publicidade

Blog do Milton Neves

Categoria : 2016


Com o Atlético favoritíssimo, começa hoje a decisão do torneio mais importante do Brasil!

robinho - luan

Atlético-MG x Grêmio

Agora é para valer!

Nesta noite, o estádio do Mineirão receberá o primeiro jogo do torneio mais importante do futebol brasileiro.

Afinal, desde que passou a ser disputado por pontos corridos, em 2003, o Campeonato Brasileiro foi, aos poucos, perdendo a sua importância.

Por isso, hoje em dia, vencer o emocionante mata-mata da Copa do Brasil é o grande desejo das equipes do país!

E, entre Atlético-MG e Grêmio, aponto o Maior de Minas como favoritíssimo.

Com todo o respeito ao Tricolor gaúcho, mas o Galo tem o melhor elenco do Brasil (3,98 vezes melhor que o do campeão brasileiro Palmeiras).

Por isso, deve dar Atlético em BH e também em Porto Alegre, na semana que vem.

Para os gremistas, restará comemorar o quase certo rebaixamento do Internacional para a Série B.

O que já será motivo de muita festa, não é mesmo?

Chapecoense x San Lorenzo

E hoje também acontece a segunda partida da semifinal da Copa Sul-Americana, entre Chapecoense e San Lorenzo.

E o Papa Francisco que me perdoe, mas a Linguiça Atômica levará a melhor e seguirá para a decisão do torneio continental contra Atlético Nacional-COL (campeão da Libertadores) ou Cerro Porteño.

Ah, e tomara que os cartolas dos “grandes” clubes brasileiros aprendam muito com os competentes dirigentes da equipe catarinense!

Opine!


Maior craque da história do Timão brilha e praticamente coloca o Inter na Série B!

apito timaaaao

Corinthians 1 x 0 Internacional

No Itaquerão, um dos jogos mais importantes do Brasileirão-2016.

Isso porque a vitória do Corinthians pode muito bem determinar a queda para a Série B do até então nunca rebaixado Internacional.

E para derrotar o Colorado, o Timão contou com o brilho do maior craque de sua história!

Marlone?

Claro que não!

Quem se destacou nesta noite no Itaquerão foi o bom e velho apito amigo corintiano!

Afinal, faltam adjetivos para descrever o pênalti marcado pelo árbitro Rodolpho Toski Marques de Ernando em Romero.

Pobre Inter…

Assim como em 2005, mais uma vez operado na capital paulista diante do Timão.

Só que agora, em vez de perder o título, acabará rebaixado.

O Saci está com um pé na Série B!

E como Saci só tem um pé…

Mas, convenhamos, não foi essa penalidade que deixou o Colorado nesta situação.

Já o Corinthians, com o triunfo, fica muito perto de voltar ao G-6.

Só que vale a pena se classificar para a Libertadores com esse timeco?

Opine!


Entreguem logo a taça! Palmeiras vence o Botafogo, conta com “vacilada” do Santos e fica perto do título!

A taça já está a caminho do “Palestra Itália”, ou você ainda tem alguma dúvida?

Eu cheguei até pensar que o Santos perderia para o Cruzeiro, mas o empate do Peixe em Minas, não vai atrapalhar os planos de Cuca.

Então, é só cumprir tabela e levantar o caneco daqui a duas rodadas.

Uma pena, porque o campeonato poderia ter tido muito mais graça se fosse disputado no mata-mata.

Mas não podemos tirar os méritos do ótimo time construído por Paulo Nobre, que teve papel fundamental para o sucesso da equipe.

A bem da verdade, o Alviverde conseguiu resultados importantes durante todo o torneio, como esta vitória de 1 a 0 sobre o Botafogo.

O duelo foi bastante movimentado, com domínio pleno do Palmeiras.

Moisés, que fez outra “partidaça”, merece com todos os méritos uma convocação de Tite.

E quando se tem um elenco fechado, unido e principalmente com muita sorte, tudo fica mais fácil.

Nessa reta final, podemos esperar apenas isso, festa dos palmeirenses nos “pontos morridos”.

Com 108,78% de chances de ser o novo campeão, somente uma tragédia não consagra o Verdão.

Cruzeiro 2 x 2 Santos

Não adiantou o Santos jogar bem no Mineirão. Ricardo Oliveira, quando acionado, não perdoou e balançou a rede em duas oportunidades.

Mas o empate cruzeirense saiu caro para o time da Vila, que vacilou nos últimos minutos e sofreu com o gol irregular de Manoel. “Apito Amigo” cruzeirense!

Ponte Preta 1 x 0 Fluminense

Após a saída Levir do Tricolor, tudo ficou mais complicado. Contra a Ponte, o Flu não conseguiu segurar o empate e segue caindo pela tabela.

Já a Macaca, que tinha chances de rebaixamento, está salva. Isso graças ao gol de Wendel, que fez um ótimo campeonato, assim como todo o elenco.

Vitória 4 x 0 Figueirense

Parece que em 2017 teremos um Ba-Vi novamente, hein? Com a goleada, o Vitória respira e joga toda a pressão em cima do Internacional.

Mais uma vez, Marinho foi o nome do jogo. O atacante fez apenas um gol, mas foi fundamental no duelo que decretou o rebaixamento do Figueirense.

Grêmio 3 x América-MG

O time reserva do Grêmio fez a lição de casa, pois com o resultado, os gaúchos aumentam a chances de chegar à Libertadores 2017 pelo Brasileirão.

A partida não foi emocionante e os poucos 12 mil torcedores viram uma vitória sem graça do Tricolor sobre o já rebaixado América-MG.

Atlético-PR 2 x 0 Sport

O Atlético-PR deu mais um passo rumo à Libertadores 2017. André Lima e Thiago Heleno marcaram os gols do triunfo rubro-negro.

E não poderia ter sido melhor, já que o Furacão se impôs sobre o Sport durante todo o jogo. Com esta vitória, o sonho do Timão por Libertadores complica.

Mais tarde, às 19:30:

Flamengo 2 x 2 Coritiba

A partida começou eletrizante e dava pinta de que seria um chocolate do Flamengo sobre o Coritiba. Mas, só seria…

O Coxa engrossou o caldo e arrancou o empate dentro do Maracanã. E não foi só isso, porque os paranaenses jogaram muito melhor e até mereciam a vitória. Fim do “cheirinho”!

Santa Cruz 3 x 3 Atlético-MG

Que jogaço! Os reservas do Galo até tentaram bater o Santinha, mas a dupla Keno e Grafite estavam inspirados.

Se Fred, agora artilheiro do Brasileirão, não estivesse no jogo, o resultado seria completamente diferente.

Chapecoense 2 x 0 São Paulo

Mesmo focada na Copa Sul-Americana, a Chapecoense foi com força total para o jogo contra o São Paulo e não deu outra.

O instável Tricolor sucumbiu diante o bom time catarinense, que já aparece na lista de candidatos à Libertadores.

Opine!!!


Quem diria: apito tira o Timão do G-6!

apito bua

Figueirense 1 x 1 Corinthians

E não é que o Corinthians provou do próprio veneno nesta rodada?

Diante do Figueirense, o Timão vencia por 1 a 0 até os minutos finais, garantindo assim uma vaguinha no G-6 do Brasileirão.

Mas, aos 47 minutos da etapa complemente, Rafael Moura, completamente impedido, deixou tudo igual em Florianópolis.

Ou seja: o apito, historicamente tão amigo do Corinthians, acabou tirando o Timão do G-6.

Mas, convenhamos, por mais que o gol do Figueira tenha sido irregular, a equipe paulista mereceu – e muito – levar o empate.

Afinal, após o gol de Camacho, o time recuou absurdamente.

Coragem, Oswaldo!

Se a coisa continuar assim, você não vai nem comer panetone como técnico do Corinthians.

América 0 x 1 Flamengo

O “cheirinho de hepta” já foi soprado para bem longe, é verdade.

Mas, com a vitória diante do América, o Flamengo ainda pode sonhar com título.

Afinal, agora, são apenas quatro pontos separando o Rubro-Negro do líder Palmeiras.

E, para o Fla, ainda restam três rodadas.

Tudo pode acontecer.

Já o América, coitado, confirmou com este revés a queda para a Série B.

Coritiba 1 x 0 Santa Cruz

Outro time que confirmou o rebaixamento nesta quarta-feira foi o Santa Cruz, que perdeu para o Coritiba no Couto Pereira.

Ou seja, só restam duas vagas para a Série B-2017.

Sport 0 x 1 Cruzeiro

Boa vitória do time de Mano Menezes, que dá adeus ao risco de cair.

Já o Sport…

Botafogo 0 x 2 Chapecoense

A “Linguiça Atômica” fez mais uma vítima neste Brasileirão.

Agora é torcer pela equipe catarinense na Sul-Americana!

Opine!


Brasil já está com “cheirinho de hexa”?

tite 100

Peru 0 x 2 Brasil

Na época de Dunga, de Mano e de Felipão-7 a 1, a gente sentia sono assistindo aos jogos da seleção brasileira às 15h, 16h, 17h, 18h…

Agora, com Tite no comando, vale a pena ficar acordado até às 2h para acompanhar mais uma boa vitória do escrete canarinho.

É verdade que, contra o Peru, o Brasil não “sobrou” em campo, como contra Argentina.

Mas, levando em consideração que o jogo foi fora de casa e contra um adversário “desesperado”, podemos dizer que o triunfo foi espetacular.

E se os peruanos estão quase sem chances de classificação para o Mundial, o Brasil já pode comprar as passagens para a Rússia!

E isso, claro, graças a Tite.

Com ele na seleção, são seis jogos, seis vitórias, 17 gols pró, um contra e 100% de aproveitamento.

Ah, só de pensar quanto tempo e quanta Copa perdemos com técnicos superados…

Mas, e agora, já podemos começar a dizer que o Brasil está com “cheirinho de hexa”?

Ou é melhor ir devagar com o andor?

Opine!


Brasileirão ainda pode terminar com “cheirinho de peixe”!

ricardo oliveira

Após uma pausa de mais de 10 dias, o Brasileirão volta com tudo nesta semana para a sua reta final.

E com jogos quentíssimos!

E eu destaco dois duelos para ficarmos de olho: Atlético-MG x Palmeiras, claro, e também Santos x Vitória, ambos na quinta-feira.

Isso porque, se der o óbvio nestas partidas, a vantagem do Verdão para o time da Vila Belmiro cairá para apenas três pontos!!!

E faltando ainda três rodadas pela frente!!!

Ou seja, o Brasileirão, que já teve muito “cheirinho de porco” e um pouquinho de “cheirinho de hepta”, pode muito bem acabar com “cheirinho de peixe”.

Não acham?

Abaixo, as chances de título, de G-6 e de Z-4 de cada time, segundo o site “Chance de Gol”:

Chances de título

Palmeiras: 92,5%

Santos: 6,2%

Flamengo: 1,2%

Atlético-MG: 0,09%

Chances de G-6

Palmeiras: 100%

Santos: 100%

Flamengo: quase 100%

Atlético-MG: 99,97%

Botafogo: 86,4%

Atlético-PR: 34,8%

Corinthians: 26,8%

Grêmio: 42,4%

Fluminense: 8,7%

Chapecoense: 0,1%

Ponte Preta: 0,2%

São Paulo: 0,4%

Cruzeiro: 0,1%

Outros times: 0% ou perto disso

Risco de rebaixamento

Santa Cruz: quase 100%

América-MG: quase 100%

Figueirense: 98,8%

Internacional: 46,8%

Vitória: 38,6%

Sport: 11,8%

Coritiba: 3,3%

Cruzeiro: 0,6%

São Paulo: 0,04%

Ponte Preta: 0,1%

Chapecoense: 0,05%

Outros times: 0% ou perto disso

Opine!


O Oceano Tite 5 a 0 e a cabeça torta de Neymar

tite comemorando       Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Trump no mundo.

Tite no Brasil.

Não se fala em outra coisa, em todas as mídias.

E falar bem de Tite é chover no molhado.

Choveu tanto que o gaúcho virou lagoa, açude, represa, Itaipu, Cataratas do Iguaçu, Oceano Atlântico, todos os oceanos e todos os reservatórios de Alckmin.

Mas ficaram na seca e com a cara de pau os azedos crônicos que garantiram que Tite jamais trabalharia com Del Nero.

Era só pano de fundo para atacar ainda mais o cambaleante Del Nero, o saível e caível.

Remei firme no sentido contrário em minhas águas tão tranquilas de 45 anos de cartas náuticas impecáveis e tão gratificantes e raras em tudo.

“Conheço bem o Tite, que já tinha me falado que aceitaria o cargo de treinador da seleção assim que o chamassem. Desde que o cargo de treinador estivesse vago”, falei e escrevi mil vezes.

Bastou Dunga ser demitido e ele assumiu, graças a Deus.

Ético, jamais faria com Dunga o que Felipão teria feito com Mano, suspeita e resmunga o hoje cruzeirense.

E Tite assumiu com um atraso de mais ou menos oito anos.

Quanto tempo e quanta Copa perdemos apostando no Dunga 5.9 na primeira passagem, no superado Felipão 7 a 1, 10 a 1 e nota -0.71 em 2014, e no Dunga 1.82, em seu retorno.

Mano, com 6.01, foi o melhor dos três e não merecia ter sido trocado burra e soturnamente por Felipão 7 a 1.

Azar nosso!

Mas bola para frente e parabéns e obrigado para o “Águia de Haia dos Pampas” (“SuperTécnico”, da Band, em 2000, na estreia do gaúcho em rede nacional)!

Tite, cidadão de cabeça reta!

“Cabeça reta”, coisa que o Neymar “não fez” e “não teve” contra a Argentina.

No gol dele, na cara do goleiro, lembrou do mestre Coutinho, olhou Romero com a cabeça levantada e um pouquinho torta, mas o suficiente para sacar, no reflexo de craque, o posicionamento do pé-base do argentino.

“Frente a frente com o goleiro não é força e não é apenas jeito, mas é preciso olhar para as canelas do adversário. Quando ele fica com as pernas ‘fincadas’ no gramado na clássica posição de defesa, tem que sair um chute rasteiro do ladinho do pé-base do goleiro que é rede na certa, ele não chega nunca. O Pelé fazia isso com os beques, eu fazia com os goleiros”, ensina o maior 9 da história.

E acrescenta: “Chegar na cara do goleiro e dar uma cacetada é prejuízo até para os narradores de rádio e TV que berram: ‘Espaaaaaalma, fulano de tal’. Ora, o cara não espalmou nada, foi carimbado. E aí desligo a TV na hora”, diz Coutinho.

Chico Formiga (1930 – 2012) também fazia isso toda vez que Arnaldo Cezar Coelho aparecia na TV.

“Como pode comentar arbitragem alguém que não deu aquele pênalti escandaloso do Marinho no Pita na final do Brasileiro de 1983? O título seria do Santos”, sempre reclamava o saudoso ex-zagueiro e ex-treinador.

Isso foi ontem, mas hoje que Tite 5 a 0 e Neymar 8.8 continuem crescendo e que virem “ex” só daqui 100 anos.

Opine!


O que esperar da seleção de Tite na “prova de fogo” diante da Argentina?

tite treino cbf        Foto: CBF

Dois anos e quatro meses após o inesquecível 7 a 1 da Copa de 2014, os amantes do futebol do mundo todo novamente vão voltar suas atenções nesta noite para o estádio do Mineirão.

Afinal, hoje é dia de clássico entre as mais tradicionais seleções das Américas.

Dia de Brasil x Argentina.

Mas, diferentemente da semifinal diante da Alemanha, a seleção brasileira vai ao campo nesta noite com um time treinado por um técnico atualizado e competitivo.

E Tite, após quatro jogos no comando do escrete canarinho, segue com 100% de aproveitamento.

Ainda por cima levou o Brasil da sexta para a primeira colocação nas Eliminatórias para a Copa de 2018.

Ou seja, a confiança está lá no alto.

Mas, e nesta “prova de fogo” de hoje, contra a Argentina de Messi?

A seleção de Tite seguirá dando alegrias ao torcedor brasileiro?

Ou o Mineirão será palco de outra decepção?

Opine!


Após atacar na eleição dos EUA, “Lei de Milton” dará o ar da graça também no Brasil x Argentina?

chorando

Durante a Olimpíada do Rio, criei a expressão “favoritô, perdeu”.

Afinal, todo atleta brasileiro apontado como “ouro certo” em alguma modalidade acabava sendo derrotado por zebras do esporte mundial.

Nas redes sociais, a teoria até ganhou um nome: “Lei de Milton”.

E não é que a “Lei de Milton” atacou também nas eleições dos Estados Unidos?

Todas as pesquisas apontavam que Hillary Clinton venceria “com um pé nas costas”.

Mas, no fim das contas, acabou dando Donald Trump, até com certa vantagem.

Agora, estou um pouco preocupado com o clássico de amanhã, entre Brasil e Argentina.

Isso porque, depois da chegada de Tite, o escrete canarinho passou a jogar bem e, sem dúvidas, é o grande favorito diante dos “hermanos”.

E então, será que a “Lei de Milton” vai acabar aprontado também no Mineirão?

Aguardemos…

Opine!