publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : Barcelona

Neymar, gênio da bola, segue sofrendo na Justiça espanhola!
Comentários COMENTE

Milton Neves

neymar-lamenta-em-jogo-contra-malaga-1479581894911_615x300

AFP PHOTO / LLUIS GENE

MP espanhol e DIS pedem a prisão de Neymar por corrupção

Do UOL, em São Paulo

O fundo de investimento DIS apresentou nesta quarta-feira à Justiça espanhola acusação contra Neymar e família, além de dirigentes e ex-dirigentes de Santos e Barcelona. Segundo os jornais Marca e Ás, a empresa quer que todos envolvidos fiquem inabilitados de prestarem serviços no futebol durante o processo, inclusive Neymar.

A DIS alega que a família Neymar agiu de forma corrupta, crime que estabeleceria cinco anos de prisão ao atleta.

A família de Neymar é acusada pelo fundo de investimentos de omitir o valor verdadeiro da transação do atleta para o time espanhol, ocorrida em 2013.

Oficialmente, a venda foi firmada em 17,1 milhões de euros. A DIS detinha 40% dos direitos do craque. O Santos possuía 55%, e Teísa possuía 5%.

Paralelamente ao acordo, o Barcelona pagou 40 milhões de euros diretamente para a empresa N&N, dos pais do jogador. No processo que tramita na Espanha, a DIS entende que essa quantia fazia parte da negociação e que, portanto, deveria ser repartida entre os então detentores dos direitos.

Neymar pai rebate, informando que esse valor se referia a “direito de preferência”, que em nada estaria atrelado ao acordo formalizado entre Barcelona e Santos. Neymar Júnior teria passe livre do Santos em 2014. O pai do craque justifica que vendeu a preferência de negociação ao Barça para quando o atacante ficasse livre e com os direitos em mãos.

O pai de Neymar diz que o Barça se antecipou e decidiu fazer acordo com o Santos um ano antes, em 2013, quando já havia pagado à N&N o “direito de preferência”.

E você, amigo internauta, o que pensa sobre o assunto?

Opine!!!


Para o ex-zagueiro Brito, da Copa de 70, Messi está no mesmo nível de Pelé! O que você acha?
Comentários COMENTE

Milton Neves

pele messi 600

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A HISTÓRIA DE BRITO NA SEÇÃO “QUE FIM LEVOU?”

Por Thiago Tufano Silva/Portal Terceiro Tempo

O Barcelona é o time do momento no futebol mundial. E claro que isso não é uma grande novidade para ninguém. Assim, é completamente natural que em muitas discussões sobre o esporte bretão surjam comparações entre o Barça atual, de Messi, Neymar e Suárez, com outras grandes equipes que marcaram época.

Entre todas as eleitas para as comparações, talvez a seleção brasileira de 1970 seja a preferida para o debate. Afinal, o escrete canarinho que venceu o Mundial do México é sempre o favorito em enquetes realizadas mundo afora sobre as melhores equipes de todos os tempos.

E então, como seria um possível duelo entre o Barcelona atual e a seleção brasileira de 1970? Hércules Brito Ruas, o Brito, zagueiro titular do Brasil na Copa do México, em conversa com a redação do Portal TT, preferiu não apontar um favorito. “Tenho certeza que teria que dobrar o número de lugares do Maracanã, porque o mundo todo ia querer ver. Sobre quem seria o vencedor, só jogando para saber (risos). Mas tenho certeza que seria um jogo duríssimo para os dois lados. Hoje eles têm muita qualidade, mas a gente era osso duro de roer também”, analisou Brito.


Brito (em destaque) foi titular em todos os jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970

O zagueiro revelou também qual seria a sua estratégia para frear o trio MSN (Messi Suárez e Neymar) do Barça. “Não pode cochilar. Se cochilar, o cachimbo cai (risos). Não pode piscar toda hora, não. E marcar de perto. Se der espaço, já fica tudo errado. Para esse time do Barcelona não pode dar espaço. Primeiro que eles têm uma paciência danada. Eles vão, chegam na meia-lua do adversário e está tudo fechado. O que eles fazem? Eles voltam lá para o goleiro deles… E isso vai irritando o adversário. Daqui a pouco seu time vai ter que abrir, e é a hora que eles entram. Eles jogam assim! E é muito difícil enfrentá-los por causa disso”.

