publicidade

Blog do Milton Neves

Não será surpresa se Neymar der um “pé na bunda” do PSG!

Milton Neves

Neymar, como já escrevi aqui no ano passado, segue destilando o seu insuportável “sorriso irônico” aos esforçados ou violentos beques do futebol francês.

E ele continua achando que todo árbitro que lhe dá merecido (ou não) cartão amarelo e vermelho tem que receber um olhar de desprezo, de deboche e de superioridade inexistente.

Neymar pratica em todo jogo uma espécie de “Bullying Futebolístico pelo Rosto”, diminuindo a “sua senhoria”.

Isso faz com que, em dúvida, decidam contra ele naquele ou nos próximos jogos.

E, agora, parece que a imprensa francesa também percebeu isso.

Na análise do jornal L’Équipe, Neymar não esconde a irritação após faltas sofridas (algo que venho falando faz tempo!).

E salientou que os lances, acompanhados das vaias vindas das arquibancadas, levam o brasileiro a tentar cada vez mais jogadas de efeito, humilhando desnecessariamente os zagueiros adversários.

Ainda de acordo com a publicação francesa, após cada infração, Neymar passa a esnobar o árbitro e também o beque envolvido no lance.

Como se fosse proibido fazer falta nele…

O jornal francês encerrou sua análise afirmando que a arbitragem vai precisar encontrar um equilíbrio entre proteger a integridade de Neymar e a necessidade de se permitir ou não que faltas aconteçam contra ele.

Caso contrário, esse irritante e zombador Neymar, já visto diversas vezes no Barcelona, vai ficar cada vez pior.

Bom, e o jornal espanhol Sport também atacou o brasileiro nesta semana.

“Bem-vindo à República Independente de Neymar, em que faz o que quer, quando quer e não se importa com quem seja”.

A publicação afirmou que, em cinco meses, os franceses estão vendo o melhor e o pior do ex-jogador do Barcelona.

Até quando ele suportará todas essas críticas?

Bom, e já no mês que vem, na tela da Band, acompanharemos o eletrizante duelo entre o favorito Real Madrid e o PSG, válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Se der Real Madrid, eu não me surpreenderei se Neymar largar a mão da França para voltar para a Espanha, desta vez para defender o time merengue.

E isso em uma transferência na casa de R$ 1,5 bilhão, hein?

O que você acha?

Opine!