Blog do Milton Neves

Palmeiras, o Rei do Papelão!

Pobre Palmeiras.

Suas chances de cair para a Série B mais uma vez já atingem o estratosférico patamar de 92,71%.

Sendo que sua atual famosa “margem de erro” aponta só para cima e para mais uns 3,29%.

E esse “para cima” sinaliza para o nordeste, para Recife, para o Estádio dos Aflitos, local do mais próximo inferno para os porcos.

Haja aflição!

Até quando?

Quando adolescente em Minas tinha horror do Palmeiras.

Mesmo folgadamente torcendo para o genial time branco da Vila.

É que eu tinha respeito e até medo do Verdão.

59, 63 e 66 não me deixam mentir ou enganar.

Aliás, na Copa da Inglaterra nossa seleção tinha que ter sido um reforçado Palmeiras – CBD como em 7 de setembro de 1965 no Mineirão.

O zagueirão uruguaio Manicera, que morreu no mês passado, afirmou em Belo Horizonte após aquele Palmeiras – CBD 3 x 0 seleção do Uruguai que “coloquem o negro (Pelé), esse loiro (Ademir da Guia) que só conheci hoje e mais quaisquer outros nove desse Palmeiras que vocês ganham facilmente a Copa do ano que vem”.

Burramente, Vicente Feola não levou Valdir Joaquim de Moraes, Djalma Dias, Tupãnzinho, Servílio e nem mesmo Ademir da Guia.

Aliás, Ademir, um dos 10 maiores jogadores de futebol do mundo de todos os tempos, não foi relacionado por Feola nem entre os… 47 jogadores que inventou para a nossa “preparação”.

E Manicera, maravilhado com Ademir e com a Academia, foi 1000 vezes melhor na Inglaterra ao lado de Troche com sua seleção só sendo vencida no apito.

Uruguai e Argentina foram operados por ingleses e alemães via “apito amigo cruzado”.

Mas tudo isso foi antigamente.

Hoje o Palmeiras se apequenou demais.

A “guerra” dos Parques acabou, agora o Corinthians tem no São Paulo seu rival maior e preferido, o Santos continua sempre sem rejeição e o Palmeiras vai geneticamente operando estranhas metamorfoses de periquito para porco, de porco para pato e de pato facilmente batido para coadjuvante crônico.

E com direito a ser a quarta força da Grande São Paulo em 2000 (atrás do São Caetano) e em 2011 (atrás da Lusa).

E agora virou de novo o lanterna dos grandes paulistas mesmo tendo ganho lotericamente na sorte e no apito a Copa do Brasil deste ano.

Felipão e Palmeiras fizeram trágico casamento para os dois cônjuges, Arnaldo Tirone foi bela decepção, o elenco é caro e incompetente, Luan é comum, os beques de área são “darintamente” ruins, Valdivia uma completa enganação e até o bom Bruno virou goleiro “leite moça”: bateu, tomou!

E por falar em leite, a velha piada está de volta.

É sempre assim no Brasil depois de grandes tragédias como quando das mortes de Ayrton Senna, de Ulisses Guimarães e de Vovô Tancredo Neves.

Pois “a grande bomba” do final de semana dá conta da troca de patrocínio do Verdão com a saída da Kia e a volta da velha e boa Parmalat.

E no novo acordo comercial a Parmalat entrará com o leite e o Palmeiras com o papelão, matéria-prima inesgotável no Palestra Itália.

Ah, mas não é verdade que devido aos últimos acontecimentos a patrocinadora do Palmeiras irá mudar sua marca de Kia para Kai.

E nem que ela fará o lançamento mundial do novo modelo com rebaixamento especial e com uma só marcha, a segunda.

Compartilhe:
Comentários

523 respostas para “Palmeiras, o Rei do Papelão!”

  1. Carlos Francisco Torchia disse:

    Caríssimo Mílton Neves,

    Muito grato pela gentileza da lembrança. Divirta-se com a última TPM. Segue, abaixo, o texto do “Olhar quádruplo sobre TPM.”

    Um grande abraço, saudações fraternas.

    Carlos Torchia

    O quádruplo olhar sobre TPM
    (Carlos Torchia)

    Falar de TPM, nos dias correntes, já é algo tão surrado quanto confabular sobre futebol. Qualquer um mete o bedelho onde não devia e, aí, tudo fica normal no reino do Baú da Felicidade. Para as mulheres, o buraco é mais embaixo: tensão pré-menstrual é uma aflição ou inquietação que se repete mensalmente, mas, em que pese o aborrecimento ou descontrole emocional, é uma ocorrência rotineira, que não abala o Reino da Dinamarca.

    Há, porém, um outro tipo de TPM que mexe com o caráter ontológico do homem (desculpem o preciosismo) e, essa sigla, é a sacrossanta tensão pré- mensalão…Já ouviram falar de absurdo maior? Pois é, esse diabo vernacular existe, existe sim, “mas nós não a alcançamos, porque está sempre apenas onde eles a puseram e nunca a puseram onde nós estamos”… Coisas do Brasil…(desculpe a paródia, meu engenhoso poeta Vicente de Carvalho).

    Há, ainda, outra TPM: a melhor de todas – sai debaixo que vem chumbo- a tensão pré-mudança. Falar em mudança de projeto, plano ou suporte de ensino é cutucar a onça com vara curta. Deixa seguir o ramerrão, o costumeiro, quem gosta de mudança é a Lusitana. Tudo mudou: o mundo, as teorias, o pensamento, a filosofia, o aluno, o indígena, a vergonha na cara, a ganância dos políticos… E os professores ? Mudam ou não mudam? Quem vai disparar o primeiro giz ? Quem vai enfrentar com alternativas de mudança essa tormenta educacional ? Não dá para esperar mais! Ou nós mudamos, ou os alunos se mudam, ou melhor, se mandam…E, aí, sabe o que vai acontecer? Começa a seguinte história…Houve um tempo em que os alunos clamavam por mudanças, e ninguém deu ouvidos, e, eles, então, desanimados, inventaram uma escola que não tinha professores, livros, diretor, especialistas em educação…etc…etc…Meu Deus, eu não quero terminar essa triste narrativa!…Que tragédia!…Você pode substituir-me?

    Por fim, resta-nos a última TPM – a mais patogênica nesse mister: a torcida palmeirense machucada. Ver agonizando um time que teve Jair da Rosa Pinto, Júlio Botelho, Djalma Santos, Ademir da Guia, Luís Pereira etc…, e ter que conviver com Luan, Betinho, Leandro Amaral e companhia bela é ter, no mínimo, o sadismo de querer que o Felipão tirasse leite de pedra. Que Deus proteja os nossos corações palmeirenses!

  2. pedro seba junior disse:

    Ola Miltão bl?,não acreditei quando vi nesse domingo um jogo de 96 entre vasco e santos,que calção era aquele do santos?e você diz que o time faz-me rir é o corinthians?o estilista do santos naquela época só pode ser o do são paulo de hoje.

  3. carlos sonego disse:

    oi miltao o atletico, palmeiras,sport, figueira estes estao na segundona, obrigado por tu mandares um feliz aniversario, para eu, estamos todos ligados no terceiro tempo, tu es 10, os outros sao os outros. valeu meu irmao.

  4. carlos sonego disse:

    oi miltao todos gostaram demais de ti, tu es uma pessoa maravilhosa, humilde, um otimo jornalista, carismatico , gostaria de te ver mais vezes no ar,os teus programas sao muito inteligentes, tu tens uma audiencia grande aqui em criciuma, eu nao perco nunca o teu programa gosto muito de ti, oro sempre por ti para que DEUS possa sempre te dar saude, e suceso em sua vida material, tu tens um amigo, um irmao aqui em criciuma, seras sempre bem vindo. e guando eu puder irei ai em sampa, te visitar e ir ao vivo no teu programa, ja que meu pai foi jogador do metreopol, atletico operario, o nome do meu pai era nilton(camisa), ponta esquerda muito bom. meu querido irmao um grande beijo e abraços . ass. carlos jose sonego(apelido), (katinha). que DEUS te abençoe todos os teus dias.

  5. João Carlos Martinelli disse:

    Querido Milton Neves

    Ah, esqueci de informar, sou Corinthiano das décadas de 60 e 70, hoje o futebol não tem mais graça. Tem uma partida inesquecível entre Corinthians e Palmeiras de 1.971 onde o Palmeiras terminou o primeiro tempo vencendo por 2 a 0. No segundo tempo o Corinthians virou e o Adãozinho acabou com o jogo. Se puder, você poderia recordar esta partida no Domingo Esportivo Bandeirantes? Para mim foi a melhor partida realizada entre os dois.
    Sou Engenheiro Químico formado pela Universidade de Mogi das Cruzes e em 1.979 tive aulas de Instalações Elétricas com o ex-ábitro de futebol Emídio Marques de Mesquita que também é engenheiro, muitas saudades.

    Abraços

    João Carlos

  6. Belchior ( brechó ) disse:

    Caríssimo Milton Neves, somos da Escudomania uma empresa que confecciona Escudos, Brazões de Família e Logo marcas em aço inox, recentemente enviamos um escudo do Santos como presente, e conforme podemos notar foi apreciado, pois recebemos uma carta de agradecimento.

    A algumas semanas colocamos no ar nossa loja virtual, e graças as Deus em virtude do grande trabalho que estamos fazendo junto as mídias sociais, “Twitter, blog, Facebook entre outros”, estamos já com um grande numero de acessos, porem queremos aumentar e muito nossos acessos, provendo assim mais acessos também a nossos parceiros. Estamos procurando ícones dos esportes para que possamos acompanha-los e reproduzir as notícias, novidades, curiosidades e informações de seus blog’s e páginas, em nossa página de notícias que estamos em fase de construção, dentro de nossa loja virtual.

    Respeito o seu trabalho e reconheço a sua importância para o futebol brasileiro, gostaríamos por meio deste email solicitar autorização para divulgar as notícias de seu blog em nossa loja virtual, página de notícias do mundo do esporte, criando inclusive um link de redirecionamento para o blog Milton Neves.

    Asseguramos que os serviços da página de notícia não terá nenhum custo para nossos assinantes, bem como não será divulgada nenhuma notícia que não esteja vinculado a um veículo sério e de prestígio.

    Sem mais agradecemos desde já sua atenção e aguardamos um retorno quanto ao nosso pedido.

    Belchior ( brechó )

  7. Helio José Magnani disse:

    Pois é cumpadre. A tampa do cachao fecho e o porco dentro. Da terror vê o futebor que a mulambada joga, parece uma sessão de exorcismo q terror!!!. Hoje o dia entra pra historia negra da carreira do gaucho, q perdeu a mão de técnico depois q se meteu a se tecnico nasoropa. Só mando contrata perneta , cabeça de bagre e jogado bichado. Mais faze o q é a turma do Mustafa e cia, ja aconteceu antes num aprenderam. Esse Tirone num sabe o q é dirigi time.Vai quere faze o q na Libertado. Tamo morto. Saude e paiz pro C e pra sua minerada. Saudaçoes palestrinas

  8. Gilberto Morenno disse:

    Miltão! Parece que é certa mesmo a queda do Palmeirtas para a série B. É um momento muito delicado e acho que principalmente vocês da imprensa, formadores de opinião que têm o poder do microfone nas mãos devem tomar cuidados e o principal deles é o de ficarem apontando culpados diretos, como o Neto tem feito ao acusar Felipão e Valdivia, sem medir as consequências que isso pode trazer a eles.
    Vamos analisar a situação como um todo e preservar as pessoas. Sabemos que o futebol é um esporte movido pela emoção das pessoas e esse tipo de análise é muito perigoso. Abraço.

    Gilberto Morenno, CORINTHIANO do Jardim Universal e Miltista Juramentado.

    P.S.: A propósito, Miltão, a próximna reunião dos teletrinsistas vai ser esse ano ainda?

  9. Roberto Gozzi disse:

    Milton, descupe-me o incômodo, espero que estaja tudo bem com você. Você conseguiu falar com a Silvia Rebello da Band News TV?, em relação a vaga de estágio, desculpe-me o incômodo, é que a vaga será preenchida rápidamente, um grande abraço Milton!

  10. Wilson Bento Carvalho disse:

    Milton Neves gostei do chumbo que mandou dias atraz na CBF,relatando o muito que protege os clubes cariocas ,achei que deveria mandar chumbo igual mandou quando o Caixa D*agua esteve no seu orograma super técnico.Parabens .Grato Wilson Ribeirão Preto SP

  11. JOSE RUBENS MARINO disse:

    PREZADO MILTON

    COM MUITO PESAR COMUNIUCO O FALECIMENTO DO GRANDE DIRIGENTE SANTISTA NA TARDE DE DOMINGO CARLOS AUGUSTO CORTE REAL,FOI VICE PRESIDENTE JURIDICO DE 1978 A 1982 GESTÃO RUBENS QUINTAS,FOI VICE DE FUTEBOL GESTAÃO GESTAO MILTON TEIXEIRA 84/ 86
    ENTERRO NESTA SEGUNDA EM SANTOS.
    ABS
    JOSE RUBENS MARINO

  12. João Henrique Torres disse:

    Esse Neto é um grosso, mal educado, inconveniente…

    Desculpa, Milton Neves e Dr. Osmar, mas não da mais para assistir Terceiro Tempo com esse cara impertinente falando besteiras.

    E ele ainda acha que entende muito…

    João Henrique Torres
    Belo Horizonte-MG

  13. joel de souza disse:

    ilton,ja ouvi algumas vezes,sua historia de vida,mas nao tem jeito,me emociono a cada vez que ouço.vc eh um ser iluminado,abraço amigo,longevidade a vc,com muita saude…

  14. Luis Fernando Moure Lucchesi disse:

    …EU COMECO O DIA RINDO COM O SENHOR E O CICCONE E, AGORA O SENHOR ME APRONTA ESSA…EU TO PARECENDO UM BUNDAO…CHORANDO QUE NEM UMA CRIANCA!!!…O QUE O SENHOR FEZ PELA SUA TIA EH O QUE O SENHOR FAZ PELOS SEUS OUVINTES:…DISTRIBUIR CARINHO PELO MUNDO AFORA…DEUS LHE PAGUE MILTAO…!!! E, NUM DEIXA A GENTE SOZINHO NO DOMINGO, PROMETE PRA NOIS, OK?!!!!

  15. Marcos Cirino disse:

    Milton Neves vc mi emocionou, o amor que vc tem pela sua familia emociona, que DEUS abençoe seus dias, um grande abraço!!!

  16. Antonio Garcia |Janguas disse:

    Oi Milton, eu já tinha ouvido o “sofá” no dia em que foi apresentado, mas não resisti e fiquei ouvindo o replai, realmente foi brilhante, parabens, te respeito ainda mais, um abraço. Garcia Cangaiba

  17. ADILSON KERCHE disse:

    QUERIDO MILTON

    EU NÃO SABIA
    QUE VC ERA UM SER HUMANO , É….É ISSO MESMO
    PARA MIM , VC É UM ARTISTA DO RÁDIO E DA TV
    MAS A PARTIR DE 14/10/2012, TEM O MEU RESPEITO TB COMO , UM SER HUMANO
    NOSSA VIDA, EU E VC, É MUITO PARECIDA, MAS VC COM CERTEZA, É MUITO SUPERIOR, DEUS FEZ DE VC UM SER ILUMINADO, E QUE VIDA LINDA.
    A PROPÓSITO , CHORAMOS JUNTOS, EU TB TOMEI BANHO COM SABÃO DE PEDRA, ERA COMO MINHA VÓ CHAMAVA.
    BEIJOS NO SEU CORAÇÃO
    ADILSON KERCHE
    SÃO PAULO
    CURINGUENTO

  18. Vander Lúcio Diniz disse:

    Parabéns pela entrevista e só chora quem tem sentimento, tbém chorei de emoção, e manda um abraço pra mim aí, e fala de NEPOMUCENO

  19. RAFAEL PEREIRA DE SOUZA disse:

    Grande Milton Neves, meu pai e meu herói(Gildo Pereira de Souza, MG)fazia qndo trabalhava 220hs extras por mês. Nunca faltou em nossa mesa o alimento e nossas roupas, sem contar o respeito e a Educação q nos ensinou. Creio q em sua família aconteceu o mesmo. Peço apenas saúde pra Deus, pois o restante já o temos graças a Ele. Grande abrax Espetacular Milton Neves. Rafael Pereira de Souza

  20. Augusto Chicarolli disse:

    Milton Neves, este domingo passado foi um dos melhores programas que eu já ouvi, onde o Miltão abre o coração nessa entrevista com o grande Paulo Galvão. Sou seu fã Milton Neves e num domingo de manhã entre passear com meus filhos e e ouvir seu programa , logicamente que eu vou passear com a molecada , mas logo que chego e sempre que posso ,meu rádio tá ligado no Miltão , o Bom ! Grande abraço.

  21. elton disse:

    Milton, estava aqui brincando com meu filho e ouvindo domingo a RB pela internet, pois o sinal não chega até americana pelo rádio, ouvindo suas histórias, que emocionam pessoas de bem e de boa indole, abraços a vc e sua familia e sua tia, que deus abençoe a todos.

  22. CLAUDIO RIZZUTTI disse:

    Milton, tenho 71 anos e eu chorei quando vc relatou a historia da sua tia. Acompanho vc desde os tempos da JP e tudo que vc ganhou realmente foi com trabalho, trabalho e trabalho. Que DEUS lhe de muito mais pois, vc merece. CLAUDIO RIZZUTTI

  23. Danilo h pinzetta disse:

    Miltn pare de me fazer chorar Eu estava passando pela Topazio quando esplodio um compressor de ar no posto. eu estava com minha Kombi 64 azule branca Faça tudo que puder pela sua tia Deu s vai te dar em dobro Deus te abençoe

  24. José Carlos Amadio disse:

    milton neves sou corinthiano , e para falar a verdade não sou muito seu fã , quando voce fala do corinthians, mas meus parabéns pela sua entrevista que voce deu no programa , sentado no sofa, desculpe mas não lembroo nome do apresentador, estou aqui em prantos de ouvir a história de sua tia que tem a doença mau de alzaimer, parabens mesmo e continue fazendo o que voce faz, DEUS te ABENÇOE.

  25. joao carlos ferreira disse:

    Milton neves uma Usina tem que ser movida por reatores e bombas que fazem ela produzir energia, entao voce tem um coracao enorme que faz mover essa usina de ideas…parabens pelo programa abracos

  26. julio Cesar Marcone disse:

    Milton neves, velho, o sabão de cinza em meu tempo era pra tirar o cheiro de catinga que meus pês tinham com aquele Ki-chupe….que eu jogova bola mo campinho que acabou…era fidido…mais, muito melhor que o play station.

  27. Usiel Rios disse:

    Caro Milton,
    É verdade que no futebol tudo é possível, como o meu Vasco com o time que tem permanecer no G4 a tanto tempo, mas a situação do Palmeiras é muito difícil. Você acha que o Verdão consegue escapar desse rebaixamento?
    Grande abraço,
    Usiel Rios
    Aracaju (SE)

  28. João Cunha disse:

    Milton, Como havia lhe falado, conheço aqui em Campinas um dos possíveis interpretes do Lendário Fantomas, trata-se do Sr. Sérgio, proprietário do Auto Posto Jardim Bandeirantes no Jardim Eulina. Ao que parece, o Sr. Sérgio teria interpretado o personagem entre os anos 69 e 70, após a aposentadoria de Ali Bunani (segundo consta o primeiro a interpretar o personagem no Brasil). O Sérgio nasceu em 31/05/1946, conta com 66 anos, foi Campeão de Boxe pelo Guarani Futebol Clube e atuou na Luta Livre com o pseudônimo de “Faixa Dourada” lutando pelos “bons”… Em meu recente contato, ele se mostrou conhecedor do paradeiro de vários outros lutadores, contudo, por questões éticas, fugiu do assunto quando lhe indaguei sobre a caracterização de Fantomas. Em nossa conversa, ficou bastante animado em falar contigo, e se dispôs a ser entrevistado sobre assuntos relacionados à luta livre. Se porventura você resolver ligar para ele, perceberá que trata-se de pessoa humilde, muito boa de prosa (cheia de histórias que nem você). Os telefones para contato são: Comercial: 19 32423079 Residencial: 19 38743044 Porém, antes de entrar em contato com o Sérgio, leia com atenção a coluna abaixo. Forte Abraço e que Deus te abençoe! João Cunha============================= O Lendário Justiceiro Mascarado Fantomas, Sua História Muitos são os personagens que podem representar a Luta Livre nacional, mas poucos marcaram tanto sua presença como o Justiceiro Mascarado Fantomas. Desde sua entrada triunfal nos ringues, trajando sua inconfundível roupa negra, uma capa sobre seu corpo, uma máscara ocultando sua identidade. Uma perna rija não impedia Fantomas de massacrar quem ousasse desafia-lo sob o ringue. Um vulto negro, enorme, envolto sob um enigma, uma atmosfera de suspense e de justiça. Sim. De justiça, porque o Justiceiro Mascarado sempre fez jus ao seu nome, sendo sempre um lutador correto, que não usava de truques, artimanhas e golpes sujos. Sempre lutou de uma forma limpa e destemida. Pois esse mito sempre despertou a curiosidade de muitos. E muitos até hoje dizem ser ou ter sido parte da história desse enigmático personagem. Inspirado em um personagem da literatura francesa do início do Século 20, após inspirar outro personagem mexicano, chega ao Brasil, em meados de 1966, por intermédio do empresário Teti Alfonso da TV Globo (RJ), o personagem Fantomas. A ideia era exatamente o que deu certo, ou seja, um lendário justiceiro com sua face encoberta por uma máscara negra com os traços do rosto em branco. Neste contexto, existem controvérsias sobre quem teria sido o primeiro lutador a personificar o Justiceiro Mascarado, porém as histórias que mais se encaixam devido aos relatos dos lutadores da época contam que o argentino Ali Bunani, foi o primeiro Fantomas. Existem registros até mesmo de que Ali foi escolhido pelo empresário para interpretar o personagem devido a sua conduta exemplar também fora dos ringues, por sua moral e relacionamento com os demais. Outra linha informa que o primeiro a personificar Fantomas foi o também argentino El Toro. Nesse meio de informações é relevante comentar rapidamente sobre outro personagem com grande semelhança ao Fantomas, o Verdugo. Verdugo era um personagem mais sombrio, que entrava ao ringue acompanhado do seu assistente (chamado na luta livre de segundo) Pé na Cova, que dizia trazer Verdugo diretamente do cemitério para o embate da noite. Cabe salientar que nesta época a Luta Livre no Brasil era algo visto com tanto cuidado e seriedade que somente o empresário tinha os direitos sobre o personagem, ou seja, se Ali Bunani era o interprete do mesmo, ninguém mais no País inteiro poderia plagiar o personagem, cabível abertura de processo. Poderia haver sim na época um revezamento entre Ali Bunani e El Toro quando a interpretação de Fantomas e Verdugo, essa informação não está descartada, mas o que todos os fatos convergem é para o fato de Ali ter sido o intérprete de Fantomas desde sua criação. Das informações que se tem Ali Bunani interpretou Fantomas até meados de 1969. Para quem não sabe, Ali não era somente intérprete, pois também lutava com seu próprio nome. Ao que temos informações Ali Bunani faleceu em meados de 1987 em sua casa de morte natural, diferentemente do que muitos contam por aí que o intérprete de Fantomas morreu assassinado, atropelado, envenenado, ou qualquer outro absurdo. De Bunani para frente, especula-se que muitos foram os intérpretes do personagem. Podemos citar o próprio El Toro, Luizão, Faixa Dourada, Guerino Cicon, Gran Bartollo (o Sancho Pança), dentre outros. Fantomas foi e continua sendo um personagem que foi criado sem muitas pretensões, mas que, como poucos, acabou virando um mito, verdadeira lenda. As informações aqui contidas foram obtidas através de pesquisas e informações fornecidas por lutadores da época da criação do Fantomas. Lutadores que lutaram no Ringuedoze (RS), TV Excelsior, Record, Globo. Portanto, como disse no início as informações aqui contidas não se baseiam, principalmente de quem viveu a época e conviveu com Ali Bunani, El Toro, Ted Boy Marino, Tigre Paraguaio, dentre outros grandes artistas da época. Em suas observações sobre o destino nas gerações atuais quanto ao lendário Fantomas, Stiner, ex-lutador que iniciou sua carreira no Rio Grande do Sul através do Ringuedoze, depois seguindo para o Rio de Janeiro participou dos programas de televisão transmitidos pela Globo Rio, TV Excelsior, dentre outras, deixou um pedido e um recado aos que vierem a interpretar Fantomas: “- A quem faz ou fará este personagem o que peço é que tenham o cuidado de fazer bem, pois os que tinham esta responsabilidade na época, foram extremos profissionais, dedicados a manter o anonimato em benefício do personagem, e o verdadeiro profissional, não fica falando que é o personagem. Sejam cuidadosos e respeitem, senhores empresários este mito que jamais será esquecido.” Outro colaborador foi o lendário Scaramouche, ex-lutador, um exímio ás do ringue, um atleta que literalmente voava sobre o ringue, também participante do Ringuedoze e de programas citados aqui. Scaramouche deixa claro que não tinha contato tão próximo aos personagens como de fato teve Stiner, somente o contato normal entre lutadores nos vestiários, e que sempre soube da relação Ali Bunani = Fantomas e El Toro = Verdugo, não sabendo de qualquer outra pessoa que possa ter interpretado os personagens antes deles. Scaramouche descreve em poucos detalhes, mas preciosos as diferenças entre os personagens: “- As únicas diferenças que vejo nos personagens são os nomes, e pequena diferença na máscara, pois os estilos de lutas e a marca registrada da perna dura (só do personagem) eram idênticos.” E complementa dizendo: “- Como me desliguei do Catch em 1970, não soube que trajetória seguiram o Fantomas e Verdugo. Na minha opinião qualquer Fantomas ou mesmo Verdugo que já apareceram e que aparecerão, considero pirataria, e um desrespeito tanto ao criador do Fantomas e Verdugo, como os próprios personagens.” Em carta de próprio punho destinada a Carla Martinez, filha do grande lutador El Condor, argentino, que a alguns anos já nos deixou para lutar em outros ringues, o próprio Mister Argentina descreve claramente que Ali Bunani era o intérprete de Verdugo e El Toro de Fantomas, ambos eram argentinos também como já citei, e o Mister sempre teve um contato muito próximo com ambos. Assim, mesmo que se tente contar a história de Fantomas, o mito permanece, a incógnita sobre a sua identidade permanece. Teria realmente sido Ali Bunani o primeiro a fazer o Fantomas subir ao ringue? Ou seria El Toro o primeiro Justiceiro Mascarado? Na real, não importa quem foi. O que importa é que ambos eram lutadores exemplares, profissionais exemplares, com condutas exemplares, e por isso foram escolhidos para interpretarem personagens que ficariam imortalizados dentro da história da Luta Livre nacional. Infelizmente, de tempos em tempos, espertalhões tentam se passar por Fantomas. Dizem com a maior seriedade do mundo que foram ou que são Fantomas. Vamos à lógica? Se eu que tenho 1,84cm mandar fazer uma roupa igual a do Fantomas, ainda com a ajuda de uma sola mais alta devo chegar próximo dos 2m de altura. Coloco aquela máscara, uma capa preta de cetim por cima, nunca subi na minha vida num ringue, não sei como dar um drap, não sei o que é uma “cutelada”, mas tiro umas fotos com essa fantasia e depois sem a máscara. Isso faz de mim Fantomas? Se isso faz de mim Fantomas, então posso reconhecer com o maior orgulho inúmeros Fantomas que existem por aí. Gente que nunca participou de nada relacionado à Luta Livre. Gente que não sabe nem ao menos dizer de qual perna ele mancava, pois era dura. Gente que vai pra imprensa e ainda tem, desculpem a cara de pau de dizer “eu sou o verdadeiro Fantomas”. Oras, nem Ali Bunani nem El Toro, nem nenhum outro lutador que eu tenha conhecido foi um dia pra frente de câmeras dizer “eu sou o Fantomas”. O que é relevante registrar é a memória desses homens que devido a eles até hoje muita gente ainda lembra das grandes batalhas travadas pelo personagem. Mais que saber quer encarnava o personagem, é contar a história do mito, e principalmente agradecer a esses homens que muitas vezes ocultaram suas próprias personalidades atrás de uma máscara, deixaram suas identidades como verdadeiros lutadores de Telecatch em um segundo plano para elevar um personagem. Um personagem que virou um mito, e por intermédio desses verdadeiros artistas. Não julgo quem hoje interpreta Fantomas, mas em memória a esses homens que fizeram o personagem que ainda hoje vive, faço minhas as palavras de Stiner e Scaramouche. Mesclo as duas opiniões e gero a minha. “Srs. se forem fazer, façam com respeito, estudem o personagem e façam bem feito.” Fontes: -Portal da Luta Livre: http://portallutalivre.blogspot.com.br/2009/04/o-lendario-justiceiro-mascarado.html – Coluna de Marcos Martins, 27/04/2009; -Tags: fantomas, História da luta livre, nacional, verdugo

  29. elton disse:

    Milton, o papai do gol ilustrissimo e excelente narrador Zé Silverio, foi sensacional ao dizer q torcerá para o palmeiras não cair, pois em caso de descenso, ano q vem teria q fazer longas viagens para narrar jogos da serie B, caso fosse escalado para trabalhar nos jogos, Milton sensacional, agora imagina Milton a cara do Mauro Beting, Patrik, alex Muller e todos os outros jornalistas palmeirenses, não posso me esquecer do Marcão, logo após o titulo da copa do brasil, meio embelezado, ele disse o terror voltou, realmente para serie B, milton é nóis Vai Corinthians. ABs

  30. José Oliveira disse:

    Milton, blz, o Gilson Kleina tem condiçoes de ser um tecnico de ponta dirigindo essa equipe pifia do Palmeiras? Quer dizer msm com esse time ano q vem o Palmeiras pode ter a cara do Gilson. E qual seria essa? Um abraçao a vc e a todos do plantao esportivo. AH se nao for pedir demais, rsrsrs, conta um pouco da historia do galo guerreiro, Gremio Esportes Maringá. Tamo orfao de time aqui Miltao, Abraço.

  31. clarkson ramos moura disse:

    Olá! Miltão, O que teria acontecido, domingo, com o circunspecto e bem-comportado Ciccone, que, de repente, caíu numa incontida crise súbita de riso? Teria sido por causa de suas involuntárias, imprevisíveis e hilárias pantomimas, sem falar de suas inéditas tiradas? De outra parte, gostaria de saber que fim teia levado Pescuma, um zagueiro corpulento e alto, que jogara na Portuguesa e Corinthians. Aliás, proseando “causos”, seja do folclore futebolístico, enquanto cronista esportivo, seja da vida campestre, enquanto rastaquera da Pecuária leiteira das Alterosas, você, Miltônico, supera o famoso Rolando Boldrin. Por fim, concordo com você, quando diz que o “Time Porcino” já caíu para segundona e que o “Pó de Arroz” tem sido vencedor no campo, na sorte e no apito-amigo. Abraços, Clarkson Moura bandmaníaco, corintiano, miltista e zaidânico confessos