0 Fluminense

E no Serra Doura, o Goiás, embalado pelo gordinho Walter, bateu o Flu por 2 a 0 e conseguiu avançar na Copa do Brasil.

Essa foi a primeira decepção do Tricolor carioca com Vanderlei Luxemburgo.

Será que o “pofexô” aguenta muito tempo no cargo?

Opine!


Em jogo sonolento, Corinthians dorme no ponto e é derrotado pelo “poderoso” Luverdense, o “Tolima do Mato Grosso”! Cruzeiro sai na frente do Fla e Flu bate o Goiás!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Vai cantando vitória antes da hora, vai, Corinthians…

Bem feito!

Pela Copa do Brasil, o Timão foi até Mato Grosso num salto alto danado, e levou o que merecia do esforçado time do Luverdense.

Verdade que o gol da equipe da casa contou com uma “ajudinha” do apito.

Mas a equipe históricamente mais ajudada pela arbitragem mundial não tem do que reclamar, não é verdade?

E agora o Luverdense já foi apelidado pelo maldoso Mauro Beting de “Tolima do Mato Grosso”.

Calma, Maurinho… Ainda tem o jogo de volta.

Mas, mesmo jogando no Pacaembu, o Timão não terá vida fácil, já que não conseguiu marcar gols fora de casa.

Não sei não, mas esse apático time do Corinthians, mesmo contando com tantos bons jogadores, deve mesmo ficar fora da Libertadores do ano que vem, hein?

Já no Mineirão, o Cruzeiro saiu na frente do Flamengo: 2 a 1.

Sendo que o segundo gol da Raposa, marcado por Everton Ribeiro, foi uma verdadeira pintura. O gol mais bonito do ano!!!

No embate entre Goiás e Flu, melhor para os cariocas, que venceram por 1 a 0, contando com uma atuação histórica de Diego Cavalieri, que fechou o gol!

Nos jogos das 19h30, o Palmeiras bateu o Atlético-PR por 1 a 0, e o Santos venceu o Grêmio, com o mesmo placar.

Opine!


O Botafogo volta a liderar, o Corinthians a contar com o apito amigo e o São Paulo segue firme e forte na briga por uma vaga na Série B-2014!
Comentários COMENTE

Milton Neves

É, são-paulino…

Pelo visto, em 2014, ano importantíssimo para o futebol brasileiro e mundial, você terá que deixar o seu passaporte guardado e se contentar com os inúmeros voos domésticos proporcionados pela disputa da Série B.

Do ano que vem não escapa! Podem anotar!

Mas, verdade seja dita: que chance teve o Tricolor de respirar no Brasileiro…

Quando a partida diante do Flamengo, empatada em 0 a 0, estava para acabar, a arbitragem (e só a arbitragem) viu um pênalti para o Tricolor.

Mas, como a fase é péssima, Rogério Ceni não se apresentou para a cobrança, e Jadson, com o peso do mundo nas costas, apenas “recuou” a bola para as mãos de Felipe e decretou o resultado final.

Com o empate em 0 a 0, o São Paulo segue desesperado na vice-lanterna do Brasileirão, enquanto o Rubro-Negro é o 12º.

Acho que já era, hein?

Enquanto isso, no Pacaembu, alguém que não dava as caras há tempos resolveu aparecer.

Ahhhh… Que falta estava fazendo o apito amigo ao Corinthians, não é mesmo?

Na partida diante do Coxa, o “principal jogador” da história do clube foi decisivo ao assinalar uma penalidade completamente inexistente sobre Danilo, já nos acréscimos.

Paolo Guerrero, claro, converteu e determinou o triunfo alvinegro.

E agora, com o apito amigo em cena novamente, eu começo a acreditar que o Timão possa mesmo chegar ao título.

Mas para tal, o time do Parque São Jorge terá que superar o iluminado Botafogo, dos inspirados Seedorf e Vitinho.

A vítima da vez do Fogão, que retomou a liderança do Brasileirão, foi a pobre Portuguesa, que levou de 3 a 1 dos cariocas mesmo jogando em casa e corre sério risco de fazer companhia ao São Paulo na segundona do ano que vem!

Fechando a rodada, nos jogos das 18h30, o Galo, mesmo jogando fora de casa, empatou com o Inter em 0 a 0; o Atlético-PR venceu o Criciúma por 2 a 1; e o Santos também ficou no zero com o Bahia.

Opine!


Vitinho, o apito, a renúncia branca de Laor e a escuridão do São Paulo! E Palmeiras passa sufoco, mas vence o Paysandu de virada e segue tranquilo na Série B. Será que, com esse time, o Verdão estaria se dando bem na Série A?
Comentários COMENTE

Milton Neves

Felipão sinaliza que seus 23 jogadores para 2014 são os da Copa das Confederações “a não ser que apareça uma grande novidade, um jogador bom, mas bom mesmo”.

Pois não é que já apareceu?

O nome dele é Vitinho!

Mas daí chamar o Neymar de “genérico do Vitinho” é demais, não é?

Só que o “filho de Seedorf” lá no Botafogo hoje goleia o Lucas do PSG.

Aliás, o bom Lucas me dá a mesma impressão de Ganso: longa e má fase psicológica.

Só que fisicamente Lucas ganha nota 10.

E a Lusa?

Fez 103 anos na quarta-feira e no mesmo dia ganhou um presente de grego de seu eterno apito inimigo: um gol irregular de Bill, do Coritiba, aos absurdos 50 minutos do segundo tempo e em completo impedimento.

Já na Vila, Laor pediu licença médica.

Sim, na vida primeiro é a saúde e depois vem o resto.

Mas por que não pediu afastamento antes de vender Neymar se está doente faz tantos e tantos meses?

E nessa “renúncia branca”, em terra arrasada na Vila, ele sai de cena deixando o “beque” Odílio em campo?

Ora, que renunciasse de vez para imediatas novas eleições e a condução do bobão que resolver pegar esse rabo de foguete.

Rezo para errar, mas prevejo “10 pragas e sofrimentos” para o Santos FC como Deus, via Moisés, puniu o Egito por tanto ter escravizado o povo hebreu.

Laor começou como um Athiê Jorge Cury melhorado e moderno e termina como um Miguel Kodja igualado.

O furacão Neymar desconcentrou o inteligente e deslumbrado Laor e o menino-gênio virou para ele muita areia para seu caminhãozinho.

E eu influí na eleição do transatlântico Laor contra o iate Marcelo Teixeira, mas a canoa do ainda presidente furou e afundou feio.

E a coisa nem começou ainda a piorar atualmente na Vila, creiam.

Acredito mais no Santos na Série B do Brasileiro do que o horroroso São Paulo, o vice-lanterna.

Juvenal Juvêncio e Laor não souberam parar na hora certa.

Juvenal no segundo mandato e Laor no primeiro.

Mas, e a vaidade?

A de Juvenal também complica demais o São Paulo, um clube refém de Rogério Ceni, hoje talhado para ser o presidente do clube.

Será o Beckenbauer do Morumbi?

Mas nem conselheiro ele é ainda e, segundo Marco Aurélio Cunha, ele quer mesmo é logo, logo “militar” no futebol como agente ou gerente remunerado.

Que seja feliz amanhã, mas hoje está deixando muito são-paulino infeliz lá no gol e atrás de jogadores tão comuns.

Assim, Juvêncio, o Morumbi vira hospício!

Palmeiras 3 X 2 Paysandu

Enquanto isso, na Série B, o Palmeiras passou por um grande sufoco na tarde deste sábado, quando recebeu o modesto time do Paysandu.

Após estar perdendo por 2 a 0, o Verdão conseguiu virar a partida, com gols de Alan Kardec, Mendieta e Leandro.

Foi na MARRA e na PRESSÃO, é verdade. Mas venceu…

Com o resultado, o Alviverde segue completamente tranquilo na liderança da Série B.

Mas, é impossível não se questionar: será que se estivesse na primeira divisão, esse time palmeirense também estaria fazendo boa campanha?

Náutico 0 x 1 Fluminense

Na Arena Pernambuco, o Flu, enfim, conseguiu sua primeira vitória fora de casa no Brasileirão.

Foi contra o Náutico, por 1 a 0, com gol de Samuel.

Aos poucos, Luxemburgo vai deixando a equipe tricolor, que não deve mesmo pagar a Série B que deve no ano que vem, com a sua cara.

Só não sei se outro Tricolor, o do Morumbi, terá a mesma sorte…

Cruzeiro 5 x 1 Vitória

O Vitória, que começou muito bem o Brasileirão, segue despencando.

Para se ter uma ideia, o Leão conseguiu perder ATÉ para o Cruzeiro. Veja só… E de goleada!

Com este resultado, e contando com uma sorte imensa, a Raposa reassumiu, mesmo que temporariamente, a liderança da competição, enquanto o Vitória segue fora do G-4.

Vasco 2 x 3 Grêmio

E o Grêmio, após ótima vitória diante do Cruzeiro, conquistou outro importante resultado: um triunfo sobre o Vasco, em São Januário, por 3 a 2.

Com o resultado, a equipe comandada por Renato Gaúcho chegou a terceira colocação, enquanto o Vasco é o 10º.

Opine!