publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Corinthians


De vilão a herói: Kazim faz Fiel soltar grito de “campeão”!

Que jogo horrível meu amigo!

Um primeiro tempo inexistente, que me fez lembrar as tradicionais “peladas” entre “rua de cima e rua debaixo”.

E para uma partida nesses moldes, apenas um herói poderia aparecer.

Kazim, o “salvador”!

Contestado desde sua chegada ao Corinthians, o turco até que incorporou o espírito alvinegro, mas não obteve o sucesso esperado.

Contra o Avaí, ele livrou o Timão do empate amargo e de um possível vexame.

Afinal, é do futebol apresentado pelo líder que estamos falando.

A vitória veio, “magrinha”, 1 a 0, mas não convenceu.

Um importante passo corintiano rumo ao título, mas graças ao excepcional primeiro turno.

Pois com essa “bolinha” jogada no returno, o Corinthians está somando pontos apenas para o “gasto”.

Após esse resultado, você acredita que alguém possa tirar o título do Timão?

Botafogo 0 x 1 Atlético-PR

A chuva pode ser a responsável pela falta de emoção, mas não pelo resultado chato.

Pensando melhor, chato apenas para o Gatito Fernández, ótimo goleiro, mas que falhou luxuosamente no gol atleticano.

Não foi um grande duelo, mas a vitória fora de casa deu ânimos ao Furacão.

OPINE!!!


Felipe Melo x Clayson: quem está com a razão?

É, meus amigos, a bola já parou de rolar, mas o polêmico clássico entre Corinthians e Palmeiras está longe de chegar ao fim.

A semana começou com muita reclamação por parte dos palmeirenses, inconformados com o gol irregular de Romero, com a não expulsão de Gabriel, com o pênalti de Dracena em Jô, com a direção do vento em Itaquera…

Mas, o assunto que deu mais pano para manga envolveu um personagem que nem chegou a entrar em campo.

Afinal, após o Derby, todo mundo crucificou o volantão e valentão Felipe Melo, que arremessou uma munhequeira no corintiano Clayson no intervalo da partida.

No entanto, o próprio jogador publicou em seu perfil no Twitter um vídeo que mostra uma suposta cusparada de Clayson em sua direção. Veja abaixo:

Clayson se defendeu:

“Como disse, ainda na Arena Corinthians, apenas reagi a uma agressão. Diferentemente do que estou sendo acusado, não cuspi em ninguém. Isso está claro nas imagens, que mostram que, de forma alguma, eu cuspi em direção ao Felipe Melo. Na sequência, ele arremessa sua munhequeira em mim”, argumentou o talismã alvinegro.

Abaixo, veja um novo vídeo, com a briga na íntegra:

Mas, e agora, quem está com a razão?

Pelo visto, nenhum dos dois…

Mas é bem provável que ambos sejam punidos pelo STJD, que com certeza analisará as imagens.

Pior para o Timão, que poderá perder nesta reta final de Brasileiro o grande destaque da equipe no segundo turno.

Não é mesmo?

Opine!


Corinthians, a “4ª força”, está perto do maior vexame da história do Brasileirão!

O duelo no Moisés Lucarelli esteve longe de ser o que todos esperavam.

Lances de emoção apenas no final do jogo, característica fiel deste “modorrento” campeonato. Aranha e suas defesas deram um pouco mais de graça.

É que ambas as equipes deixaram de lado a técnica e apostaram na força de vontade para tentar superar o rival.

A Ponte Preta levou a melhor, mas o resultado magro justifica sua posição na tabela.

Era o momento perfeito para golear o Timão, inflar o ego e ganhar moral no torneio para se livrar de vez do rebaixamento.

Pois, neste segundo turno, o Corinthians vem jogando uma bolinha bem “quadrada”.

Teria a sorte abandonado o time do Parque São Jorge?

E se o que todos afirmavam sobre ser a “QUARTA FORÇA” for realmente verdade?

A resposta aqui é clara!

Parem o Palmeiras, pois o Verdão vai roubar este título do Timão!

Atlético-MG 0 x 0 Botafogo

Mais uma vez o meu Galo deixou escapar boa oportunidade de vitória.

Péssimo resultado para o Atlético-MG, que parece ter abandonado lutar pela Libertadores.

Rafael Moura, o “He-Man”, saiu do banco e só foi parado pela trave. Uma pena!

Fluminense 1 x 1 Bahia

O futebol é realmente brilhante, não é mesmo?

Porque apesar do Bahia começar arrasador com Zé Rafael, o “cabisbaixo” Flu arrancou o empate.

Gustavo Scarpa, antes vaiado, foi quem salvou os cariocas da derrota.

Vitória 1 x 1 Atlético-GO

O Rubro-Negro baiano tinha tudo para levar essa, mas parou nas mãos de Marcos.

Além de defender um pênalti, ele evitou pelo menos outros três gols.

Empate péssimo para ambos, que se afundam na zona do rebaixamento.

Sport 3 x 4 Coritiba

Que jogaço foi esse, hein? Foram duas viradas espetaculares!

Mas, tudo poderia ter sido bem diferente para o Sport.

É que apesar de ter feito dois gols, Diego Souza desperdiçou dois pênaltis. Aí não dá!

Avaí 2 x 2 Grêmio

Se o Grêmio jogasse mais e poupasse menos, a história do campeonato seria diferente.

E contra o Avaí, mais capítulo negativo na busca pelo título foi escrito.

Apesar dos reservas jogarem bem, a zaga falhou e o Tricolor cedeu o empate.

OPINE!!!


E se o Corinthians conseguir não ser campeão?

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

– Será uma vergonha!

– Normal. “Todo campeonato só acaba quando termina”! (Jornalista Mauro Beting)

– “Um castigo pela arrogância antecipada da Fiel torcida!” (Jornalista Rica Perrone)

– Um prêmio ao Palmeiras, que investiu e foi premiado.

– Milagres acontecem e o título do Santos FC é um estímulo para que ninguém na vida nunca desista de seus sonhos.

– Uma derrota para o “Apito-Amigo Corintiano”, em grande fase como sempre.

– Um puxão de orelhas em quem comemora qualquer coisa antes da hora.

– Um “pito” em quem criou “Campeonato Brasileiro de Amistosos”!

– A maior “paraguaiada” da história.

– Carille não será mais o novo Tite.

– O Corinthians será tão humilhado que fará uma fusão com a Lusa e devolverá o Itaquerão ao governo.

Opine!


Pelo visto, o Santos quer mesmo entregar a taça para o Timão!

Santos 2 x 2 Vitória

Do que adianta o Corinthians tropeçar tanto neste segundo turno?

Ninguém aproveita, pô!

O Santos, que depois da queda da Libertadores se tornou o maior perseguidor do líder, mais uma vez PIPOCOU!

Agora diante do Vitória, e em casa!

Assim não dá!

E o pior é que o time baiano merecia melhor sorte no duelo.

Isso porque os comandados de Vagner Mancini criaram mais chances de gol do que a equipe da casa.

Ah, se não fosse o Vanderlei…

E por falar em Vagner Mancini, andam dizendo por aí que se Levir não quiser ficar na Vila, a diretoria do Peixe correrá atrás do comandante do Vitória.

Um ótimo nome!

Bom, e agora, entre Santos, Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro, vejamos quem ficará com o segundo lugar no Brasileirão.

Afinal, a CBF já pode muito bem mandar a taça para a Rua São Jorge, 777.

Opine!


Que vexame! Será o Corinthians o maior “Cavalo Paraguaio” da história?

Alguém quer, por favor, me dizer onde está o Corinthians?

Na Fonte Nova, o Timão até tentou, mas não viu a cor da bola.

O Bahia foi muito superior e contou com uma “mãozinha” de Fagner e Cássio para vencer.

E olha que o Tricolor de Aço teve um gol anulado, que me pareceu legal, hein?

“Apito Amigo”?

A bem da verdade, o Alvinegro realmente caiu de produção e está correndo sério risco de não levar esse Brasileirão.

Pois jogando essa “bolinha” no segundo turno e com o meu Santos subindo na tabela, a liderança pode ter um novo dono em poucas rodadas.

Mas o que acontece com esse cabisbaixo Corinthians?

Está mais instável do que o São Paulo!

E volto a repetir, será o Timão o maior “Cavalo Paraguaio” da história?

Coritiba 0 x 1 Grêmio

Foi doído, muito doído! Pois o gol saiu nos acréscimos do segundo tempo.

Um resultado injusto, já que o Coritiba dominou todo o jogo.

E o Grêmio, que chutou apenas uma vez ao gol, saiu com a vitória.

Infelizmente, o Coxa já é sério candidato ao rebaixamento.

OPINE!!!


O Palmeiras ainda pode “roubar” a taça do Timão!

O milionário Palmeiras voltou a sonhar com o título do Brasileirão-2017.

E por dois motivos:

– por conta da arrancada do Verdão nos últimos quatro jogos (três vitórias e um empate).

– e por causa da queda de rendimento do líder Corinthians no mesmo período (uma vitória, um empate e duas derrotas).

E, olha só, se os rivais paulistas mantiverem o mesmo ritmo nas 13 rodadas restantes, o Verdão conseguirá ultrapassar o Timão – e com folga!

Acompanhe abaixo as contas do Instituto DataNeves:

Nos últimos quatro jogos, o Alviverde conquistou 10 dos 12 pontos possíveis (aproveitamento de 83.3%).

No mesmo período, o líder Corinthians somou apenas quatro dos 12 pontos disputados (aproveitamento de 33.3%).

Ou seja, mantendo os mesmos números nas últimas 13 rodadas, o Palmeiras chegará aos 75 pontos.

Enquanto o paraguaio Timão alcançará apenas 67.

Ah, e vale lembrar um “pequeno” detalhe: a única vitória do Timão nos últimos quatro jogos só aconteceu por conta da mãozinha de Jô.

E ainda tem o confronto direto no Itaquerão, onde o time do Palestra Itália costuma se dar muito bem.

Portanto, acredite, palmeirense!

O Verdão ainda tem muitas chances!

E você, corintiano, é bom ficar de olhos bem abertos!

Opine!


Grêmio x River: Culpa do Culpi!

Escrevo de São Vicente-SP, a primeira cidade do Brasil onde nasceram Robinho e Jefferson, goleiro do Botafogo.

É que agora me tornei “Cidadão Vicentino”, uma honra!

Como já era por aqui também de Santos, Guarujá e Itanhaém, a segunda mais antiga do país.

Fazia tempo que não vinha para a terra do Ilha Porchat Clube – hoje nem sombra do passado glorioso dos tempos do saudoso Odárcio Ducci (1942 – 2016) – e do icônico “Seven Seas”, edifício projetado pelos engenheiros alemães que instalaram a Volkswagen na Via Anchieta nos anos 60.

E quando será instalado um time forte aqui em São Vicente?

Difícil, porque a vizinha e forte Santos “não deixa” o futebol crescer nas cidades próximas de nosso litoral.

Santos que segue chorando a dolorosa eliminação da Libertadores pelo… Barcelona!

Ah, não suporto esse nome, viu, Neymar?

Viu, Laor?

Viu, sumido Odílio?

Quanto gol contra, sô!

E que gol a favor que você deixou de fazer na quarta-feira, hein, Ricardo Oliveira?

Mas, não foi culpa dele.

Culpa de Culpi.

Levir escalou mal demais o superado Leandro Donizete e, sem Lucas Lima e Renato, colocou em campo os contundidos Copete e Ricardo Oliveira.

Ele não sabia ainda que “entre dois ótimos jogadores baleados e dois mais ou menos, mas inteiros, opte sempre pelos dois últimos”, dizia Otto Glória (1917 – 1986).

Mas o ano não foi de todo ruim para o Santos que, no entanto, vai sofrer por anos os efeitos da terra arrasada by Laor e Odílio.

Já para o Corinthians “foi boa” a quarta-feira.

Livrou-se da pequena Sul-Americana e agora vai cuidar melhor do restinho que falta para ser campeão do Campeonato Brasileiro de Amistosos.

Mas boa mesmo é a Libertadores, que não tem amistoso.

É porque ela não tem o lixo e a porcaria dos pontos corridos do Brasileirão!

Que acabem logo com o tal turno e returno e com o inconsequente “horário de verão”.

E a Libertadores, hoje disputada em todas as estações do ano, terá uma final entre o River Plate da terra do Maradona e o Grêmio do país do Pelé.

É que o Barcelona de Guaiaquil já esgotou seu estoque de milagres.

E não entendo porque até hoje milagrosamente não morreu ainda um jogador visitante nas alturas da Bolívia.

