publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Barcelona


A Juve não é o PSG, viu, Barcelona?

Juventus 3 x 0 Barcelona

Definitivamente, o Barcelona gosta de fortes emoções.

Depois de levar 4 a 0 do PSG no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, o Barça conseguiu repetir a dose nas quartas, tomando 3 a 0 da Juventus.

Só que tem um pequeno detalhe para o jogo de volta: a Juve não é o PSG.

O time italiano tem tradição, um técnico muito melhor, um time muito bem armado, uma defesa extremamente segura e um ataque que não costuma passar em branco.

Ou seja, improvável que ocorra um novo milagre no Camp Nou.

A não ser que Neymar, Messi e Suárez joguem a melhor partida de suas vidas.

Ah, ou então se chamarem o horroroso árbitro alemão Deniz Aytekin para apitar novamente na Espanha.

Aí, quem sabe…

Mas e o Neymar, hein?

Depois do papelão que protagonizou no final de semana (foi expulso após atitudes infantis), ele teve uma participação discretíssima diante da Juve.

Será que ele sentiu a pressão de ser, no momento, o melhor do mundo?

Opine!


Neymar precisa de uma fábrica de coroas

Ah, ainda os 6 a 1 de Neymar e do árbitro no bundão do PSG!

Afinal, trata-se da decisão de maior repercussão da história do futebol.

Nunca será esquecida e esse jogo jamais terminará.

A era da internet e do satélite a tudo amplia de forma descomunal.

Pelé e Garrincha, coitados, foram divulgados quase que na base das máquinas de escrever, do telex, dos teletipos, do telefone, do rádio e do boca a boca.

Mané não teve TV e Pelé também não lá nos anos 60, seus momentos mais monumentais.

Os mágicos 5 a 2 do Santos no Benfica de Eusébio em Lisboa em 1962 teriam hoje até mais repercussão.

Mas deu Barça 6 a 1 e eu quebrei a cara.

Achava impossível, falei e escrevi mil vezes.

E não foi por vários motivos.

O sem carisma do goleiro do PSG é um frangueiro sem rosto.

O treinador Unai Emery é nota 1,17.

Escalou o fraco Lucas e não tirou o assustado brasileiro ainda no primeiro tempo.

O mesmo Lucas que andaram falando por aí que era melhor do que Neymar.

Só Cavani não fugiu do jogo.

Uruguaio, é claro.

Thiago Silva, o posudo, garboso e soberbo zagueiro, pensa que é Carlos Alberto Torres, Figueroa ou De Boer na área.

Deveria abrir uma rede de óticas porque nem piscou nos três gols em que a bola pintou em sua pequena área.

Depois, declarou que o PSG não teve “personalidade”.

Ora, exatamente o que ele não teve ou tem e era o… capitão do time!

Capitão calado, assustado e cabisbaixo é como um goleiro sem braços.

Com Zito, Carlos Alberto Torres ou Dunga em campo, o Thiago apanharia.

E o árbitro?

Grandão, alemão, pancudo e com olhar impoluto ao entrar em campo, foi uma tragédia.

Assaltou o PSG!

Merece ser banido do futebol.

Não deu dois pênaltis de Mascherano, inventou outros dois para o Barça e não expulsou Neymar no 3 a 1.

“Ah, o PSG já se classificou, o jogo acabou, para que enfurecer esse triste povão todo aqui”, deve ter pensado.

Aí, tudo mudou pela força do talento, da sorte, do imponderável, do jogo da vida do novo Rei Neymar e da magia desta invenção mais do que perfeita chamada futebol.

Nada é mais empolgante, mesmo com tanta gente atrapalhando ou urubuzando.

Obrigado, futebol, você é o Pelé de todas as modalidades!

Nunca joguei nada, mas você me deu 20 milhões por cento a mais do que esperava.

Em tudo!

Que obcecados, masoquistas e doloridos cotovelos não pesquisem a fundo sob pena da amargura fazer novas vítimas fatais.

E você, Neymar, exímio cobrador de faltas, dispensando a força no chute de Pepe, de Éder ou de Nelinho, já pode ir procurando uma fábrica de coroas e fazer logo um molde.

Vai ter que usar uma por um bom tempo.

OPINE!!!


Neymar, aquele que “sumiria na Europa”, garante a virada histórica do Barça! Ah, mas teve apito-amigo catalão também…

“Arrebentar contra o Capivariano no Campeonato Paulista é fácil, quero ver quando pegar pedreiras na Liga dos Campeões…”.

Ah, quantas vezes escutamos coisas desse tipo por aqui quando Neymar ainda brilhava no Santos, não é verdade?

E o pior, de “especialistas” em futebol.

Espero, de verdade, que eles tenham visto a atuação de gala do craque brasileiro diante do PSG.

O apito-amigo deu uma bela força, é verdade.

Afinal, nenhum dos dois pênaltis marcados para o Barcelona aconteceu, e ainda teve uma penalidade para o PSG não assinalada no primeiro tempo.

Mas, mesmo assim, não dá para colocar tudo na conta da arbitragem.

O PSG, com Thiago Silva e Marquinhos na zaga, pipocou de maneira absurda.

Essa derrota por 6 a 1 apenas perde para o Brasil-Felipão 7 a 1 na escala de vexame maior do futebol mundial.

O Barcelona, aos trancos e barrancos, se superou.

E Neymar, vivendo um dos melhores momentos de sua carreira, foi simplesmente fantástico.

Agora, depois dessa partida histórica, será difícil segurar a equipe catalã na Liga dos Campeões, hein?

Palpite: já podem deixar a taça no Camp Nou.

Opine!


Com Rogério Ceni, o único técnico invicto no mundo, São Paulo vence o Corinthians e conquista a Florida Cup

1

Que jogo horrível, hein?

São Paulo e Corinthians protagonizaram a final da Florida Cup e o Tricolor venceu nos pênaltis.

O único destaque dos 90 minutos é negativo, e acabou com dois jogadores expulsos, após agressões físicas dos dois times.

É um jogo de pré-temporada, mas a rivalidade esteve intensa como sempre.

Nos pênaltis, brilhou a estrela do goleiro Sidão, que praticou duas defesas.

Rogério Ceni, o único técnico  invicto no mundo, volta dos EUA com moral.

Já o Corinthians, que vive em crise desde o ano passado, chega ao Brasil em uma situação pior ainda.

Vasco 1 x 0 River Plate

Com gol de Nenê, o Gigante da Colina venceu o River e garantiu o terceiro lugar.

Chapecoense 2 x 2 Palmeiras

No jogo dos campeões, a torcida fez um show em Chapecó.

A Chapecoense mostra que está se recuperando da tragédia ocorrida na Colômbia.

Em uma festa bonita, dentro e fora dos gramados, a grandeza das duas equipes emocionou a todos.

No domingo, pela Copinha…

O Paulista goleou o Batatais por 5 a 1 e vai ter a chance de disputar seu segundo título.

Enquanto isso, o “Timãozinho” fez a sua parte, bateu o Juventus por 3 a 0.

Eu até torci…

Contra, mas não deu!

É que o Corinthians já chegou diversas vezes na final e também a conquistou tantas vezes, que não tem mais graça.

Mas isso devido ao ótimo trabalho da base e do super técnico Osmar Loss.

Será que a possível conquista da Copinha ameniza a dor corintiana pela perda da Florida Cup?

OPINE!!! 


Neymar, gênio da bola, segue sofrendo na Justiça espanhola!

neymar-lamenta-em-jogo-contra-malaga-1479581894911_615x300

AFP PHOTO / LLUIS GENE

MP espanhol e DIS pedem a prisão de Neymar por corrupção

Do UOL, em São Paulo

O fundo de investimento DIS apresentou nesta quarta-feira à Justiça espanhola acusação contra Neymar e família, além de dirigentes e ex-dirigentes de Santos e Barcelona. Segundo os jornais Marca e Ás, a empresa quer que todos envolvidos fiquem inabilitados de prestarem serviços no futebol durante o processo, inclusive Neymar.

A DIS alega que a família Neymar agiu de forma corrupta, crime que estabeleceria cinco anos de prisão ao atleta.

A família de Neymar é acusada pelo fundo de investimentos de omitir o valor verdadeiro da transação do atleta para o time espanhol, ocorrida em 2013.

Oficialmente, a venda foi firmada em 17,1 milhões de euros. A DIS detinha 40% dos direitos do craque. O Santos possuía 55%, e Teísa possuía 5%.

Paralelamente ao acordo, o Barcelona pagou 40 milhões de euros diretamente para a empresa N&N, dos pais do jogador. No processo que tramita na Espanha, a DIS entende que essa quantia fazia parte da negociação e que, portanto, deveria ser repartida entre os então detentores dos direitos.

Neymar pai rebate, informando que esse valor se referia a “direito de preferência”, que em nada estaria atrelado ao acordo formalizado entre Barcelona e Santos. Neymar Júnior teria passe livre do Santos em 2014. O pai do craque justifica que vendeu a preferência de negociação ao Barça para quando o atacante ficasse livre e com os direitos em mãos.

O pai de Neymar diz que o Barça se antecipou e decidiu fazer acordo com o Santos um ano antes, em 2013, quando já havia pagado à N&N o “direito de preferência”.

E você, amigo internauta, o que pensa sobre o assunto?

Opine!!!


Para o ex-zagueiro Brito, da Copa de 70, Messi está no mesmo nível de Pelé! O que você acha?

pele messi 600

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A HISTÓRIA DE BRITO NA SEÇÃO “QUE FIM LEVOU?”

Por Thiago Tufano Silva/Portal Terceiro Tempo

O Barcelona é o time do momento no futebol mundial. E claro que isso não é uma grande novidade para ninguém. Assim, é completamente natural que em muitas discussões sobre o esporte bretão surjam comparações entre o Barça atual, de Messi, Neymar e Suárez, com outras grandes equipes que marcaram época.

Entre todas as eleitas para as comparações, talvez a seleção brasileira de 1970 seja a preferida para o debate. Afinal, o escrete canarinho que venceu o Mundial do México é sempre o favorito em enquetes realizadas mundo afora sobre as melhores equipes de todos os tempos.

E então, como seria um possível duelo entre o Barcelona atual e a seleção brasileira de 1970? Hércules Brito Ruas, o Brito, zagueiro titular do Brasil na Copa do México, em conversa com a redação do Portal TT, preferiu não apontar um favorito. “Tenho certeza que teria que dobrar o número de lugares do Maracanã, porque o mundo todo ia querer ver. Sobre quem seria o vencedor, só jogando para saber (risos). Mas tenho certeza que seria um jogo duríssimo para os dois lados. Hoje eles têm muita qualidade, mas a gente era osso duro de roer também”, analisou Brito.


Brito (em destaque) foi titular em todos os jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970

O zagueiro revelou também qual seria a sua estratégia para frear o trio MSN (Messi Suárez e Neymar) do Barça. “Não pode cochilar. Se cochilar, o cachimbo cai (risos). Não pode piscar toda hora, não. E marcar de perto. Se der espaço, já fica tudo errado. Para esse time do Barcelona não pode dar espaço. Primeiro que eles têm uma paciência danada. Eles vão, chegam na meia-lua do adversário e está tudo fechado. O que eles fazem? Eles voltam lá para o goleiro deles… E isso vai irritando o adversário. Daqui a pouco seu time vai ter que abrir, e é a hora que eles entram. Eles jogam assim! E é muito difícil enfrentá-los por causa disso”.

E Messi já chegou ao mesmo nível de Pelé? Brito também quis dar a sua opinião sobre a polêmica questão. “Apesar de ser posição diferente, o Messi também é excelente jogador. Muito, muito, muito bom mesmo! Eu acho que os dois são do mesmo nível, na minha maneira de pensar. E eu fui um atleta profissional de qualidade. Porque, para você chegar na seleção brasileira e ser campeão mundial, você tem que ter qualidade. Por isso eu me sinto à vontade para dizer isso. Então eu coloco o Messi no mesmo nível do Pelé sem problema algum”, finalizou o ex-zagueiro do Vasco, do Internacional, do Flamengo, do Cruzeiro, do Botafogo, do Corinthians, do Atlético-PR e do River-PI.

Brito atualmente curte a sua aposentadoria na Ilha do Governador-RJ

Opine!


Nada de Real, PSG, United ou City! Neymar seguirá no Barcelona até 2021, informa a imprensa espanhola! Mas, afinal, fará bem ao craque continuar como coadjuvante de Messi?

neymar-messi

Real Madrid, PSG, Manchester United, Manchester City…

A imprensa europeia cogitou por meses que Neymar poderia trocar o Barcelona por um desses grandes clubes.

No entanto, de acordo com informações de uma famosa emissora de rádio espanhola, o craque brasileiro assinou um pré-contrato para estender o seu vínculo com a equipe catalã até o longínquo ano de 2021.

Deixando um pouco de lado todo imbróglio de sua chegada ao futebol europeu, em 2013, falemos apenas sobre as consequências para a carreira do jogador.

Seguir no Barça será mesmo o melhor para a carreira de Neymar?

Afinal, na Catalunha, o brasileiro continuará por um bom tempo como coadjuvante do genial Messi.

Não seria mais produtivo para sua carreira buscar um novo clube em que ele pudesse ser protagonista?

Opine!


Na falta de Messi, Neymar e Suárez dão conta do recado. Mas e os outros clubes com menos estrelas, quem depende mais do seu principal astro?

FOTO-UOL

Desde a famosa pelada em campinhos de terra, até os mais luxuosos campos da Europa, por onde olhamos sempre encontramos o “craque do time”.

É bem verdade que em algumas equipes, os números de estrelas são maiores, como é o caso do Barcelona.

O espetacular trio MSN divide as atenções no clube. No entanto, Messi segue como protagonista.

E quando o argentino não figura entre os titulares, já vimos que Neymar e Suárez seguram muito bem a bronca.

Algo que deve acontecer novamente nesta quarta-feira no duelo contra o Valencia.

Messi passará por uma pequena cirurgia para solucionar um problema renal que vem o afetando desde o Mundial de Clubes do ano passado.

Mas e no caso dos outros gigantes europeus, que não possuem um trio sul-americano de sucesso.

Quem depende mais do seu principal atleta?

1Cristiano Ronaldo – Real Madrid
2Ibrahimović – PSG
3Pogba – Juventus
4Jonas – Benfica
5Arjen Robben – Bayern de Munique
10Aubameyang – Borussia Dortmund
498499257DP065_ARSENAL_V_BUWalcott – Arsenal
6Hazard – Chelsea
7Agüero – Manchester City
9Rooney – Manchester United

OPINE!!!


Viva a zebra, o combustível da paixão pelo futebol!

Goiano's Wendell Lira of Brazil reacts after receiving the Puskas Award for Best Goal during the FIFA Ballon d'Or 2015 ceremony in Zurich, Switzerland, January 11, 2016. REUTERS/Arnd Wiegmann

Você conhece a origem da expressão “deu zebra”?

Explica o professor Ari Riboldi, em seu livro “O Bode Expiatório”, que o nome do simpático animal virou sinônimo de um resultado inesperado no popular Jogo do Bicho.

Isso pelo fato de a zebra não fazer parte do grupo de 25 animais que emprestam seus nomes a essa loteria ilegal.

Logo, quando de uma surpresa no sorteio do Bicho, os apostadores costumavam comentar: “Xiii, deu zebra…”.

E não é que a tal zebra decidiu passear por Zurique, maior cidade da Suíça, durante a cerimônia de entrega da Bola de Ouro da Fifa?

No anúncio do “Prêmio Puskas”, que é entregue ao autor do gol mais bonito do ano, foi sensacional ver a cara de espanto da “gringaiada” ao ouvir que o vencedor era o desconhecido brasileiro Wendell Lira, e não Lionel Messi, sempre favoritíssimo em tudo que concorre.

Só não foi mais sensacional do que o discurso do modesto jogador, agora do Vila Nova-GO.

E como ver e não chorar com a vitória, com o sotaque caipira, com o teor e com a perfeita analogia da mensagem de Wendell ao receber seu merecido prêmio?

E vocês repararam no olhar de carinho, emoção, torcida e orgulho de Kaká enquanto o goiano fazia seu doce agradecimento?

Definitivamente, foi um dos dias mais marcantes do futebol mundial nos últimos tempos, apesar de ser um acontecimento extracampo.

Isso pelo fato de a zebra, grande motivo de o esporte bretão ser tão apaixonante, estar sendo extinta do mundo da bola pelos detestáveis “pontozzz corridozzz”.

Então, quando o imponderável aparece, algo raro hoje em dia, mesmo que em uma premiação, acaba chamando a atenção de torcedores mundo afora.

Pena que os nossos cartolas ainda não sacaram isso e seguem insistindo no insosso sistema de pontos corridos, que é completamente blindado contra ataques de zebras.

Paciência…

E por falar em zebra, o Corinthians, tão temido no final do ano passado, mas que agora se tornou um verdadeiro leão banguela por conta do desmanche em seu elenco, entra em campo domingo (17) contra o Galo, pela Flórida Cup, como grande azarão.

O Atlético, que já enfiou uma “sacolada” no Schalke 04 lá nos Estados Unidos, tem tudo para devolver aquela dolorosa derrota para Timão no segundo turno do Brasileirão-2015.

E com juros e correção monetária, hein?

Desta vez a zebra, o grande combustível da paixão pelo futebol, não dará as caras.

Aposto em 5 a 1 para o Galo de Diego Aguirre, que ainda vai pedir para o time tirar o pé no segundo tempo.

Podem anotar!

Foto: UOL


Trio MSN se conecta, Barcelona atropela o River Plate e volta a conquistar o mundo

pdt_img_122898

Deu a lógica!

Para quem esperava um jogo equilibrado na final do Mundial do Clubes, encontrou um Barcelona avassalador.

“Ora, a raça argentina vai superar a técnica do Barça”, disseram alguns “entendidos”.

Mas esqueceram que dos 11 titulares do Barça no jogo de hoje, seis são sul-americanos, ou seja, também existe raça do lado de lá.

Voltando ao jogo, o trio formado por Messi, Neymar e Suárez brilhou novamente.

O uruguaio marcou dois gols, o argentino um e o brasileiro participou com duas belas assistências.

Os europeus conquistaram a Copa do Rei, Campeonato Espanhol, Liga dos Campeões e agora o Mundial de Clube.

Uma temporada perfeita!

Mais cedo, o Guangzhou Evergrande, comandado pelo técnico Felipão, perdeu por 2 x 1, de virada, e viu o terceiro lugar ficar com o Sanfrecce Hiroshima.

Foto: UOL