publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Corinthians

Parabéns, Corinthians, marca mais valiosa do futebol da América do Sul e que já rivaliza com gigantes da Europa!
Comentários COMENTE

Milton Neves

marlene

Na foto acima, Marlene e Vicente Matheus homenageiam Milton Neves pela frase “Corinthians: Nada é mais bonito”, em 1992. Na parte de baixo da imagem aparece o ex-presidente da Federação Paulista, Eduardo José Farah. O apresentador do evento foi Ney Gonçalves Dias

Ah, Corinthians…

Vivemos uma relação de amor e ódio, eu sei.

Mas neste 1º de setembro de 2014, dia em que você chega aos seus 104 anos, eu, o criador da expressão “Apito Amigo” (tão odiado pelos alvinegros), não poderia deixar de homenageá-lo.

Afinal, o que seria de mim sem você, Corinthians?

Devo ao Timão grande parte de meu relativo sucesso profissional.

E isso porque saquei há anos o que muitos dirigentes demoraram décadas para perceber: a força da marca do Alvinegro do Parque São Jorge.

O Flamengo, é verdade, tem a maior torcida do Brasil e do mundo.

Mas a “Nação Rubro-Negra” está espalhada pelo Brasil, tendo também torcedores que consideram o Fla como seu segundo time.

Já o Corinthians é o único amor futebolístico da grande maioria do sudeste brasileiro, região mais forte economicamente do país.

Isso faz com que o clube tenha a marca mais valiosa da América do Sul!

E olha que não é exagero dizer que, após todo trabalho bem feito no marketing nos últimos tempos, o Timão já está praticamente rivalizando com potências europeias, como Barcelona, Real Madrid, Bayern de Munique, Manchester United etc.

Parabéns, Timão!

Obrigado por fazer dos programas pós-rodadas sempre muito mais interessantes!

“Eu te amo, Corinthians!”.

Deixe também a sua mensagem para o Corinthians nos comentários abaixo!


Ex-micos, Ganso e Pato marcam e decidem o San-São para o Tricolor; em cinco minutos, Barcos detona o Corinthians em jogo de arbitragem polêmica no Sul; Sob o comando de Luxa, Fla segue subindo; Flu goleia; e Figueirense supera o Vitória!
Comentários COMENTE

Milton Neves

placar sansap

São Paulo 2 x 1 Santos

Quem diria, hein?

Ganso e Pato, considerados verdadeiros “micos” até alguns dias atrás, acabaram decidindo o San-São para o Tricolor paulista.

Quem balançou as redes primeiro foi o ex-santista, que anotou um verdadeiro golaço no primeiro tempo diante de seu ex-clube.

Já no final da partida, o Peixe empatou, com gol de Gabriel após pênalti infantil cometido por Álvaro Pereira (mas é importante ressaltar que o uruguaio fez uma partidaça).

Mas ainda deu tempo para Alexandre Pato colocar o São Paulo novamente em vantagem, após rebote do goleiro Aranha.

Pelo visto, as “aves” do Morumbi estão engrenando, hein?

Será que ainda dá para o Tricolor alcançar o Cruzeiro?

charge sp gre

Grêmio 2 x 1 Corinthians

E em um Brasileirão recheado de jogos sonolentos, podemos dizer que Grêmio e Corinthians fizeram um verdadeiro jogaço em Porto Alegre.

No primeiro tempo, apesar do 0 a 0, os dois times buscaram bastante o gol, deixando a partida bem movimentada.

E logo no início da etapa complementar, o argentino Barcos resolveu aparecer e decidiu o duelo para o Tricolor gaúcho.

Foram dois belos gols do Pirata, que tanta falta faz ao Palmeiras…

O Corinthians ainda chegou a diminuir, com Guerrero, mas não foi capaz de igualar o marcador.

E, como não poderia deixar de ser com o Corinthians em campo, a arbitragem foi polêmica.

Os corintianos reclamam de um pênalti após suposto toque de mão e também da expulsão de Guerrero; os gremistas dizem que também houve uma penalidade em Zé Roberto.

Você acha que o árbitro acertou nos lances?

Com o resultado, o Timão volta a ser ultrapassado pelo São Paulo e agora ocupa a quarta colocação.

Já o Grêmio subiu para o sétimo lugar (e seguirá nele caso o Atlético-PR não vença).

Criciúma 0 x 2 Flamengo

E quem diria, hein, Flamengo?

Sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, a equipe carioca definitivamente aposentou a lanterna Rubro-Negra e deixou para trás também a zona de rebaixamento.

Nesta rodada, mais uma vitória, desta vez diante do Criciúma, e ainda jogando fora de casa.

Pelo visto, os maldosos que secam o Fla (não é o meu caso) terão que esperar mais um pouco para vibrar com o rebaixamento do clube de maior torcida do Brasil.

Vitória 0 x 1 Figueirense.

E o lanterna da competição agora é o Vitória, que nesta rodada perdeu mais uma.

O algoz do Rubro-Negro da Bahia foi o Figueirense, que também luta contra o rebaixamento.

Será que o time, comandado agora por Ney Franco, escapará?

Fluminense 4 x 0 Sport

Já o Fluminense, mesmo de mal com a sua torcida, conseguiu um belo resultado na rodada.

Vitória por 4 a 0 sobre o bom time do Sport, jogando no Maracanã.

E, por incrível que pareça, Fred marcou dois gols.

Por que ele não fez isso na Copa, sô?

Goiás 0 x 1 Cruzeiro

Enquanto isso, o Cruzeiro segue nadando de braçada no Brasileirão.

No duelo diante do Goiás, no Serra Dourada, mais uma vitória da Raposa, que agora abriu sete pontos do segundo colocado.

Ficou difícil buscar, né?

Atlético-PR 0 x 0 Bahia

Na Arena da Baixada, Atlético-PR e Bahia ficaram no 0 a 0.

O empate é péssimo para o Tricolor de Aço, que permanece na zona de rebaixamento.

Enquanto isso, o Furacão ocupa a nona colocação.

Opine!

 


“Lucianel Messi” marca três gols e evita novo vexame corintiano em pleno Itaquerão! No retorno de Scolari ao Mineirão, Cruzeiro vence e dispara
Comentários COMENTE

Milton Neves

placar 21082

Corinthians 5 x 2 Goiás

Os que ficaram sabendo do resultado após o jogo não vão acreditar, mas o Corinthians sofreu no duelo diante do Goiás, na noite desta quinta-feira.

Afinal, a equipe esmeraldina chegou a ficar duas vezes em vantagem no placar, com 1 a 0 e com 2 a 1.

E enquanto isso, o Corinthians abusava dos gols perdidos.

No entanto, na metade da segunda etapa, o ótimo Elias, que deve ser titular de Dunga na seleção, igualou o marcador.

E Mano Menezes decidiu trocar o paraguaio Romero por Luciano.

Foi aí que o barraco do Goiás desabou.

“Lucianel Messi”, como o corintianíssimo Mauro Beting já o apelidou, marcou nada menos do que TRÊS GOLS em apenas 11 minutos e garantiu a vitória alvinegra.

Que estrela, não?

Com o expressivo resultado, o Timão deu o troco no São Paulo e voltou a ocupar a terceira colocação do Brasileiro, que havia sido “roubada” pelo Tricolor após o triunfo diante do Internacional.

Será que o Corinthians terá pique acompanhar o líder Cruzeiro?

blog cru

Cruzeiro 1 x 0 Grêmio

O problema é que o Cruzeiro, que jogou às 20h30, no Mineirão, diante do Grêmio, venceu mais uma!

E foi num sufoco danado…

A partida se encaminhava para um movimentado 0 a 0, mas Dagoberto, aos 40 minutos da etapa final, acertou bela cabeçada e decretou o triunfo da Raposa, que segue nadando de braçada nesse Brasileirão.

Já o Grêmio, de Felipão, continua na zona intermediária da tabela.

Opine!

 


Em casa, Corinthians tropeça, empata com Bahia e perde a chance de colar nos líderes. Com gol contra, Inter vence e dorme na primeira colocação. O Cruzeiro vai conseguir voltar ao topo da tabela amanhã???
Comentários COMENTE

Milton Neves

insonia

 

placar

Corinthians 1 x 1 Bahia

Não foi fácil. Normalmente, esses jogos de sábado às 21 horas já são difíceis de assistir. Hoje, foi ainda mais complicado.

Os jogadores de Corinthians e Bahia estavam pouco inspirados. Erros de passes e os famosos “chutões” foram a cara da partida.

Os gols saíram ainda na primeira etapa. Kieza abriu o placar para o Tricolor, mas a vantagem não durou muito. Poucos minutos depois, Gil, que também salvou o Timão contra o Santos, balançou as redes na Arena Corinthians.

O segundo tempo contou com poucas jogadas boas. Assim, Gilson Kleina, que fazia sua estreia como técnico do Bahia, complicou mais uma vez o Corinthians.

O empate foi amargo para Alvinegro, já que poderia ter entrado de vez na briga pela liderança se tivesse vencido. O time baiano ficou mais contente com o ponto conseguido fora de casa, já que ele o tirou da zona de rebaixamento temporariamente.

Goiás 0 x 1 Internacional

O Esmeraldino recebeu o Colorado no Serra Dourada e aproveitou para homenagear Fernandão, que foi ídolo em ambas as equipes e morreu antes do início da Copa do Mundo.

O Goiás utilizou uma camiseta com a frase “Ô ô ô o Fernandão brilhou”, mas parece que ela não trouxe sorte aos comandados de Ricardo Drubscky.

Grande parte do duelo foi travado no meio campo, os jogadores estavam pouco inspirados e não conseguiram criar lances de perigo.

Somente no final da segunda etapa, após cruzamento do lateral Fabrício, Pedro Henrique acabou marcando contra.

O gol colocou o Colorado na liderança provisória do Brasileirão e jogando toda a pressão em cima do Cruzeiro.

OPINE!!!


O Palmeiras é campeão mundial, sim! E o título da Taça Rio-1951 vale muito mais do que o torneio de verão conquistado pelo Corinthians em 2000!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Mundial palmeiras

Em campo, as coisas podem não estar dando muito certo para o Palmeiras.

No entanto, no ano de seu centenário, o Verdão está prestes a receber belo presente.

Joseph Blatter, presidente da Fifa, disse no último sábado que a conquista da Taça Rio, em 1951, finalmente será considerada pela entidade como título mundial de clubes.

“O Palmeiras, naquela época, foi campeão do mundo de clubes. Vamos dar um certificado para todos os campeões”, decretou o mandatário.

E, cá entre nós, nada mais justo!

Afinal, a Taça Rio foi um VERDADEIRO campeonato mundial entre clubes.

Participaram, além do Verdão, times fortíssimos e motivados como Juventus-ITA, Nacional-URU, Sporting-POR, Nice-FRA, entre outros.

Nada de equipes em pré-temporada, como aconteceu no “Mundial” corintiano, em 2000.

Por essas e outras, é certo dizer:  o título da Taça Rio-1951 vale muito mais do que o torneio de verão conquistado pelo Timão.

Não adianta espernear, corintianos.

E parabéns ao Palmeiras, primeiro campeão do mundo!

No ano de 2001, o Palmeiras realizou uma festa para celebrar o 50º aniversário da conquista, e entregou a Milton Neves a medalha comemorativa, que aparece abaixo. Ela foi entregue a todos os campeões mundiais então vivos e também aos jornalistas Joelmir Beting e Boris Casoy.

E por que da homenagem ao santista Milton Neves em feito do Palmeiras-1951?

Foi gratidão do presidente Musfafá Contursi ao então apresentador do “Gol” e “Super Técnico” da Band. Porque foi ali que começou a luta para se reconhecer o Mundial verde de 1951.

E a diretoria do Verdão fez questão de agradecer a mim, Milton Neves.

E, mais uma vez, obrigado, Sociedade Esportiva Palmeiras!

Medalha

Abaixo, Fábio Crippa, goleiro na conquista palmeirense, ladeado pelo santista Milton Neves (esq) e pelo palmeirense Joelmir Beting

crippa

Opine!


Com uma ajudinha do apito, Corinthians consegue vencer Robinho pela primeira vez; Grêmio de Felipão é derrotado pelo Internacional; Furacão despacha o Bota; e Flamengo, milagrosamente, bate o Sport!
Comentários COMENTE

Milton Neves

placar 10082

Santos 0 x 1 Corinthians

Ah, o apito amigo…

Fazia tempo que ele não aparecia para salvar o Corinthians, né?

Pois é, mas hoje, na Vila Belmiro, na reestreia de Robinho pelo Santos, ele resolveu dar as caras.

Afinal, Alison, do Peixe, foi injustamente expulso no final do primeiro tempo.

Ele nem triscou em Elias…

E o que dizer sobre a agressão de Petros no árbitro Raphael Claus?

Vergonhoso…

Enfim, o gol do zagueiro Gil, no finalzinho da partida, garantiu ao Corinthians a primeira vitória sobre Robinho.

E por falar no Rei das Pedaladas, ele até que começou bem o clássico, mas, com o tempo, acabou se cansando e foi substituído por Geuvânio.

Mas, pelo menos a primeira impressão é que a experiência do reforço santista pode dar muito certo quando mesclada com o apetite dos jovens que estão surgindo na Vila Belmiro.

Aguardemos.

robinho charge

Internacional 2 x 0 Grêmio

E a rodada deste domingo marcou uma outra reestreia frustrada.

Em seu retorno ao comando do Grêmio, Felipão acabou derrotado pelo Internacional pelo placar de 2 a 0.

Aránguiz e Claudio Winck marcaram os gols da vitória colorada.

E, com Scolari como técnico, é bom que os gremistas estejam preparados para muito sofrimento.

Flamengo 1 x 0 Sport

E, milagrosamente, o Flamengo, então lanterna do Brasileirão, conseguiu bater o Sport no Maracanã.

O gol da partida foi marcado pelo estreante Eduardo da Silva.

Mas, mesmo assim, a situação ainda é muito complicada, viu, Mengão?

Atlético-PR 2 x 0 Botafogo

E tem mais time carioca que pode cair…

Diante do Atlético-PR, o Botafogo perdeu mais uma e segue afundando em uma crise que não fica restrita ao campo.

Será difícil dar a volta por cima, hein?

Às 18h30…

Atlético-MG 2 x 1 Palmeiras

No Independência, o Atlético suou, mas conseguiu bater o Palmeiras por 2 a 1 e já está colando nos líderes do Brasileirão.

Os gols da partida foram marcados por Tardelli e Dátolo, enquanto Henrique descontou para o Verdão.

São Paulo 3 x 1 Vitória

Pelo visto, Alexandre Pato está acordando para a vida.

No duelo diante do Vitória, o atacante resolveu a parada para o São Paulo, anotando dois dos três gols tricolores.

Kardec também marcou para o time do Morumbi; Kadu fez o de honra da equipe baiana.

Será que agora o São Paulo vai?

Chapecoense 0 x 1 Figueirense

E no duelo de catarinenses, o Figueirense levou a melhor, batendo o Chapecoense pelo placar de 1 a 0.

O gol da partida foi anotado por Marquinhos.

Opine!


Má notícia para os corintianos: Robinho quer reestrear domingo contra o Timão, seu histórico freguês! E será que, assim como Raí e Roberto Dinamite, ele voltará da Europa destruindo a equipe do Parque São Jorge?
Comentários COMENTE

Milton Neves

robinho cowboty

Robinho, que acertou seu retorno ao Santos nesta semana, já quer reestrear domingo, no clássico contra o Timão.

A participação do Rei das Pedaladas no duelo ainda depende que detalhes burocráticos sejam resolvidos, mas a possibilidade já começa a tirar o sono dos corintianos.

Afinal, Robinho NUNCA perdeu para a equipe do Parque São Jorge.

Em oito jogos, o reforço santista venceu sete e empatou uma vez.

Isso sem falar nas históricas pedaladas sobre o lateral-direito Rogério, na final do Brasileirão-2002.

E, para piorar, o Corinthians costuma se dar MUITO mal diante de jogadores recém-chegados da Europa.

Quem não se lembra dos cinco gols de Roberto Dinamite sobre o Timão, em sua reestreia pelo Vasco, em 1980, após passagem frustrada pelo Barcelona?

A partida terminou em 5 a 2 para o Cruzmaltino.

Ou então do duelo decisivo do Paulista de 1998, quando Raí voltou do futebol francês e desequilibrou o jogo para o São Paulo, que bateu o Alvinegro e levou o Estadual daquela temporada?

Por essas e outras, já podem começar a tremer, corintianos!

Opine!


Corinthians sofre, mas consegue eliminar o Bahia da Copa do Brasil; Fluminense bate o América-RN; argentinos brilham, e Palmeiras vai às oitavas; pelo Brasileirão, Galo empata com a Chapecoense no “apagar das luzes”; e San Lorenzo deixa que o Nacional-PAR iguale nos acréscimos!
Comentários COMENTE

Milton Neves

placar 0608

Bahia 1 x 0 Corinthians

O Corinthians sofreu para conseguir a sua classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil.

Na noite desta quarta-feira, o Timão foi derrotado pela equipe do Bahia pelo placar de 1 a 0, e só avançou na competição nacional pelo bom resultado conquistado no jogo de ida.

Mas, uma coisa é certa: o Alvinegro, que voltou com tudo após a parada para a Copa, já começou a desacelerar e a tendência agora é que ele despenque.

Domingo, contra o Santos, será mais uma prova disso.

Anotem!

mn bahoa

América-RN 0 x 3 Fluminense

Também pela Copa do Brasil, o Fluminense conseguiu uma belíssima vitória diante do América-RN, pelo placar de 3 a 0.

Agora, o Tricolor carioca tem tudo para conquistar a vaga jogo de volta.

Palmeiras 1 x 0 Avaí

Em um Pacaembu nada cheio, o Palmeiras não teve dificuldades para eliminar o Avaí, também em jogo válido pela Copa do Brasil.

Os destaques da partida foram três argentinos: Mouche, autor do gol, Allione, o melhor em campo, e Ricardo Gareca, que está conseguindo dar forma ao time palmeirense.

E a Copa do Brasil deve ser a última oportunidade de o Verdão conquistar um título de verdade em seu centenário (Taça Julinho Botelho não vale).

Afinal, o Brasileirão, convenhamos, já era!

Chapecoense 1 x 1 Atlético-MG

Em rodada adiada do Brasileirão, o Atlético-MG suou muito para empatar com a Chapecoense.

O Maior de Minas perdia o duelo até os acréscimos, quando Leonardo Silva igualou o marcador.

E eu ainda acho que o Galo conseguirá alcançar o Cruzeiro, viu?

Já a Chapecoense não cairá, mesmo!

Nacional-PAR 1 x 1 San Lorenzo-ARG

E a Libertadores, competição que os clubes brasileiros deram adeus há tempos, teve o seu primeiro jogo da final disputado hoje.

O San Lorenzo, time do Papa Francisco, vencia o Nacional-PAR até o finzinho do duelo.

No entanto, aos 48 minutos da etapa final, Julio Santa Cruz igualou o placar e recolocou a equipe paraguaia na briga pelo caneco.

E agora, para você, quem leva essa?

Opine!


O tempo passa, o tempo voa, e o Itaquerão continua sem nome!
Comentários COMENTE

Milton Neves

andres blog

Por Marcondes Brito (http://blogs.band.com.br/marcondesbrito/)

A promessa era pra depois da Copa.

Hoje completa 22 dias que a Alemanha levou a taça, mas até agora não se tem noticia do patrocínio do Itaquerão.

Andrés Sanches já fez uma dezena de viagens para a Arábia Saudita, mas sempre volta com as mãos abanando.

O tempo vai passando e a preocupação dentro do clube só aumenta.

Por contrato com a Odebrecht, responsável pela obra e pela viabilização dos empréstimos para seu financiamento, o Corinthians tem até 12 anos para quitar a dívida.

Para tanto, terá de fazer com que o estádio dê lucro superior a R$ 62 milhões por ano.

“A cada jogo o que vai ser feito é que uma parte da renda vai ser guardada para o pagamento das despesas no fim da temporada”, disse Lucio Blanco, diretor de operações do Corinthians.

Ou seja, todo o lucro que o clube tiver no estádio vai direto para o pagamento do financiamento do estádio.

Os custos mensais de manutenção do estádio são de R$ 3 milhões.

A informação mais enchente dava conta de que o estádio seria batizado de Arena Fly Emirates, um nome até fácil de ser absorvido pelo torcedor e pela mídia.

Por enquanto, segue sendo chamado de Itaquerão,embora o ex-presidente Sanchez se irrite com isso.

Ele prefere “Arena Corinthians” e gostaria de ser obedecido por todos.

Outro dia eu ouvi o ex-presidente responder assim a um repórter que perguntou sobre o nome do estádio:

“Olha o estádio pode chamar Nani Venâncio, pode ter seu nome, meu nome, o nome de quem quiser, dando os 400 milhões ao Corinthians é o que importa!”.

Então, tá.


Em jogo sem emoção, Coritiba e Corinthians não saem do zero; Palmeiras cede empate para Bahia; Figueira ressuscita contra Sport; Fla perde e ainda é lanterna; e Galo, Inter e Flu fazem dever de casa!
Comentários COMENTE

Milton Neves

charge_urubu

Primeiro tempo “mixuruca” e sem graça.

Apenas dois perigos de gols, em cobrança de falta para ambos os lados.

Muito toque de lado, zero de criação e um medo vergonhoso de se arriscar ao ataque.

Na segunda etapa, o Couto Pereira não viu melhoras.

Mano Menezes poderia dar a coragem que faltava aos jogares, mas substituiu seu atacante por um meio-campo, quem entende?

Inspirado, Zé Love que já tinha forçado um cartão amarelo pra cima de Fagner, cavou o segundo.

Castigo para o temor e ousadia do técnico alvinegro?

Por outro lado, Celso Roth colocou a equipe pra frente.

E não é que o Coxa passou a pressionar o Corinthians?

A verdade é que foi uma partida fraca e sem emoção, onde o resultado sem gols mereceu terminar como começou.

placar_03_08

No Pacaembu, emoção não faltou!

Após abrir o marcador contra o Bahia e dar indícios de que conquistaria uma vitória fácil, o Palmeiras cedeu o empate.

Bom para meu “Bahêa Minha Porreta”!

O morto Figueirense resolveu ressuscitar. Com uma atuação irredutível, foi as redes três vezes contra o Sport e fez a alegria da torcida que compareceu no Orlando Scarpelli.

Agora, quem não tem jeito mesmo é o Flamengo.

A Chapecoense fez o suficiente para derrotar o Rubro-Negro na Arena Condá e afundar de vez os cariocas, que mais uma vez irão acordar segunda-feira segurando a lanterna.

Interessante foi a briga dos Atléticos no Horto. O Galo não vacilou e venceu o Furacão, apesar de todo trabalho exigido.

Meu Santos foi a Porto Alegre e saiu derrotado. Nem a expulsão do zagueiro Paulão do Internacional ajudou o Peixe no Beiro-Rio.

E o Fluminense cumpriu o dever de casa. Jogando no Maracanã e diante sua torcida, venceu bem o Goiás e não descolou do líder Cruzeiro.

Que rodada pavorosa essa, não?

O que você achou torcedor?

Mano Menezes teve medo de ganhar e encostar nas Marias?

OPINE!!!