Jogar lá é desumano e os 3 a 0 em casa do Jorge Wilstermann e os 8 a 0 do River Plate na volta em Buenos Aires provam o tanto que o craque “Altitude” faz efeito.

Efeito que não será nenhum no empate de 1 a 1 de São Paulo e Corinthians deste domingo.

O São Paulo seguirá ameaçado e o atual comum Corinthians ficará livre de mais uma rodada do Brasileirão rumo ao seu título obtido mediante só um turno.

E viva São Vicente!

Flamengo 1 x 1 Avaí

E segue o modorrento Campeonato Brasileiro de Amistosos.

De olho na final da Copa do Brasil, o Flamengo escalou para o jogo contra o Avaí o que tinha de… pior!

Exatamente, time praticamente reserva para uma importante partida do Nacional.

Coisas maravilhosas proporcionadas pelos malditos pontos corridos…

E o resultado não poderia ser muito diferente: 1 a 1, com o empate do Rubro-Negro saindo já no fim do jogo.

A verdade é uma só: enquanto o mata-mata não voltar, ninguém levará o Brasileirão a sério!

Santos 1 x 0 Atlético-PR

E o Santos não demorou quase nada para se curar da “ressaca” após a dolorosa eliminação da Libertadores.

Três dias depois do revés para o Barcelona genérico, o Peixe já conseguiu uma belíssima vitória no Brasileirão, diante do Atlético-PR, na Vila Belmiro.

Convenhamos, agora é obrigação pelo menos lutar pelo segundo lugar.

Afinal, o Grêmio já jogou a toalha e os outros integrantes do top 5 estão muito longe.

Ah, e o Corinthians que não se cuide…

Porque ainda dá para chegar, sim!

OPINE!


Apesar dos pesares, Corinthians atinge a maior vantagem da história até a 23ª rodada

Por Marcondes Brito
Clique aqui e conheça o Blog do Marcondes Brito

O Corinthians, que já chegou a ter 86,9% de chance de conquistar o título de 2017, tem agora “apenas” 72,8% de possibilidades, segundo cálculos do departamento de matemática especializado em futebol da Universidade Federal de Minas Gerais.

É como se acendesse a luz amarela para o líder do campeonato, principalmente depois das duas surpreendentes derrotas dentro de casa, para times que estão na zona de rebaixamento.

De acordo com a matemática, o Grêmio tem 19%, seguido por Palmeiras (3,5%), Santos (3%) e Flamengo (1,2%).

Mas o “apenas” aí do primeiro parágrafo justifica as aspas porque, mesmo com a queda na rodada, por conta da vitória do Grêmio, esta é a é a maior vantagem já registrada nessa altura do campeonato.

A marca foi atingida pelo São Paulo, em 2007, pelo Cruzeiro, em 2013 e 2014, e pelo próprio Corinthians, na campanha do hexacampeonato, em 2015.

A história registra que os times que atingiram esses números na 23ª rodada do Brasileirão sempre terminaram a temporada com a taça na mão.

O Corinthians não quer ser uma exceção a essa regra.

Mas vai que…

OPINE!

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians


O Corinthians corre o risco de pagar o maior mico da história do futebol?

No início da temporada, todo mundo achava que o grande objetivo do Corinthians no Brasileirão seria se manter longe da zona de rebaixamento.

Uma vaga na Sul-Americana seria um bom resultado.

Uma vaga na Libertadores, então, seria algo espetacular!

Mas, agora, por tudo que realizou no primeiro turno, o Timão tem simplesmente a OBRIGAÇÃO de levar o caneco!

Só que o início de segundo turno da equipe de Carille está deixando a Fiel com a pulga atrás da orelha.

Afinal, time que quer ser campeão não pode perder dois jogos seguidos em casa para equipes que lutam contra a degola – sendo uma delas a lanterna da competição.

Mas, e agora, o que esperar do Timão na sequência do campeonato?

O clube do Parque São Jorge corre o risco de pagar o maior mico da história do futebol?

Ou as derrotas em casa não vão abalar o líder do Brasileiro?

Ah, e se o Timão de fato “pipocar”, será superado pelo Santos, pelo Palmeiras ou pelo Flamengo.

O Grêmio, o time mais “poupástico” do futebol brasileiro, já está burramente fora da briga!

Poupa mais, Renato Gaúcho!

Opine!