E Messi já chegou ao mesmo nível de Pelé? Brito também quis dar a sua opinião sobre a polêmica questão. “Apesar de ser posição diferente, o Messi também é excelente jogador. Muito, muito, muito bom mesmo! Eu acho que os dois são do mesmo nível, na minha maneira de pensar. E eu fui um atleta profissional de qualidade. Porque, para você chegar na seleção brasileira e ser campeão mundial, você tem que ter qualidade. Por isso eu me sinto à vontade para dizer isso. Então eu coloco o Messi no mesmo nível do Pelé sem problema algum”, finalizou o ex-zagueiro do Vasco, do Internacional, do Flamengo, do Cruzeiro, do Botafogo, do Corinthians, do Atlético-PR e do River-PI.

Brito atualmente curte a sua aposentadoria na Ilha do Governador-RJ

Opine!


Nada de Real, PSG, United ou City! Neymar seguirá no Barcelona até 2021, informa a imprensa espanhola! Mas, afinal, fará bem ao craque continuar como coadjuvante de Messi?
Comentários COMENTE

Milton Neves

neymar-messi

Real Madrid, PSG, Manchester United, Manchester City…

A imprensa europeia cogitou por meses que Neymar poderia trocar o Barcelona por um desses grandes clubes.

No entanto, de acordo com informações de uma famosa emissora de rádio espanhola, o craque brasileiro assinou um pré-contrato para estender o seu vínculo com a equipe catalã até o longínquo ano de 2021.

Deixando um pouco de lado todo imbróglio de sua chegada ao futebol europeu, em 2013, falemos apenas sobre as consequências para a carreira do jogador.

Seguir no Barça será mesmo o melhor para a carreira de Neymar?

Afinal, na Catalunha, o brasileiro continuará por um bom tempo como coadjuvante do genial Messi.

Não seria mais produtivo para sua carreira buscar um novo clube em que ele pudesse ser protagonista?

Opine!


Na falta de Messi, Neymar e Suárez dão conta do recado. Mas e os outros clubes com menos estrelas, quem depende mais do seu principal astro?
Comentários COMENTE

Milton Neves

FOTO-UOL

Desde a famosa pelada em campinhos de terra, até os mais luxuosos campos da Europa, por onde olhamos sempre encontramos o “craque do time”.

É bem verdade que em algumas equipes, os números de estrelas são maiores, como é o caso do Barcelona.

O espetacular trio MSN divide as atenções no clube. No entanto, Messi segue como protagonista.

E quando o argentino não figura entre os titulares, já vimos que Neymar e Suárez seguram muito bem a bronca.

Algo que deve acontecer novamente nesta quarta-feira no duelo contra o Valencia.

Messi passará por uma pequena cirurgia para solucionar um problema renal que vem o afetando desde o Mundial de Clubes do ano passado.

Mas e no caso dos outros gigantes europeus, que não possuem um trio sul-americano de sucesso.

Quem depende mais do seu principal atleta?

1Cristiano Ronaldo – Real Madrid
2Ibrahimović – PSG
3Pogba – Juventus
4Jonas – Benfica
5Arjen Robben – Bayern de Munique
10Aubameyang – Borussia Dortmund
498499257DP065_ARSENAL_V_BUWalcott – Arsenal
6Hazard – Chelsea
7Agüero – Manchester City
9Rooney – Manchester United

OPINE!!!


Viva a zebra, o combustível da paixão pelo futebol!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Goiano's Wendell Lira of Brazil reacts after receiving the Puskas Award for Best Goal during the FIFA Ballon d'Or 2015 ceremony in Zurich, Switzerland, January 11, 2016. REUTERS/Arnd Wiegmann

Você conhece a origem da expressão “deu zebra”?

Explica o professor Ari Riboldi, em seu livro “O Bode Expiatório”, que o nome do simpático animal virou sinônimo de um resultado inesperado no popular Jogo do Bicho.

Isso pelo fato de a zebra não fazer parte do grupo de 25 animais que emprestam seus nomes a essa loteria ilegal.

Logo, quando de uma surpresa no sorteio do Bicho, os apostadores costumavam comentar: “Xiii, deu zebra…”.

E não é que a tal zebra decidiu passear por Zurique, maior cidade da Suíça, durante a cerimônia de entrega da Bola de Ouro da Fifa?

No anúncio do “Prêmio Puskas”, que é entregue ao autor do gol mais bonito do ano, foi sensacional ver a cara de espanto da “gringaiada” ao ouvir que o vencedor era o desconhecido brasileiro Wendell Lira, e não Lionel Messi, sempre favoritíssimo em tudo que concorre.

Só não foi mais sensacional do que o discurso do modesto jogador, agora do Vila Nova-GO.

E como ver e não chorar com a vitória, com o sotaque caipira, com o teor e com a perfeita analogia da mensagem de Wendell ao receber seu merecido prêmio?

E vocês repararam no olhar de carinho, emoção, torcida e orgulho de Kaká enquanto o goiano fazia seu doce agradecimento?

Definitivamente, foi um dos dias mais marcantes do futebol mundial nos últimos tempos, apesar de ser um acontecimento extracampo.

Isso pelo fato de a zebra, grande motivo de o esporte bretão ser tão apaixonante, estar sendo extinta do mundo da bola pelos detestáveis “pontozzz corridozzz”.

Então, quando o imponderável aparece, algo raro hoje em dia, mesmo que em uma premiação, acaba chamando a atenção de torcedores mundo afora.

Pena que os nossos cartolas ainda não sacaram isso e seguem insistindo no insosso sistema de pontos corridos, que é completamente blindado contra ataques de zebras.

Paciência…

E por falar em zebra, o Corinthians, tão temido no final do ano passado, mas que agora se tornou um verdadeiro leão banguela por conta do desmanche em seu elenco, entra em campo domingo (17) contra o Galo, pela Flórida Cup, como grande azarão.

O Atlético, que já enfiou uma “sacolada” no Schalke 04 lá nos Estados Unidos, tem tudo para devolver aquela dolorosa derrota para Timão no segundo turno do Brasileirão-2015.

E com juros e correção monetária, hein?

Desta vez a zebra, o grande combustível da paixão pelo futebol, não dará as caras.

Aposto em 5 a 1 para o Galo de Diego Aguirre, que ainda vai pedir para o time tirar o pé no segundo tempo.

Podem anotar!

Foto: UOL


Trio MSN se conecta, Barcelona atropela o River Plate e volta a conquistar o mundo
Comentários COMENTE

Milton Neves

pdt_img_122898

Deu a lógica!

Para quem esperava um jogo equilibrado na final do Mundial do Clubes, encontrou um Barcelona avassalador.

“Ora, a raça argentina vai superar a técnica do Barça”, disseram alguns “entendidos”.

Mas esqueceram que dos 11 titulares do Barça no jogo de hoje, seis são sul-americanos, ou seja, também existe raça do lado de lá.

Voltando ao jogo, o trio formado por Messi, Neymar e Suárez brilhou novamente.

O uruguaio marcou dois gols, o argentino um e o brasileiro participou com duas belas assistências.

Os europeus conquistaram a Copa do Rei, Campeonato Espanhol, Liga dos Campeões e agora o Mundial de Clube.

Uma temporada perfeita!

Mais cedo, o Guangzhou Evergrande, comandado pelo técnico Felipão, perdeu por 2 x 1, de virada, e viu o terceiro lugar ficar com o Sanfrecce Hiroshima.

Foto: UOL


O sol, dólar, Neymares, Ricardo Oliveira, Zico, Luxa e o mal
Comentários COMENTE

Milton Neves

Neymar-UOL

Meu Deus, quente demais.

A temperatura da primavera, primamaria, primacélia, primasônia, todas as primas.

Até as primas de todo mundo, mas hoje com menos primos “abanando”.

Aquecido o Brasileirão, fervendo a cotação do dólar, a chapa do “esganado” Neymar pai enroscando o filho, as coisas do Planalto e os chamuscados jogadores e jogadoras correndo no emocionante e cruel horário das 11 horas do sol a pino.

E na primavera, pós-inverno quente como verão, não haverá em campo o horário das 17 horas, aos domingos.

Com o tal tradicional “Horário de Verão” que está chegando, não teremos neste ano o futebol começando às cinco da tarde.

Mantidas as 16 horas em função das grades das TVs esportivas ou de entretenimentos.

Certo, Faustão?

É a crise quente demais soltando suas labaredas para todos os lados.

Menos água mineral, cerveja, ventiladores, praia, aparelhos de ar condicionado, tudo virou supérfluo.

E vai piorar, cravam otimistas e pessimistas, pela primeira vez na vida lado a lado.

Mas bola para frente porque “agora não adianta chorar”, diria Fiori Gigliotti.

Mas tem gente sorrindo de orelha a orelha.

O bom Ricardo Oliveira, a oposição política, os críticos de Neymar pai, os corintianos em geral, o capeta que adora tudo que é quente e quem tinha ou tem dólar fora do país.

Mas devidamente declarado.

Quem mandou todo mês, ano após ano, obstinada e regularmente, seu rico dinheirinho, sempre via Banco Central, ganhou umas 100 vezes na Pequena Sena, na Média Sena, na Grande Sena ou na Mega Sena, acumuladas.

Depende do montante enviado, é claro.

Mas quem tem dólar de propina do amigão, nada feito, com briga ou sem briga na hora de repartir.

As verdinhas vão continuar escondidas sem poder “ostentar”.

Bem feito!

Mas bem feita mesmo foi a convocação de Ricardo Oliveira.

Menino pobre, hoje milionário e verdadeiro pastor evangélico com dinheiro que não caiu do céu, mas do suor de seu rosto e dos gols de seus pés, Ricardo irá classificar o Brasil para a Copa da Rússia.

Só que foi uma convocação “fast food”, comida de compra e consumo rápidos para se quebrar o galho.

Aos 38 anos, em 2018, ele não deverá ter lugar.

E por falar em “fast food”, saibam que, Ricardo Oliveira, esse homem com H maiúsculo, teve infância e adolescência muito pobres.

Era vendedor ambulante em faróis da zona norte de São Paulo e por ali vendia suas quinquilharias e se alimentava de sobras que todo dia viravam descarte de uma unidade do MC Donald’s.

Ele “catava” o que sobrava para comer.

Uma linda e vitoriosa história de vida, bem parecida com as de Zé Roberto, do Palmeiras, e de Edu Bala, antigo ponta da Lusa, do Verdão e do São Paulo.

Já Zico, que também não nasceu em português berço de ouro, virou um “menino abandonado”.

A CBF o jogou para as cobras e o “Pelé da Gávea” está sofrendo enorme constrangimento em sua miragem de virar presidente da FIFA.

Eu adoraria, só que, sozinho, coitado, virou um Levy Fidelix da eleição: faz um barulho, mas nada de votos ou chances.

Constrangimento que não teve Luxemburgo.

Com sua chapa quente no Brasil, foi para a… segunda divisão (!!!) da… China (!!!).

Pelo menos lá o dinheiro jorra e o sol não é tão “senegalesco”, diria o premiado jornalista Mauro “Hair” Beting.

Mas que o sol brilhe para todo mundo.

É minha torcida, sempre a favor.

“Os que torcem contra vivendo do mal e produzindo venenos, ferem-se em seus organismos dilacerando entranhas” (Tonhão do “zóio” pequeno).

Pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Fluminense 2 x 0 Goiás (às 18h30)

Pode-se dizer que Eduardo Baptista é o técnico revelação deste campeonato. Foram dois jogos para acertar a equipe e colher o primeiro fruto.

Ele precisou se reinventar para armar o “decadente” Fluminense, que despencou na tabela e já amargava oito confrontos sem vitórias.

A bem da verdade, o Tricolor estava um pouco desorganizado em campo e o resultado foi construído também com a sorte.

Sorte esta, que sorriu para dois jogadores do Flu, Fred e o garoto que veio da base, Gustavo Scarpa. Ambos fizeram os gols e uma grande partida.

Grêmio 3 x 1 Avaí (às 21h00)

O Grêmio fez bem o dever de casa, ao bater os catarinenses com superioridade. Porque pra quem quer ser campeão, não pode vacilar!

Com uma atuação irredutível, o inspirado Giuliano construiu a vitória gremista no primeiro tempo, quando anotou dois gols.

Outro que fez valer a confiança do técnico Roger foi Maxi Rodriguez. O uruguaio fez um golaço e ampliou o placar, quando o Avaí deu sinais de uma reação tímida.

E embora tenha tido o controle do duelo, o Tricolor caiu de rendimento na 2ª etapa e esbarrou nas grandes defesas do goleiro Vágner, que salvou o Avaí de uma goleada.

Às 11h de domingo…

Santos 3 x 1 Internacional

No emocionante e cruel horário das 11h do Brasileirão, Santos e Internacional fizeram um movimentado jogo na Vila Belmiro.

O Colorado saiu na frente com Valdivia, que converteu um pênalti infantil cometido por Paulo Ricardo sobre Juan.

