publicidade

Blog do Milton Neves

Tite, teimoso demais com Gabriel Jesus e Paulinho, de nota 9,0 passa a nota zero!

Milton Neves

Foto: UOL

Brasil 1 x 2 Bélgica.

Vergonha, mais uma.

Tite, você perdeu esse jogo!

Você vinha com nota 9,0 e transformou seu escore em zero. ZERO!

Seus discursos em coletivas pastorais e de auto-ajuda foram inócuos. Um saco, aliás.

“A verticalidade de Gabriel Jesus, sua função tática”, oras bolas, precisávamos de um centroavante que fizesse gols, simples assim!

Até o Walter, aquele que briga com a balança, atualmente no CSA, teria sido melhor escolha do que Gabriel Jesus, o “artilheiro dos gols fáceis”.

Além do mais foi mal instruído por Tite para ser marcador de beques…

Que tivesse “saco roxo” para dizer que não toparia essa tarefa.

Foi o pior centroavante brasileiro na história brasileira nas copas!

Gabriel JEJUM!

E Tite só tirou ele aos 12 minutos do 2º tempo…

E o Paulinho… Qualquer um seria melhor que ele, até o improvável Renato Augusto, que entrou em seu lugar e marcou o gol brasileiro.

Tudo bem que não foi 7 a 1, mas perdemos para uma seleção (que embora muito boa), não tem nenhuma tradição em Copa do Mundo. Peso de camisa quase zero, sem nunca ter disputado uma final, o máximo que chegou foi em uma semi, em 86…

Neymar jogou bem. Bem mal…

Sua nota hoje, com benevolência, é 4,5.

Claro que Neymar estava baleado, mas se não tinha condições de jogo, por 90 minutos, porque não foi poupado?

Em um lance, no final da partida, ele saiu com bola e tudo, demonstrando uma falta de ritmo impressionante.

OS GOLS BELGAS

Fernandinho marcou contra, de braço, aos 13 minutos do primeiro tempo. Ele e Gabriel Jesus pularam na bola. Um atrapalhou o outro e bola na rede…

De Bruyne, jogadorzaço, que estava “deitando e rolando” pelo lado de Marcelo (nossa, que atuação do craque, hein?), marcou o segundo gol belga, ainda no primeiro tempo, aos 31. Marcelo, diga-se, virou de ladinho, parecia com medo da bola…

Filipe Luis, que estava em ótimo ritmo no lugar de Marcelo, foi sacado por puro ego, um erro homérico de Tite.

E o Taison, hein, Tite?

Se ele é “tão bom”, porque você não o utilizou nem por um minutinho em cinco jogos?

Deixou Arthur de fora e o levou para passear na Rússia… Que absurdo!

Casemiro fez falta, claro. Hoje uma unanimidade, “ontem” defenestrado pela maioria dos são-paulinos, o volante tem momentos em 65% a 70% de Clodoaldo Tavares Santana, o maior santista do mundo, mas também atuações  “brucutu”, ao estilo do saudoso Caçapava.

Mas Tite foi mal na convocação e nas substituições.

Inventou em muitas coisas, inclusive nesse ridículo rodízio de capitães.

Será que aqueles “trocentos” assessores que ele tem não poderiam ter dado alguns palpites?

Depois de ótima recuperação nas eliminatórias, deixar o torcedor brasileiro com um gostinho bom na boca, engavetando temporariamente os 7 a 1 da última Copa, Tite foi mal nessa, bem mal.

Douglas Costa, que está “voando”, entrou no lugar de Gabriel Jesus, deveria ter sido titular até contundido!

Agora, mais quatro anos para tentarmos o hexa, que está virando uma busca pelo Santo Graal…

Que balanço você faz da eliminação do Brasil na Copa?

Tite deve continuar na seleção?

Renato Gaúcho é a bola da vez para o seu lugar?

Um treinador estrangeiro?

Ou Fábio Carille, que desconfio fará um “bate e volta” no futebol árabe?

Osmar Loss já deve colocar as “barbas de molho” para uma volta “triunfal” de Tite ao Timão?

E, sobre a Bélgica, parabéns!

Tem um belíssimo time, um ótimo técnico, o espanhol Roberto Martínez. Seu goleiro, o gigante Courtois, é quase inexpugnável, como diria o saudoso e querido Fiori Giglioti.

E se fez justiça, porque a seleção belga foi prejudicada no apito contra o Brasil na Copa de 2002.

OPINE!