publicidade

Blog do Milton Neves

Inglaterra sofre para vencer em jogo que não terminava nunca… Parecia o casamento Real…

Milton Neves

Foto: UOL

Tunísia 1 x 2 Inglaterra.

A única seleção que já levantou um caneco em mundiais que entrou em campo nesta segunda-feira foi a Inglaterra.

Tudo bem que em 1966, sem o VAR, as coisa foram mais fáceis para o time da Rainha…

E que joguinho ruim…

Parecia que não terminaria nunca. Lembrou o longuíssimo casamento Real no mês passado, do Príncipe Harry e Meghan Markle…

Candidato fortíssimo ao pior de todos até agora, nestes cinco dias de Copa da Rússia.

A Inglaterra ameaçou imitar o Brasil, abrindo o placar mas cedendo o empate aos tunisianos, no 1 a 1 do primeiro tempo.

Mas, no “apagar das luzes”, o melhor em campo, Kane, que já havia marcado no primeiro tempo, definiu a sorte de seu time.

Mas, convenhamos, o adversário brasileiro foi bem mais forte do que o enfrentado pelos ingleses…

Harry Kane abriu o placar após grande defesa do goleiro Hassen em cabeçada de Stones, logo aos 10 minutos.

Puxa, esse time inglês tem um Stones e nenhum “Beatle”?

Perdido por um, perdido por mil, a Tunísia foi em busca do empate e conseguiu. O inglês Walker derrubou Ben Youssef na grande área. Pênalti convertido por Sassi e tudo igual no placar.

O segundo tempo deu sono…

Parecia que um time estava com medo do outro.

Mas Kane apareceu novamente, já nos acréscimos para fazer o segundo tento e garantir a vitória da Inglaterra.

Este time inglês precisará melhorar muito para almejar algo.

Mas, pelo menos, empatou em pontos com a Bélgica, mas perde no saldo de gols.

ANTES, NESTA SEGUNDA-FEIRA…

Suécia 1 x 0 Coreia do Sul (9h)

Os suecos estrearam com vitória sobre os coreanos, resultado que faz a equipe nórdica empatar na liderança do Grupo F ao lado do México, que ontem bateu a Alemanha por 1 a 0.

O VAR (árbitro de vídeo) foi decisivo no resultado da partida, pois através dele é que o pênalti convertido pelo zagueiro Granqvist foi confirmado, aos 20 minutos do segundo tempo.

Pois é…

Na chave que tem a campeã Alemanha, México e Suécia estão na frente…

Bélgica 3 x 0 Panamá (12h)

Depois de um primeiro tempo sem gols, com a Bélgica um pouco melhor (mas sem encantar), o zero saiu do placar logo a 1 minuto da etapa final, com Mertens, um golaço.

Logo depois o Panamá teve grande chance de empatar mas desperdiçou.

Aos 24, Lukaku, de cabeça, ampliou para o time belga.

Parecia que a porteira se abriria para muitos mais, porém só mais um na meta panamenha.

O artilheiro Lukaku, novamente, aos 29, recebeu na grande área, pela esquerda e tocou sem chances para o goleiro Penedo.

Placar elástico mas poderia ser maior, aí caberia a expressão “chocolate belga”, para ornar com uma das boas coisas do país do Benelux.

Gostaram dos vitoriosos da segunda-feira, Suécia, Bélgica e Inglaterra?

Quem mostrou mais futebol?

Alguma decepção?

OPINE!