publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : 2017

Corinthians supera “Maldição do Itaquerão”, mas continua “empurrando com a barriga”!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Corinthians 1 x 1 Luverdense

O corintiano chega até a perder o sono em véspera de jogo decisivo no Itaquerão.

Mas, diante do Luverdense, o Timão conseguiu dar um pontapé nesta “maldição” de seu estádio e se classificou para a próxima fase da Copa do Brasil.

Só que com um sufoco completamente desnecessário no final do jogo.

Afinal, após o empate, o Luverdense perdeu diversas oportunidades de virar o placar em Itaquera.

E com 3 a 1 a equipe do Mato Grosso garantiria a classificação…

Por isso, insisto: o Timão precisa apresentar logo um bom futebol para empolgar a Fiel.

Se isso não acontecer, o competente Fábio Carille ficará na corda bamba no primeiro tropeço mais sério do Corinthians.

Chapecoense 1 x 3 Lanús

Ah, Chape querida, torci tanto por você…

Mas, paciência!

Não podemos esquecer que, pouquíssimo tempo atrás, a equipe mais querida do mundo teve que reconstruir todo o seu elenco.

Esperar resultados espetaculares em campo seria até injusto.

Mas, quem sabe não acontece um milagre?

Afinal, o time lá no céu está reforçado, não é mesmo?

Vitória 1 x 0 Vasco

Que fase do Vaso, hein?

Conseguiu ser eliminado da Copa do Brasil, que mal começou, pela segunda força do futebol baiano.

Que coisa…

Será que esse será mais um ano de sofrimento para o torcedor cruzmaltino?

Pelo andar da carruagem, estou achando que sim…

Santos 2 x 0 The Strongest

E o Peixe, hein?

Enfim, decidiu jogar bola!

O placar diante do The Strongest ficou só em 2 a 0, mas o Santos poderia muito bem ter feito 4, 5, 6…

Agora, Dorival, precisamos de bons resultados no Paulistão.

Não classificar para a segunda fase seria um grande vexame!

Opine!


Ceni já começa a ser questionado pelos tricolores!
Comentários COMENTE

Milton Neves

ABC 1 X 1 São Paulo

Pelo visto, meus amigos, a lua de mel entre Rogério Ceni e os são-paulinos está chegando ao fim.

Claro que uma parte dos tricolores não criticaria Ceni nem se o treinador levasse o time do Morumbi para a Série B do Brasileirão.

Mas, a “ala corneteira” da torcida, que não é pequena, já começou a pegar no pé do M1to.

E isso por dois motivos.

Primeiro: a insistência em escalar Denis como titular.

Segundo: depois da humilhante derrota para o Palmeiras, todo mundo esperava uma ótima partida do São Paulo diante do valente ABC, para recuperar o moral.

Certo?

Mas o que aconteceu foi muito diferente do previsto.

O Tricolor sofreu demais para conseguir arrancar um empatezinho diante do maior clube de Natal.

Inclusive, a equipe da casa merecia melhor sorte no duelo.

Mas e agora, torcedor, o que devemos esperar do São Paulo nos próximos jogos?

Será o Tricolor goleador das primeiras partidas do ano?

Ou será o time apático que foi destroçado pelo Palmeiras e que sofreu diante do ABC de Natal?

Opine!


E se o Corinthians imitasse o Flamengo e levasse apenas 1.300 pessoas ao estádio?
Comentários COMENTE

Milton Neves

POR MARCONDES BRITO
CLIQUE AQUI E CONHEÇA O BLOG DO MARCONDES BRITO

O mundo quase veio abaixo quando o Corinthians, duas semanas atrás, levou “apenas” 11 mil torcedores para er o seu jogo com o Novorizontino, pelo Paulistão. Foi o pior público do Itaquerão.

Imagine o que acontecia se a torcida corinthiana imitasse a torcida do Flamengo que, no fim de semana, registrou um público de 1.300 pessoas na vitória de 5×1 sobre a Portuguesa?

Por essa e por outras, o atacante Emerson Sheik, num programa do FoxSports (Papo com Benja), disse que os corinthianos são mais fanáticos do que os flamenguistas.

Opine!


Mesmo com futebol modorrento e falha de Cássio, Corinthians se livra de derrota em Campinas
Comentários COMENTE

Milton Neves

Que futebol horrível esse do Corinthians, hein?

O Timão foi engolido pela Ponte Preta em Campinas.

A Macaca saiu na frente com uma falha amadora do grande goleiro Cássio.

Mandando no jogo, a Ponte vacilou e o Corinthians achou o gol de empate.

Quanta sorte, hein?

O placar de 1 x 1 é uma grande vitória do Timão!

Em um jogo que o Corinthians mostrou seu verdadeiro futebol, a Ponte foi muito superior.

Parabéns Macaca, vai brigar pelo título.

Mas não tem jeito, na hora da decisão esse “Timinho” não vai longe.

Com esse futebol modorrento,  que vive de sorte, o Corinthians vai lutar para não cair no Brasileirão.

São Bernardo 1 x 4 Santos

Pintou o campeão?

O Santos se recuperou e o não tem mais jeito, o campeão voltou!

Os tropeços até aqui serviram de lição, mas essa goleada sobre o time do ABC serve para mostrar que o Santos é o melhor time do Estado.

Nas fases finais já sabemos como vai ser, né?

Peixe campeão novamente!

Concordam?

Opinem!


Vai cereja na “cobertura”, Ceni? Verdão dá show e vence o São Paulo!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Que Choque-Rei foi esse? O clássico foi fantástico, aconteceu de tudo!

Inclusive, para abrilhantar ainda mais os 3 a 0, Dudu fez questão de relembrar como é bom fazer gol de cobertura no São Paulo.

Que golaço do “camisa 7” palmeirense, não é mesmo?

E que sina é essa de Rogério Ceni, hein? Virou moda!

Além dos inesquecíveis gols de cobertura que levou do Palmeiras quando jogador, agora já tem um na conta um como treinador.

Coitado do são-paulino que imaginou sair vencedor desta partida e acabar enfim, com o incômodo tabu de oito anos sem vencer o rival no Paulistão.

O Alviverde é mil vezes mais time, só demorou engrenar. Creiam!

Já o Tricolor, precisa de muita “sustância”, pois não basta ter o melhor ataque e ser frágil defensivamente.

Falhas acontecem, mas em todas as partidas já é demais! Cadê o técnico?

Mas e você torcedor, o que achou do baile que o Verdão deu no São Paulo?

Audax Osasco 1 x 2 Red Bull Brasil – mesmo fora de casa, o time de Campinas foi superior. Construiu o resultado no primeiro tempo e apenas “cozinhou” o rival na etapa final.

Santo André 1 x 1 Botafogo-SP – o Ramalhão foi melhor no duelo e fazia bem a lição de casa, mas não contava com a bela acordada que o rival deu, sofrendo o empate após uma penalidade.

OPINE!!!


Neymar precisa de uma fábrica de coroas
Comentários COMENTE

Milton Neves

Ah, ainda os 6 a 1 de Neymar e do árbitro no bundão do PSG!

Afinal, trata-se da decisão de maior repercussão da história do futebol.

Nunca será esquecida e esse jogo jamais terminará.

A era da internet e do satélite a tudo amplia de forma descomunal.

Pelé e Garrincha, coitados, foram divulgados quase que na base das máquinas de escrever, do telex, dos teletipos, do telefone, do rádio e do boca a boca.

Mané não teve TV e Pelé também não lá nos anos 60, seus momentos mais monumentais.

Os mágicos 5 a 2 do Santos no Benfica de Eusébio em Lisboa em 1962 teriam hoje até mais repercussão.

Mas deu Barça 6 a 1 e eu quebrei a cara.

Achava impossível, falei e escrevi mil vezes.

E não foi por vários motivos.

O sem carisma do goleiro do PSG é um frangueiro sem rosto.

O treinador Unai Emery é nota 1,17.

Escalou o fraco Lucas e não tirou o assustado brasileiro ainda no primeiro tempo.

O mesmo Lucas que andaram falando por aí que era melhor do que Neymar.

Só Cavani não fugiu do jogo.

Uruguaio, é claro.

Thiago Silva, o posudo, garboso e soberbo zagueiro, pensa que é Carlos Alberto Torres, Figueroa ou De Boer na área.

Deveria abrir uma rede de óticas porque nem piscou nos três gols em que a bola pintou em sua pequena área.

Depois, declarou que o PSG não teve “personalidade”.

Ora, exatamente o que ele não teve ou tem e era o… capitão do time!

Capitão calado, assustado e cabisbaixo é como um goleiro sem braços.

Com Zito, Carlos Alberto Torres ou Dunga em campo, o Thiago apanharia.

E o árbitro?

Grandão, alemão, pancudo e com olhar impoluto ao entrar em campo, foi uma tragédia.

Assaltou o PSG!

Merece ser banido do futebol.

Não deu dois pênaltis de Mascherano, inventou outros dois para o Barça e não expulsou Neymar no 3 a 1.

“Ah, o PSG já se classificou, o jogo acabou, para que enfurecer esse triste povão todo aqui”, deve ter pensado.

Aí, tudo mudou pela força do talento, da sorte, do imponderável, do jogo da vida do novo Rei Neymar e da magia desta invenção mais do que perfeita chamada futebol.

Nada é mais empolgante, mesmo com tanta gente atrapalhando ou urubuzando.

Obrigado, futebol, você é o Pelé de todas as modalidades!

Nunca joguei nada, mas você me deu 20 milhões por cento a mais do que esperava.

Em tudo!

Que obcecados, masoquistas e doloridos cotovelos não pesquisem a fundo sob pena da amargura fazer novas vítimas fatais.

E você, Neymar, exímio cobrador de faltas, dispensando a força no chute de Pepe, de Éder ou de Nelinho, já pode ir procurando uma fábrica de coroas e fazer logo um molde.

Vai ter que usar uma por um bom tempo.

OPINE!!!


O Timão marcou mais do que um gol, mas segue devendo bom futebol! E o Peixe prova que não está morto!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Luverdense 0 x 2 Corinthians

Contra o Luverdense, o Corinthians calou a bola de quem falava que a equipe de Fábio Carille só era capaz de marcar um gol por jogo.

Em Cuiabá, foram dois: um de Rodriguinho e outro de Gabriel.

Mas, quem cobra um bom futebol do Alvinegro, vai ter que esperar mais um pouquinho.

Afinal, assim como contra o Brusque, o Timão passou longe de empolgar diante do frágil Luverdense.

Deve garantir a classificação no Itaquerão, até pela pouca qualidade do adversário.

Mas, se continuar assim, acabará eliminado da Copa do Brasil assim que enfrentar um time, digamos, médio.

Não acham?

Sporting Cristal 1 x 1 Santos

E mordeu a língua quem apostou que o Santos já estava “morto” nesta temporada.

O Peixe conseguiu, diante o Sporting Cristal, um empate heroico em sua estreia na Libertadores.

E com direito a um verdadeiro GOLAÇO do bom menino Thiago Maia.

Olha, não sei não, mas acho que o Peixe, enfim, está começando a engrenar.

Agora, quem conseguirá segurar?

Opine!


Todo mundo esperava mais do milionário Palmeiras! No Rio, os flamenguistas já estão sentindo o “cheirinho” de novo!
Comentários COMENTE

Milton Neves

Tucumán 1 x 1 Palmeiras

Com todo o respeito ao Atlético Tucumán que, pelo que dizem, tem crescido muito no futebol argentino.

Mas, pelo que tanto que investiu, esperava-se uma estreia muito melhor do Palmeiras na Libertadores.

O placar ficou em 1 a 1, mas, para mim, a equipe argentina, pelo que criou, merecia até ter derrotado o milionário Verdão.

Destaques negativos: Vitor Hugo, pelo infantil cartão vermelho, e Borja, por ter perdido “um caminhão de gols”.

Destaque positivo: Fernando Prass, por ter segurado a onda mesmo após as “700” jogadas aéreas do Tucumán.

Agora, sobre Eduardo Baptista, não sei, mas sinto que ele pode acabar tendo o mesmo destino de Marcelo Oliveira, demitido do Palestra no começo do ano passado.

E essa suspeita pode se confirmar se o Palmeiras não convencer contra o São Paulo, no sábado, e contra o Jorge Wilstermann, na próxima quarta-feira.

Aguardemos…

E você, torcedor, o que achou da estreia do Verdão na Libertadores?

Flamengo 4 x 0 San Lorenzo

E o Flamengo, hein?

Esqueceu rápido demais a derrota na final da Taça Guanabara para o Fluminense, e massacrou o San Lorenzo, time do Papa, no Maracanã.

E com direito a três verdadeiros golaços.

E a empolgação no Rio de Janeiro é tão grande que já tem flamenguista sentindo o “cheirinho” de novo.

Será?

Opine!


Para quem gosta de gol, jogo do São Paulo é um Pratto cheio!
Comentários COMENTE

Milton Neves

São Paulo 3 x 1 ABC

A ótima sacada do título do post é do gaúcho Chico Garcia (@chicogarciaa), que tem arrebentado na tela da Band.

E ele está coberto de razão.

Sob o comando de Rogério Ceni, todo jogo do São Paulo tem uma chuva de gols, tanto a favor quanto contra.

E como gol é o grande momento do futebol, tem sido para lá de prazeroso acompanhar o Tricolor neste início de temporada.

Sobre a partida contra o ABC, destaco a evolução do jovem Luiz Araújo no ataque são-paulino.

Impressionante como ele passou a desequilibrar os jogos após a chegada de Ceni.

E falar sobre o goleador Lucas Pratto é chover no molhado, não é verdade?

Pena que ele não participará do Majestoso do dia 26.

Sorte dos corintianos…

Godoy Cruz 1 x 1 Atlético-MG

Já o Atlético-MG não teve uma estreia brilhante na Libertadores.

Mas, pelo menos, conseguiu somar um pontinho fora de casa.

Alô, Roger Machado, o atleticano está esperando mais do Galo, hein?

Vamos dar um chacoalhão na turma aí, pô!

Opine!


Neymar, aquele que “sumiria na Europa”, garante a virada histórica do Barça! Ah, mas teve apito-amigo catalão também…
Comentários COMENTE

Milton Neves

“Arrebentar contra o Capivariano no Campeonato Paulista é fácil, quero ver quando pegar pedreiras na Liga dos Campeões…”.

Ah, quantas vezes escutamos coisas desse tipo por aqui quando Neymar ainda brilhava no Santos, não é verdade?

E o pior, de “especialistas” em futebol.

Espero, de verdade, que eles tenham visto a atuação de gala do craque brasileiro diante do PSG.

O apito-amigo deu uma bela força, é verdade.

Afinal, nenhum dos dois pênaltis marcados para o Barcelona aconteceu, e ainda teve uma penalidade para o PSG não assinalada no primeiro tempo.

Mas, mesmo assim, não dá para colocar tudo na conta da arbitragem.

O PSG, com Thiago Silva e Marquinhos na zaga, pipocou de maneira absurda.

Essa derrota por 6 a 1 apenas perde para o Brasil-Felipão 7 a 1 na escala de vexame maior do futebol mundial.

O Barcelona, aos trancos e barrancos, se superou.

E Neymar, vivendo um dos melhores momentos de sua carreira, foi simplesmente fantástico.

Agora, depois dessa partida histórica, será difícil segurar a equipe catalã na Liga dos Campeões, hein?

Palpite: já podem deixar a taça no Camp Nou.

Opine!