publicidade

Blog do Milton Neves

Tomara que o Grêmio perca tudo em 2017!

Milton Neves

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

 

Estou “jogando praga” mesmo, meus amigos!

Tomara que o Grêmio perca TUDO em 2017!

Isso, para que o ótimo Renato Gaúcho entenda que quem pouco quer, nada tem.

Poupando burramente jogadores no Brasileiro, ele está errando por omissão, e não por ação.

Na Europa, os grandes times da Itália, da Inglaterra, da Espanha, sonham em ganhar a “Tríplice Coroa” deles, vencendo a Liga dos Campeões, o campeonato nacional e a copa local.

Pois Renato montou um time robusto, muito bom, com condições de ganhar a “Tríplice Coroa” da América do Sul (Libertadores, Brasileiro e Copa do Brasil).

Mas, abandonou o principal deles, o Brasileirão, complicando a CBF, seus patrocinadores e a própria emoção do campeonato nacional.

Inclusive, o ótimo Marcel Rizzo, aqui do UOL, publica em seu blog que a entidade está incomodada e quer tomar providencias para que a atitude gremista não se repita (leia AQUI).

E está certa a CBF, já que estão simplesmente escanteando o seu principal produto.

E outra coisa: não precisa poupar atleta tendo duas partidas seguidas EM CASA (o Tricolor Gaúcho recebeu em sua Arena o Cruzeiro na quarta-feira, pela Copa do Brasil, e o Atlético-PR no domingo, pelo Brasileiro)!

Se o elenco gremista tivesse voltado de uma viagem para Moscou, Pequim ou Tóquio, tudo bem.

Mas não era o caso.

Os técnicos costumam justificar com o furadíssimo papo “ah, mas e se fulano se machucar…”.

Se for assim, tem que proibir jogador de entrar no elevador, no avião, de atravessar a rua…

E tem que proibir também de treinar, não é mesmo?

Afinal, em um treinamento, o atleta pode muito bem quebrar o braço, a perna, bater a cabeça na trave…

Jogador de futebol odeia três coisas: ser poupado, ser poupado e ser poupado!

E gosta de três coisas: jogar, jogar e jogar!

Ah, e se a CBF busca soluções para este problema causado pelo Grêmio, eu tenho duas ÓTIMAS dicas.

A primeira, claro, é voltar com o… MATA-MATA!

A outra é que a CBF deveria então aplicar a “Lei Eduardo José Farah”.

O time que escalar reservas no Brasileirão perde a cota de patrocínio do jogo, assim como o saudoso cartola punia os clubes nos Campeonatos Paulistas nos anos 90! Simples!

PS1 – O Grêmio vai perder amanhã do Cruzeiro por 2 a 0!

PS2 – Atenção, manés azuis de bombachas: não pensasse tão pequeno e de forma tão simplória, o robusto Grêmio estaria hoje a dois pontos apenas do Corinthians, porque teria batido os reservas do Botafogo e o Atlético-PR, a quem venceu outro dia por 4 a 0!

Falei sobre o assunto também em meu boletim no Jornal da BandNews FM, com Ricardo Boechat. Ouça abaixo:

Opine!