publicidade

Blog do Milton Neves

Por que o Fluminense joga sempre com 12 ou 13 jogadores?

Milton Neves

Sim, apitar futebol não é fácil, não!

Aliás, o que seria mais difícil no esporte bretão: ser goleiro, bandeira, árbitro ou narrar pelo rádio?

Apitar para mim é o mais difícil.

Assim, erros acontecem, aconteceram e acontecerão.

Mas que tal um rodízio de erros?

Afinal, agora em 2012 o sem sal e mediano time do Fluminense de repente tornou-se o preferido do apito brasileiro ousando superar os eternos líderes Flamengo e Corinthians.

A coisa está tão vergonhosa, indecente e transformando o Tricolor carioca no líder “mais sujo” de todos os torneios nacionais de futebol, desde 1959.

Não se contentando em ganhar “roubado” só do resto do Brasil e dos esforçados Bahia, Náutico e Ponte Preta – que coisa podre ontem em São Januário, hein? -, o Flu agora pratica “canibalismo carioca”.

Nem Vasco, Flamengo e Botafogo escapam da avassaladora paixão que o apito brasileiro passou a ter pelo Fluminense, o eterno Rei do Tapetão!

Em tempo: hoje à tarde a comissão de arbitragem da CBFluminense resolveu suspender o árbitro e o bandeira “tricolores” que operaram ontem a Ponte Preta. Mas, para fazer média, suspendeu também o árbitro de Galo x Sport.

Opine!

Compartilhe: