Blog do Milton Neves

Por que o Fluminense joga sempre com 12 ou 13 jogadores?

Sim, apitar futebol não é fácil, não!

Aliás, o que seria mais difícil no esporte bretão: ser goleiro, bandeira, árbitro ou narrar pelo rádio?

Apitar para mim é o mais difícil.

Assim, erros acontecem, aconteceram e acontecerão.

Mas que tal um rodízio de erros?

Afinal, agora em 2012 o sem sal e mediano time do Fluminense de repente tornou-se o preferido do apito brasileiro ousando superar os eternos líderes Flamengo e Corinthians.

A coisa está tão vergonhosa, indecente e transformando o Tricolor carioca no líder “mais sujo” de todos os torneios nacionais de futebol, desde 1959.

Não se contentando em ganhar “roubado” só do resto do Brasil e dos esforçados Bahia, Náutico e Ponte Preta – que coisa podre ontem em São Januário, hein? -, o Flu agora pratica “canibalismo carioca”.

Nem Vasco, Flamengo e Botafogo escapam da avassaladora paixão que o apito brasileiro passou a ter pelo Fluminense, o eterno Rei do Tapetão!

Em tempo: hoje à tarde a comissão de arbitragem da CBFluminense resolveu suspender o árbitro e o bandeira “tricolores” que operaram ontem a Ponte Preta. Mas, para fazer média, suspendeu também o árbitro de Galo x Sport.

Opine!

Compartilhe:
Comentários

1.011 respostas para “Por que o Fluminense joga sempre com 12 ou 13 jogadores?”

  1. Paulo Fernandes disse:

    O que o Milton diz do jogo do Flu X Galo mineiro, no Engenhão? A todo custo, para manter a liderança nas mãos do time mineiro (logo se percebeu que não se tratava de um galo, mas de um cavalo paraguaio) e mais a contratação do Ronaldinho “Decadente” Gaúcho, a arbitragem ROUBOU o Fluminense. Tiraram os três pontos do Flu, no Rio de Janeiro. Que escândalo, hein, Milton Neves?

  2. Joaquim Martins Teixeira disse:

    Praticamente, em quase todos os jogos o FLU foi ajudado e de maneira escandalosa, uma vergonha. Como disse Milton Naves, deveria haver um rodízio nos apitos, nos roubos, e não unicamente para o FLU. No princípio eu achei que era mais contra times de Minas, Raposa e Galo. Me enganei. Quem achar que futebol é assim, roubar constantemente só para um time, também não pode ser pessoa honesta, não está do lado do respeito e do amor da chefia lá do Alto. Dar dois goals numa só partida é demais (Ponte). Joaquim M.T.

  3. João Aníbal Lemos, Soledade de Minas, Fluzão Tricampeão disse:

    O bom do futebol é ver o adversário espernear, reclamar, chutar o balde, ficar nervoso, querer bater no árbitro, isso sim é futebol. Porque se você ganhar e o adversário te dá os parabéns e fala que foi justo, não tem graça. Você vai gozar de quem ? Tem que ser gol impedido, além do tempo e se possível gol de mão, fazendo falta no goleiro.. Deixar o adversário louco de raiva. O Futebol foi assim, é e continuará sendo.dessa maneira. Quem quiser mudar que vá enxugar gelo.