publicidade

Blog do Milton Neves

O Oscar do futebol brasileiro vai para …….!

Milton Neves

Redação do Portal Terceiro Tempooscar

Aproveitando o ensejo da premiação do Oscar, a Redação do TT, matutou, refletiu  e culminou na “transformação” de  fatos do futebol em filmes, nas seguites categorias: Filme esquisito, Ator principal que quis virar coadjuvante, Ator coadjuvante que quer virar o principal,  Roteiro Adaptado, Efeitos especiais e  Curta Metragem.

E pede aos seus fiéis internautas outras sugestões e que votem nos candidatos abaixo:

Filme Esquisto

tapetaoflu_200O Mágico do Rio – O “tapetão” que proporcionou a volta do Fluminense a primeira  divisão, preterindo a Portuguesa é digna de uma estatueta. E não seria inédito o Flu receber o prêmio máximo da “vergonha” do esporte nacional.

 

ganso_48x48Dança com o Ganso –  Desde 2010 é a mesma coisa, todos esperam que o meio-campista do São Paulo assuma a sua condição de camisa 10 e norteie os amantes da bola com o seu bailar, nos encante com a  arte dos passes, e também com lançamentos e gols. Mas a cada 15 jogos, apenas um lampejo, uma mísera contribuíção para o coração dos torcedores… Uma pena, Ganso!

 briganosestadio_48x48Gente como  a gente … nos estádios! – Dias, meses e anos, ouvimos as promessas das autoridades, da entidades e por fim dos clubes de futebol para que nos estádios de futebol,  pessoas comuns, apenas aquelas que gostam do esporte e que pagam por isso possam usufruir  e amenizar as duras penas do cotidiano. Mas o que cada vez mais encontramos são os “Torcedores profissionais”.

 

Ator principal que quis virar o Coadjuvante 

laor_48Luís Álvaro Ribeiro, o Laor, ex-presidente do Santos  pelo “O silêncio na Vila Belmiro” –  Sem dúvida Laor foi predominante nas conquistas do Santos Futebol Clube nos últimos anos.  Mas o caso da venda do atacante Neymar para o Barcelona ainda é muito esquisita e o ex-mandatário santista disse que não participou ativamente das negociações do craque para o Barça.

gobbiMário Gobbi, presidente do Corinthians, pelo filme “Casablanca, preta e derrubada” –  Após a invasão da “Torcida Profissional” ao centro de treinamento do Timão, chegando até a agredir jogadores, como afirmou o médico Joaquim Grava, todos esperavam uma atitude contundente do regente corintiano diante da situação de refém do time perante a torcida, mas o que aconteceu foi a promessa de mais diálogo.

marinJosé Maria Marin, presidente da CBF, pelo “O Discurso do Rei que ficou quieto” –  Neste imbróglio do final do Campeonato Brasileiro que ascendeu o Fluminense derrubado nos gramados e declinou a Lusa, que se manteve entre as quatro linhas, esperávamos uma posição oficial da Confederação Brasileira de Futebol, definitiva, a respeito da situação. Mas nunca ouvimos um “pio”.

 

Ator coadjuvante que quer virar o principal!

cicero48x48Cícero, meio-de-campo do Santos, pelo “Quem quer ser um Milionário? – Segundo publicações da imprensa na última semana, o ex-são-paulino e agora santista pediu um salário mensal de meio milhão de reais. Ele ainda não conquistou um título pelo Peixe, também não fez um gol decisivo e muito menos é o ídolo maior entre os torcedores alvinegros. Mas o salário, ó!

brigano-cetTorcida organizada do Corinthians pelo filme “Rebeldes sem causa” –  Certa parte de uma torcida organizada da agremiação do Parque São Jorge resolveu por si, parar de protestar nos estádios, de não usar as vias legais para reclamar e simplesmente impor a força como instrumento de intimidação aos jogadores e a diretoria. É o típico caso de coadjuvante querendo virar ator principal. Lembrando que há dois anos, os mesmos atletas e dirigentes levantaram a taça de campeão da Libertadores e do Mundial interclubes.

walterWalter, jogador do Fluminense, pelo “Touro indomável das Laranjeiras – O “gordinho” do Tricolor Carioca sofreu todo tipo de preconceito por causa do seu peso. Mas a resposta veio dentro de campo com muito gols, talvez ele já tenha mais tentos do que quilos.

 

Roteiro adaptado

fred
À espera de Fred –
  Felipão , o treinador da Seleção Brasileira, utilizou de todos os recursos possíveis para poder convocar o Fred, do Fluminense, para o último amistoso do Brasil. Dividiu os dias da convocação, esperou o centroavante marcar gols e até perder penalidades máximas.

adrianoA última do Imperador – E o Adriano, aquele que já ostentou a alcunha de Imperador, voltou aos campos de futebol e desta vez pelo Atlético Paranaense. Infelizmente o final deste filme já sabemos, não queríamos, mas não tardará. Agora é só esperar o primeiro gol pelo Furacão para ouvir do experiente jogador “Não preciso provar nada para ninguém”.

juliocesarA mão que balança a trave – Não importa onde jogará e muito menos quantos gols sofrerá, Júlio César, o arqueiro preferido de Scolari, parece que nunca perderá o seu lugar cativo na meta do selecionado canarinho.

 

 

Efeitos especiais

morumbiCobertura do Estádio do Morumbi – Foi alardeado por toda capital paulista a cobertura do estádio Cícero Pompeu de Toledo e a construção do estacionamento e duas torres que seriam hotéis. Mas ficou apenas como promessa do presidente Juvenal Juvêncio que utilizou a “obra” como plataforma de campanha para ser eleito no São Paulo.

palmeirasInauguração da Arena Palmeiras – A primeira promessa foi para 2013, depois no ano do centenário e agora em 2015. A construtora W/Torre e o Palmeiras se digladiam para saber quem  manda e  obedece nas alamedas do Parque Antártica, enquanto isso a inauguração é postergarda.

 

estadiosSaltos orçamentais dos Estádios da Copa – Se tivesse uma categoria chamada “contos da carochinha”,  este item seria imbátivel. O primeiro orçamento para os complexos esportivos do mundial no Brasil era aceitável, sem dinheiro público e com um legado em torno das arenas admirável. Hoje, aquele orçamento triplicou, o dinheiro e os beneficios públicos são essenciais para os términos das obras e o espólio…. você sabe!

 

Curta metragem

58x48_pato“Os Pássaros”, com Alexandre Pato – a passagem de Pato pelo Corinthians foi tão triste e sem apelo, que apenas as suas inconstantes entrevistas e o seus ganhos eram comentados.

 

lucio“Os brutos também amam”, com Lúcio o zagueirão campeão do mundo pela Seleção Brasileira em 2002, não foi “amado” no São Paulo e sua passagem foi inexpressiva, no que difere e muito, da sua atual condição no Palmeiras.

 

vargas” Tempos Modernos”, com Vargas – O chileno saiu do seu país para jogar no Napoli, onde não se adaptou e veio para o Grêmio e nada fez, flertou com Santos e São Paulo e fechou com o Valencia, da Espanha.

 

E agora,  torcedor?  Chegou a hora do seu voto!