publicidade

Blog do Milton Neves

Dunga e Luxa renascem e até na terra em que Cristo ressuscitou os 7 a 1 “filipônicos” fazem “sucesso”!

Milton Neves

1

O estrago dos “filipônicos” 7 a 1 foi mesmo grande demais.

Mais do que isso, tornou-se eterno.

Os 7 a 1 que Minas Gerais teve o desprazer de servir de cenário jamais serão esquecidos.

Só que nem começaram ainda a doer para valer.

A morte de parente próximo cala fundo mesmo na alma e no coração dos parentes só semanas, meses, anos e séculos seguintes.

Mas, desde já, a “Tragédia do Mineirão” transborda, transcende e atinge até o meio político diplomático mundial.

Somos ridicularizados para todo lado e inclusive durante os entreveros milenares envolvendo judeus e árabes.

Os filhos de Abraão, Sara e Agar nunca se entenderam e jamais irão se entender.

Essa nova guerra de Israel x Palestina é mais uma prova disso.

Malditas as guerras!

E o que é guerra?

“Guerra é um massacre de pessoas que não se conhecem satisfazendo as vontades de líderes que se conhecem, mas que não se massacram”, escreveu um dia um sábio.

E onde os 7 a 1 entram nisso tudo?

É que na guerra diplomática, em que o Brasil deu sua opinião ou palpite sobre o novo conflito do Oriente Médio, acabamos por receber dos judeus doída resposta “bélico-esportiva”.

“Ora, não utilizamos força desproporcional contra a Palestina e quem usou foi a Alemanha nos 7 a 1 contra vocês do Brasil”, rosnou o porta-voz israelense chamando o nosso país de “anão diplomático”.

Ele só se esqueceu que foi um filho ilustre deste “anão”, Osvaldo Aranha, quem assinou na ONU, em 1948, o histórico documento que oficializou a criação do “Estado de Israel”.

Algo que os árabes não reconhecem até hoje e que o Brasil, um gigante em tudo, acatou de imediato.

Sujeito ingrato ou desinformado esse “porta-voz”.

Mas lá da terra da ressurreição de Cristo voltamos ao nosso mundinho do futebol.

E não é que Deus, sempre paciente e bondoso, “ressuscitou” também Dunga e Luxemburgo?

Seria maravilhoso se ressuscitasse igualmente Telê Santana e o verdadeiro futebol do Brasil.

Mas Ele parece cansado de fazer craque nascer por aqui e desanimado por continuar vendo os homens se matarem por puro ódio.

Que tal, meu Deus, uma nova varrida dos maus na base de Sodoma e Gomorra?

Foto: UOL