publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Futebol na TV

Chávez resolve e São Paulo termina o primeiro turno do Brasileirão com vitória. Palmeiras vence e coloca uma mão e meia no “título simbólico”
Comentários COMENTE

Milton Neves

f_358208

Com dois gols do argentino Chávez, o São Paulo bate o Santa Cruz no estádio Arruda e termina o primeiro turno do Brasileirão com uma bela vitória.

No final do jogo Denis defendeu um pênalti do excelente Grafite, mas o atacante Keno descontou para o Santinha.

Com 26 pontos, o Tricolor chega a metade do torneio com dez pontos de diferença para o líder.

Bom, sem técnico e com um elenco mediano, resta ao Tricolor apostar na Copa do Brasil, já que no mata-mata tudo é possível.

Palmeiras 2 x 1 Vitória

Com gols de Barrios e Cleiton Xavier , o Palmeiras bate o Vitória e chega aos 36 pontos na liderança do campeonato.

O Verdão pode ser alcançado apenas pelo Corinthians, caso o Timão vença por três gols de diferença (o que é praticamente impossível).

A conquista do primeiro turno é simbólica, mas o palmeirense deve comemorar.

Internacional 2 x 2 Fluminense

No Rio Grande do Sul, o Inter buscou um empate em 2 x 2 contra o Fluminense.

Saindo atrás do placar duas vezes, o Colorado, que não vence há 11 jogos, segue sem somar os três pontos mais uma vez.

Com mais um tropeço, o Inter ronda a zona de rebaixamento e praticamente dá adeus a qualquer chance de conquistar o título nacional.

Coritiba 3 x 1 Ponte Preta

Com essa vitória, o Coxa se afasta do rebaixamento e segue mais tranquilo para o segundo turno.

América-MG 1 x 0 Santos

Esse jogo foi a grande zebra da rodada.

O Peixe tropeçou, mas vai conquistar o título com certa folga.

Figueirense 1 x 1 Sport: com o tropeço, o time de Santa Catarina pode terminar a rodada na zona da degola.


“Macumba francesa” não funciona e Portugal, sem Cristiano Ronaldo, é campeão da Eurocopa!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Portugal

“La Marselleise” é uma coisa espetacular. Um dos hinos mais lindos do mundo, diferente do que foi parte da arbitragem do inglês Mark Clattenburg.

O jogo começou de maneira esplendida, lá e cá, mas com um perigo maior por parte dos franceses e com Rui Patrício fazendo boas defesas pelo lado lusitano.

Até que a entrada duríssima de Payet sobre Cristiano Ronaldo dividiu a partida em dois momentos. O craque não suportou a dor, foi substituído e nem sequer um “cartãozinho amarelo” o juiz deu ao “agressor”.

A França no coice fez hoje com Cristiano Ronaldo, o que os “cavalos” Morais e Batista de Portugal fizeram com Pelé em Liverpool na Copa de 66!

As lágrimas que escorreram pelo rosto do “camisa 7” português, até pareciam litros de água, já que derramavam juntas com a da esperançosa torcida ali presente no Stade de France.

E assim como na primeira etapa, o árbitro insistiu em não amarelar os franceses na troca dos lados.

Ahhh se fosse nas competições sul-americanas…

Porém, mesmo sem seu ídolo máximo, que joga um pouco menos que o eterno Eusébio, Portugal não “afrouxou as rédeas” e se virou como pôde.

Lá atrás, Rui Patrício fez milagres, um gigante no gol contra o poderoso ataque francês que insistiu demais em abrir o marcador, não muito diferente do rival, que soube ser perigoso da mesma forma em doses menores.

Do início ao fim o duelo foi digno de uma final de Eurocopa.

E mais uma vez, tudo foi decidido nos detalhes. Por um capricho a bola de Gignac não entrou aos 46 minutos.

Na prorrogação, quando os pênaltis pareciam certo, Éder recebeu sozinho e sem saber o que fazer com bola, resolveu chutar e arriscou bem, fez o gol do título.

Nem a “macumba francesa” que liquidou os dois Ronaldos em duas decisões em Saint Denis funcionou: Ronaldo Fenômeno em 98 por convulsão e CR7 hoje na “porrada”.

Mas eu bem que avisei, cravei a vitória de Portugal. Mais uma pra conta do “Pai Milton”, que acertou o resultado em outra previsão (confira no vídeo abaixo).

Pelo Campeonato Brasileiro:

São Paulo 3 x 0 América-MG

Mesmo com os reservas, o Tricolor jogou bem e fez a lição de casa sob os olhares atentos da pouca torcida organizada que compareceu ao estádio.

Kardec marcou dois e foi decisivo no duelo, que teve outro grande personagem, o zagueiro Lyanco, dono de um golaço.

E se o São Paulo ganha confiança, falta ao Coelho, que amarga a última colocação e insiste em não deixá-la.

Santa Cruz 1 x 0 Internacional

Sem Grafite, o Santinha apostou na velocidade e usou a bola parada para superar o Colorado.

Nem mesmo a nova contratação, o argentino Ariel, conseguiu o empate para o Inter, que perde mais uma partida e seu técnico, demitido horas mais tarde.

E se houve falhas pelo lado gaúcho, sobrou sorte e superação ao Santa Cruz, que tenta se reabilitar no Brasileirão.

Vitória 0 x 0 Fluminense

A partida foi bastante movimentada e merecia pelo menos um “golzinho”, algo que não aconteceu.

Ambos ficaram devendo, mas não por causa de deficiência dos ataques. É que os goleiros fizeram a sua parte e foram muito bem.

Só que mesmo com um ponto para cada lado, a pressão não alivia para ninguém.

OPINE!!!


Deu a lógica, Seleção Brasileira goleia o Haiti e demissão de Dunga é adiada. E viva o 7 a 1!
Comentários COMENTE

Milton Neves

img-dtq-273

Não teve jeito, o Brasil começou o jogo nervoso contra a fraca seleção do Haiti, mas naturalmente os gols surgiram.

Deu a lógica!

Philippe Coutinho (três vezes), Renato Augusto (duas vezes), Gabigol e Lucas Lima marcaram os gols do Brasil, enquanto Marcelin descontou para a fraca seleção do Haiti.

Mas não se engane com a vitória do Brasil, pois o jogo contra o Peru será o mais complicado do grupo, mesmo precisando de apenas um empate para garantir a classificação.

Essa vitória garante a tranquilidade de Dunga no cargo de técnico da seleção por mais alguns dias, mas não vai durar.

O capitão do Tetra foi um grande jogador, mas é fraco como treinador.

Repito, só o Tite pode montar um time a tempo de chegarmos bem para a Copa do Mundo da Rússia!

E não é que o Brasil se vingou do famoso “7 a 1”?

O Brasil é o Haiti da Alemanha!

Opine!


Brasil marca dois gols na “forte” Seleção do Panamá e vence amistoso nos EUA
Comentários COMENTE

Milton Neves

df

Prestes a estrear na Copa América Centenário, a Seleção Brasileira enfrentou, nesta noite, a fraquíssima Seleção do Panamá e encontrou dificuldades para furar a retranca do adversário.

Sem criatividade, o Brasil errou inúmeros passes e pecou em diversas finalizações.

Jonas e Gabigol marcaram os gols da partidas.

Dunga, futebol é momento, não adianta fazer um “catadão” na Europa e colocar para jogar.

Nenê, do Vasco, vem jogando o fino da bola e merece estar na Seleção Brasileira.

O atacante Grafite vem marcando gol de tudo quanto é jeito e merece uma vaga.

Maicon, do São Paulo, vem assustando todos os atacantes que enfrenta e tem que estar nesse grupo, já que o Gil da China não é o mesmo do Corinthians.

Ouso dizer que o time do Audax, atual  vice-campeão paulista, venceria a Seleção do Panamá por cinco ou seis gols de diferença.

Enfim, precisamos recuperar ou reinventar um padrão de jogo.

Neymar é o nosso único craque, mas não podemos depender apenas do atacante do Barcelona.

Conheço um técnico que venceu o Brasileirão de 2015 sem nenhum craque.

 


A estrela de Tite bilha e Corinthians vence o Sport. Em Campinas, Flamengo bate a Ponte Preta
Comentários COMENTE

Milton Neves

df

Tudo encaminhava para um modorrento 0 a 0 entre Sport e Corinthians na Ilha do Retiro, até que o técnico Tite resolveu colocar o atacante Lucca no jogo e mudou a história da partida.

Com um belo gol de cabeça, Lucca abriu o placar para o Corinthians, que chega aos sete pontos na tabela.

Com outro golaço, Marquinhos Gabriel, que vai chegar à Seleção Brasileira, ampliou para o Timão.

Tite escalou Marquinhos Gabriel errado no primeiro tempo, mas ouviu meus comentários na Rádio Bandeirantes e deslocou o jogador para a ponta esquerda.

Walter, você é muito bom, mas logo o Cássio volta ao time titular, então vá para o São Paulo, que precisa de um grande goleiro.

O Sport soma apenas um ponto em quatro jogos e amarga a última colocação da tabela.

Abra o olho Leão, a Série B não está longe!

Em Campinas, a Ponte Preta abriu o placar, mas logo levou a virada do Flamengo, que procura um técnico.

Destaque para o golaço do lateral-esquerdo Jorge, que garantiu a vitória do Mengão.


Crise no Timão! Vitória detona o Corinthians, que neste ano terá que lutar MUITO contra o rebaixamento! De ressaca, São Paulo perde para o Inter em casa!
Comentários COMENTE

Milton Neves

tite charge vitoria

Vitória 3 x 2 Corinthians

Xiiiiiiii…

Anda feia a coisa pelos lados do Parque São Jorge/Itaquerão, hein?

Afinal, após dois jogos no Brasileiro, o Corinthians, atual campeão, segue sem vencer.

E, para piorar a situação, perdeu para o Vitória neste domingo com direito a uma atuação sofrível de seus jogadores.

Olha, não sou de secar ninguém, mas pelo que tem jogado o time de Tite, a luta neste ano é para não cair novamente para a Série B.

Concordam?

E a “corintianada” tem chorado por aí, dizendo que o segundo gol do Vitória foi irregular por conta de um toque de mão do atacante Marinho.

Olha, a bola, é verdade, toca no braço do jogador.

Mas o Vitória estava apertando tanto o Timão, que de um jeito ou de outro, o empate (e depois a virada) sairia do mesmo jeito!

E quem é o Corinthians para reclamar de “apito amigo, não é verdade?

E viva o futebol baiano!

São Paulo 1 x 2 Internacional

E o São Paulo, ainda de ressaca por conta de sua lotérica classificação para as semifinais da Libertadores, perdeu neste domingo para o Internacional no Morumbi.

Os gols colorados foram anotados por Eduardo Sasha, enquanto Lugano marcou para o Tricolor.

Mas, honestamente, nem este revés tirará o bom humor do são-paulino nesta semana, não é verdade?

Grêmio 1 x 0 Flamengo

E o Flamengo, hein?

Segue ladeira abaixo com o coitado do Muricy de licença médica.

Honestamente, melhor que o técnico nem volte para não correr riscos desnecessários.

E o Guerrero?

Sigo com a teoria de que ele não mentiu: no Brasil, só joga pelo Timão!

Chapecoense 3 x 1 América-MG

E olha a Chapecoense aí, minha gente!

Vitória maiúscula da equipe catarinense neste rodada.

Afinal, mesmo saindo perdendo para o ótimo América-MG, a Linguiça Atômica buscou a virada com direito a dois gols de Bruno Rangel.

Será que a Chapê surpreende neste ano?

Estou achando que sim, hein?

Sport 1 x 1 Botafogo

Já às 18h30, Sport e Botafogo ficaram no empate no Recife.

Os clubes vão conseguir brigar pelas primeiras posições?

Ou vão lutar para não cair?

Opine!


A noite do Michel
Comentários COMENTE

Milton Neves

1

Só deu Michel Bastos no Morumbi.

Depois do jogo, com óculos e a cara do “cineasta do basquete” Spike Lee, contou como foi sua rara cesta de gancho ou de cabeça.

Nas mesmas noite e madrugada foi a consagração maior de outro Michel, o Temer, no grande clássico do “Estádio Mané Garrincha do Senado Federal”.

Sonolento, soube do placar final da política no avião pela voz de um comandante-locutor.

Ah, essas viagens e esses cansativos eventos corporativos…

Eu os apresento para todo lado há anos, sem constrangimentos, claro.

Ao contrário de jornalistas globais que fazem o mesmo, mas pisando em ovos de galinha, de pata, de marreca, de codorna, de ganso e até de avestruz.

Mesmo com o logo da empresa contratante no púlpito em que são palestrantes ou mestres de cerimônia em eventos fotografados e transmitidos ao vivo ou gravados que se tornam perenes na internet.

Para um ou outro, em encontros ocasionais em aeroportos, aviões, restaurantes ou hotéis, até pergunto como vai sua campanha publicitária do celular, da linguiça, da mortadela, do xampu, do carro, do banco, do doce de leite de Muzambinho…

“Ei, agora sou do ‘entretenimento’…”, balbucia ou desculpa-se, o “ex-jornalista”.

Hipocrisia.

Algo tão comum e eterno principalmente na política.

Teve até lobão rejeitando a mãezona de quem tanto leite mamou.

E o “primo” Aécio?

Estava feliz e triste ao mesmo tempo.

“Mesmo sem ela, por que de novo não sou eu?”.

É o que parecia perguntar na posse de Temer “com cara de santo achado”, como a gente fala em Minas.

Compreende-se, porque ele bate muito na trave, com o avô ou sozinho, em eleições ganhas ou quase.

Aliás, votei nele duas vezes em 2014, saibam.

E agora?

Agora é outro jogo no Brasil remendado, começa o Brasileirão, vem aí a Olimpíada e a vida segue com Serra e Alckmin valorizados, penso.

Jogadores de Brasília saem de campo e procuram novos estádios.

Lula, paixão de Moro, vê surgir em seu antigo lugar um Lulia, o Michel Miguel Elias Temer Lulia.

Edinho Silva volta à Araraquara e tentará ser prefeito de novo de lá disputando nas urnas com sua… ex-mulher!

São coisas da vida como o zagueiro Rodrigo e o atacante Neto Baiano que se enfrentaram “estranhamente” quarta-feira naquele CRB 0 x 1 Vasco em Maceió.

É que eles são pais de dois filhos com a mesma mulher!

Ou seja, cada um é pai de um filho, tudo no seu devido tempo em “jogos” ou casamentos distintos, óbvio.

E na área tem um casamento que não deu certo e acabará no velho e antigo “desquite”.

É o do uruguaio Diego Aguirre com o mineiro Galo que “já acertou com Marcelo Oliveira”.

Ganhando a Libertadores ou não, Aguirre é nome errado no poleiro do Galo.

Se ganha não sei, mas vai se classificar na volta no Horto, eliminando o São Paulo.

São Paulo que cresceu de nota 2,67 para 6,57 em apenas incríveis 22 dias na mão de Edgardo Bauza, sujeito muito calmo com sua cara de assessor de imprensa do Drácula.

E até tentei fazer um raro “Terceiro Tempo” do estádio, lá de BH, mas não deu certo.

Antes, na terça-feira, tem evento no Senado Federal em homenagem aos que ajudam o Hospital Amaral Carvalho contra o câncer de Jaú-SP.

Apareça lá também com Serra e Marta, Michel Temer!

E cuide mais da saúde e do professor do Brasil do que de conchavos políticos, presidente!

Aliás, que tal pararmos com o presidente “em exercício”?

Ora, até 2018 ou por até 180 dias ele será “presidente” e ponto.

Esse “em exercício” é mais chato do que “presidenta”, os “tamborzinhos” do Jô ou a mala da introdução fixa, decorada e eterna do Heraldo Pereira nas noites do impecável William Waack, quase um Boechat.

Assim, bola para frente e sucesso.

Ao Michel… Temer e para a vitória do Galo no Horto contra o Michel… Bastos!

Foto: UOL


Santos arranca empate em Osasco e coloca uma mão na taça do Paulistão
Comentários COMENTE

Milton Neves

1

Essa história do clube pequeno surpreender é muito bonita e tudo mais, mas no fim a camisa do Gigante pesa e faz a diferença.

No primeiro jogo da final do Paulistão, o Santos arrancou um empate contra o modesto Audax e gora leva a decisão para a Vila mais famosa do mundo.

Na Vila, onde o Santos é imbatível, o Audax tem pouquíssimas chances de ficar com a taça.

O trabalho do técnico Fernando Diniz e seus comandados é maravilhoso, pois quando um time pequeno chega forte desta forma, chama a atenção dos amantes da bola.

O Audax jogou com coragem durante todo o torneio, mas pegou o Santos na final e não tem jeito.

A equipe de Osasco saiu na frente com Maike, mas Ronaldo Mendes empatou a partida.

Santos (quase campeão) e Audax (vice) estão de parabéns pelo futebol arte apresentado.

Precisamos de mais toque de bola desta forma, para deixarmos de ser a terra do 7 a 1.

Campeonatos pelo Brasil:

Mineiro: América  2 x 1 Atlético; o Galo Mais Lindo do Mundo tropeçou, mas vai dar a volta por cima no segundo jogo.

Carioca: Botafogo 0 x 1 Vasco; O Gigante da Colina mostra que time grande não tem divisão.

Gaúcho: Juventude 0 x 1 Internacional; Jogo apertado. A decisão fica para semana que vem.

Paranaense: Atlético 3 x 0 Coritiba; Zebra, mas semana que vem o Coxa vai reverter o placar.

Baiano: Vitória 2 x Bahia; Outra zebra. Mas o placar será revertido tranquilamente.

Catarinense: Chapecoense 1 x 0 Joinville; Com a vitória, o time da terra da linguiça deve ficar com o título.

Copa do Nordeste: Campinense 1 x 1 Santa Cruz; Após vencer o primeiro jogo, o Santinha segurou o empate e ficou com o título.

O Santa Cruz é maravilhoso e vai dar muito trabalho no Brasileirão.


Timão quebra o galho, Galo perde e Porco, bobinho, toma dois gols pífios. Já era!
Comentários COMENTE

Milton Neves

12939221_986100371465837_573679679_n

O Palmeiras entrou em campo contra o Rosario Central com muita vontade de vencer.

Logo no começo da partida o talentoso Gabriel Jesus abriu o placar.

Com vantagem na volta do intervalo, o Palmeiras viu a vitória escapar pelas mãos.

Fernando Prass, herói do último domingo, errou feio e prejudicou o time.

O zagueiro Victor Hugo cometeu o pênalti mais bizarro da história do futebol.

Mesmo com dez jogadores em campo, o Verdão empatou a partida, mas praticamente está fora da Libertadores.

Matematicamente o clube paulista tem chance, mas precisa de um verdadeiro milagre e não contará com Gabriel Jesus na última rodada.

Com a má fase também no Paulistão, o Palmeiras praticamente perdeu o primeiro semestre.

Agora, é melhor o Cuca começar a montar o time para o Brasileirão.

Que fase, hein torcedor do Palmeiras?

Santa Fé 1 x 1 Corinthians: o Timão quebrou o galho e deve ficar com o primeiro lugar do grupo.

Independiente del Valle 3 x 2 Atlético-MG: o Galo Mais Lindo do Mundo perdeu, mas segue forte rumo ao título.


Seleção arranca empate contra o fraco time do Paraguai, mas Dunga continua ameaçado pelo excelente Tite
Comentários COMENTE

Milton Neves

foto

O Brasil arrancou um empate, nos acréscimos, contra o Paraguai, mas amarga a sexta colocação, fora da zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018.

Edgar Benítez e Lezcano marcaram para o Paraguai, enquanto o matador Ricardo Oliveira e o lateral Daniel Alves descontaram para o Brasil.

Em tempos de opiniões divergentes entre os brasileiros no cenário político, a nação se une e pede Tite na seleção.

O “catadão” montado por Dunga não tem padrão de jogo.

A safra é fraca, mas o treinador é pior ainda.

O Brasil deixou de ser conhecido pelo futebol bonito.

Antes do jogo, os jornais locais diziam não temer o Brasil.

Perdemos o respeito dos adversários e a confiança da torcida.

Corremos grande risco de ficar fora, pela primeira vez, de uma Copa do Mundo.

Só o Tite pode nos salvar.

Alô, CBF, liguem para o técnico do Corinthians, ainda hoje!

OBS: Gil marcou um gol e o árbitro anulou. Sabe por qual motivo?

Ele estava com uma camisa amarela, e não com a do Corinthians.

Opine!