Mas o Santos não se deixou abater e buscou a virada, que nasceu ainda no primeiro tempo, com Marquinhos Gabriel, que balançou as redes com um belo chute cruzado.

Na etapa complementar, em cobrança de penalidade inexistente, Gabigol reverteu o placar.

Já no finzinho da partida, Leandro, ex-Palmeiras, decretou o tiunfo santista.

Com a vitória, o Peixe ultrapassa o Inter na tabela e pula provisoriamente para a quinta colocação do campeonato.

Será que ainda dá para buscar uma vaguinha na Libertadores?

Parece que sim, hein?

Atlético-PR 1 x 2 Ponte Preta

E o Atlético-PR foi surpreendido em casa pela boa equipe da Ponte Preta.

2 a 1 para a Macaca, com dois de Biro Biro; os mandantes descontaram com Bruno Mota.

Ponte e Atlético figuram no meio da tabela do Brasileirão, no nono e no décimo lugar, respectivamente.

OPINE!!!


O genial Lionel Messi chega aos 28 anos! Para você, ele já alcançou ou alcançará Pelé? Ou o reinado do Atleta do Século não corre risco?
Comentários COMENTE

Milton Neves

messi

Foto: Michael Probst/AP

Lionel Messi, o genial argentino que dispensa maiores apresentações, completa nesta quarta-feira 28 anos de idade.

O craque, nascido em Rosário, já não é mais um menino, é verdade.

Mas é bem provável que ele tenha pelo menos mais uns cinco anos pela frente jogando em alto nível.

Assim sendo, como não podemos fugir da comparação, a minha pergunta é:

– Para você, Messi, agora aos 28 anos, já alcançou o nível de Pelé?

– Ou, nas temporadas que ainda lhe restam jogando em alto nível, o argentino se igualará ou ultrapassará o Atleta do Século XX?

– Ou você acredita que ainda não será Messi que ameaçará o reinado de Pelé?

Opine!


Três letrinhas da bola: grande FBI enquadra Fifa e pequena DIS dá luz ao “caso Neymar”
Comentários COMENTE

Milton Neves

622_a20f5043-50e2-326f-9e04-b1e7fd370337

Não se escandalizem.

Ninguém está querendo comparar uma instituição de reconhecimento mundial com insignificante empresa paulistana do mundinho da bola.

Trata-se apenas da coincidência de três letras em suas denominações.

Mas enquanto o notável FBI segue caçando os “Al Capones” da vida, de ontem e de hoje, e pela primeira vez no futebol, a minúscula DIS deu um bom exemplo de dignidade que anda passando batido nas análises sobre os escuros caminhos das negociações de jogadores.

A DIS não aceitou em 2014, quando tudo começou a vir à tona, 5 milhões de euros “por fora” para ela esquecer “esse negócio de processo” do “caso Neymar”.

A oferta foi do empresário André Cury ao advogado Roberto Moreno, da DIS, na presença de José Barral, presidente do Grupo Sonda, com Cury dizendo falar em nome de “interessados”.

Mas ressalte-se, Cury nunca foi figura estranha às negociações, por ser legítimo representante do Barcelona.

A informação é de Roberto Moreno, mas, Delcir Sonda, dono da DIS, disse não à proposta, (fora do pagamento oficial via Santos Futebol Clube) preferindo a transparência da justa, caríssima, lenta, dura e até então improvável luta internacional via Poder Judiciário do Brasil e da Espanha.

E o resultado está aí: magistrado espanhol aceitou as ações cíveis e criminais em decisão que talvez já resvale no mérito.

Sim, e todos da imprensa esportiva não se cansam de criticar, com razão, os cartolas, as organizadas, a CBF, a violência nos estádios, os gulosos “empresários-intermediários de passes” e a não transparência das negociações?

Pois, hoje com ações cíveis e criminais aceitas pela Justiça espanhola, este “caso Neymar” transcende, transborda e ultrapassa os limites isolados da pugna envolvendo pai de Neymar x DIS.

Este fato, a ser bem comemorado, jogou luz pela primeira vez nesta relação atualmente tão espúria envolvendo clubes, empresários, jogadores e agentes Fifa.

Sim, já são nove réus: Santos, Barcelona, Bartomeu, Rosell, NN Consultoria, Neymar pai, Neymar Jr., Laor e Odílio.

Mas o cerne da questão envolve o pai do craque e a DIS.

Foi justamente ele a oferecer à empresa e a vender os únicos 40% que o filho tinha por 5 milhões de reais, no início de 2009.

À época, Neymar era apenas uma bela promessa de craque.

E 500 mil reais levou de comissão Wagner Ribeiro, o sempre presente.

Por contrato, Ribeiro tinha que defender a empresa lutando para expor e valorizar o craque e, óbvio, fazer o investimento dar lucro para quem o pagou em 10 prestações de 50 mil reais.

Algumas em dinheiro vivo porque alegou estar em processo de separação judicial-matrimonial.

Mas, em relação ao contrato, fez justamente o contrário.

Foi, ao lado de André Cury e de Marcos Malaquias, um dos “juristas” a ajudar a arquitetar com Neymar pai a tal nebulosa engenharia financeira, hoje sob rigorosa análise da Justiça espanhola.

Sustenta a DIS que tudo foi feito para fugir e evitar ao máximo possível, em euros, os 40% da empresa.

Mas esse é o negócio de Wagner Ribeiro: vender, vender e vender.

E participar.

Mas, enfim, não interessa, e a mim pouco importa, quem será o vencedor desta dura parada, sendo a DIS ou o pai de Neymar.

Ou se Barcelona e seus presidentes, Santos, Laor, Odílio, NN Consultoria e Neymares têm culpa no cartório ou não.

O importante é que um lado, o do investidor tão prejudicado quanto o Santos FC dos dóceis e não lutadores Laor e Odílio, merece cumprimentos por ignorar o famoso “por fora” de nosso país e lutar pelos seus direitos via Poder Judiciário.

Aliás, no caso, tão lento no Brasil e tão rápido na Espanha.

E por que, Neymar pai, você querer ganhar tanto dinheiro tão rapidamente prejudicando seus legítimos sócios, Santos e DIS?

Ora, seu filho gênio, honesta e merecidamente, ainda é “pobre” diante do que ganhará como melhor do mundo, nos próximos 15 anos.

Você já pensou nisso?

Agora aguenta e vá sentar lá no banco dos réus de Madrid e ao lado de seu filho que hoje não é mais só seu, mas de todo o Brasil.

E esse rolo todo deve estar infernizando a cabeça desse belo rapaz que você, Dondinho II, e dona Nadine, a Celeste II, colocaram no mundo, para nossa felicidade.

Valeu a pena aquela “esperteza”?

Ou este sofrimento?

E agora?

Bem feito!

CLIQUE NO TÍTULO ABAIXO E LEIA A DECISÃO DA JUSTIÇA ESPANHOLA

Vaza na Espanha a decisão na íntegra da Justiça daquele país aceitando a ação penal da DIS contra Santos, Barcelona, Neymar pai, Neymar Jr., Odílio, Laor, Rosell e Bartomeu
Foto: UOL


Bomba! Justiça espanhola acaba de aceitar ação penal contra envolvidos na transferência de Neymar por corrupção privada e fraude e sob a forma de contrato simulado! A queixa da empresa DIS se estende ao Barcelona, a Neymar Jr., a Neymar pai, a Rosell, a Bartomeu, ao Santos FC, a Laor e a Odílio! Dona Nadine só será testemunha!
Comentários COMENTE

Milton Neves

neymar 777

E a “Novela Neymar” vai ganhando capítulos cada vez mais constrangedores.

De acordo com a imprensa local, a Justiça espanhola aceitou ação penal contra os envolvidos na transferência do craque brasileiro ao Barcelona, em 2013, por corrupção privada e fraude e sob a forma de contrato simulado.

A queixa, feita pela empresa DIS, se estende ao Barcelona, ao Santos, a Laor, a Odílio, a Neymar Jr., a Neymar Pai, a Rosell e a Bartomeu.

O clube espanhol ainda responderá por crimes fiscais e propriedade indevida.

Dona Nadine, mãe do jogador, será apenas testemunha.

Wagner Ribeiro também…

E o Santos, que também vai responder na Justiça por conta de eventuais omissões de seus antigos mandatários, também deveria correr atrás de seus direitos judicialmente.

Mas a atual diretoria já foi à Fifa também reclamando dos valores desta nebulosa transferência.

Afinal, o clube da Baixada também foi MUITO lesado nesta história toda.

Agora, meus amigos, a tendência é que o cheiro desse caso vá piorando cada dia mais…

OBS: para os envolvidos e para a opinião pública tomarem ciência do que decidiu a Justiça espanhola, cliquem aqui e saibam da resolução em seu inteiro teor

Opine!