publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Corinthians

Com Elias inspirado, Corinthians leva a melhor no primeiro dérbi do Itaquerão; Kaká marca, mas não evita derrota são-paulina em sua reestreia; Sport bate o Galo; e Flu goleia o Furacão!
Comentários COMENTE

Milton Neves

placar novo

Corinthians 2 x 0 Palmeiras

Em um joguinho tão sem graça quanto dançar com a irmã, deu Corinthians no primeiro dérbi disputado no Itaquerão.

E o triunfo alvinegro aconteceu graças ao ótimo desempenho de Elias, que deu passe para os dois gols corintianos, anotados por Guerrero e pelo bom Petros.

Com o resultado, o Timão não deixou o Cruzeiro disparar na tabela, e segue a cinco pontos do líder do Brasileirão.

Já a equipe do Palestra Itália continua na 12º colocação, tendo, no ano de seu centenário, um desempenho pífio.

E tinha palmeirense que dizia que o problema era Gilson Kleina…

charge derbi

Goiás 2 x 1 São Paulo

E na reestreia de Kaká, o Goiás acabou estragando a festa são-paulina no Serra Dourada.

O eleito melhor do mundo em 2008 chegou a deixar a sua marca, mas a vitória ficou com o Esmeraldino, que foi às redes por duas vezes, com Amaral e com Bruno Mineiro.

Está ficando difícil defender você, viu, Muricy Ramalho!!!

Sport 2 x 1 Atlético

E o Galo, ainda de ressaca por conta da comemoração do título da Recopa, acabou derrotado pelo Sport na Ilha do Retiro.

Os gols do mandante foram anotados por Felipe Azevedo e por Durval, enquanto Tardelli descontou para o Atlético.

Mas não jogue a toalha ainda não, Galo.

Ainda dá pra chegar no Cruzeiro! Fácil, fácil…

Atlético-PR 0 x 3 Fluminense

Já o Fluminense, que deveria estar fazendo companhia para o Vasco na Série B, goleou nesta rodada o Atlético-PR, pelo placar de 3 a 0.

Brincadeiras à parte, é importante destacar o belo trabalho que o competente Cristóvão Borges tem feito no Tricolor carioca.

Às 18h30…

Flamengo 1 x 0 Botafogo

No Rio, o Flamengo venceu o clássico diante do Botafogo e, enfim, saiu da lanterna.

Já seria o “efeito Luxemburgo”?

Com a derrota, o Fogão também ficou em uma situação complicada na tabela de classificação.

E para piorar, está há cinco meses sem pagar salários.

Difícil, né?

Grêmio 2 x 3 Coritiba

Na Arena do Grêmio, o Coritiba conseguiu uma vitória sensacional diante do Tricolor gaúcho.

O jogo estava empatado em 2 a 2 até os 48 minutos do segundo tempo, quando o incansável Alex decretou a vitória do Coxa.

Barcos (2) e Zé Love (2) marcaram os outros gols do duelo.

Opine!


Contando com mais sorte que juízo, Galo conquista mais um título de peso, mas deve perder R49; Corinthians, enfim, aprende como se vence em casa; Palmeiras ganha bem em Santa Catarina e dá passo importante para a classificação
Comentários COMENTE

Milton Neves

placar 24-07

Atlético-MG 4 x 3 Lanús

Pois é, meus amigos…

Os que adoravam zombar do Atlético-MG, dizendo que o clube de maior torcida de Minas Gerais só ganhava títulos importantes no passado, está precisando recentemente engolir as palavras.

Nesta noite, mais uma taça foi para a riquíssima sala de troféus do Galo, a da Recopa Sul-Americana.

Mas a vitória veio de uma maneira nada tranquila.

Disperso em diversos momentos do duelo, o Galo deixou que o Lanús desempatasse a partida nos acréscimos e levasse a decisão para a prorrogação.

No entanto, no tempo extra, brilhou a estrela de Luan, que, com uma ajudinha do zagueiro Gomez, garantiu o título do Atlético.

Para fechar de vez o caixão da equipe argentina, Ayala ainda marcou contra.

No entanto, o torcedor do Galo tem um motivo para se lamentar: este pode ter sido o último jogo de Ronaldinho Gaúcho pelo clube.

Caso a informação se confirme, é impossível mensurar a falta que ele fará ao Maior de Minas.

Corinthians 3 x 0 Bahia

Já o Corinthians parece ter aprendido o caminho da vitória em casa, hein?

Em duelo válido pela Copa do Brasil, o Timão bateu com muita facilidade o time do Bahia, pelo placar de 3 a 0.

Destaque para a ótima atuação do paraguaio Romero, que marcou um gol e deixou a torcida animada com seu desempenho.

Agora, o Timão praticamente garantiu a sua classificação na competição nacional e chegará cheio de moral para o clássico diante do…

charge corinthians x bahia

Avaí 0 x 2 Palmeiras

… Palmeiras, que em Santa Catarina conseguiu a sua primeira vitória sob o comando de Ricardo Gareca e deu passo importante para avançar na Copa do Brasil.

A equipe do Palestra Itália bateu o Avaí por 2 a 0, com os dois tentos anotados por Felipe Menezes.

Agora, vamos ver se o Palmeiras embala para o clássico de domingo diante do Corinthians.

Opine!


Arena Corinthians nota 10 e CBF fulmina Felipão atirando no pé!
Comentários COMENTE

Milton Neves

1

Gilmar Rinaldi não foi uma boa.

Menos por ele, um ex-empresário de Série B ou C, e mais pela má fama da atividade de “atravessador” de jogador.

Está aí sim um segmento comercial muito mal visto no meio desde a Lei Pelé, a mãe do “intermediário do passe”.

Bastam uma carteirinha da FIFA e uma mesinha, um telefone e uma mocinha e pronto: o sujeito pode caçar e transacionar promessas ou realidades do futebol sem praticamente colocar a mão no bolso.

Há os espertos como Wagner Ribeiro, sempre com o ouro e os diamantes das serras peladas da bola.

Ali só entra, e muito, e nada sai.

E os bobinhos ou falsos malandros como Delcir Sonda.

Ficou muito rico vendendo comida e entrou nessa de jogador levando na testa de jogadores, de pai de jogador, de funcionários, de clubes e do empresário que o atiçou a entrar na roubada de compra e venda de atletas.

“Estreou” na área comprando 50% dos direitos de um “craque” sul-americano por um milhão e meio de dólares.

O “gênio-revelação” veio, jogou, foi mais ou menos e certo tempo depois houve a revenda para clube do mesmo país de origem, ou vizinho.

Como para a transferência os dois sócios precisavam assinar a documentação, houve logo um curto-circuito na relação.

Foi quando o gaúcho Sonda, deslumbrado, afoito e ingênuo na área, descobriu que o jogador havia custado um milhão e meio de dólares, mas no total.

Ou seja, ele pagou 100% do custo, ficou só com 50% dos direitos econômicos e seu sócio “mui amigo” investiu zero dólar e garantiu também seus 50%.

Nessa, no Neymar, no Santos, em Ganso, no São Paulo, e em tantos outros ele dançou!

Praticamente só tomou na cabeça.

Só teve lucro na venda do zagueiro Breno para a Alemanha.

Mas, “burro”, não larga do que chama de “passatempo” em sua vida.

E o Gilmar Rinaldi?

Insisto que ele nunca foi empresário de ponta, mas paga e pagará pelos péssimos fluídos que exalam dos escuros escritórios e jantares em que se negociam e até se convocam jogadores no mundo do futebol.

Eu ficaria com Leonardo ou Falcão, mas deu o gaúcho Gilmar de Erechim que em sua carreira de empresário já acumulou uma derrota que muito o afeta e entristece.

Em encontro coincidente em um jantar de restaurante português em meio à Copa, Gilmar contou a mim, a Branco-94, a Éder-82, a Pedrinho e a Djalminha que não conseguiu salvar Adriano mesmo “armado” com psicólogos, médicos, conselheiros e patrocinadores.

“Ele é inajudável”, disse, lamentando.

Mas, agora, que consiga salvar seu pescoço e nossa seleção, hoje no fundo da cisterna, barrenta.

E os operários lá no fundo do poço são todos do time do “Gauchobol FC”.

Depois de Dunga, Mano, Felipão, Gilmar e agora Dunga, de novo, acho.

Com todos eles sempre trabalhando de bombachas.

E se o fundo do poço da seleção ainda está sendo escavado, tem obra ainda em andamento também na “Arena Corinthians”.

“Arestas” restaram para serem aparadas mas nada a desabonar a fantástica obra, orgulho de “nós” corintianos.

Foi a única Arena pós-Copa do Brasil a manter o padrão FIFA no glamour, visual, vibração e beleza em jogo de times e não de seleções.

Parabéns, Fiel, a casa de vocês e só de vocês para todo o sempre, mesmo com tantos saltos orçamentais alavancados por todas as torcidas brasileiras, minimamente ou não.


De volta para o Brasileirão: qual time se reforçou melhor para o campeonato nacional??? E quem é o seu favorito para o título???
Comentários COMENTE

Milton Neves

de volta

Muita gente ficou tão entretida com a espetacular Copa do Mundo do Brasil que se desligou completamente do seu time.

E, para piorar, lembra vagamente do que aconteceu no Campeonato Brasileiro antes da parada para o Mundial de 2014.

Muitas mudanças agitaram o mercado e o retorno do torneio nacional promete colocar fogo na disputa pelo título.

Mas qual time se reforçou melhor?

O São Paulo trouxe Kaká de volta e terá o camisa oito até o final do Brasileirão. Alan Kardec já estava na equipe antes da Copa, mas só estreará agora.

Pontual nas negociações, o Corinthians contratou os estrangeiros Lodeiro e Romero para reforçar o meio-campo e o ataque.

Outro que também pegou jogadores de fora do país foi o Palmeiras, com os argentinos Mouche e Tobio, mas está prestes a perder Valdívia para acertar as contas.

No Santos, mais partidas do que chegadas. Os jovens Neílton e Victor Andrade deixaram a Vila, mas a principal perda foi o volante Cícero, um dos destaques santistas no primeiro semestre. Souza, ex-Cruzeiro, Náutico e Palmeiras chegou para o meio-campo.

O Flamengo negocia com o brasileiro naturalizado croata, Eduardo da Silva, que atuou no Mundial, mas até agora só o meia Canteros foi apresentado.

Após oito anos, Cícero retorna ao Fluminense e promete organizar o setor criativo do time. O bom zagueiro Henrique, ex-Bordeaux, também desembarca nas Laranjeiras.

O décimo terceiro lugar do Botafogo no Brasileirão se reflete na força de seu elenco. Sem grandes contratações, o Glorioso vive esperando o retorno de Vitinho, que está no futebol russo. Do mais, perderam Lodeiro para o Timão.

Saí Fernandinho, chega Maicossuel. O Atlético-MG tentou equilibrar o elenco e ainda está no mercado. Fiquem de olho no twitter do Kalil, hein…

Líder nas primeiras nove rodadas, o Cruzeiro perdeu jovens promessas para segurar suas principais estrelas. A manutenção do time principal é o maior reforço, aliada às chegadas de Manoel e Neílton.

Sempre colocado entre os favoritos, o Internacional só trouxe o lateral Wellington Silva do Fluminense e contratou o ótimo chileno Aránguiz em definitivo.

Um dos que melhor contratou na janela, o Grêmio “desenterrou” o ótimo meia Giuliano do futebol ucraniano. Felipe Bastos e Fernandinho vão melhorar as opções do elenco tricolor. E a saída de Kleber para o Vasco ajudou a equilibrar os salários.

Clique aqui e confira a matéria completa sobre as transferências do futebol nacional

E para você, amigo internauta, qual foi a melhor contratação???

Quem está mais forte para a sequência do Brasileirão???

E qual time é favorito???

OPINE!!!

 

 

 

 

 

 


Andrés Sanchez, Fernando Carvalho ou Alexandre Kalil? Se você pudesse mudar o comando da CBF, quem você escolheria???
Comentários COMENTE

Milton Neves

marin

A humilhação brasileira diante da Alemanha criou um sentimento de mudança.

A indignação popular com a trágica derrota muitas dúvidas sobre o futuro do futebol brasileiro floresceram.

Onde estamos errando?

Uma das respostas esbarrou no comando da CBF, a entidade máxima que gerencia o futebol no país.

José Maria Marin trouxe Felipão e apostou em um discurso ufanista para tentar levar a Copa.

Agora, o já eleito Marco Polo Del Nero seguirá o mesmo rumo ou fará mudanças radicais na CBF?

E se você, amigo internauta, pudesse escolher o cartola da Confederação Brasileira de Futebol, quem seria?

- o corintiano vencedor Andrés Sanchez;

- o colorado campeão do mundo Fernando Carvalho;

- o atleticano ousado Alexandre Kalil;

- o tricampeão brasileiro Juvenal Juvêncio;

- o atual campeão nacional Gilvan Pinho Tavares;

- o astuto Paulo Nobre;

Algum outro nome importante?

OPINE!!!

 

 

 


Recordista Corinthians continua empolgando e já atinge 104 anos sem ganhar um jogo sequer em seu estádio particular. Parabéns!
Comentários COMENTE

Milton Neves

A maldosa piada do título deste post me foi enviada pelo venenoso Mauro Beting.

Mas não deixa de ser verdade, né?

Será que o Guinness Book incluirá este recorde em sua próxima edição?

Seria o segundo feito alvinegro registrado na famosa publicação.

Já que o título de “primeiro clube a vencer um Mundial sem conquistar o intercontinental” consta lá desde 2000.

Mas agora, corintianos, vejam a imagem abaixo e descubram o verdadeiro motivo da “zica” do Timão na arena (risos).

mano fielzao


Corinthians vacila no final e segue sem vencer em sua arena; Verdão é prejudicado pelo apito no duelo diante do Grêmio; Fla é goleado pelo Cruzeiro e segue despencando na tabela; Chapecoense supera o Bahia; Flu e Inter ficam na igualdade; Santos ganha mais uma; e Figueirense segue decepcionando!
Comentários COMENTE

Milton Neves

placar 0106 atualizado

Corinthians 1 x 1 Botafogo

Xiiii, Corinthians…

Tá difícil de sair essa primeira vitória em casa de sua história, hein?

Pelo menos desta vez, diante do Botafogo, não foi uma derrota, como foi para o Figueirense há duas semanas.

Mas ficou um gostinho tão amargo quanto para a torcida corintiana, já que o Timão vencia o Bota até os 41 minutos do segundo tempo, quando Cleber marcou contra e igualou o marcador.

Paciência, ficou para depois da Copa do Mundo…

charge 0106

Grêmio 0 x 0 Palmeiras

Em Caxias do Sul, o Palmeiras foi – e MUITO – prejudicado pelo apito, no jogo contra o Grêmio.

Afinal, o gol legal de Diogo no início do segundo tempo, muito mal anulado pelo auxiliar, daria o fundamental triunfo ao Verdão.

Mas, se serve de consolo aos palmeirenses, como jogou mal o argentino Barcos, desafeto dos palestrinos, que foi substituído na metade da etapa complementar sob muitas vaias.

Cruzeiro 3 x 0 Flamengo

E a fase do Flamengo é assustadora, hein?

Afinal, nesta rodada, mais uma derrota rubro-negra, desta vez para o Cruzeiro, pelo placar de 3 a 0.

Com o resultado, o Fla caiu para a… DÉCIMA NONA COLOCAÇÃO!!!

Será que esse ano vai (para Série B, é claro)?

Enquanto isso, o lotérico Cruzeiro segue na liderança da competição.

Chapecoense 2 x 1 Bahia

Já em Chapecó, o time da casa conseguiu uma ótima vitória sobre o Bahia, pelo placar de 2 a 1.

Alemão e Abuda marcaram para a Chapecoense, enquanto Demerson descontou para os visitantes.

Fluminense 1 x 1 Internacional

Outro duelo que terminou empatado na rodada foi o entre Fluminense e Internacional.

Os gols da partida foram marcados por Jorge Henrique, para o Colorado, e por Jean, para o Tricolor.

Como resultado, as duas equipes seguem figurando na parte de cima da tabela.

Santos 2 x 0 Criciúma

E quem conseguiu outra boa vitória foi o Santos.

Após bater o Bahia no meio de semana, o Peixe hoje superou o Criciúma, pelo placar de 2 a 0.

Que agora Oswaldo de Oliveira consiga engrenar o time nesta parada para a Copa.

Figueirense 1 x 3 Atlético-PR

Enquanto isso, o Figueirense segue despontando na “briga” pelo rebaixamento.

Desta vez, o lanterna, que até agora só venceu o Timão na estreia da Arena, foi derrotado pelo Atlético-PR, em casa.

Situação complicadíssima para os catarinenses…

Opine!


Em Recife, Corinthians surpreende e goleia Sport; jogando no Morumbi, Santos apenas empata com Flamengo; Atlético-PR derrota Coritiba em clássico disputado; fora de casa, Goiás vence Figueirense; de virada, Cruzeiro vence Internacional e segue na liderança; Chapecoense derrota Palmeiras; Botafogo empata com Vitória; e Atlético-MG não sai do zero contra Criciúma!!!
Comentários COMENTE

Milton Neves

chargeQuando o goleiro Magrão mostrou sua habilidade com os pés, pensei que o Sport daria um show.

Mas não foi isso que aconteceu…

Romarinho contou com a falha do arqueiro e abriu o placar na Ilha do Retiro.

Pouco antes disso, pênalti claro do zagueiro corintiano Kleber no atacante Leonardo.

Entrada duríssima que o juiz ignorou. Nem o suposto escanteio ele marcou.

“Apito Amigo” alvinegro!

Contudo, os pernambucanos conseguiram empatar, mas por pouco tempo o resultado permaneceu igual.

Jadson, que não vinha fazendo boas partidas, em dois lances de bola parada, desempatou e ampliou a partida.

A bem da verdade, é que os jogadores do Leão perderam a cabeça.

Durval e Neto Baiano foram expulsos e a partir daí, o Corinthians que já havia feito o quarto gol, jogou tranquilo e apenas nos erros do adversário.

placar_25_05Enquanto o time do Parque São Jorge saia de Recife com uma ótima vitória, o meu Santos, que agora não conta mais com Cícero, apenas empatou com o Flamengo no Morumbi.

Um “zero a zero” sem graça e que já pode ser efeito da falta do “camisa 8” santista.

Em Maringá, no “grandioso” Willie Davids, o Coritiba não estava em um bom dia.

O Furacão aproveitou e marcou logo dois. Está certo que um foi contra, mas sacramentou a derrota do Coxa.

Já o Goiás, foi a Florianópolis fazer o que o Corinthians não fizeram aqui em São Paulo.

Mesmo com a torcida a seu favor dentro do Orlando Scarpelli, o Figueirense não teve forças para sequer empatar a partida.

Na briga pela liderança, Internacional e Cruzeiro fizeram um grande duelo no Centenário de Caxias. O “Segundo de Minas” começou perdendo, virou a partida e ainda ampliou. Agora, aguenta!

Eu não disse que em Chapecó é lugar de matar porco? Aproveitando o fator casa, no Índio Condá e tentando se reabilitar no Brasileirão, a “Linguiça Atômica” não perdoou derrotou o Palmeiras.

O gol solitário de Emerson Sheik estava dando a vitória para o Botafogo no Moarcyrzão, até Dinei sair do banco de reservas e empatar a partida, salvando o Vitória.

No Ipatingão, Atlético-MG e Criciúma fizeram um jogo truncado e com poucas chances de gol. Ô, Galo! Isso é pouco para quem quer ser campeão!

Eh! E o Timão goleou fora de casa.

Mano Menezes estaria voltando aos seus dias de glória como treinador?

Será que com essa boa vitória, o técnico corintiano conseguiu resgatar a confiança da torcida?

E você torcedor alvinegro, o que acha?

OPINE!!!


“Espanholização” nas cotas de TV assusta futebol brasileiro!
Comentários COMENTE

Milton Neves

brasil-espanha-bandeiras-650x206
Por Ednilson Valia, fale com o Jornalista clicando  Aqui    ou não twitter:  
@ eddycalabres

 No dia 18 de abril de 2014, o diretor de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, mostrou-se indignado com as cotas que a Rede Globo pagará a partir de 2016 aos times com o maior número de torcedores no Brasil, respectivamente Flamengo e Corinthians, cerca de R$ 170 milhões por ano, enquanto o Tricolor do Morumbi receberá “apenas” R$ 110 mi, o terceiro maior valor.

“Vai ser um massacre, um domínio total. Se o Flamengo e o Corinthians forem bem dirigidos, não vai sobrar nada para os outros clubes”, afirmou o inconformado  dirigente Gil Guerreiro ao jornalista Luis Augusto Simon.

“Espanhanholização” é o termo cunhado pelo especialista em marketing  esportivo Amir Somoggi e que após a implosão do “Clubes dos 13” ganhou força entre os times nacionais que passaram a negociar os seus próprios contratos com a detentora dos direitos televisivos – “Rede Globo”- que segundo o site Futebol Business pagou pelo triênio 2012 -2015, R$ 2,7 bi pelas partidas da série A, no canal aberto e nos fechados, sem contar o pay-per-view.

Entre 2016 e 2019, a Globo pagará R$ 4,11 bi no total, e Timão e Fla passarão a receber R$ 60 milhões a mais que os são-paulinos por ano, não contando os recebimentos do “pague para ver”, uma diferença que pode significar os salários do departamento de futebol por 12 meses.

Abaixo, os valores pagos pela TV Globo aos times de futebol a partir de 2016

 

Times R$ milhões/ano
 Flamengo R$ 170
 Corinthians R$ 170
 São Paulo R$ 110
 Vasco R$ 100
 Palmeiras R$ 100
 Santos R$ 80
 Cruzeiro R$ 60
 Atlético MG R$ 60
 Botafogo R$ 60
 Fluminense R$ 60
 Grêmio R$ 60
 Internacional R$ 60
 Outros R$ 35

Em contrapartida, o equilíbrio tão alastrado como beneficente ao campeonato nacional pode se perder com os anos devido à diferença financeira. Algumas ligas européias adotaram um sistema diferente da divisão dos direitos televisivos.

Crédito da tabela para o site Futebol Business,  apurado por Fernando Martinho

A Premier League, a primeira divisão do futebol inglês, comercializou os seus jogos para a TV aberta e a cabo por € 1.250 bi ano, de 2013 a 2016. Eles dividem 70% do valor total em partes iguais aos 20 participantes, 15% pela classificação na competição e 15% pela audiência alcançada. A fórmula inglesa mantém a competitividade e deixam as agremiações cada vez mais ricas.

Outro sistema diferenciado é a da Bundesliga, a liga alemã, que negocia os direitos anualmente e reparte em partes iguais para todos que disputam a competição. Critério muito questionado pelo Bayern de Munique.

Já entre os italianos, o Ministério Público precisou intervir para que o modo desprorpocional da negociação individual entre os times fosse modificado. A partir de 1999, o pagamento da TV para as entidades esportivas baseou-se em três itens: 1. 40% do valor dividido em partes iguais a todos os times; 2. 30%: será repartido devido ao desempenho no Calcio; 3. 30% pelo tamanho da torcida no país.

Apesar dos valores terem aumentado consideravelmente ( em 1999, os clubes recebiam R$ 25 mi), o Campeonato Brasileiro, pentacampeão mundial, seria apenas o sexto no quesito valor comercial dos direitos televisivos ao lado do certame turco.

E aí, torcedor, como você acha que deveria ser a divisão das cotas de tv no futebol brasileiro?