publicidade

Blog do Milton Neves

Ufa, 20 anos na TV aos domingos!

Foto: Kelly Fuzaro/Band

Engraçado, naquele início de 1999 estava mais do que satisfeito com os meus então 27 anos de Rádio Jovem Pan, onde ganhamos no esporte todos os prêmios possíveis de nossa área.

Já tinha até um apezinho financiado em 15 anos pelo Itaú em Pinheiros, um Corcel usado e uma casinha em Muzambinho.

Mas o “Terceiro Tempo”, lançado em meio à Copa de 1982, como substituto do badaladíssimo “Show de Rádio” de Estevam Sangirardi, que se mandou para a Rádio Bandeirantes, foi meu pulo do gato.

Um achado-coincidente para o esforçado e antigo repórter de trânsito, setorista do Detran, “patrulheiro rodoviário” de fim de semana e depois “Plantão Esportivo Permanente” e apresentador do “Plantão de Domingo”, a partir de 1977.

Antes, o chefe Osmar Santos, em 1973, a pedido do próprio hoje mega-Faustão, tirou Fausto Silva e me colocou como reserva de Narciso Vernizzi nos estúdios de resultados esportivos.

Foi como peixe n’água!

Futebol, que nunca joguei, como aliás jamais joguei qualquer modalidade esportiva, é e sempre foi a minha praia nas areias brancas de “A Gazeta Esportiva”, das TVs Tupi, Bandeirantes e Record e Rádios Bandeirantes, Tupi e Gazeta de São Paulo, Guarani de Belo Horizonte e Globo e Nacional do Rio de Janeiro.

Ave, Jorge Cury.

E com o “Terceiro Tempo” veio a maravilhosa e santa publicidade, a começar pela saudosa Rede Zacarias de Pneus e Acessórios.

Obrigado, Luís Piccolo, Ademir Parra, Seo Adhmar e filhos Admarzinho e Ronaldo Zacarias.

Aí, a coisa pegou no breu de vez e acelerado.

Mas faltava a televisão!

Ciúmes e medinhos de assustados sabedores do “perigo do lado” tornaram breve minha vida como apresentador ou debatedor do “Canal 100”, da TV Manchete, em 1994, do “Cartão Verde”, da TV Cultura, em 1998, e da TV Gazeta, em 1988.

Foi ótimo porque teria fatalmente enraizado fácil e “me eternizado” em qualquer uma delas, e quem garante que, empregado noutro canal, pintariam a santa Band e o emblemático “SuperTécnico” (1999 – 2001) em minha vida?

Medinhos me ajudaram, obrigado.

É que o talento é invencível em qualquer setor de atividade humana e em qualquer lugar do mundo.

Igrejinhas até postergam a subida do coroinha, mas um dia ele vira padre, bispo, arcebispo ou até Papa.

E sempre sem lobbys nojentos e antiéticos, estou rezando já por 20 anos a fio aos domingos à noite em TVs grandes como Band, Record e Band novamente.

Algo, se não único, muito difícil, porque grade de TV é tão firme quanto prego na gelatina.

20 anos aos domingos à noite, 50 anos de rádios Continental-MG, Colombo-PR, Jovem Pan, Bandeirantes AM e FM, Band News FM, Trânsito FM, Bradesco FM e Band FM.

Ufa, meio século falando, falando e falando!

50 anos ininterruptos diante de um microfone analisando e informando basicamente sobre futebol, futebol e futebol.

Ininterruptos 50 anos de futebol, mas entremeados por alguns poucos incomodantes merchans.

Virei o referencial hoje de tantos fiéis jornalistas seguidores pelo Brasil afora e um terror para pobres de espírito, paupérrimos de bolso, milionários de lobby e de inveja e trilhardários da difícil arte de se viver sofrendo com o sucesso alheio.

Assim, “não me combatam, aprendam”.

Mas atraí também nesses anos todos uma meia dúzia de obcecados psicopatas possessivos, verdadeiros sanguessugas de cobiça desmedida, já afastados.

E agora pintou o “Show do Esporte”, que estreia na Band neste domingo em nobres três horas.

Um programa muito, muito difícil de apresentar, senti nos pilotos.

Mas nada de medo, porque burro velho não tem receio de mais uma carga pesada em sua vida tão esforçada e obediente.

E também olho para trás e abraço agradecido quem muito me ajudou e me acompanhou.

Gente como Nereide Nogueira, Daniela Freitas, Luize Altenhofen, Bianca Russo, Ellen Roche, Renata Bomfiglio Fan, Renata Cordeiro, Débora Vilalba, Carolina Soares (fez só um “Debate Bola” na Record), Larissa Love Erthal e agora Juju Salimeni, chegando.

E se meus 20 anos de domingo à noite na TV esportiva não foram assim tão espetaculares, mas com certeza ficaram maravilhosos, mais inteligentes e muito mais bonitos devido à presença delas.

Muito obrigado, meninas!

E obrigado também meninos torcedores!

Miltetes – Estou comemorando 20 anos de debates esportivos na TV domingo à noite. E sempre bem acompanhado! Acima, apareço com Leão, Zagallo, Zico, Nereide Nogueira e Humberto Ramos, no “SuperTécnico”

2000 – Luize Altenhofen foi assistente no programa “SuperTécnico”

2001 – Bianca Russo também se destacou no “SuperTécnico”, da Band

2002 – Daniela Freitas trabalhou no “Terceiro Tempo” e no “SuperTécnico”

2003 – A famosíssima Ellen Rocche teve passagem meteórica pelo “Terceiro Tempo”

2005 – Renata Cordeiro marcou época no “Terceiro Tempo”, da Record

2007 – Débora Vilalba participou do histórico “Debate Bola”, da Record

2009 – Renata Fan se destacou nos programas “Debate Bola” e “Terceiro Tempo”

2014 – Larissa Erthal, que me acompanhou no “Terceiro Tempo” e no “Band na Copa”

2018 – A lindíssima Juju Salimeni, minha parceira no “Show do Esporte”, da Band. Na foto aparece também o divertidíssimo Rogerio Morgado

Opine!

Compartilhe:

Bolão do Miltão: Timão passa pelo Paraná e segue 100% no Brasileiro! E o São Paulo, ah o São Paulo…

Bolao-GIF-600

CAMPEONATO BRASILEIRO

Paraná Clube 0 x 1 Corinthians. Depois dizem que eu sempre palpito contra o Timão! A vitória será magra, gol de pênalti,  mas o que importa é a vitória! Vai Curintcha!

Bahia 1 x 1 Santos. Bom, aqui o querido Bahia empata com meu amado Peixe!

Flamengo 2 x 0 América-MG. O Coelho não terá chance contra o Mengão!

Atlético-MG 3 x 1 Vitória. Galo forte e vingador passa como um trator por cima do time soteropolitano!

Fluminense 2 x 0 Cruzeiro. O Fluzão é favorito. E confirma o favoritismo com dois gols no primeiro tempo! Falando no confronto… Um dos maiores camisas 10 do futebol brasileiro foi grande ídolo do Cruzeiro e teve curta passagem pelas Laranjeiras. Clique aqui e veja sua página na seção “Que Fim Levou?”

Palmeiras 2 x 0 Internacional. O Colorado melhorou muito mas o Palmeiras ganha no Pacaembu.

Ceará 2 x 1 São Paulo. Com apoio de sua maravilhosa torcida, é Vozão na cabeça, ainda mais pegando o Tricolor em ruínas após a eliminação da Copa do Brasil.

Chapecoense 0 x 0 Vasco. Bom, o jogo sem gols da rodada será em Santa Catarina.

Grêmio 2 x 1 Atlético-PR. De virada, vitória do ótimo Grêmio.

Sport 1 x 1 Botafogo-RJ. Cheiro de empate na Ilha do Retiro.

Os palpites postados serão válidos até às 16h00 (horário de Brasília) deste sábado (21.04.2018).

ATENÇÃO: Apenas um prognóstico (com os respectivos placares completos) por participante, um único IP, ok?. Aqueles que enviarem mais de um prognóstico não serão considerados. Favor escrever os nomes dos times do jeito que eu fiz, pois fica fácil na hora de conferir. Portanto, não valerão palpites com abreviaturas, apelidos e sem acentos. Também só serão considerados palpites em uma única mensagem, ou seja, não valem palpites em duas mensagens (uma com alguns jogos e outra com outros). Vencerá aquele (a) que acertar mais jogos, mas em caso de empate, o ganhador será definido por sorteio.

E o felizardo (ou felizarda) vai receber em casa um par de calçado Rafarillo (não necessariamente igual ao das fotos abaixo), pois a remessa depende dos modelos disponíveis no estoque do fabricante

CLIQUE AQUI E ACESSE O SITE DA RAFARILLO

Milton Rafarillo red

Este é o Silvio Junior Mendes, que nos mandou a seguinte mensagem: “Como prometi, aí  está a foto do Rafarillo, comprovando que o recebi, gostei muito, simplesmente um par de sapatos muito lindo e não posso deixar de dizer que veio em boa hora, irei estreá-lo na Primeira Comunhão de minha filhota Sthefani. Aqui em casa todos comemoramos com o excelente presente que o Milton Neves e a Rafarillo nos proporcionou. Fico grato e motivo a todos os palpiteiros a palpitar, uma hora chega a vez de vocês, pois a minha chegou e irei usufruí-lo com muito gosto. Mais uma vez, obrigado a todos! Aproveito para desejá-los um Feliz e Santo Natal e um 2018 cheio de coisas boas! Eu espero títulos e mais títulos do meu Mengão. Um abraço fraterno a todos! Obs: Moro em Palmas, no Paraná, a segunda cidade mais fria do Brasil”.

Hiroshi Shimuta, Cícero e Adnilson Silva, todos da Nicom, com seus calçados Rafarillo

O jornalista Nivaldo de Cillo, elegante com seu novíssimo Rafarillo

Mário Frungillo (à esquerda), da capital paulista, venceu duas vezes o “Bolão” em 2017 e ganhou dois pares da Rafarillo. Ele posou ao lado do filho Marcelo Frungillo (que ganhou um de presente dele) e dos netos, todos palmeirenses!

Gilberto Camargo Ribeiro, de Valinhos-SP, vencedor de Bolão em junho de 2017

Wellington de Oliveira (de São Paulo), Cláudio Portugal (de Limeira) e João Batista Benetti (o João Mula, de Cuiabá), em junho de 2017

Letícia Zavaglia, de Ribeirão Preto, foi a melhor no Bolão dos dias 22 e 23 de abril de 2017. Ela deu o Rafarillo para o seu namorado, o Guilherme Andrade de Britto, ao seu lado na foto, e mandou a seguinte mensagem: “Acabei de receber o meu Rafarillo, belíssimo e estiloso, ganhei na minha primeira tentativa e agora vou presentear meu namorado, o qual já tentou vários palpites aqui no site e não ganhou, rs. Isso prova que mulher também entende de futebol, kkkkk.”

Este é o Dr. Jeferson Luiz Mezzomo, de Caxias do Sul, com seu belo Rafarillo em seu consultório na Serra Gaúcha!

Este é o colorado Guilherme Schenkel com seu Rafarillo. Ele mora em Campo Novo do Parecis-MT. Ele foi o vencedor na rodada de 18 e 19 de março de 2017. “Recebi meu Rafarillo, belíssimo por sinal. Parabéns pelo blog e pelo comprometimento com quem o acompanha”, escreveu o Guilherme.

O sorridente e competente jornalista Fernando Fernandes

O Diretor da Mondial (líder em eletroportáteis no Brasil), Giovanni Marins Cardoso

O são-paulino Flavio Calderon, vencedor de um Bolão no Blog do Terceiro Tempo

Acima o belo Rafarillo recebido por Jefferson Jean Silva de Oliveira

Este é Adnilson Silva, da Nicom, feliz da vida ao receber seu Rafarillo! E, à direita, já calçando o seu “pisante”!

Marcelo Teixeira com seu Rafarillo, ao lado de Waldir Santos

Este é o ex-goleiro Tomires, de Ribeirão Preto-SP

Compartilhe:

O estoque de vexames do SP é inesgotável!

Foto: Marcello Zambrana/Agif (Via UOL)

São Paulo 2 x 2 Atlético-PR

Hoje não, hoje não…

Hoje sim!

É, amigos, no Morumbi, o São Paulo começou tão bem a partida diante do Atlético-PR que a impressão era que o Tricolor conseguiria garantir a classificação com um pé nas costas.

Afinal, com 34 minutos de jogo, os comandados de Aguirre já venciam por 2 a 0 o Furacão, que parecia um tanto quanto desnorteado em campo.

Mas poucos minutos depois, o sistema defensivo do time da casa falhou e Liziero só conseguiu parar Camacho metendo a mão na bola dentro da área: pênalti muito bem convertido por Guilherme.

Aí quem “entrou em parafuso” foi o São Paulo, que logo no início do segundo tempo levou o empate, em outra grande falha do sistema defensivo.

Inacreditável!

Depois disso, Aguirre até tentou mexer no time, mas não teve jeito!

O jogo terminou mesmo em 2 a 2, placar que classificou de forma direta o Atlético-PR.

Mais um vexame para o Tricolor, que realmente desaprendeu a jogar mata-mata!

Mas, e agora, Aguirre balança?

Ou o time vai melhorar com a chagada de Éverton?

Racing 4 x 0 Vasco

E por falar em vexame, o que aconteceu com o Vasco, hein?

Levou 4 a 0 do Racing mesmo com Martín Silva defendendo duas penalidades da equipe da casa.

Agora, a situação do Cruzmaltino no Grupo 5 é para lá de complicada.

Para não falar outra coisa…

Opine!

Compartilhe:

“Apito hermano” garante vitória do Timão na Argentina!

Independiente 0 x 1 Corinthians

É o Apito Amigo Corintiano Internacional. Implacável! O #apitoamigo corintiano não é apenas regional. O apito amigo corintiano é uma ideia. E uma ideia não pode ficar presa só no Brasil. O apito amigo invadiu até a Argentina!

Pobre Club Atlético Independiente…

Conheceu nesta noite, em sua casa, um dos grandes inimigos dos clubes brasileiros em todos os tempos.

Estou falando, é claro, do “apito amigo” corintiano!

Mas hoje, como o trio de arbitragem era uruguaio, podemos dizer que rolou em Avellaneda um “apito hermano”.

Afinal, que vergonhoso o impedimento assinalado no gol do time argentino.

Silvio Romero, que foi quem desviou a bola para as redes de Cássio, estava uns “30 metros” atrás do penúltimo homem corintiano.

Completamente lamentável!

Bom, mas o Corinthians, que não tem nada com isso, aproveitou as falhas dos “apitadores” e de seus adversários e conseguiu uma belíssima vitória fora de casa.

Gol de Jadson, grande destaque da partida ao lado do ótimo Rodriguinho.

Agora, o Timão chegou aos sete pontos no Grupo 7 e está com um pé e meio na próxima fase da Libertadores.

Muitas palmas para Fábio Carille, que segue operando milagres com esse elenco tão limitado!

Flamengo 1 x 1 Santa Fe

E sem o apoio de sua maravilhosa torcida, o Flamengo não conseguiu um bom resultado diante do Santa Fe, jogando em casa.

Que chance o Rubro-Negro desperdiçou de disparar na liderança do Grupo 4, hein?

E só terá pedreira nas próximas partidas…

Que esses dois pontos perdidos nesta noite não façam falta lá na frente!

Ferroviário 2 x 2 Atlético-MG

E que susto levou o torcedor do Galo, hein?

Afinal, no intervalo de jogo, a impressão era de que o Ferroviário conseguiria os 4 a 0 necessários para levar a disputa para os pênaltis.

Mas aí, na etapa final, o Atlético acordou, empatou o jogo e se garantiu na próxima fase da Copa do Brasil.

Ufa…

Opine!

Compartilhe:

Bolão do Miltão: Timão perde na Libertadores e cai para 3º em seu grupo… E o São Paulo é eliminado da Copa do Brasil!

Bolao-GIF-600

 

COPA LIBERTADORES

Independiente 1 x 0 Corinthians. Derrota terrível para o Timão que cairá para terceiro em seu grupo…

Flamengo 2 x 0 Ind. Santa Fe. O Mengo ganha bem e segue liderando o Grupo 4.

Racing Club 0 x 1 Vasco. O Vasco consegue importante vitória fora e embola tudo no Grupo 5.

Universidad de Chile 2 x 1 Cruzeiro. Puxa, e a Raposa continua segurando a lanterna do seu grupo… Não vai passar!

COPA DO BRASIL

Ferroviário 0 x 1 Atlético-MG. O Galo goleou em casa e apenas confirma o óbvio!

Goiás 1 x 0 Avaí. O Goiás marca logo no começo e elimina o time catarinense.

Náutico 0 x 0 Ponte Preta. Depois de vencer bem o primeiro jogo, passaporte carimbado para a Macaca!

São Paulo 1 x 0 Atlético-PR. Resultado que levará a disputa para os pênaltis. Aí, melhor para o Furacão! E valerá, para o Bolão, o resultado no tempo normal.

Vitória 1 x 3 Internacional. O Inter segue firme na Copa do Brasil.

Os palpites postados serão válidos até às 19h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (18.04.2018).

ATENÇÃO: Apenas um prognóstico (com os respectivos placares completos) por participante, um único IP, ok?. Aqueles que enviarem mais de um prognóstico não serão considerados. Favor escrever os nomes dos times do jeito que eu fiz, pois fica fácil na hora de conferir. Portanto, não valerão palpites com abreviaturas, apelidos e sem acentos. Também só serão considerados palpites em uma única mensagem, ou seja, não valem palpites em duas mensagens (uma com alguns jogos e outra com outros). Vencerá aquele (a) que acertar mais jogos, mas em caso de empate, o ganhador será definido por sorteio.

E o felizardo (ou felizarda) vai receber em casa um par de calçado Rafarillo (não necessariamente igual ao das fotos abaixo), pois a remessa depende dos modelos disponíveis no estoque do fabricante

CLIQUE AQUI E ACESSE O SITE DA RAFARILLO

Milton Rafarillo red

Este é o Silvio Junior Mendes, que nos mandou a seguinte mensagem: “Como prometi, aí  está a foto do Rafarillo, comprovando que o recebi, gostei muito, simplesmente um par de sapatos muito lindo e não posso deixar de dizer que veio em boa hora, irei estreá-lo na Primeira Comunhão de minha filhota Sthefani. Aqui em casa todos comemoramos com o excelente presente que o Milton Neves e a Rafarillo nos proporcionou. Fico grato e motivo a todos os palpiteiros a palpitar, uma hora chega a vez de vocês, pois a minha chegou e irei usufruí-lo com muito gosto. Mais uma vez, obrigado a todos! Aproveito para desejá-los um Feliz e Santo Natal e um 2018 cheio de coisas boas! Eu espero títulos e mais títulos do meu Mengão. Um abraço fraterno a todos! Obs: Moro em Palmas, no Paraná, a segunda cidade mais fria do Brasil”.

Hiroshi Shimuta, Cícero e Adnilson Silva, todos da Nicom, com seus calçados Rafarillo

O jornalista Nivaldo de Cillo, elegante com seu novíssimo Rafarillo

Mário Frungillo (à esquerda), da capital paulista, venceu duas vezes o “Bolão” em 2017 e ganhou dois pares da Rafarillo. Ele posou ao lado do filho Marcelo Frungillo (que ganhou um de presente dele) e dos netos, todos palmeirenses!

Gilberto Camargo Ribeiro, de Valinhos-SP, vencedor de Bolão em junho de 2017

Wellington de Oliveira (de São Paulo), Cláudio Portugal (de Limeira) e João Batista Benetti (o João Mula, de Cuiabá), em junho de 2017

Letícia Zavaglia, de Ribeirão Preto, foi a melhor no Bolão dos dias 22 e 23 de abril de 2017. Ela deu o Rafarillo para o seu namorado, o Guilherme Andrade de Britto, ao seu lado na foto, e mandou a seguinte mensagem: “Acabei de receber o meu Rafarillo, belíssimo e estiloso, ganhei na minha primeira tentativa e agora vou presentear meu namorado, o qual já tentou vários palpites aqui no site e não ganhou, rs. Isso prova que mulher também entende de futebol, kkkkk.”

Este é o Dr. Jeferson Luiz Mezzomo, de Caxias do Sul, com seu belo Rafarillo em seu consultório na Serra Gaúcha!

Este é o colorado Guilherme Schenkel com seu Rafarillo. Ele mora em Campo Novo do Parecis-MT. Ele foi o vencedor na rodada de 18 e 19 de março de 2017. “Recebi meu Rafarillo, belíssimo por sinal. Parabéns pelo blog e pelo comprometimento com quem o acompanha”, escreveu o Guilherme.

O sorridente e competente jornalista Fernando Fernandes

O Diretor da Mondial (líder em eletroportáteis no Brasil), Giovanni Marins Cardoso

O são-paulino Flavio Calderon, vencedor de um Bolão no Blog do Terceiro Tempo

Acima o belo Rafarillo recebido por Jefferson Jean Silva de Oliveira

Este é Adnilson Silva, da Nicom, feliz da vida ao receber seu Rafarillo! E, à direita, já calçando o seu “pisante”!

Marcelo Teixeira com seu Rafarillo, ao lado de Waldir Santos

Este é o ex-goleiro Tomires, de Ribeirão Preto-SP

Compartilhe:

Por que técnico nenhum faz o milionário Palmeiras jogar? Roger balança?

Como disse no post anterior, o Palmeiras ainda não conseguiu superar a nebulosa e traumática final do Paulistão.

O time alviverde, que já fez dois jogos depois de perder o título para o Corinthians, não conseguiu vencer nenhum.

E o pior: jogou MUITO mal contra o Boca e contra o Fogão.

Que coisa…

Roger Machado balança?

Desde que Cuca deixou o Palmeiras após o título do Brasileirão-2016, quatro nomes – incluindo o próprio Cuca, que voltou em 2017 – treinaram o Verdão.

E é impressionante como nenhum deles conseguiu fazer esse milionário elenco jogar realmente bem.

Por que isso está acontecendo?

Será por falta de competência dos treinadores escolhidos?

Por falta de paciência dos dirigentes, que andam trocando o técnico do Palmeiras como trocam de roupa?

Ou esse elenco palestrino é superestimado?

Em tempo, deixo claro aqui que sou completamente contra a saída de Roger Machado, que considero um dos melhores técnicos da nova geração.

Mas pelo andar da carruagem…

Opine!

Compartilhe:

Palmeiras ainda não superou a nebulosa final do Paulista! SP não convence!

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF (Via UOL)

Botafogo 1 x 1 Palmeiras

É simplesmente inacreditável que o Palmeiras, que voava tranquilamente até o início deste mês, esteja agora em queda livre.

Afinal, o time mais valioso da América do Sul não venceu nenhuma de suas últimas três partidas (dois empates e uma derrota).

E ninguém me tira da cabeça que essa má fase da equipe de Roger Machado se deve ao nebuloso jogo da final do Paulista.

Perder faz parte, é verdade.

Mas do jeito que foi…

Enfim, até podemos dizer que o palmeirense tem motivos para comemorar o empate diante do Botafogo, no Rio de Janeiro.

Isso porque parece que neste duelo Roger Machado finalmente se deu conta que Guerra não pode ficar na reserva enquanto Lucas Lima anda em campo.

E o gol do venezuelano, hein?

Que jogadaça do Dudu!

Mas, no final, o castigo veio após rara falha de Felipe Melo, que deixou Igor Rabello completamente livre para igualar o duelo.

Bom, mesmo assim o Palmeiras continua sendo o meu favorito para levar o Brasileiro, a Copa do Brasil, a Libertadores e, quem sabe, até o Mundial.

Mas, para que isso aconteça, a equipe alviverde precisa urgentemente esquecer tudo o que aconteceu no Allianz Parque naquele fatídico 8 de abril de 2018!

São Paulo 1 x 0 Paraná

No Morumbi, o São Paulo não fez nada mais do que a sua obrigação e venceu o modesto Paraná por 1 a 0.

Mas, verdade seja dita, o placar não foi nada justo.

Pelo que jogou no segundo tempo, o Tricolor da Vila merecia o empate e até mesmo a virada diante dos comandados de Diego Aguirre.

Só que não teve competência para traduzir em gols o domínio da partida que teve na etapa final.

E não é exagero algum dizer que o torcedor são-paulino tem motivos de sobra para ficar preocupado.

De tanto ensaiar, pode ser que neste ano o São Paulo finalmente caia mesmo!

Mas tomara que não!

Opine!

Compartilhe:

Tite tem que levar Rodriguinho para a Copa!

Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Corinthians 2 x 1 Fluminense

É simplesmente fantástica a fase vivida por Rodriguinho, do Corinthians.

Ele, que salvou o Timão no Paulista contra o São Paulo e contra o Palmeiras, foi mais uma vez muito decisivo na vitória alvinegra sobre o Fluminense, em partida válida pela primeira rodada do Brasileirão 2018.

Não, “muito decisivo” é pouco.

Ele foi, na verdade, o nome do jogo!

E se seleção é “momento”, Rodriguinho TEM que estar entre os convocados de Tite para a Copa do Mundo.

Afinal, hoje ele é muito melhor do que o cansado e escondido Renato Augusto e do que Talisca.

Não é verdade?

Bom, mas sobre a partida, podemos dizer que o resultado não foi dos mais justos no Itaquerão.

Afinal, pelo que jogou no segundo tempo, o time de Abel Braga merecia voltar para o Rio de Janeiro pelo menos com um pontinho.

São coisas que acontecem…

Mas podem anotar aí: o estoque de milagres do ótimo Fábio Carille acabou!

O Timão não levará o bi do Brasileirão neste ano!

Vasco 2 x 1 Atlético-MG

No Rio, o Atlético-MG perdeu uma grande oportunidade de estrear no Brasileirão com uma vitória fora de casa.

Afinal, o Galo superava o Vasco até os 40 minutos do segundo tempo.

Aí, o Cruzmaltino virou o jogo com gols de Wagner e de Pikachu (de pênalti).

E o passe de calcanhar de Roger Guedes, hein?

Simplesmente lamentável…

Mas o Atlético dará a volta por cima!

Internacional 2 x 0 Bahia

No Beira-Rio, o Internacional venceu o Bahia em sua volta à Série A do Brasileiro.

O destaque do jogo foi Nico López, autor de dois gols.

Pelo visto, o Colorado não passará sufoco nesta temporada!

Atlético-PR 5 x 1 Chapecoense

E o Atlético-PR, hein?

Que passeio para cima da brava Chapecoense, na Arena da Baixada.

Será que o Furacão de Fernando Diniz surpreenderá neste ano?

Opine!

Compartilhe:

Na estreia do Brasileirão de 2018, arbitragem é o grande destaque

Vitória 2 x 2 Flamengo

Um resultado difícil de ser analisado frente aos grotescos erros de arbitragem. Eu fico me perguntando: o que está acontecendo com a “juizada”? É que odeio propaganda, se gostasse já ia logo indicando boas óticas para eles! No Barradão, tivemos um verdadeiro show de horrores no apito e um lance que certamente vai dar o que falar: a bola bate no rosto do jogador e ele é expulso… Pode isso?!

Santos 2 x 0 Ceará

Tá certo que estatísticas não entram em campo, mas vale ressaltar que a vitória pra cima do Ceará representa mais um tabu quebrado. Após 12 anos e em dia de festa, meu Peixe venceu na estreia de um Brasileiro. Vitória fácil e merecida. Meu Vozão até que tentou segurar as pontas, mas teve clara dificuldade de finalização e quase não deu trabalho para o grande Vanderlei.  O Santos não só venceu, como agradou os cerca de 15 mil torcedores presentes no Pacaembu, com a torcida santista aplaudindo vários jogadores. Exceto Gabigol –  esse deixou muito a desejar e  certamente foi o pior da partida.

Cruzeiro 0 x 1 Grêmio

E não é que acertei o resultado da 1ª partida do Brasileirão de 2018. Esse eu já sabia! O Tricolor Gaúcho chega forte para essa temporada e tem chance de brigar pelo título. O Grêmio faz parte do “meu tripléx” ao lado de Flamengo e do Milionário Palmeiras. A equipe de Renato Gaúcho dominou boa parte do jogo e soube administrar a vantagem, mesmo quando jogou com um a menos. Bom resultado.

O que você achou desse início de Campeonato Brasileiro?

Para você, quais equipes irão brigar pelo título esse ano?

O que achou da atuação da arbitragem no empate no Barradão?

O árbitro de vídeo seria a melhor solução?

OPINE!

(Imagem:  @vinnycrf  – retirada do UOL)
Compartilhe:

Brasileirão, grades, gols, mata-mata e o Marcelo

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

E está aí mais um Campeonato Brasileiro de futebol.

Equivale aos atuais nacionais da França, da Argentina e da Itália.

Quem diria, hein?

Maradona, Dino Sani, Amarildo, Buffon, Careca, Sívori, Gullit, Van Basten, Trapattoni, Boninsegna, Sormani, Maldini, Paolo Rossi, Falcão, Baggio e Pirlo, dentre tantos gênios, são só lembranças do país que já foi a paixão mundial do futebol.

Hoje a Espanha é a Itália de ontem.

E Alemanha e Inglaterra completam o triplex do futebol europeu e do mundo.

Mas nós temos também um triplex famoso aqui no Brasil que ousa empatar com o verbete “Neymar” como as palavras ou nomes mais escritos e falados nos jornais, telejornais, redes sociais, pessoais e espaços “fofocáveis”.

O “Triplex do Lula” é uma estrela!

Ele, três caixotes empilhados, provocou a prisão, fugaz ou não, de um presidente que foi tão bom.

Faltou cuidado, e bota cuidado nisso.

E vem aí o Sítio, com muito mais abacaxis plantados a serem descascados, investigados e processados.

Uma pena, mas é a vida.

E nada contra os “caixotes empilhados” ou “casinhas suspensas” do “Minha Casa, Minha Vida”, como definiu o próprio ex-presidente sobre o tal triplex do Guarujá.

E quem não gostaria de ter um apartamento “defronte para o mar”?

Trata-se de paixão ou obsessão no mundo inteiro.

É como ter apartamento diante do Hyde Park de Londres ou do icônico Central Park de Nova York.

E nada contra o “maldito” triplex do Edifício Solaris da “Pérola do Atlântico”.

Ausente há anos, mas tenho também lá perto, mas na Ponta das Galhetas, na própria praia das Astúrias, um imóvel de outro patamar.

E até talvez compre ou tente comprar o “Triplex do Lula”, em leilão oficial.

Como em um, dois ou três anos teremos lá no ar a Rádio Terceiro Tempo FM do Guarujá, uma antena na cobertura de um edifício alto ficaria muito mais em conta do que comprar ou alugar um terreno para atender a tal necessidade operacional.

Aguardemos, como aguardei uns 15 anos para vencer o segundo e o terceiro colocados inconformados e derrotados na licitação de Brasília, que aconteceu no início dos anos 2000.

Vitória da grande e persistente advogada Dra. Rita de Cássia Farias Cappia.

E a burocracia agora tem “triplex” também: Ministério das Comunicações, Congresso Nacional e Presidência da República.

E quem será o novo presidente?

Só Deus sabe e Ele não fala porque tem coisas muito mais importantes para fazer.

Mais fácil dizer que o campeão brasileiro sairá de outro “triplex”: Palmeiras, Flamengo e Grêmio.

Carille já esgotou seu estoque de milagres e 90% dos times são meros coadjuvantes.

Mas todos teriam chances se houvesse mata-mata, o oxigênio e a emoção do futebol.

Certo, cartolas burros?

Viram como os regionais ressuscitaram com emocionantes disputas diretas e não com meses de jogos modorrentos com tanto time poupando jogador?

Como vai acontecer a partir deste final de semana?

Mas que tenhamos muitos gols, que venha o hexa, que o Tite esqueça de seus gauchismos tipo Taison e escale Neymar, Willian, Marcelo e mais oito.

O mesmo Marcelo que já entrou para o time de Nilton Santos, Júnior, Roberto Carlos e Marinho Chagas, o melhor de todos, apesar daquele seu jeito Garrincha de mal viver, de bem jogar e de inocentemente morrer.

Opine!

Compartilhe: