publicidade

Blog do Milton Neves

“Empatite”? Brasil começa empatando em campo e perdendo fora dele para o ausente VAR…

Foto: Reprodução

Brasil 1 x 1 Suíça.

Pois é…

Um começo nada animador para a seleção brasileira na Copa da Rússia.

Em campo, empate. Que não seja o primeiro de outros na Copa, pois “empatite” em torneio de “tiro curto” não dá certo…

E derrotado fora dele, pela não utilização do VAR, pois o gol suíço foi irregular e o Brasil ainda teve um pênalti a seu favor.

E Neymar? Ausente como o VAR…

Bom, como Tite observou em coletiva na semana passada, o 10 brasileiro ainda não está 100%, e mesmo assim tentou ser protagonista, pelo menos no começo do jogo, retendo a bola e arriscando jogadas individuais. Como ele preocupa os marcadores, acabou “amarelando”, um deles, que lhe deu um agarrão no pescoço.

Mas foi uma atuação apagadíssima daquele de quem mais se espera.

Nota 2,5 para ele.

O JOGO

Passados os minutos iniciais de natural nervosismo, com direito a um gol perdido por Paulinho, Philippe Coutinho acertou um lindo chute quase no ângulo da meta de Sommer, aos 19 minutos.

A partir dos 30 minutos, a Suíça começou a tomar mais a iniciativa, criando algumas oportunidades mas o momento mais agudo foi no finalzinho, quando Thiago Silva subiu após escanteio cobrado por Neymar para de cabeça quase aumentar para o Brasil.

E com a vantagem de 1 a 0, fim do primeiro tempo no Rostov Arena.

Nos 45 minutos finais…

Zuber empurrou Miranda e ficou livre para empatar o jogo para a Suíça, de cabeça, após cobrança de escanteio pela direita.

Gol ilegal!

Dois detalhes a observar.

Primeiro, por que o árbitro de vídeo não foi consultado?

Segundo: reza a lenda que bola na pequena área é do goleiro, embora eu considere que a culpa foi menos de Alisson e muito mais do não uso do VAR.

Em busca de voltar a comandar o placar, e com receio de Casemiro que estava com um cartão amarelo, Tite tirou o volante do Real e colocou Fernandinho em seu lugar.

E, depois, Renato Augusto substituiu Paulinho.

E, como perguntar não ofende, afinal que coisa o Renato Augusto estar entre os 23 convocados…

E, finalmente, o apagado Gabriel Jesus saiu para a entrada de Firmino.

Quanto atraso para esta óbvia substituição, Tite…

E em dois lances, Firmino fez mais do que Gabriel Jesus, aquele que só faz gols fáceis. Quando faz…

A pressão final não resultou na vitória.

Agora é vencer bem a Costa Rica para não correr riscos.

E você, internauta, o que achou?

OPINE!

Compartilhe:

Bicho Papão? Alemanha leva vareio do México, que não fez mais por incompetência!

Foto: UOL

Alemanha 0 x 1 México.

Foi um passeio do México sobre a campeã Alemanha, sobretudo no primeiro tempo.

E se não tivesse “penteado” tanto, em várias oportunidades, poderia ter feito um resultado histórico sobre o fortíssimo (?) time de Joachim Löw.

Aos 35 minutos do primeiro tempo, em um contra-ataque rapidíssimo, Lozano recebeu passe de Chicharito, limpou e chutou no canto direito de Neuer.

O time de Juan Carlos Osorio abusou de perder chances, alguns também na etapa final, ainda que tenha recuado bastante e dado chances ao empate alemão.

A Alemanha até mudou um pouco as suas características, investindo em “chuveirinhos”, neutralizados pela defesa do México, que “islandiamente” se segurou. Teve até uma bola na trave mexicana aos 44, chute de fora da área de Brandt.

Será que a Alemanha vai repetir os fiascos de campeãs como França, Itália e Espanha que não passaram da 1ª fase nos mundiais seguintes após terem levantado o caneco (2002, 2010 e 2014), respectivamente?

Lembrando que neste grupo do México e da Alemanha ainda têm a Suécia e a Coreia do Sul.

OPINE!

Compartilhe:

Sérvia supera Costa Rica e lidera grupo do Brasil

Foto: UOL

Costa Rica 0 x 1 Sérvia.

Nenhuma surpresa no confronto dos dois futuros adversários brasileiros.

Placar magro, é verdade, mas a Sérvia foi superior.

O experiente capitão Kolarov marcou o único gol da partida, aos 11 minutos do segundo tempo, em linda cobrança de falta, de perna esquerda, no melhor estilo Neto/Djalminha.

O técnico costa-riquenho Óscar Ramírez promoveu três mudanças em seu time mas não conseguiu o intento do empate.

Aliás, em contra-ataque, o centroavante Mitrovic teve uma boa chance de aumentar, mas não conseguiu finalizar, bloqueado por um zagueiro.

Com a vitória, a Sérvia lidera provisoriamente o grupo do Brasil, que logo mais às 15h inicia sua jornada na Copa da Rússia contra a Suíça.

Os grandalhões sérvios serão “osso duro de roer”?

E a Costa Rica?

Deve segurar a lanterna do grupo?

OPINE!

Compartilhe:

Messi enterra a Argentina!

Foto: Getty Images (Fifa)

Depois da atuação de gala de Cristiano Ronaldo ontem diante da Espanha, todo mundo esperava uma resposta à altura de Lionel Messi no duelo da Argentina contra a Islândia.

Mas o “ratinho triste e gripado” do Barcelona decepcionou mais uma vez com a sua seleção.

Além de não ter jogado absolutamente NADA, Messi poderia, no segundo tempo, ter garantido a vitória dos nossos hermanos, mas bateu muito mal o pênalti sofrido pelo jovem Meza.

Mas, é claro, o problema não foi só o craque do time.

A seleção argentina toda foi realmente muito mal na estreia da Copa da Rússia.

Até mesmo o técnico Sampaoli, que demorou a mexer e, quando mexeu, mexeu mal.

E, claro, não podemos tirar os méritos da Islândia, “sólida como o gelo” na defesa.

E o goleirão Halldórsson?

Teve uma atuação simplesmente impecável!

Agora, já estrearam na Copa os craques Cristiano Ronaldo, muito bem, e Lionel Messi, muito mal.

Bom, e o que podemos esperar de Neymar amanhã?

Peru 0 x 1 Dinamarca

E não é que, assim como Messi, Cueva também enterrou sua seleção?

Só que o pênalti desperdiçado pelo são-paulino foi muito mais bizarro, com a bola quase acertando os carros no estacionamento do estádio.

Aí, no segundo tempo, chegou o castigo para a seleção peruana, que levou um gol de contra-ataque, anotado pelo dinamarquês Poulsen.

Nos minutos finais, o técnico Ricardo Gareca até colocou Guerrero em campo, que pouco pôde fazer…

Pelo andar da carruagem, a seleção sul-americana, que tanto lutou para voltar ao Mundial, não passará da primeira fase.

Paciência…

Croácia 2 x 0 Nigéria

Às 16h (horário de Brasília), mais um jogo da Copa da Rússia que não chegou a empolgar ninguém.

Croácia e Nigéria não foram tecnicamente nada bem, e a seleção europeia só saiu com a vitória por causa dos erros dos africanos.

Primeiro no gol contra, de Etebo, depois no pênalti infantil cometido por Troost-Ekong.

E a penalidade foi muito bem marcada por Sandro Meira Ricci, o nosso representante do apito na Copa do Mundo.

Opine!

Compartilhe:

VAR dá as caras e garante vitória da França!

Foto: AFP PHOTO / Luis Acosta (via UOL)

O duelo entre França e Austrália, na manhã deste sábado, não chegou a empolgar, mas acabou sendo histórico.

Isso porque o árbitro de vídeo, enfim, fez a sua estreia em Copas do Mundo.

Com uns 30 anos de atraso…

Foi no segundo tempo, após Risdon derrubar o francês Griezmann dentro da área.

Em um primeiro momento, o árbitro uruguaio Andrés Cunha não assinalou a penalidade.

Mas, depois de conferir o lance no vídeo, confirmou o pênalti, convertido pelo próprio Griezmann.

Na sequência, outra falta dentro da área, só que desta vez cometida pelo zagueiro francês Umtiti, que socou a bola após cruzamento de Mooy.

A Austrália empatou o jogo, com Jedinak, mas logo depois sofreu mais um gol, do ótimo Pogba, em uma bola que entrou por milímetros e que acabou fechando o placar.

Enfim, que sufoco passou uma das favoritas ao título em sua estreia, não é mesmo?

Será que o Brasil sofrerá também amanhã?

Opine!

Compartilhe:

CBF votou no Marrocos por birra dos EUA, a terra do FBI

A cena mais patética da semana aconteceu em Moscou, durante o Congresso da Fifa para a escolha das sedes da Copa do Mundo de 2026.

Mesmo com tudo alinhado com a Conmebol para que a CBF votasse na candidatura conjunta de Canadá, Estados Unidos e México, Coronel Nunes, presidente da CBF desde a suspensão de Del Nero, acabou apoiando a zebra Marrocos.

O voto de Nunes surpreendeu a todos, é claro.

Inclusive a Conmebol, que já estuda até expulsar o atual presidente da CBF de seu conselho.

Aí, na saída do Congresso, Nunes tentou abafar a polêmica, alegando que pensava que o voto era secreto.

Quando avisado por jornalistas que o voto era público, o cartola ainda tentou contornar a embaraçosa situação: “Estados Unidos e México já fizeram Copa, não é? Seria bom se fosse Marrocos”.

Bobagem…

Foi tudo muito – muito mesmo – bem pensado pela cúpula da entidade máxima do futebol brasileiro.

O voto no Marrocos foi uma forma de a CBF “se vingar” dos Estados Unidos, a terra do FBI, que escancarou para todo o mundo os malfeitos dos cartolas brasileiros nas últimas décadas.

Como se o “País do Tio Sam” ou seus eficientes investigadores tivessem alguma culpa.

E a Copa de 2026 acontecerá mesmo na América do Norte e com… 48 seleções!!!

Virou festa!

Será um Mundial com uns quatro ou cinco candidatos ao título, com 15 coadjuvantes e com mais 28 países folclóricos da bola.

Periga ficar tão arrastado e chato quanto os nossos longuíssimos estaduais.

Só falta transformar em um campeonato por pontos corridos…

E a bola já rola na Rússia desde a quinta-feira, mas a Copa começa “para valer” no próximo domingo, com o Brasil em campo diante da regular seleção da Suíça.

Estou confiante, mas temo por Neymar.

Os beques cavalos do Mundial, que o odeiam, vão mirar suas ferraduras no dedinho operado do craque do PSG.

Que ele esteja realmente 100% recuperado, senão…

Neymar que, assim como o sacaneado Julen Lopetegui, ex-técnico da Espanha, deverá ir para o Real Madrid após o Mundial.

Ainda mais voltando agora a sentir, depois de um ano de Campeonato Francês, o gostinho de disputar novamente uma grande competição, como a Copa.

Bom, e é isso aí, meus amigos, curtam muito a sempre tão aguardada Copa do Mundo.

São 30 dias que costumamos guardar para sempre em nossa memória e em nossas retinas.

E que a nossa seleção faça bonito, diferentemente de 2014 e do Coronel Nunes, o cartola que quis fazer birra com os EUA e com o FBI e acabou cavando a própria cova.

Opine!

Compartilhe:

Cristiano Ronaldo “quebra” a fábula de que uma andorinha só não faz verão!

Foto: REUTERS/Murad Sezer/via UOL

Portugal 3 x 3 Espanha.

A “Cristianodependência”é evidente..

O melhor do mundo joga “sozinho” na seleção portuguesa e quebra a fábula de que uma andorinha só não faz verão…

A Espanha, mesmo sem ter um fora de série decisivo (Iniesta é ótimo mas não tem o peso de CR7, por exemplo), é um time muito mais coeso, equilibrado.

Mas o craque português é impressionante mesmo!

E foi Portugal, ou melhor, Cristiano Ronaldo quem logo se destacou no confronto.

Com apenas três minutos do primeiro tempo, ele entrou na grande área espanhola e foi derrubado por Nacho.

Pênalti!

Seguro, com vontade, o craque luso bateu no canto esquerdo do goleiro De Gea, que pulou para o outro lado.

Uma pancada logo de cara para o time do técnico recém-chegado Hierro…

E o time português poderia ter ampliado, mas foi a Espanha que marcou, um golaço de Diego Costa, que passou por três adversários e chutou sem chances para a meta de Rui Patricio.

Mas…

O atacante espanhol deu um “safanão” em Pepe, lance que passou “batido” pela arbitragem.

O árbitro chegou a colocar a mão no ouvido, indicando que alguém deva ter dado sinal verde para a confirmação do gol de Diego Costa.

Se é para ter VAR, que se use, oras bolas!

Aí, com uma organização tática que chega a irritar o adversário, a Espanha deu pinta de que viraria logo o jogo.

Porém, quem tem Cristiano Ronaldo…

De fora da área ele arrematou, bola tranquila pra De Gea, que levou um frangaço de dar dó…

Pois é..

Gea, que é Gaia na mitologia grega, é a mãe de todas as coisas…

Ele acabou sendo uma “mãe” para CR7…

Mas a Espanha, aos 9 minutos da etapa final, chegou à igualdade.

Novamente com Diego Costa, oportunista, na pequena área, após toque de cabeça de Busquets.

E não demorou muito, apenas mais três minutos, para a Espanha ficar à frente do placar, com Nacho, um tiro forte de fora da área.

Ah, mas CR7 estava com tudo e não estava prosa!

De falta ele deixou tudo igual em Sochi, 3 a 3!

Depois de três jogos mais ou menos, um jogo digno de Copa do Mundo!

Será que Cristiano Ronaldo vai ao Olimpo carregando este time português nas costas ao seu primeiro Mundial?

A Espanha tem cacife para levantar outro caneco?

Mas, vamos lembrar, o líder do grupo é o Irã…

OPINE!!!

Compartilhe:

Uruguai acha gol no final e castiga o Egito, que não teve Salah…

Foto: Getty Images/via UOL

Egito 0 x 1 Uruguai.

Tudo se encaminhava para um modorrento 0 a 0 depois da enxurrada de gols na abertura da Copa, com Rússia 5 x 0 Arábia Saudita.

Os enormes vazios no estádio combinavam com a estiagem técnica da partida.

Sem Salah, estrela solitária na esmaecida seleção do Egito, o Uruguai pensou que teria vida fácil…

Mas se o Egito tem uma estrela de primeira grandeza, o time celeste não é muito mais encorpado, pois tem apenas duas: Suárez e Cavani, mas este último esteve tão ausente quanto Salah, que ficou no banco…

Pelo menos até os 42 minutos do segundo tempo, quando cobrou uma falta e a bola bateu na trave…

E não é que os uruguaios acharam um golzinho no final, para castigar o time do Egito, que estava se segurando bem?

Sánchez cobrou falta da direita e o zagueirão Giménez subiu com panca e guardou no canto esquerdo do goleiro Elshenawy

O  jogo foi fraquinho, fraquinho…

Melhorou um pouco nos minutos derradeiros.

Tudo se encaminha para que Rússia e Uruguai fiquem com as vagas deste Grupo A.

Ou poderá acontecer alguma surpresa?

OUTRO JOGO…

Marrocos 0 x 1 Irã.

Pelo Grupo B, o mesmo onde estão Portugal e Espanha, tudo indicava que teríamos outro jogo fraco.

E isso se confirmou…

Marrocos e Irã tiveram chances no 1º tempo, mas a pontaria na hora “H” falhou…

O segundo tempo deu sono…

Parecia partida em campeonato por pontozzzzzzzzz corridozzzzzzzzzzzzzzz…., como diz o jornalista Vitor Guedes.

Mas, a exemplo do que aconteceu entre Egito e Uruguai, um golzinho “achado” nos acréscimos, pelo Irã…

E foi contra…

Aziz Bouhaddouz, de cabeça, com força e convicção, mandou contra o seu patrimônio…

Será que as seleções de Portugal ou Espanha podem ser surpreendidas?

OPINE!

Compartilhe:

Copa começa com goleada russa e escancara abismo técnico. Imaginem a Copa de 2026, com 48 seleções…

Foto: Matthias Schrader/AP/via UOL

Rússia 5 x 0 Arábia Saudita.

Em que pese a abertura da Copa de 2018 ter sido praticamente uma “Esportiva de Guaxupé x Nepomuceno”, valeu…

Afinal, começou mais um Mundial, mesmo com um jogo “Série B” em Moscou, porque ninguém, em sã consciência, pode imaginar que o time árabe ou os anfitriões possam chegar muito longe.

Mas…

Copa é Copa, e sempre é legal, principalmente quando sai o primeiro gol.

E ele saiu aos 11 minutos do primeiro tempo com Gazinkii, de cabeça, após cruzamento da esquerda de Golovin.

Nenhuma chance para o goleirão Abdullah.

Porém, com uma equipe 5,27 (a Rússia) e outra nota 2,72 (Arábia Saudita) no gramado do estádio Luzhniki, não se poderia esperar muito…

Mesmo assim, aconteceu uma goleada.

Um belo gol russo aos 42, ainda da etapa inicial, com Cherysev, fez a equipe da casa ficar ainda mais tranquila.

Sossego maior ainda com o tento de Dzyuba aos 25 minutos do 2º tempo, logo após entrar.

Nos acréscimos, Cherysev, novamente fez o quarto gol e, de falta, Golovin fez o quinto, sacramentando a goleada russa.

Apesar do time russo não ser nenhuma maravilha, a diferença entre as duas seleções é abissal.

Imaginem em 2026, quando teremos 48 seleções disputando a Copa do Mundo “tríplice” nos Estados Unidos, Canadá e México…

Avacalhação total…

Este Grupo A  conta também com Egito e Uruguai, que jogam nesta sexta-feira.

Será que Salah, “sozinho”, consegue classificar o seu Egito?

O Uruguai de Suárez e Cavani vai “abiscoitar” sua vaga com tranquilidade?

A Arábia Saudita já é “carta fora do baralho” e candidata a voltar para casa sem nenhum pontinho?

E esse time russo, que não ganhava um jogo desde outubro do ano passado?

Pode surpreender, embalado pela goleada na estreia?

OPINE!

Compartilhe:

Se Loss ficar, é o Corinthians que vai cair!

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Bahia 1 x 0 Corinthians

Ah, que tristeza, meus amigos!

O Timão perdeu para o meu Bahia com um gol no finalzinho, já nos acréscimos…

Depois dessa será até difícil dormir esta noite, viu?

Bom, brincadeiras à parte, que fase terrível vive o Corinthians pós-Carille, hein?

Com Osmar Loss, o Timão, atual campeão brasileiro, não consegue botar medo em absolutamente em ninguém.

Foi muito mal contra o Bahia e, honestamente, ainda saiu no lucro.

O Tricolor de Aço merecia uma vitória com um placar mais elástico.

Resumindo a situação: se Loss ficar, quem corre sério risco de cair é o Corinthians.

Certo?

Atlético-MG 2 x 1 Ceará

E que susto levou o torcedor do Galo, hein?

Mas, depois do gol do Ceará, o Atlético enfim acordou para a partida e conseguiu a vitória que o garante na vice-liderança.

O Fla que se cuide!

E que Róger Guedes fique!

Internacional 3 x 1 Vasco

O Inter, que acabou de subir da Série B, até que vai bem no Brasileirão, não é mesmo?

Bom trabalho até aqui de Odair Hellmann!

Opine!

Compartilhe: