publicidade

Blog do Milton Neves

Corinthians joga por apenas 45 minutos e vence Ponte Preta com ajuda do “Apito Amigo”. São Paulo sofre no início, mas corta as asas do surpreendente Red Bull com um imponente 3 a 0

Milton Neves

11115979_832448296826372_1146328523_n

Corinthians 1 x 0 Ponte Preta

Em clima de decisão, Corinthians e Ponte Preta iniciaram a partida em meio a uma charmosa névoa de fumaça formada pela Fiel, que fazia grande festa.

A festa continuava nas arquibancadas quando ainda no início do jogo, Elias deu uma entrada criminosa no “muso” Rildo, jogada que ficou apenas no cartão amarelo. APITO AMIGO!

Fágner iniciou uma boa troca de passes aos dez minutos de jogo que quase terminou em um gol de Elias.

O bom Renato Cajá também mostrou o ar de sua graça e, por pouco, não terminou em gol o passe que deu a Biro Biro.

O primeiro tempose estendeu com as duas equipes jogando de forma aberta, mas estranhamente não se viu o costumeiro domínio corintiano na Arena Corinthians.

Prova disso foi o gol marcado pela Macaca aos 37 minutos, mas foi anulado. Falha GRAVÍSSIMA da arbitragem.

Mesmo após o lance, a ponte não se abateu e só não abriu o placar, novamente, porque Cássio fez mais um de seus milagres.

As equipes voltaram para o segundo tempo com as mesmas posturas, mas era fácil nota que a Ponte Preta começou a perder força.

Aos dez minutos, após uma belíssima troca de passes, Renato Augusto fez o primeiro gol da partida.

Era o que o Corinthians necessitava para enfim sentir-se em casa. Mas não por muito tempo.

Nos últimos minutos de jogo a Ponte voltou a pressionar e mesmo sem garantir a vaga mostrou que pode fazer um bom Campeonato Brasileiro.

A partida do Corinthians não foi ruim, mas os comandados de Tite começam a mostrar deficiências que há pouco tempo não eram visíveis.

São Paulo 3 x 0 Red Bull Brasil

Ainda abalado com a saída de Muricy, o São Paulo entrou em campo contra o Red Bull disposto a espantar qualquer possibilidade de agravar ainda mais a situação do clube, que terá pela frente algumas decisões nas próximas semanas.

O bom trabalho feito pelo jovem técnico Maurício Barbieri era evidenciado pelo bom posicionamento da equipe de Campinas. Bom desarmes e contra-ataques levaram perigo ao Tricolor por algumas vezes.

Mas é nesse tipo de jogo que os grandes jogadores fazem a diferença, e dessa forma ninguém melhor que Rogério Ceni para abrir o placar, em falta cobrada com perfeição.

A partir daí o jogo ficou nas mãos do clube do Morumbi, que sem muitas dificuldades ampliou o placar, com gol de Alexandre Pato.

Dez minutos depois foi a vez de Ganso marcar o seu e comemorar de forma misteriosa.

Foi apenas questão de tempo para o apito final e a confirmação da vaga nas semifinais, jogo em que o novo técnico já deverá estar a frente da equipe.

E para você, torcedor, o futebol mostrado hoje é suficiente para tirar o favoritismo do Alvinegro de Itaquera?

A invencibilidade irá cair,ou o título invicto acontecerá como em 2009?

O bom resultado deixa o São Paulo com moral para conseguir arrancar para o título?

OPINE!

Compartilhe: