publicidade

Blog do Milton Neves

W.O. duplo, “apito corintiano” e rebaixamento histórico. Final do Brasileirão teve de tudo, menos a nossa querida Chape!

Milton Neves

A ferida ainda está aberta e vai demorar fechar, prova disto foram as emocionantes homenagens prestadas ao grandioso time da Chapecoense.

E no embalo coletivo do #FORÇACHAPE, a última rodada do Campeonato Brasileiro chegou ao seu final.

No Mineirão, ele tinha que dar as caras, né?

Mas não adiantou nada o “Apito Amigo” alvinegro entrar em campo, porque o gol mal anulado e o pênalti escandaloso não fizeram falta para o Cruzeiro.

Que apesar de ter passado um certo sufoco, virou a partida para 3 a 2 com o inspirado Robinho.

“Jogou demais da conta o moço, sô”!

Assim, o sonho do Timão de classificação para a Libertadores foi adiado.

E o torcedor vai ter que se contentar com a Sul-Americana e uma reformulação imediata do elenco.

Não é mesmo, corintiano?

Porém, isso não pode ser comparado com a esperança colorada que afundou em um mar de lágrimas.

Prevaleceu a lógica!

Fluminense não perderia para o desesperado Internacional, Sport Recife venceria o já rebaixado Figueirense e o Vitória contaria com a sorte, pois contra o poderoso Palmeiras, seria derrota na certa.

Já o São Paulo, foi resolver jogar bola justo nas últimas rodadas do campeonato?

Com atacante argentino “brucutu” Chavez em um dia anormal, o Tricolor goleou o meu Santinha por 5 a 0.

Ponte Preta não deu chances para o Coritiba e William Pottker foi mais uma vez o destaque, Macaca 2 a 0.

Estaria ele merecendo uma convocação?

A bem da verdade, quem vai ter que fazer uma convocação, vão ser os dirigentes do Botafogo.

Pois o time da Estrela Solitária bateu o Grêmio por 1 a 0 fora de casa e se classificou para a Libertadores.

Alô, torcida do Fogão, vamos lotar o estádio em 2017!

E por sua vez, o duelo pelo vice ficou mesmo com o Time da Vila.

O Santos venceu o América-MG por 1 a 0 e o Flamengo, que tanto vendeu perfume, vai ter guardar no estoque o precioso “cheirinho”.

Porque contra o Furacão, o duelo não saiu do zero.

OPINE!!!

Compartilhe: